1. Spirit Fanfics >
  2. Radio Ga Ga >
  3. The war was formed and it's all rock's fault

História Radio Ga Ga - Capítulo 1


Escrita por:


Capítulo 1 - The war was formed and it's all rock's fault






Verão de 1990


  Pela quarta vez naquela manhã o barulho do despertador ecoava por todo o cômodo. O relógio marcava 8:50 e o que aquilo significava? Estava atrasado! Já seria a sexta vez que infringira o horário escolar.

  

  Quinta vez que o despertador tocava e era ignorado por aquele que estava embaixo das cobertas. Uma mão é vista para fora do cobertor e um relógio é visto sendo jogado da cabeceira pela mesma mão vista anteriormente.


  Do lado de fora do quarto, passos apressados sobem as escadarias da casa que levariam até o senhor sonífero. O que seria daquele garoto sem esses dois? 


- Anda, anda! Se você não levantar neste exato momento, jogarei este balde,  que possuo em minhas mãos no seu lindo rosto! - o cabelos de menta dizia 


Min Yoongi realmente falava sério. E foi exatamente isso que fez o garoto de cabelos escuros retirar o edredom sobre o rosto, olhar para os outros dois garotos com as sobrancelhas erguidas e mostrar a língua em forma de protesto.


  Com a pequena provocação feita. Jeon Jungkook seguiu até o vestuário em busca de algo. Por fim, após observar por exatos 10 minutos todas as peças que possuíam ali. O garoto que ainda permanecia sonolento, pega a camisa branca sobre a poltrona e o conjunto jeans formado e uma bota Timberland.


  - Vamos? - O mais novo pergunta e acaba recebendo risadas como resposta - Qual foi? Comeram bosta estragada? 


  - Vai escovar os dentes antes que toda Coreia sinta esse cheiro de peixe morto! - O mais alto dizia entre risos


  Com dentes limpos, maçã mas mãos e  guitarra nas costas. Jungkook seguia seu caminho.


- Ih, conversível maneiro! - O mais novo diz entusiasmado com o carro novo do amigo.


  Namjoon sorri com a alegria do garoto e oferece uma piscadela. 


  - Gostou? Sente o cheirinho de novo! - O mais alto dizia abrindo a porta - Donzela, por favor! - diz para Jungkook e recebe um soco no braço - Tá malhando? Soco forte da porra!


  "Radio Ga Ga" tocava no rádio e os três amigos cantavam a música com todo o coração. 


I'd sit alone and watch your light

My only friend through teenage nights

And everything I had to know

I heard it on my radio


You gave them all those old time stars

Through wars of worlds invaded by Mars

You've made 'em laugh, you've made 'em cry

You've made us feel like we could fly


  O cabelos de Jungkook voavam conforme o vento batia em seu rosto. Tudo o que ele precisava! Acordar tarde, ir para o inferno com seus amigos e cantar Queen nada mais importava naquela manhã.


So, don't become some background noise

A backdrop for the girls and boys

Who just don't know or just don't care

And just complain when you're not there


You've had your time, you've had the power

You've yet to have your finest hour

Radio


   A hora do refrão havia chegado e os três amigos se preparavam para reproduzirem a coreografia do clipe original. Pulmões completamente cheios, sorriso pronto e mãos preparadas.


All we hear is Radio Ga Ga

Radio Goo Goo

Radio Ga Ga

All we hear is Radio Ga Ga

Radio Blah Blah

Radio, what's new?

Radio, someone still loves you


   Ja na escola os três amigos se preparavam para sair de dentro do conversível. Recepcionados por alunos de diversas turmas e sendo aclamados. Ah, como eles amavam isso. 


  - Jungkook-Ah! - uma garota loira chamava atenção do garoto - lembre-se do que me prometeu, sim? - ele afirma mesmo não lembrando do que havia prometido a sua namorada.


  Do outro lado do estacionamento Jimin se encontrava próximo à Taehyung e Hoseok que faziam companhia para Seokjin.


  - O que vocês enxergam neles? - Jimin perguntava com asco em sua voz - Eles são tão estrelas sem estrela! 


  Seokjin namorava o líder da banda,  Hoseok e Taehyung namoravam o baixista e Jimin odiava o vocalista.


  - Admita. - O mais velho vira para o mais baixo 


  Jimin sem entender levanta sua cabeça para poder olha-lo melhor já que estava agachado devido ao tênis que havia desamarrado.


- O quê? - pergunta


   - Você também queria namorar alguém da banda! - Seokjin sabia do ódio do amigo pelo vocalista e por isso sempre que podia o irritava com isso - Ah, por qual razão me bateu? - pergunta rindo, passando a mão pelo seu braço em uma tentativa de suavizar a ardência.


   A confusão havia sido instalada.


   Jimin corría atrás do mais velho que ria como uma janela velha. Enquanto os outros dois permaneciam quietinhos no canto rindo da bagunça dos outros dois amigos.


    O tempo dentro da sala de aula parecia ficar cada vez mais lento. Devia ser a terceira vez que Jungkook checava os ponteiros do relógio preso na parede e percebia que não havia passado quase nada. 


  O professor ainda tentava conseguir alguma atenção daqueles alunos diante de si, entretanto, o que conseguiu foi apenas um ronco do garoto de cabelos loiros. Essa era a vida de um senhor de 58 anos, ganhava pouco para chegar na sala de aula e vê seus alunos dormindo ou nem prestando atenção como a maioria estava fazendo. Diante disso resolveu que sentaria na cadeira e ficaria ali.


E finalmente, tocou. O sinal que indicava que agora era hora de alimentar a barriga e ensaiar havia tocado.


Jungkook foi o primeiro a se levantar e sair correndo para fora sem antes dar um peteleco em Hyunjin que continuava babando sobre a carteira.


  - Hwang, hora de ensaiar! - dizia para o garoto que dormia calmamente.


  Olhares e mais olhares eram mirados na dupla que vinha seguido do garoto sonolento.


  - Aquele cara parecia morto, puta merda! - Kim Yugyeom dizia arrancando uma risada do amigo 


  - Concordo! O Hwang está atrás ou ficou na sala? - Jungkook dizia enquanto flertava com todas as garotas daquele corredor.


O maior encara a figura atrás de si e sorri. 


  - Não, so esta vindo em passos lentos como o do senhor Hyun! - os dois gargalham.


  Na sala de ensaio a cena era de um clima calmo. Namjoon se encontrava com Seokjin em seu colo, Yoongi estava com os seus dois namorados um do lado do outro e a música tema do momento era "Killer Queen". 


   - Caralho, isso virou um puteiro? - Jungkook pergunta vendo a cena sob seus olhos - Porra! 


- Não somos como você! - Namjoon o encara com um sorriso ladino nos lábios 


Jungkook pega a baqueta que estava perto e ataca sobre o rosto do outro recebendo risada de todos presente.


  - Não falta um do quarteto fantástico? - Diz olhando para a sala - Ah é, ele me ama demais e por isso não consegue me encarar! - Diz com cinismo.


  A verdade é que Jimin estava ensaiando na sala ao lado. 


  Seus passos eram preciso, porém, leves. Podia sentir que toda aquela sala havia se tornado um grande palco apenas para ele. "Please don't girl" tocava no discman preenchendo seu coração.


(Please, don't go, girl)

I just can't live without you

(Please) so listen to me (don't go, girl)

Don't go girl


Please, don't go, girl

It would ruin my whole world

Tell me you'll stay

Never, ever go away


I love you (I love you)

I guess I always will (girl)

You're my best friend, girl

You're my love within'

I just want you to know

That I will always love you

Ooh, baby


Seu amor por NKOTB era expressado naquele momento por meio da dança moderna.


  Yeah

I'm not that kind of guy who can take a broken heart

So don't ever leave

I don't want to see us part

The very thought of losing you means

That everything

Would go down under


  Havia começado sua música predileta no momento. "I'll be loving you". Agora era seu show. Rodopiava pela sala de ensaio.


I'll be loving you forever

Just as long as you want me to be

I'll be loving you forever

All this love's for you and me, yeah

(I'll be loving you) I'll be

(I'll be loving you) Loving you

(The things you do) Yeah, it's forever

(I'll be loving you) I'll be

(I'll be loving you) Loving you, yeah

I count the blessings that keep our love new

There's one for me

And a million for you

There's just so much that I want to say

But when I look at you

All my thoughts get in the way


  A batida. A voz. Tudo deixava o clima ainda melhor. 


  Até ser atrapalhado por o som da sala ao lado que estava mais alto que deveria. Que inferno! Justamente na melhor parte da música! 


  Isso era para deixar o garoto enraivecido. Com os passos firmes, sendo desta vez domado pela raiva. Foi até a porta ao lado.


Something in the way, hmm

Something in the way, yeah

Something in the way, hmm

Something in the way, yeah

Something in the way, hmm

Something in the way, yeah


Jungkook cantava com todo vapor a música do nirvana. E quando estava prestes a explodir novamente. Seu amplificador foi desconectado. 


- QUEM FOI O FILHA DA PUTA?! - esbravejou virando rapidamente para trás 


Jimin que ficou ainda mais irritado após o xingamento, andou em direção ao senhor sem estrela.


- Fui eu! Da para diminuir o volume dessa coisa? - Disse encarando as orbes negras do mais alto - Estou tentando ensaiar!


Jeon passou seus olhos por toda a extensão do corpo do mais baixo e voltou a encara-lo. 


- Vai ensaiar, o que? - Sem realmente o interesse perguntou - Vê se não enche e vaza daqui. - apoiou sua mão no queixo alheio e o aproximou de seu rosto - B. O. N. E. C. A. 


  Um soco. Foi o que o mais alto sentiu após ter chamado Jimin de boneca. E aquilo foi o estopim para uma briga começar.


  - QUEM VOCÊ CHAMOU DE BONECA? - o mais novo gritou transformando o clima daquela sala - Seu imbecil! Vê se não me enche e diminua esse som!


Irritado, Jeon agarrou a gola do mais baixo e o empurrou contra parede.


  - Quem pensa que é para achar que manda na minha pessoa? - Dizia entre os dentes - Eu não irei diminuir o som só porque a madame quer! 


Não era a intenção de Jungkook soltar Jimin, mas o outro o chutou em partes difíceis de lidar e por isso acabou o soltando.


- Vê se aprende a tratar os outros, idiota! - grita. arrumando a blusa que havia amassado devido a queda


  Jungkook encontrava-se jogado no chão protegendo sua parte íntima que havia sido chutada minutos atrás pelo o garoto de cabelos dorados.


  Jimin voltou para seu ensaio feliz por ter ganhado a guerra. Quer dizer ele achava que havia ganho. 


Com NKOTB pronto no discman. Voltou a dançar. "Baby, I Believe You" tocava e os pés foram no ritmo.


Baby, I believe in you

And every little thing you do

Every time we kiss

It always feels like this

I believe in you

Baby, I believe in us

And every little inch of our trust

Whether I'm around,

You never let me down

I believe in you.


A raiva que sentia do garoto da sala ao lado já havia sumido e agora apenas restava o amor pela dança. E novamente voltava a rodopiar por aquele espaço que chamava de seu.


Ao lado com a respiração descontrolada devido a raiva havia um Jungkook.


- É bom o amigo de vocês tomarem cuidado! - Avisou aos três ali presente 


  Taehyung que não havia gostado da forma como o garoto tratou seu melhor amigo retrucou Jeon.


- E se não avisarmos o que fará? - seu maxilar estava travado e seu punho fechado. Odiava completamente que falassem de Jimin.


Jeon por outro lado apenas abriu um sorriso.


- Bom. Ele não irá gostar de saber o que farei! - um riso anasalado é solto - Okay, galera! O showzinho já acabou e o cabo ja foi reconectado. - Diz batendo palmas.


  "Another One Bites The Dust" começou. O som do baixo logo no primeiro compasso da música deixava todos anestesiados, sinceramente, aquilo deveria ser considerado a 1° maravilha do mundo!


Steve walks warily down the street

With his brim pulled way down low

Ain't no sound but the sound of his feet

Machine guns ready to go


Are you ready, hey, are you ready for this?

Are you hanging on the edge of your seat?

Out of the doorway the bullets rip

To the sound of the beat, yeah


  Jungkook sempre se sentia vivo quando cantava, realmente havia nascido para aquilo. Ele não entendia o que ocorria só sabia que o seu interior gritava de felicidade.


  A mistura da bateria, guitarra e baixo era enlouquecedor. 


  Another one bites the dust

Another one bites the dust

And another one gone, and another one gone

Another one bites the dust

Hey, I'm gonna get you too

Another one bites the dust


  Mais um ensaio havia terminado de ambas salas. O suor corria pela testa dos dois seres que se encontravam divididos por uma parede, e suas mentes estavam  recarregadas.


   Park permanecia deitado no chão, procurando forças para levantar. Inclinou a cabeça para a direita e observou que não havia mais água dentro da sua garrafa e isso o fez reclamar, já que não queria precisar ir até o bebedouro.


   Seguia o seu caminho, esbarrando em algumas pessoas que o cumprimentavam sorrindo e o garoto retribuía.


  Todos ali sabiam da sua sexualidade e o aceitavam. Claro, existia algumas pessoas ali que nem eram dignas de raiva e que faziam piadas com sua sexualidade, mas isso era de menos. Seus amigos sentiam-se livres para serem quem queriam ser e para amar quem quisessem.


  - Preciso esvaziar o saco. - Jungkook dizia olhando para os amigos - Já volto e por favor não se comam! 


Jeon já estava saindo da sala quando lembrou e retornou para dizer.


- E Hwang lembra o seu ficante, namorado, seja lá o que for - apontou o dedo na direção do rapaz - Que ensaio é coisa séria!


  Dito isso, saiu em direção ao banheiro. Passando por algumas meninas que suspiravam imaginando como seria estar no lugar da Rosé.


  - Olá, Jun! - uma garota de cabelos roxos dizia - Está realmente lindo hoje!


Um sorriso ladino apareceu em seus lábios antes de responder a doce garota.


   - Tzuyu, você que é perfeita! - joga um beijo para ela com que faz a mesma tapar o rosto envergonhada.


Próximo ali estava Jimin que observava a cena com nojo. Como podia ser tão irritante e metido? Não entendia! E existe alguém que realmente gosta desse estorvo? 


  - Quer um beijo, boneca? - o tom irreconhecível o deixava com vontade de meter mais um soco no rosto daquele garoto.


- E você quer ganhar mais um soco? - inclinou o corpo na direção do dono da voz, enquanto continuava enchendo a garrafa.


  O mais alto levantou as mãos para o alto em sinal de rendição. Até levaria a provocação adiante, mas a vontade de despejar a urina era muito maior.


  Ridículo. Foi o pensamento de Park. 


  Com a garrafa cheia voltou para a sala de ensaio, porém, antes resolveu parar até a Tzuyu e perguntar.


- Você possui cérebro? - a pergunta repentina fez a garota arregalar os olhos antes de começar a rir 


- Jimin, o que você comeu? - as mãos estava sobre a boca - Óbvio?


- Então o que te faz gostar de alguém como ele? - apontou para Jeon que saia do banheiro.


- Ele só é - um suspiro - perfeito.


  Nossa. Com toda certeza a vontade de vomitar, todo o katsudon que sua tia do Japão havia preparado tinha chegado e a culpa era daquela garota.


  Meu deus, pareciam de outro mundo essa galera.  O único que salvava daquela banda era Yoongi, okay que não tinha nada contra com Namjoon e nem com Hyunjin, Félix e Yugyeom. Mas, definitivamente não entendiam a fissura das pessoas por eles. Se fossem o New Kids On The Block ate entenderia. Entretanto, eram apenas um bando de garotos de 17-19 anos, mimados que não respeitavam o ensaio dos outros. O que tinham de tão extraordinário? Não falaria, por mais que odiasse um dos vocalistas, não diria que cantavam mal e tocavam mal. Pois, eles mandavam bem, só o estilo que não o agradava muito.


  Imerso nos próprios pensamentos, não se deu conta da aproximação de Taehyung que adentrará a sala para chamá-lo. 


  O garoto sentou ao lado do melhor amigo e passou a admira-lo. Devia estar pensando no ódio que possuia pelo vocalista, seu bico de frustração não o deixava mentir.


  Era estranho a ligação dos dois. Eram tão colados ao ponto de saber o que o outro queria passar apenas por esses mínimos detalhes. 


   Kim sempre acreditou que acabariam namorando devido o laço dos dois. Contudo, conheceu seus dois princesos e a visão mudou completamente. Sabia que sempre teria seu pequeno ao lado como o Batman e Robin, Homem de Ferro e Máquina de Combate, eram infalíveis.


  - Hey, Chim! - chamou baixinho para não assustar o garoto - Vamos para casa? 


  Park sorriu ao ver o melhor amigo ali. Assentiu afoito, retirando um lindo sorriso quadrado do amigo à frente.


  Levantaram e seguiram em direção a saída. O que não esperavam era encontrar a cena de um Jeon enfiando a língua dentro da boca de uma garota e essa definitivamente não era Rosé. 


  Os dois garotos apenas passaram reto, já que o assunto não os pertenciam. Mas como Park gostava de provocar.


  - Meu deus! Já sinto a radiação daqui, que nojo! - gritou olhando para trás vendo um dedo do meio sendo levantado 


  Taehyung balançava a cabeça demonstrando que discordava do que estava ocorrendo, mas sabia que seu melhor amigo não tinha mais jeito. Então, apenas passou o braço pelo pescoço do pequeno e o guiou até o grupo de amigos que os esperavam pacientemente.


  - Caralho, vieram de que lugar? Brasil? Por quê tanta demora? - Hoseok disse irritado - Estou com fome, sabiam?


   Nem tão pacientes assim.


  - E você não come há quantos anos? 30? - Park entrou na provocação 


  - Aliás, viram o Jungkook? - Namjoon entrou no meio da conversa.


Jimin quase se engasgou tentando segurar a risada que quis aparecer.


   - Ele estava lá atrás metendo um par de chifres na Rosé! - Park respondeu sem conter a risada.


  - Quem estava metendo o que em quem, Park? - A voz de Jeon surgiu por trás do garoto de cabelos dourados 


   O menor como bom provocador que era, girou seu corpo para ficar de frente com o corpo de Jungkook. Andou mais um pouco para garantir que não haveria espaço suficiente entre eles, levantou o dedo indicador e apoiou no peitoral de Jeon.


  - Você! - sorriu cínico - Quem mais poderia ser? Hein, falso hétero? - disse em um sussuro a última parte pois sabia o terror que era esse assunto para o mais alto.


   Jeon indignado com a audácia do garoto. Inclinou o corpo até o rosto do mesmo e segurou a ponta do seu queixo, erguendo até o mesmo estivesse com a face totalmente levantada.


- Me chama de falso hétero novamente para saber o que lhe acontece, boneca! - uma piscadela é feita 


Jimin riu. Riu com gosto. 


- Eu não possuo medo de você, Jeon! - Disse calmo - Aliás, amaria que todos aqui soubessem o quão falso é essa sua pose de macho alfa. 


  - Boneca, você não possui provas do que fala! - soltou grosseiramente o rosto de Jimin.


- Tenta a sorte! - Jimin avisou mesmo sabendo que realmente não tinha provas. Mas sabe que Jeon odeia ser chamado de falso hétero e óbvio que não perderia a oportunidade de irrita-lo.


- Duas vezes, Park! - Jeon começou - Duas vezes!


  - O que? Aprendeu a contar? - O olhou sorrindo - Pelo menos algo você sabe fazer! 


   - Okay. Lembre-se que quem começou essa guerra foi você na sala de ensaio! - Jeon apontou para o outro.


  - A guerra foi formada e a culpa é do rock! - Jimin esbravejou.


  

  Todos ali sabiam que a partir daquele momento, os dias de paz estão oficialmente encerrados e a culpa não era do rock e sim daqueles dois que continuavam se encarando com fogo nos olhos.


  


   


   

  


  










  


   


  


  



  






  


 


Notas Finais


    🎼

Oi, oi!!! Tudo bem com vocês?
Espero que sim!

Dêem muito amor a está nova fic, okay?

E sim, novamente o Jimin é loiro ksksksksks
eu e minha tara por ele de cabelo loiro.

Tenham paciência com o menino Jeon ele será meio como posso dizer... bem hétero top logo no início....

Sejam bem-vindos ao Radio Ga Ga!
Aproveitem a viagem no tempo
E que a força da arte estejam com vocês!


  
 


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...