História Radioactive... - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Suga
Tags Bangtan Boys, Bts, Drama, Min Suga, Min Yoongi, Oneshot, Shonen-ai, Suga, Tragedia, Triste
Visualizações 25
Palavras 778
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Shonen-Ai

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 1 - I am radioactive???


Fanfic / Fanfiction Radioactive... - Capítulo 1 - I am radioactive???

Estou em meu apartamento , em Seul. Ele é o unico lugar onde não tenho que fingir quem sou, onde posso ser eu mesmo!

Neste momento, estou deitado em minha cama, pensando em como resolver minha vida. Não estou sendo dramático, ela realmente é ruim.

Desde pequeno, tive um comportamento diferente. Não que eu fosse esquizofrénico, ou algo do tipo. Mas digamos que eu não era um garoto "machão" .

Eu nunca brigava por coisas bobas, muito menos por meninas. E isso fez meus pais me estranharem. 

Quando tinha 5 anos, eles começaram a corrigir meu comportamento. Me disseram que era feio ser "menininha". Porem, eu com 5 anos não entedia o que meus pais queriam dizer. 

Sempre me perguntei :-"O que sera que o appa e a omma queriam dizer???".E hoje entendo, eles temiam que eu fosse gay.

Porque esse medo todo??? É só um gosto, isso não machuca ninguém, e muito menos mata. Até hoje não entendo o porque de meus pais temerem tanto isso. 

Eles me levaram em varios pscologos desde pequeno. E por incrível que pareça, aqui na Coreia do Sul eles consideram homossexualidade como um distúrbio mental,e tem pscologos que "trazem a cura até você ".

Sempre achei isso ridículo , esses pscologos ensinam  as crianças a odiarem gays,e dizem que isto é bizarro.  Alem de corrigir comportamentos, e pensamentos  totalmente normais.

Desde muito pequeno sou conciente, e nunca acreditei nisso. Então meus pais começaram a me agredir sempre que tivesse uma atitude gay. E eu só tinha 5 anos.

Quando completei 10 anos, as coisas pioraram.  Entrei na puberdade, e com isso meus hormonios começaram a agir.

Como todo garoto, comecei a sentir algo a mais pelas pessoas,só que não eram por meninas.

Minha omma encarou isso como problema, e fez até o impossivel para me distaciar deles.

Entre suas "ações cuidadosas", ela mudou de cidade varias vezes,me mudou diversas vezes de colégio, e muitas vezes tratou mal meus amigos para eles se afastarem de mim.E logicamente as agressões tanto pelo meu appa, tanto por minha omma aumentaram. 

Essa fase durou dos meus 10 as 14 anos. Foi a pior fase da minha vida. Depois disso veio uma fase chamada : Cativeiro!

Eles não me deixavam sem comer, ou dentro de uma gaiola, mas foi quase isso. Eu queria sair de casa, e socializar. Mas minha omma sempre descobria de um jeito ou de outro quem era meu crash, e não deixava eu sair.

Dos meus 14 aos 18 anos fiquei assim,  só saindo se casa para ir a escola, e depois da escola para casa. Eles não me levavam junto nem nas viajems porque tinham vergonha de mim. 

Isso doia em mim mais que as agressões que sofria. 

Com 19 anos resolvi que era a hora de mudar, e que não dava de continuar assim.

Trabalhei, comprei este  apartamento, e vim morar aqui. O problema era: Como sobreviver sem um trabalho???

Procurei muito para um trabalho, mas demorou para achar. Achei um de secretário ,ele gostaram de mim, e me contrataram.

Eu estava indo bem, meu trabalho era bom. Mas como tudo que era bom dura pouco,aconteceu uma desgraça comigo.

Veio um novo chefe ,e no primeiro dia de trabalho ele me ofereceu uma carona, e eu era inocente, eu aceitei .

Eu entrei no carro, ele me fez cheirar algo, e eu desmaiei.

  Não sabia quantas horas se pasaram, nem onde estava. Abro os olhos, e me vejo preso em um quarto.

Eu estava muito fraco, então não consegui levantar. O mesmo homem que me trouxe no carro abriu a porta e eu me encostei na beirada da cama. 

Ele fecha a porta, se aproxima, e começa acariciar meu rosto dizendo: - Me chame de daddy, meu babyboy!

Ele começou a me tocar, eu tentei me livrar,  mas ele era mais forte. O resto nem presiso contar a vocês né? 

Fiquei todo dolorido, tive que voltar para casa ape,  e quando cheguei a empresa fui despedido. 

Ele estragou minha primeira vez, e me deixou com um grande trauma. Emfim, tive que achar outro trabalho. 

Achei um de garçom em um restaurante. Era o unico lugar que me deram emprego.

Fiquei lá ate ontem, pois fui demitido por que um cliente me beijou sem permissão.  A culpa não era minha, más alguem tem que aguentar o sofrimento. 

Hoje tenho 23 anos, me chamo Min Yoongi, e estou sozinho no mundo. 

Desde que me mudei meus pais tiveram outro filho, e me esqueceram. Até agradeço por estar longe deles. 

Como vou achar outro trabalho agora??? Porque minha vida é tão difícil??? Ser gay é tão errado assim???

Não entendo porque todos me excluem, todos me humilham.  Será que é pedir demais ser respeitado???

Eu não sou radioativo, sou? Eu não sou aliem , sou?



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...