1. Spirit Fanfics >
  2. Rails of life - Catradora >
  3. Chapter Twelve

História Rails of life - Catradora - Capítulo 12


Escrita por:


Notas do Autor


Voltei, então tenho esse e mais um capítulo pronto, e outro já sendo feito, como um é continuação do outro, pretendo postar em seguida com intervalo de algumas horas, então pode ser provável que ambos saiam amanhã se eu finalizar, caso não, sai em no máximo dois dias, são capítulos longos, por isso a demora, boa leitura ❤️

Capítulo 12 - Chapter Twelve



As unhas pretas colidiam contra a superfície sólida, emitindo um barulho que se pudesse ser descrito, poderia expressar a ansiedade e nervosismo emitido pela garota de olhos bicolores, batucava impacientemente na mesa a sua frente, estava nervosa, seus olhos rodeavam a sala cheia de pessoas totalmente concentradas na grossa voz do professor, que passava mais algumas atividades depois das explicações que Catra mal conseguiu compreender, o motivo dessa falta de atenção não se encontrava na sala, sendo ele o garoto do qual a mesma havia defendido no dia anterior, logo de manhã Swift Wind mandou diversas mensagens no grupo, dizendo que havia sido chamado para a sala da vise diretora, e Catra compreendia que o motivo também a envolvia, e que logo seria a próxima a entrar naquela sala, mordia o lábio fortemente de maneira inconsciente, até parar ao sentir o gosto metálico em sua boca, praguejando por suas presas serem mais afiadas do que deveriam, então tentou respirar fundo, mantendo em mente a maneira de se manter calma como Perfuma havia a ensinado, além de oferecer longas horas de meditação na qual Catra recusou. 

E lhe tirando de seus nervosos devaneios porta foi aberta repentinamente, os olhos da garota foram rápidamente a quem entrava, e buscando analisar sua feição quando a primeira coisa que ele fez foi lançar a Catra um olhar extremamente preocupado, e então a mesma sentiu seu corpo inteiro entrar em pânico, franziu a testa, o garoto apenas andou até sua mesa se sentando, pegou o celular o levando para de baixo da mesa, para que o professor não o visse e começou a digitar rapidamente, Catra logo sentiu o seu vibrar, o pegou rapidamente o desbloqueando.


Unicorn wind

Ela só me pediu para explicar o que aconteceu, quando perguntei sobre você ela disse que isso era assunto entre vocês duas.

Estou preocupado.


Wildcat

Relaxa

Mandou desligando a tela, franziu a testa, o que estava pensando, pedindo para que ele mantivesse a calma quando nem ela mesma estava fazendo, então de repente ouviu um chamado emitido de modo alto pelos megafones se sua sala.


"Catherine Melog, favor se dirigir a sala da vise diretora Spinnerella"


Sentiu no mesmo instante todos os olhares se virarem para si, e franziu a testa, lançou um último olhar para a feição desesperada se Swift Wind antes de se levantar, o professor a mirou assentindo como permissão para que saísse de sua aula, todos a acompanhavam com o olhar e Catra se sentia sufocada por isso, pedindo para que chegasse logo a saída da sala.

E assim que fechou a porta atrás de si, o sufoco a deixou e então o nervosismo a tomou de imediato, no caminho entre sua sala até a sala da vise diretora, mil pensamentos pessimistas passavam por sua mente, imaginando o que seria de sua vida se fosse expulsa da universidade, se perdesse sua bolsa de estudos, se perdesse até mesmo metade de sua bolsa não teria como pagar o que faltava, se levasse alguma suspensão e isso a prejudicasse imensamente, sua mente até mesmo projetava a voz de Weaver a dizendo o quanto era inútil e que sabia que nunca iria durar em uma universidade desse nível, e até mesmo tendo que jurar lealdade a hordak e fazer seus serviços sujos, onde não duraria muito tempo até ser pega ou até mesmo morta.

E então parou em frente a sala, sua respiração descompassada entregava seu nervosismo, levou a mão até a maçaneta gélida, e a empurrou para baixo, assim que a visão da sala completa chegou até seus olhos, pararam na mulher sentada na mesa ao centro do lugar, que logo ergueu sua cabeça, e quando seus olhos se cruzaram aos de Catra a mesma se sentiu mais nervosa ainda, se pudesse ser possível.

-Você quer falar comigo.-Disse quase como um sussurro, a mulher a lançou um olhar carregado por seriedade.

-Sim, entre.-Disse apenas, observando a garota parada na porta, Catra assentiu levemente.

Empurrou a porta liberando sua passagem, a fechou atrás de si e andou em direção a cadeira em passos rápidos, ao chegar a puxou e se sentou, levou as mãos fechadas com força ao seu colo e olhou para a mulher a sua frente, que soltou a caneta que segurava e juntou suas mãos fechadas sob a mesa, franzindo a testa, logo iniciando sua fala.

-O assunto que vamos tratar é sobre o acontecimento de ontem, você entrou em uma briga no meio do corredor da universidade senhorita Melog, onde segundo as imagens das câmeras, teve ações agressivas da parte do Lashor contra o Swift Wind, e de sua parte contra o mesmo, estou certa?.-Catra desviou os olhos e assentiu levemente, depois os voltou para a feição fechada da vise diretora, que prosseguiu.-Aqui em Brightmoon não toleramos qualquer tipo de brigas que envolvam violência e difamações de qualquer tipo..

-Mas...-Pensou em tentar explicações sobre o ocorrido, mas recebeu um olhar impaciente em sua direção.

-Não me interrompa.-Disse séria, logo franzindo a testa.-Eu não terminei.-Catra apenas assentiu, se sentia nervosa, e já vinham novamente em sua mente as imagens de sua expulsão e as palavras amargas de Weaver.-Você entende que se pondo em uma briga, quando você tinha escolha de apenas ignorar, colocaria todo seu futuro aqui em risco, você poderia perder sua bolsa e ser expulsa dessa universidade, não entende?.-Catra assentiu levemente franzindo a testa.-Da mesma forma que não toleramos qualquer tipo de desavenças, também não aceitamos preconceitos contra nossos alunos.-E repentinamente o olhar que carregava seriedade foi convertido a um leve sorriso, o que deixou Catra confusa no mesmo instante.-Não foi apenas Swift Wind que veio falar conosco, certo grupo de alunos que também presenciaram a cena vieram, e entre eles pessoas de grande influência como a filha da diretora.-Catra franziu a testa confusa, não fazia idéia de quem fosse.-Catherine, depois de horas de conversa em uma reunião isolada entre eu, a diretora, Glimmer e Adora, onde ambas vieram explicar sobre você ter se envolvido por ser um caso de homofobia, a diretora e eu decidimos que você não terá nenhuma punição diante a isso.-Catra arregalou os olhos, sua mente agora estava embaralhada, o que Glimmer... O que Adora estava fazendo nesse assunto.-Entendemos que sua intenção foi a melhor em defender o seu amigo, mas mesmo que não tenha nenhuma punição, peço que entenda, isso gerará muita conversa entre as medidas de Angella para o conselho estudantil, onde ela te defenderá, então se você se envolver em mais algum tipo de briga, não poderemos fazer nada além de providenciar a sua expulsão, entendeu?.-A mesma assentiu rápidamente.-Que ótimo, e você terá que me entregar aquele objeto que você tirou das mãos do Tung Lashor, não é permitido que você fique com ele, sei que está no seu armário então traga para mim ainda hoje.-Catra arqueou a sobrancelha ainda se sentindo extremamente confusa e espantada, sua mente não digeria o que havia acabado de ouvir, e seus pensamentos estavam completamente perdidos.

-Então.. não vai acontecer nada comigo? Nenhuma punição, eu ainda posso estudar aqui?.-Catra questionava de maneira incrédula, enquanto a mulher a lançava um sorriso gentil.

-Exatamente, nada vai afetar sua bolsa de estudos e poderá continuar frequentando a universidade normalmente, contanto que não se envolva em mais nenhum tipo de briga, quando for o caso venha até aqui.-Catra arregalou levemente os olhos e assentiu rápidamente.

-Pode deixar, eu.. vou trazer o nunchaku aqui e obrigada.. mesmo, eu já imaginava que tinha me chamado pra me expulsar.-Respirou fundo soltando o ar logo em seguida, a mulher soltou uma leve risada, olhou em direção a câmera e voltou a Catra falando quase que sussurando.

-Eu assisti as filmagens, não conta para ninguém, mas ele até que mereceu o que você fez, só.. não faz de novo, não quero ter que te expulsar, você é uma ótima aluna.-Sorriu de maneira divertida, lançando uma piscadela, Catra riu levemente.

-Valeu e.. não faço.-Falou firmemente, a mulher assentiu sorrindo.

-Pode ir agora, era somente isso, não conte para ninguém o que conversamos nessa sala, é confidencial, já não basta a confusão que vai gerar no conselho.-Catra assentiu.

-Tudo bem, obrigada de novo.

A morena se levantou, andou em passos rápidos em direção a porta, e saiu rapidamente virando o corredor sem ao menos olhar, estava tão extasiada com o que havia acabado de acontecer que não percebeu que havia alguém parado próximo a porta, e então acabou por esbarrar repentinamente na pessoa, a porta se fechava, e logo perderia a conta de quantas vezes seus sentimentos atrapalhavam sua percepção, se afastou em alguns passos olhando para a pessoa que era mais baixa que ela, e se sentiu confusa.

-Glimmer?.-A garota antes com o olhar espantado, tomou uma postura aparentemente nervosa em poucos instantes.

-Oi.. eu sabia que ia estar aqui, e preciso falar com você.-Sorriu nervosamente, Catra arqueou a sobrancelha a encarando e logo surgiu a pergunta que não queria calar em sua mente, e não exitaria em indagar.

-Por que fez isso?.-A garota a olhou confusa, então explicou.-Por que veio me defender, me livrou de ser expulsa, sendo que tinha falado que não me queria aqui.-A de cabelos rosados franziu a testa olhando para o lado, talvez exitante pelo nervosismo e depois voltando a Catra.

-Porque.. eu precisava me desculpar.-Olhou de maneira apreensiva para Catra.-Me perdoa, eu fui péssima com você, eu nem te conheço, e te falei coisas horríveis, magoei a Adora que não fala comigo do mesmo jeito a semanas, te fiz pensar que foi ela quem me disse aquelas coisas sobre você quando na verdade não foi.-Catra arregalou os olhos, enquanto os da outras já estavam marejados em lágrimas, então a menor segurou uma das mãos de Catra com as suas duas a olhando seriamente.-Adora nunca disse nada daquilo, eu só.. eu fiz isso, falei com a minha mãe e implorei para ela não te dar nenhuma punição, porque eu queria me desculpar com você e com a Adora, e ontem eu vi que você não é nada do que eu disse, você teve coragem de se por em risco, por tudo em risco para defender alguém.-Desviou os olhos para o chão.-Foi muita coragem, eu espero que seja o suficiente para você pensar sobre me perdoar e.. conversar com a Adora.-Catra retirou sua mão das de Glimmer que a olhou temendo o que viria a seguir.

-Você está brincando?.-Falou franzindo a testa, então coração de Glimmer até mesmo  pode errar a batida, até ser surpreendida com duas mãos sendo postas em seus ombros repentinamente, e então encarou a feição de Catra que tinha seus olhos arregalados.-Eu nem preciso pensar, você literalmente me salvou de ser expulsa, pode me chamar mais 10 vezes de lixo da horda...-desviou os olhos sacudindo a cabeça.-Não mentira, não pode.-Falou os voltando para glimmer que riu levemente, a de cabelos rosados se sentia aliviada e com extrema felicidade ao mirar a feição da de olhos bicolores que respirou fundo antes de prosseguir.-Eu também te disse coisas horríveis, tenho que admitir que eu não estava certa também, mas eu não preciso pensar em te perdoar, eu já perdoei, e sobre Adora..-Desviou os olhos nervosamente no momento em que citou o nome, o que foi perceptível para Glimmer, que franziu a testa.-Talvez eu..-reprimiu os lábios de maneira nervosa, e glimmer levou suas mãos as mãos depositadas em seu ombro, quando Catra sentiu o toque virou seu olhar para Glimmer que carregava com si um sorriso gentil.

-Ela vai estar na quadra no fim da última aula, ela disse que hoje ficaria um tempo a mais para organizar algumas coisas.-Catra sorriu levemente, retirou suas mãos dos ombros de Glimmer e desviou os olhos por segundos.

-Obrigada, Sparkles.-Glimmer soltou uma leve risada.

-Não foi nada, lixo da horda.-Agora foi o momento de Catra soltar a mesma risada que Glimmer.

O sinal então ecoou nos corredores, ambas as garotas se despediram, e o ar agora estava leve, Catra estava extremamente aliviada, retirou o celular do bolso e o desbloqueou enquanto andava, havia algumas mensagens recentes de Swift Wind a dizendo que havia pego seu material e que a esperaria no armário da mesma, Catra sorriu com isso, mesmo todos os sentimentos de medo e desespero no qual havia passado nessa última hora, não se arrependia do que havia feito, e faria novamente se fosse o caso, mas não se esquecendo das palavras da vise diretora no qual seria expulsa caso se envolvesse em outra desavença, lembrou das palavras de glimmer sobre Adora, e seu coração acelerou na mesma hora, detestava esse sentimento, a lembrava de quando eram mais novas, de quando Adora estava junto a si no orfanato, quando segurava sua mão com firmeza, até mesmo depois de palavras nada leves de Weaver..

Avistava Swift Wind de longe, o mesmo segurava os cadernos de Catra, e carregava uma imensa feição de preocupação, logo ao lado dele estavam Scorpia e Entrapta com a mesma feição, a mesma se aproximou em passos rápidos, e quando chegou a eles, todos carregavam olhares que estampavam expectativa e preocupação.

-Vamos para mesa no refeitório, vocês não vão acreditar o que aconteceu.-Disse com seriedade, todos franziram a testa e se entreolharam.


//________//


-Espera, deixa eu ver se entendi, a Glimmer te livrou de ser expulsa... A Glimmer?..-Scorpia pensava totalmente pasma com tudo que Catra havia acabado de lhe contar.

-Não se esqueça da Adora.-Disse Entrapta apoiando rosto nas mãos, com os cotovelos sob mesa, enquanto SW estava totalmente boquiaberto.

-Para ser sincera, o meu maior susto foi encontrar ela fora da sala da vise diretora.-Disse Catra apoiando seu rosto sob uma das mãos igualmente a Entrapta.-Ela pediu para que perdoasse ela e para que eu falasse com a Adora, sabe.. sobre aquilo.-Catra desviou os olhos.

-E você vai falar com ela?.-Perguntou Scorpia com preocupação, Catra apenas deu de ombros, não estava a vontade para falar sobre isso, seus olhos rondavam o refeitório e não via Adora e muito menos Glimmer, decidiu então virar sua atenção para SW que se encontrava ainda boquiaberto, mas ao captar a feição cômica de Catra, pronunciou.

-Ok eu ainda estou pasmo, e muito feliz mesmo.-Falou o mesmo abrindo um enorme sorriso que tomava ponta a ponta de seu rosto.-Eu acho que você deveria ao menos dar uma chance para Adora, pensa bem, se ela não se importasse teria apenas deixado passar.-Catra franziu a testa, digerindo as palavras do amigo, e estranhamente virou seus olhos para a entrada do refeitório no exato momento que ela entrou, acompanhava de algumas pessoas incluindo Glimmer e Bow, mas não conversava com ninguém, no mesmo instante que entrou pareceu procurar por algo no ambiente, até seus olhos pararem nos de Catra que levou um leve susto com o contato, e assim ficaram.

-É pode ser que esteja certo.-Acompanhou os passos da mesma até que se sentasse, e quando se sentou, olhou novamente para Catra, que deixou que a loira visse que a encarava, mas segundos depois rompeu o olhar, virando para SW e sorrindo levemente.-Eu vou pensar.-O garoto sorriu igualmente.


//__________//


E assim com o alto som do sinal de fim das aulas, Catra saia as pressas de sua sala,  já nos corredores, andava em direção ao seu armário, por sorte sua última aula foi no primeiro andar da escola, então estaria próxima do seu armário.

Assim que chegou resgatou sua chave no bolso de sua calça jeans, destrancou a porta de metal a abrindo, e esticou sua mão para pegar o objeto prateado, colocou suas coisas la dentro e o trancou de volta, olhou o mesmo em suas mãos, e deu de ombros.

-Um dia quem sabe.-sussurrou consigo mesma, imaginando se um dia poderia ter um desse.

Mas não se importou tanto, se era preciso devolvê-lo para que não fosse expulsa, não pensaria duas vezes em fazer, então novamente tomou rumo em passos rápidos até a sala.

Quando chegou, bateu duas vezes na porta até ouvir que poderia entrar, abriu a porta lentamente entrando em seguida e a fechando, a mulher sentada sob a mesa sorriu gentilmente para Catra, a mesma correspondeu o sorriso e andou em direção a mesa, logo colocando o objeto sob ela.

-Tudo certo, não se esqueça do que eu disse.-Catra assentiu sorrindo levemente.

-Não vou.-Falou logo se despedindo e saindo apressadamente da sala.


Comprimia os lábios, repassando o caminho já decorado, enquanto caminhava pelo corredor, não sabendo exatamente se deveria se apressar, mas ainda assim o fazia, palavras pairavam em sua mente, mesmo que ainda se questionasse se fazia a escolha certa, mas de qualquer forma não pensava em voltar atrás, já havía se decidido, se Adora estava junto a Glimmer no momento em que fizeram Angella mudar de idéia, então seria uma maneira de recompensa-la, era isso que estava fazendo? Se convenceria de que sim, pensou consigo mesma, e franziu a testa ao ver que já estava de frente para as portas que davam ao ginásio, respirou fundo e as abriu, passando pelas mesmas, logo havia a visão da imensa quadra em sua frente, o sol dava poucos sinais no céu, o dia estava nublado e frio, andou em passos rápidos se aproximando da quadra, e logo a viu.. corria pela quadra recolhendo algumas bolas que ficavam espalhadas por lá, andou mais alguns passos antes de parar ao lado das arquibancadas, levou as mãos aos bolsos a observando, Adora ainda não havia notado sua presença ali, parecia viajar em seus pensamentos, quando a última bola foi guardada a mesma se virou, e Catra mesmo distante percebeu o susto que a garota levou quando seus olhos pararam sob sua imagem ao lado dos acentos, e sorriu levemente, segundos depois Adora iniciou uma caminhada em sua direção, e seu coração logo voltou a ficar inquieto em seu peito, a cada passo que a loira dava em sua direção se sentia levemente nervosa, até que a mesma chegou a sua frente, parando a poucos passos de distância.

-Hey Adora.-Disse sorrindo levemente, e uma feição confusa e até mesmo levemente espantada se formou no rosto da garota a sua frente.

-Catra.-Escapou por seus lábios, e a mesma sorriu levemente, parecendo se convencer de algo.-É.. o que faz aqui?.-Catra desviou os olhos por segundos.-Eu achei que não quisesse conversar, achei que mandaria mensagem e.. não que seja para você mandar, mas eu...-A garota começou a se embaralhar entre suas palavras, a aparição repentina da morena acabou por deixar Adora mais eufórica, então Catra revirou os olhos e a interrompeu.

-Obrigada.-A mesma parou repentinamente de falar, aparentemente leve espanto.-Por.. você sabe.-franziu a testa desviando os olhos, ficava levemente irritada por não saber bem como agradecer por algo do tipo, Adora sorriu levemente sentindo seu rosto queimar.

-Eu não queria que te afetasse, você não fez nada de errado, na verdade, fiquei impressionada.-Deixou escapar a última parte de seus pensamentos, Catra sentiu a surpresa a tomar, e foi a vez de olhar para Adora espantada sentindo seu rosto queimar, Adora estava sorrindo, e as borboletas voltaram a voar pelo seu estômago, mais animadas do que nunca, então Catra desviou seus olhos procurando palavras em sua mente, se xingando em pensamentos por estar em pânico, que para si, não havia motivo.

-Eu estou bem, Perfuma disse que não aconteceu nada demais, mas não é disso que eu.. vim falar.-Respirou fundo, virou seus olhos em direção aos olhos confusos e atentos da outra.-Adora, vim dizer que eu aceito falar com você, seja-la o que quer tanto dizer.-Falou franzindo a testa, e no mesmo instante a outra arregalou os olhos.

-Espera, você.. você quer falar comigo? Realmente?.-A garota já se demonstava eufórica, sentindo as falas repentinas de Catra a deixarem feliz e nervosa ao mesmo tempo.

-Foi o que eu disse.-Catra revirou os olhos encarando Adora, acabando por deixar escapar um sorriso em seus lábios, poderia considerar cômico o quanto a outra esbanjava seu nervosismo.

-Ahh é.. tudo bem, eu.. você prefere me encontrar depois da escola, tipo hoje mesmo? Eu não tenho nada pra fazer.. a não ser que você tenha..-Falava rápidamente de maneira despercebida, ainda com um sorriso estampado em seus lábios e rosto levemente rubro, Catra riu levemente com a confusão estampada em cada palavra que a mesma dizia.

-Hoje às 15:00, na lanchonete Rizzo's, tudo bem?.-Questionou, Adora assentiu rápidamente, ainda com um sorriso idiota nos lábios, pensou Catra.

-Você quer que eu busque você de carro?.-Catra desviou os olhos por segundos, isso seria proximidade demais, não estava pronta para momentos sozinha com Adora dessa maneira, então os voltou para Adora.

-Não, eu te encontro lá, não se atrase.-Adora sorriu levemente.-E não me faça me arrepender.-Disse franzindo a testa e olhando seriamente para Adora.

-Eu chego na hora e.. não vai se arrepender.-Agora disse com o mesmo tom de seriedade, Catra apenas assentiu.

-Então, até depois.-Falou mirando os olhos de Adora, enquanto analisava sua feição, ainda parecia incrédula e eufórica.

-Até.-A outra disse de maneira animada, acenando com uma das mãos, Catra a lançou um leve sorriso e se virou, agora saindo em passos rápidos.


Quando a viu passar pelas portas, Adora levou as mãos a boca, se sentindo pasma pelo que havia acabado de lhe acontecer, quando decidiu por ficar para arrumar a quadra, não imagina que Catra viria até lá, uma rápida lembrança passou por sua mente, se lembrando de Glimmer a ter questionado se ficaria um tempo a mais, Adora arregalou os olhos procurou por seu celular no bolso de seu moletom vermelho, quase o derrubando por seus dedos, desbloqueou a tela, deslizando o dedo rápidamente procurando pelo número.. quando finalmente o achou, apertou para ligar e colocou na orelha, demorando poucos minutos para ser atendida.

"Adora?"

"Glimmer, foi você que disse pra ela..".-o silêncio pairou por instantes até ouvir a voz ao outro lado.

"Então ela foi.. vocês vão conversar?".-Questionou em expectativa, Adora sorriu mordendo o lábio antes de dizer.

"Na lanchonete as 15:00".

"Ahh que ótimo".-Ouviu a voz eufórica de Glimmer do outro lado da linha, Adora sorriu animadamente, mas o silêncio novamente se tornou presente, até ser quebrado pela garota de cabelos rosados."Adora.. me desculpa, por tudo que eu fiz, eu preciso te perguntar, se podemos voltar a ser amigas como antes, eu sinto sua falta..".-Adora pode sentir o peso das palavras, sem mesmo olhar nos olhos da garota, respirou fundo.

"Eu também sinto a sua.. será que você pode ir em casa quando eu voltar".-Disse observando os cadarços perfeitamente amarrados de seus allstar vermelhos, ouviu alguns barulhos que não conseguiu definir bem o que seria, até glimmer responder.

"Claro claro, eu vou estar lá, me manda uma mensagem e eu vou o mais rápido possível".-Adora sorriu com a resposta.


Se despediram e por fim desligou a ligação, segurou o celular firmemente com as duas mãos, e sorriu, se sentia feliz, mas também ansiosa, faltavam algumas horas para que tivesse que encontrar Catra na lanchonete, pedia mentalmente que não se atrapalhasse e pudesse dizer tudo de uma vez, de uma maneira em que Catra acreditasse e assim pudessem se resolver, talvez voltar a ser como antes? Essa opção fazia seu coração acelerar, soltou o ar e iniciou a caminhada em direção a saída, teria que se preparar, não apenas psicológicamente...





Notas Finais


Obrigada por ler, desculpee qualquer erro, me conte o que estão achando.
Por esse final, vocês podem ter ideia do que vai ser o próximo capítulo, até agora eu pretendo dividir em apenas dois capítulos, eu realmente não sei quando vou terminar, pretendo amanhã postar os dois, mas quero que sejam bons capítulos, já que vão ter coisas extremamente importantes, então pode ser que leve um tempo a mais, enfim, agradeço por estarem acompanhando, até mais, bye❤️


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...