1. Spirit Fanfics >
  2. Quimera >
  3. 0001; Mar de estrelas e cometas (ÚNICO)

História Quimera - Capítulo 1


Escrita por: Beatrixxie_

Notas do Autor


Olá meus caros leitores! Espero que vocês estejam bem

Antes de mais nada, uma breve explicação do que seria uma quimera:

>Quimera
substantivo feminino
- combinação heterogênea ou incongruente de elementos diversos.


Os desenhos da capa (incluindo a visão básica de como é a quimera desta história),e também a história, são de minha autoria


Boa leitura!✨

Capítulo 1 - 0001; Mar de estrelas e cometas (ÚNICO)


Um sopro foi ouvido, meus ouvidos se aguçaram, segui aquele lamento tão profundo de algo ou alguém que estava deveras decepcionado com o mundo. Rodei entre os relógios de bigodes que faziam 'tic-tac' de maneira inquietante, e os filhotes de patos cor-de-pêssego, corriam com pequenos bonés, esbravejando breves quack-quack's, enquanto coalas cobriam seus ouvidos, alegando que o som era muito irritante. 

Foi quando avistei aquela quimera. Nem tão rosa, nem tão preta, nem tão amarela, com seu bico retorcido em uma carranca, curioso para saber o'que perturbava a pobre quimera, perguntei encucado:


– O'que hás contigo, pequena quimera? 


Ela flutuou em seu mar de estrelas, suspirando mais uma vez profundamente, subindo em uma vitória-régia, balançando seu rabo de gato preto, seu bico formou uma expressão indecifrável, suas patas de pintinho-amarelinho ciscaram sob a planta, e seu torso e cabeça de axolote balançaram de um lado para o outro, negativamente. 


– Não há nada comigo, pequeno rapaz, não há nada, mas há algo com o mundo. Algo, que nem mesmo o maior dos maiores, conseguiria parar. 


A quimera suspirou, aborrecida, sentando-se sobre a vitória-régia, me despertando uma curiosidade anormal, de saber o'que acontecia àquele mundo tão belo e monumental. 


– E o'que há com o mundo? 


– Há um problema com quem o habita, as pessoas não sabem mais como respeitar, não sabem como ter empatia, não sabem viver a vida de maneira pacífica, encrencam com qualquer coisa — suspirou mais uma vez, tendo um de seus pés de ave massageando a região entre seus pequenos olhos — Crês que julgam uns aos outros pela sua forma de amar? 


Abri minha boca em uma expressão de choque, suspirando junto a quimera, ao lembrar que realmente isso acontecia.


– Infelizmente, creio, dona Quimera. As pessoas acabam sendo sua própria ruína. 


– De fato, meu jovem, e isso irá continuar, até que finalmente eles aprendam que o problema é o ódio, e não amar. 



E assim ela se foi, suspirando novamente, pulando na água roxa, se submergindo em estrelas e cometas. Eu, apenas me sentei na mesma vitória-régia, formando uma carranca e me iniciando a pensar: 


Será que um dia a humanidade vai se dispor a melhorar?



Notas Finais


Enfim chegamos ao final
Espero que tenha ficado entendível o'que eu quis passar nessa história, uma mensagem de que as pessoas acha que o problema é o amor alheio, e não enxergam que seu preconceito é o maior problema, e fiz um universo meio maluco, com personagens nada convencionais, para mostrar que até mesmo criaturas estranhas, de outros planetas e dimensões, conseguem respeitar uns aos outros, e o ser humano, não

Obrigada por terem lido 'Quimera'
Minha primeira história da categoria "histórias originais"!

Beijo na bunda e até a próxima fic!
Ah, e feliz mês do orgulho atrasado🏳️‍🌈


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...