História Rainha da Máfia - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Aaron Carpenter, Cameron Dallas, Justin Bieber, Nash Grier
Personagens Aaron Carpenter, Cameron Dallas, Justin Bieber
Tags Cameron Dallas, Drama, Justin Bieber, Máfia, Policial
Visualizações 14
Palavras 443
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Ficção, Hentai, Policial, Shoujo (Romântico)
Avisos: Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 2 - Two


16h

Ah que droga, cansei de esperar nesse beco. Acho que o policial desistiu, ou ficou sabendo que eu descubri.

Escutei um barulho, acho que chegou. Levantei minha cabeça e vi dois homens. Droga. Mando mensagem para o Justin.

_É você né ? - Um deles pergunta - A tal "Rainha" - Ele faz aspas no ar ironizando. Aaah policialzinho de merda, vai sofrer na minha mão.

_Sim, sou "A tal rainha" - Digo e me aproximo de ambos - cadê meu dinheiro ?

_Primeiro a mercadoria - Ele me encara sério e sorrio.

_Ok... - Me viro mas não dou nem um passo, percebo que estranharam minha ação, e imediatamente eu dou uma cotovelada no homem com a maleta de dinheiro, enquanto Justin derruba o outro por trás, e ao caírem, Justin logo dá um soco no rosto do policial.

_Pronto ! Desmaiados, vamos matar - Justin se levanta e aponta a arma para o policial.

_NÃO - Ele me olha assustado por causa do meu grito - Ah qual é, faz tempo que não me divirto com um policial - Ele me olha negando - Só dois dias de tortura, depois você mesmo mata - Ele me encara mas logo aceita o trato.

Fomos para a casa. Os dois são pesados, e Justin não conseguiria levar ambos, então pedi ajuda aos meninos que moram na minha casa, apenas o meu pessoal mais forte e confiável mora aqui.

_Quer que deixe eles separados ? - Diz Nash.

_Claro que não, deixe os perto e bem amarrado ! - Ele afirma com a cabeça.

Eles ainda estão desmaiados, então vou relaxar. Subo para meu quarto, tomo um banho de banheira, e acabo dormindo lá.

Acordo com leves tapas em meu rosto, ao abrir os olhos vejo Nash.

_Eles acordaram Luísa

Ainda meio sonolenta me levanto

_Pega a toalha ali para mim ? - Ele pega. Sim estou pelada, e não não ligo por ele estar me olhando, não é a primeira vez que ele me vê pelada, então normal.

Pego a toalha e me enxugo, Nash me abraça por trás e começa beijar meu pescoço, eu levanto a cabeça e a tombo para o lado.

_Nash - Falo baixo de olhos fechados, enquanto ele desliza a mão pelo meu corpo.

_Shhh - Ele me vira para ele e me beija - Eu tô com saudade do seu corpo, do seu lábio, do seu boquete... - Eu sorrio e mordo o lábio.

_Depois Nash... Agora eu tenho que torturar os policiais.

_Me tortura, esquece eles, me torture - Ele passa a mão por minha bunda e aperta com força e eu solto um pequeno grito e ele sorri - que saudades disso, grita meu nome Luísa - Ele passa a mão por minha vagina.

Continua..


Notas Finais


O que acharam do capítulo? Gostaram? Então favorite e deixe seu comentário, sugestão ou críticas.
Muito obrigada ♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...