1. Spirit Fanfics >
  2. Raio de Luz >
  3. Beleza da Primavera.

História Raio de Luz - Capítulo 2


Escrita por:


Notas do Autor


Ficou maior do q eu esperava,mas tá num tamanho bom.

Eu apaguei e reescrevi esse especial um monte de vezes até ficar satisfeita com esse final.

Porém não tão satisfeita assim, talvez eu reescreva esse especial mas por enquanto eu vou deixar assim.

Espero que gostem.


Amanhã atualizo Metade da minha alma.
E até agosto atualizo AD, Espero q antes.
♥♡♥♡

Capítulo 2 - Beleza da Primavera.


Fanfic / Fanfiction Raio de Luz - Capítulo 2 - Beleza da Primavera.

    Embora eu tivesse crescido como uma criança extremamente energética, eu sempre gostei de dormir.

Acho que todo mundo gosta de dormir, mas eu pessoalmente amava.

Uma vez na escola tive uma aula sobre o que o cérebro fazia enquanto dormíamos, e desde esse dia eu tomava cuidado para dormir pelo menos 6 horas, que é a carga horária mínima que o cérebro precisa para executar todo seu trabalho.

Mas como herói profissional minhas horas de sono as vezes são interrompidas, mas não é algo que me deixa irritado.

Salvar pessoas e ver seus sorrisos é o motivo pelo qual nasci.

E embora eu amasse dormir, nas últimas semanas uma pequena pessoa na casa vinha exigindo a minha atenção e a de Tamaki.

Nosso bebê havia finalmente nascido e acordar durante a madrugada havia se tornado uma rotina que eu seguia de forma animada.

Um choro agudo e familiar me fez abrir os olhos no mesmo instante em que Tamaki levantava da cama e sussurrava "deixa que eu vou."

Empurrei os cobertores e me sentei na cama vendo meu lindo marido sair do quarto e ir na direção do quarto de nossa pequena bebê.

Me levantei colocando a cueca que estava no canto da cama e fui até a cozinha preparar a mamadeira da bebê enquanto Tamaki a acalmava.

Não importa quantas vezes ele dissesse "deixa que eu vou", a simples oportunidade de ver meu ômega cuidando de nosso bebê me fazia querer observar cada momento.

Em poucas semanas eu havia aprendido todo o necessário para cuidar de um bebê, desde fazer mamadeiras á cuidados para cólicas.

Mas para nossa benção, Harumi havia nascido como um bebê extremamente calmo diferente de sua gestação onde ela era muito ativa.

Com a mamadeira em mãos fui até o quarto ao lado do nosso, logo vi Tamaki sentado na poltrona macia e confortável ao lado do berço, em seus braços apenas enrolada em uma manta estava nossa primogênita.

Ela havia herdado ambas individualidades e minha classificação como alfa, seu cheiro doce de baunilha se envolvia com o cheiro de caramelo que fluía de Tamaki, meus aromas prediletos no mundo todo.

Entreguei a mamadeira a Tamaki e me apoiei sobre a poltrona para poder olhar nos olhos azuis da bebê mais linda da face da terra.

Ela havia nascido com um pouco de nós dois, seus cabelos negros ainda ralos e suas orelhas pontudas a faziam parecer uma linda fada, já seus olhos redondos e azuis ela havia puxado de mim.

Nossos olhares se encontraram e ela ergueu a pequena mãozinha que eu logo segurei, seus dedinhos se fechando com força em volta de meu dedo enquanto seus olhos iam piscando cada vez mais devagar.

Assim que a mamadeira acabou fui rapidamente para frente da poltrona e estiquei os braços para Tamaki que riu ao depositar o embrulho em meus braços para que eu a fizesse dormir.

Apenas alguns minutos balançando tinham sido o suficiente para que a bebê voltasse a dormir, e com todo o cuidado a coloquei no berço, vendo ela agarrar um pelúcia de gatinho e suspirar.

Abracei meu lindo ômega enquanto víamos nossa linda filha dormir, beijei seus cabelos e suspirei sentindo uma paz deliciosa me invadir.

No primeiro dia de primavera quando os raios de sol iluminaram o quarto em que Tamaki estava, nossa pequena Harumi nasceu.

Nos agraciando com sua presença o significado do seu nome era Beleza da primavera, um nome digno para uma princesa.

Eu estava completamente apaixonado por aqueles olhinhos brilhantes,e o cheiro gostoso de bebê que ela exalava.

Suspirei beijando a têmpora de Tamaki, abraçando sua cintura quando ele se apoiou contra mim.

Meu novo objetivo de vida era fazer com que Harumi estivesse sempre sorrindo, e que Tamaki me desse no mínimo mais três filhos.

Sim! Mais três.

Olhei para o menor em meus braços e me afastei para jogá-lo sobre meus ombros e levá-lo para o quarto.

Eu tinha que colocar meu plano em prática, se tivesse sorte poderíamos ter gêmeos ou trigêmeos!

      Era melhor colocar logo esse pãozinho no forno.


Notas Finais


Hey
Me diga oq achou
Eu estava devendo a um tempinho esse especial.
♥♡♥♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...