História Quiet - Capítulo 1


Escrita por:


Capítulo 1 - Capítulo Único


Fanfic / Fanfiction Quiet - Capítulo 1 - Capítulo Único

Levi adora o cheiro de Erwin depois de um banho. Erwin normalmente toma banho duas vezes, uma antes do café da manhã, se é que alguém pode chamar de manhã quando o sol ainda não está lá, e uma vez depois do jantar quando ele vai dormir. É claro que o café da manhã e o jantar em dias muito atarefados são apenas uma xícara de café, o que faz Levi reclamar sem parar com ele.

 

Esta noite, Erwin dormiu quase instantaneamente após o banho. Quando Levi vai dormir, o outro homem já está roncando alto. Tudo bem. Hoje foi um dia particularmente agitado e ele ainda podia sentir o cheiro do café, mesmo depois do banho do outro. Depois de algumas horas, Levi ainda não consegue dormir. Nada novo, mas ainda frustrante. Ele passa o tempo segurando a mão grande de Erwin na sua e pensando nas mil reuniões que o comandante terá amanhã. Se ele passar outro dia inteiro apenas bebendo café, terá uma úlcera. Ele vai forçar uma maldita refeição na garganta de Erwin amanhã se precisar.

 

Assim com certeza ele não vai descansar nada. Talvez ele devesse relaxar um pouco e parar de se preocupar com amanhã. Talvez ele devesse se concentrar no corpo grande ao seu lado e no quanto ele ama seu cheiro. Sim, isso poderia funcionar. O cheiro de limpeza ainda está acariciando suas narinas, apesar de fazer algumas horas desde que Erwin tomou banho.

 

Ele se toca um pouco, o rosto parcialmente enterrado nos fios dourados de Erwin inalando seu perfume. Ele move cuidadosamente a mão para não acordar o outro homem. Mas é quase impossível já que Erwin está o abraçando e sua cabeça está deitada no ombro de Levi. Ainda assim ele tenta. Bem lentamente, ele acaricia seu membro, tentando não gemer. Erwin se mexe um pouco em seu sono e Levi para no meio do movimento uma dúzia de vezes.

 

Quando ele goza, ele estremece um pouco, ele não pode evitar, e sua respiração pesada deve estar alta para porra neste quarto silencioso. Ele tem certeza de que não tem como Erwin não ter percebido.

 

Mas, ele ainda está roncando calmamente em seu ombro. Levi fica muito confuso sobre como isso é possível, mas ele não reflete sobre isso por muito mais tempo. Em vez disso, ele tira proveito de seu estado sonolento pós-orgasmo e consegue adormecer. Ele terá apenas algumas horas, mas é mais do que suficiente.

 

Embora aparentemente ele estivesse sendo ingênuo demais quando estimou algumas horas, porque menos de uma hora depois ele já está acordado novamente. Desistindo, ele simplesmente sai da cama e se veste, decidindo esperar até amanhecer lendo alguns documentos ou algo assim.

 

Ele se senta de costas para a cama e logo em seguida sente braços enormes o envolvendo.

 

“Erwin?” Ele não deveria estar acordado, a manhã ainda está a algumas horas de distância.

 

“Você foi embora.” Erwin murmurou, praticamente dormindo.

 

“Você é uma criança, porra?” Levi perguntou, mas sem realmente querer ser rude. Ele se divertiu com o fato de que se masturbar não o incomodou seu sono nem um pouco, mas sair da cama por dois minutos sim.

 

Então ele apenas deixa o outro homem carregá-lo de volta para a cama e segurá-lo em seus braços por mais um pouco. Para garantir que o comandante tenha mais algumas horas de sono tranquilo.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...