História Ragnarok - Capítulo 7


Escrita por:

Postado
Categorias Mitologia Nórdica
Personagens Personagens Originais
Visualizações 2
Palavras 772
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Fantasia, Magia, Misticismo
Avisos: Linguagem Imprópria, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir culturas, crenças, tradições ou costumes.

Capítulo 7 - A cidade dos Goblins


No dia seguinte Luke acordou, olhou para o outro lado da cama e percebeu que sua amada já havia saído, logo ele se levantou, colocou sua túnica e sua capa e partiu para a sala do trono, acompanhado de guardas.


Quando chegou na sala percebeu que o Pai de Todos não estava lá, somente Thor e os Guerreiros. Ambos estavam treinando e afiando suas armas.


Thor: - Tu estás pronto irmãozinho?


Luke: - A- acho q-que s-sim...


Disse o garoto gaguejando se sentindo intimidado diante de Thor


Disse ele guaguejando um pouco.


Volstagg: - É o que veremos...


Luke então respirou fundo, pegou sua espada e escudo e então os seis saíram acompanhados por uma comitiva da sala do trono indo em direção à Bisfrost, após chegarem lá Heimdall os teleporta, todos sabiam para onde estavam indo, menos Luke.


O grupo parou em uma floresta de tom sombrio, com árvores escuras todas sem folhas com galhos secos, como se estivessem morrendo. Eles então seguiram para dentro da floresta, atentos a todo e qualquer movimento suspeito.


Andaram por muitas horas, a floresta em si era toda escura, não sabiam se estava de manhã ou de noite, haviam perdido a noção do tempo, resolveram então parar e acampar, seria arriscado continuarem sem descansar.


Os soldados asgardianos ficaram de vigia com Volstagg, enquanto Hogun cozinhava para todos. Após o jantar todos foram dormir.


Luke acordou no meio da noite e percebeu que muitos soldados haviam sumido, ele então pegou um graveto e ascendeu na fogueira, fazendo uma tocha, e saiu para procurá-los.


Quanto mais ele andava, mais se distanciava do acampamento, andou até um ponto da floresta onde pode ver uma luz, ele agaichou-se e furtivamente foi andando em direção aquela luz, se aproximando ele pode ver uma fogueira, várias criaturas pequenas, um pouco menores que ele, de orelhas pontudas, algumas verdes, marrons e outras amarelas, tinham uma aparência assustadora. Estavam queimando algo, asgardianos, os cinco soldados da comitiva que estavam com ele e os outros haviam sido mortos por goblins.


Assustado o garoto tentou sair de lá mas foi nocauteado na cabeça por deles. Quando ele acordou percebeu que estava amarrado, suas vestes rasgadas, e os goblins revistando sua bolsa, ele não podia fazer nada, suas mãos estavam atadas.


Então foi quando ele viu uma criatura um pouco maior que os goblins e ele, o monstro parecia um goblin só que muito maior, do tamanho de um troll para ser mais exato, Luke ficou horrorizado e tentava se soltar das amarras.


Grande Goblin: - E o que é você?! Um ladrão?! Espião?!!


Disse o gigantesco goblin ao se aproximar do garoto, seu hálito era horrível e seu cheiro... Era como se algo tivesse rastejado nele e morrido.


Verme de rato: - Asgardiano, vossa maledicência...


Disse um outro goblin fazendo uma reverencia. 


Grande Goblin: - Asgardiano é... O que o traz aqui?!


Perguntou o Grande Goblin, mas Luke permaneceu em silêncio.


Grande Goblin: - Já que não vamos fazê-lo falar, vamos fazê-lo gritar!!!


E assim os goblins adentraram uma caverna de frente para a fogueira, Luke apenas observava calado. 


Logo os orcs voltaram com os instrumentos de tortura, pegaram Luke e o colocaram deitado em uma mesa de madeira, amarrando suas mãos por cima da cabeça e calcanhares na outra ponta.


Grande Orc: - Vou perguntar mais uma vez, o que traz você aqui?!


Mas Luke permaneceu calado, então o Grande Goblin com um aceno da sua enorme mão verruguenta deu a ordem para os goblins girarem a manivela, ao ser girada ela puxava as cordas esticando o corpo do garoto que sentia uma dor horrível. Seus ossos estavam sendo deslocados, mas ele não gritou e aguentou calado.


O Grande Goblin ordenou para pararem e Luke sentiu um alívio mas ainda estava amarrado, então Verme de Rato pegou uma pequena lâmina e rasgou a túnica do garoto na região de seu peito e em seguida fez um corte em linha reta no peito do garoto.


Grande Orc: - O que te traz aqui?!


Luke não respondeu e pagou por isso, os goblins pegaram um alicate e usaram para quebrar os dedos das mãos do garoto. 


Luke segurando as lágrimas de desespero, enxergou Thor de longe, enquanto tinha seus pés queimados, um homem alto de capuz chegou na "cidade" e todos pararam o que estavam fazendo.


Grande Orc: - Quem é você?!


Mas como resposta teve o Mijolnir arremessado em sua cabeça, caindo morto no chão.


Thor foi matando um por um do goblins, e após, o último goblin ter sido morto ele soltou Luke que estava inconsciente e o levou de volta para o acampamento.











Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...