1. Spirit Fanfics >
  2. Quiet Soul >
  3. Waterfall

História Quiet Soul - Capítulo 5


Escrita por: Lover12-Blue

Notas do Autor


Oi Blue's, eu n vou enrolar muito por aqui ent.... boa leitura e tenham determinação^^



LEITOR(A) LV1 22:51

CAPÍTULO 5 —— SALA DO PAPYRUS/ SANS

❤SAVE RETURN

Capítulo 5 - Waterfall


Fanfic / Fanfiction Quiet Soul - Capítulo 5 - Waterfall

- ̗̀ ๑❪( ❛ POV'S FRISK ❜ )❫๑ ˚̩̥̩̥.

  Meu estômago começa a roncar então lentamente vou até a cozinha, evitando dar passos pesados, retiro devagar a cortina pensando o que eu poderia pegar, talvez eu desse a sorte de encontrar um biscoito ou o macarrão do irmão de Sans em alguma tupperware na geladeira, quem sabe uma sopa ou um chocolate quente? qualquer coisa entra, até essa pedra coberta de granulados coloridos.

Subitamente, tenho o azar de encontrar um esqueleto alto com uma roupa tipo de super herói, um longo cachecol vermelho, duas botas vermelhas com um detalhe dourado, ele segurava uma colher de madeira mas assim que notou minha presença, a derrubou no chão, ficamos nos encarando assustados. 

Papyrus: é u-um humano? - perguntou baixo pra si mesmo me encarando de cima a baixo - nyohohoho - choramingou triste, senti bastante dó dele, será que ele está bem? 

- T-tá tudo bem? - pergunto me aproximando devagar, sem ousar a fazer movimentos bruscos, ele não parece ser perigoso, parece ser inofensivo, vou chegar um pouco mais perto!
Devo dizer que ele parece um poste? ele é extremamente alto

Papyrus: Eu deveria te capturar agora mesmo mas estou tão doent - ele foi interrompido por uma tosse seca que saiu dele, após isso, ele ficou muito mais triste - Não tenho disposição nem pra tentar fazer um bom spaghetti - sua fala faz minha cabeça ter uma ideia de como ajudar ele a se animar

-Poxa... sinto muito Papys, Sans falou tão bem do seu espaguete que eu fiquei com muita vontade de provar - fingi estar triste e vi os olhos do de cachecol brilharem mais que as estrelas de uma noite no campo - se fosse preciso eu até te ajudava a fazer e depois de tudo a gente viraria amigos - aquilo foi um gatilho para deixar ele mais animado que nada

Papyrus: ESPERE HUMANA - ditou eufórico - EU, O GRANDE PAPYRUS, IREI COZINHAR UM ESPAGUETE PARA VOCÊ - na velocidade da luz, ele pegou o macarrão, tomate, queijo ralado e algumas folhinhas de coentro. 

Um tempo depois 

A Cozinha estava impecável, o cheiro que vinha do meu prato era uma maravilha, fiquei com água na boca só de ver o espaguete dele bem ali na minha frente, segurei o garfo e esperei o Papys dar o comando. 

Papyrus: já pode comer humana, Bone Apetit - comecei a comer bem rápido e percebi que ele ficou chocado devorei o macarrão  em literalmente 15 minutos -  MEU DEUS HUMANA, VOCÊ REALMENTE PRECISA ME TER COMO AMIGO, AFINAL, QUEM MAIS VAI TE ALIMENTAR? -  falou provavelmente se gabando mas não liguei, caramba mano, ELE É DEMAISSSSSSSS

- Sim Papy's, eu preciso te ter como amigo - ele solta um ''nyehehe'' 

Me despeço do Papy´s e sai da casa dos irmãos esqueletos, provavelmente devo ir para a outra cidade, vou seguir reto, como ainda é de madrugada, está mais frio que o normal, não há ninguém nas ruas a quem eu possa pedir informação, vou andando ate que eu chego em um lugar diferente 

Bem-vindo á Waterfall

Me encantei com uma pequena flor azul, ela brilhava em meio a escuridão, era extremamente encantador, fico observando seu brilho e sentindo seu cheiro de Maresia, me sento pertinho dela e repentinamente escuto ela cochichar. 

Encho Flower: Vou te contar um segredo; a coisa mais verdadeira do mundo, são lagrimas de arrependimento - a flor provavelmente repetiu a fala de alguém, fiquei tão encantada com o que a flor falara, e de fato, as lagrimas de arrependimento são uma das coisas mais verdadeiras. 

Pego meu celular e tento ligar para a Toriel.

Chamando... 

ligação não atendida!

Novamente ela não me atende, me preocupo em como ela está... espero que ela esteja bem.
coloco o celular no bolso e vou em direção a uma pequena estação de vigia, antes mesmo que eu chegasse nela, um monstro entrou no meu caminho 

*Mermaid ATACA*

A monstro de cabelos ruivos lança ataques fracos, desvio deles facilmente, penso em o que eu poderia dizer para ela mas não vinha nada na minha cabeça, o desespero vem quando ela lança bolhas envolvidas de veneno, algumas atingem minha alma, sinto um ardor nas veias e na alma, fico agonizando tentando me manter de pé. 

Mermaid: Sinta meu veneno correr em suas veias e arrancar o seu último suspiro -  ela fala rindo baixinho enquanto observa minhas pernas ficarem trêmulas, minha respiração fica pesada. 

Começo a procurar nos meus itens alguma comida pra recuperar meu HP que estava 1/10, infelizmente não consigo achar nada, mais um ataque desse e eu morrerei, decido fugir da luta e ao fazer isso, vi que Mermaid não estava mais lá.
me encosto no canto da ''barraca'' sentindo uma dor enorme, pego o celular e penso em ligar para Sans mas escolho não fazer isso. 

Fecho os olhos por um momento eu não vou morrer, eu não quero morrer.
Escolher ficar viva me enche de determinação

.....

*está tudo escuro, não parece ter ninguém aqui

*Entretanto, pode-se ouvir uma voz semelhante a minha...

*Ela canta baixinho e seu tom é de dor, dá pra se ouvir pequenas fungadas nesta sala escura 

Please give me a remedy
meomchwobeorin simjangeul ttwige hal remedy
ije eotteohge haeya hae 
nal sallyeojwo
dasi gihoereul jwo
Please give me a

(Por favor me dê um remédio 
Um remédio que vai fazer meu coração voltar a bater

O que eu deveria fazer agora?
Por favor, me salve
Me dê mais uma chance
Por favor, me dê um)

Remedy~
(remédio) 

*assim a voz cantava... em um tom triste

*Não desista ainda, tenha determinação

...

Abro os olhos assustada, toco em meu rosto e vejo que eu estava... chorando? subitamente, escuto passos meio pesados, me levanto e me escondo dentro da estação de vigia, há um monte de bisnaga de ketchup e pães velhos. 

continua....

 


Notas Finais


uiiiii, muito suspense no ar UuU, espero que tenham gostado do cap
desculpem por qualquer erro na digitação T~T

até a próxima ;3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...