História Rapitada. - Capítulo 22


Escrita por: ~

Postado
Categorias Austin Mahone, Bea Miller (Beatrice Miller), Fifth Harmony, One Direction, Shawn Mendes, The Vamps
Personagens Ally Brooke, Austin Mahone, Bea Miller, Bradley Simpson, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Harry Styles, Lauren Jauregui, Liam Payne, Louis Tomlinson, Niall Horan, Normani Hamilton, Personagens Originais, Shawn Mendes, Zayn Malik
Tags Ally Brooke, Austin Mahone, Bea Miller, Bradley Simpson, Camila Cabello, Dinah Jane, Harry Styles, Lauren Jauregui, Liam Payne, Louis Tomlinson, Niall Horan, Normani Hamilton, Shawn Mendes, Zayn Malik
Visualizações 81
Palavras 2.030
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Hentai, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Pansexualidade, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 22 - Twenty-two-girls


Cheguei em casa e o Gato latiu. Tirei os saltos e os joguei em qualquer lugar e me deitei no sofá. Gato veio ao meu encontro e eu o peguei.

--- Ta pesadinho, falta de exercício. - ele lambeu meu rosto e eu ri. --- Saudades da minha latina - choraminguei. 
Peguei o celular de dentro da bolsa e ao olhar a hora desistir de ligar. Mandei só uma mensagem e logo recebi outra.

" Estou acordada, Nena! "

Liguei para a mesma e ficamos conversando até as 3:00 da madrugada. Adormeci no sofá mesmo.

Acordei com o celular tocando e o atendi.

" Oi! - bocejei. "

" Lauren, temos uma entrevista de última hora. "

" Diz que ta brincando? "

" Não, não estou brincando. "

" Aff! Onde vai ser? "

" Programa da Ellen. "

" Menos mal! Vem me buscar? "

" Sim! "

" ótimo, aproveita e traz um café com leite. "

" Ok! "

Ela desligou e eu subi para tomar um banho. Estava quebrada por ter dormido no sofá - agora entendia muito bem a coitada da minha latina.

Tomei banho e me arrumei rapidamente. Logo ouvi a campainha e desci. Fui ao carro junto com Vero e ao entramos ela me deu meu café e partiu.

" Tem que se trocar e fazer maquiagem. "

" Que merda! "

Bufei e me troquei ali mesmo. Pus um vestido preto e fiz uma maquiagem básica - porem chamativa.

" Agora sim, está perfeita! "

Revirei os olhos e fiquei frustrada por ter perdido a fome e uma lembrança invadiu meus pensamentos de quando fui ao programa da Ellen a uns meses atrás.

[...]

" A quanto tempo estão juntas?"

" Eu conheci ela á 6 anos atrás. Nós éramos amigas primeiramente e tipo, ela se atirei pra cima de mim e fiquei tipo " Fique longe até você ser mais velha" então nós estamos juntos a 5 anos mais ou menos."

" Há um rumor que está noiva. Não sei se.…"

" Eu não vejo um anel. - mostrei a mão. "

" Ok, bem..."

" Eu não me importaria se eu tivesse um anel..., mas! - rimos."

[...]

Sorri e olhei para a minha mão, agora sim, eu tenho um anel de compromisso. Minutos depois e já estávamos onde eu faria a entrevista. Reparei que meu celular ia descarregar e fiquei desesperada.

--- NÃOOOOOOO! - Vero se assustou.

---- O que houve?

---- Meu celular vai descarregar e eu nem falei com a Camz ainda. - fiz bico.

--- Aff, quase me matou. Eu dou um jeito. Cuida!

--- Gracias! - sorri e lhe dei o celular.

Entramos no estúdio e fomos bem recebidas por Ellen. Ela de cara viu meu anel e o elogiou.

--- Agora não é rumores, é um fato. Parabéns querida...- ela me abraçou. --- Sua noiva tem um ótimo gosto, quem dera meu marido fosse assim. - rimos.

--- Gracias!

Logo fiz a entrevista e partimos para o estúdio. Eu e Shawn montamos uma gravadora e ninguém pode segurar nosso sucesso.

{~~~}

Acordei com Ally puxando meu edredom.

--- Lauren…vamos nos atrasar por sua culpa.

--- Me deixa, Ally! - falei chorosa.

--- Céus...anotaram as placas? O que houve, Lo? - ela sentou ao meu lado.

--- Não lembra que dia é hoje?

--- Não...

--- Faz um ano da morte do Buddy.

--- Ain...- ela me abraçou. --- Não fique assim, ok? Certamente ele está te protegendo e feliz por você.

--- Não dá...desde ontem que estou na merda.

--- Não te faz bem...por que não me ligou?

--- Você estaria muito ocupada. - sorri fraco.

--- Ah não...então foi você que...- ela suspirou. --- Michelle, isso não tem graça, amo seus conselhos e fico agradecida que esteja do meu lado sempre...mas detesto nessa sua insistência de me juntar com o Shawn.

--- Ok! - levantei e fui para o banheiro, batendo a porta.

Fiz minha higiene e logo saí, pelada mesmo, havia esquecido a merda do roupão. Ally havia separado uma roupa e deixado na cama. Peguei o roupão e me enxuguei, me vesti com outra roupa e não com a que Brooke havia separado. Amarrei os cabelos e me calcei com uma sapatilha preta. Desci e senti o cheirinho bom de café.

--- Tome seu café, vou fazer uma ligação.

Dei de ombros e ela saiu. Me servi, somente com café. Estava sem fome. Ouvi a campainha e me levantei, ao me aproximar avistei Shawn.

--- Shawn...- sorri.

--- Bom dia!

--- Bom dia! - fui ao seu encontro e o abracei.

--- Nossa, parece bem maior do que da última vez que nos vimos. - nos separamos do abraço.

--- Você é tão exagerado! - revirei os olhos.

--- Aposto que vai ser um garotão.

--- É uma menina! - Lauren falou.

--- Também acho que é uma menina.

--- Vão estar errados!

--- Ok, vidente...- Ally revirou os olhos. --- Temos que ir, Lauren.

--- Tenho que pegar a bolsa.

--- Eu vou! Onde está e qual?

--- Azul e ta na poltrona.

--- Ok! - Ally saiu.

--- Lauren, eu quero te pedir uma coisa, mas promete que não ficará com raiva?

--- Diz…

--- Desisto de tentar algo com a Ally, então...- o interrompi.

--- Não vou mais me meter. - choraminguei. --- Seus ingratos.

--- Lauren, não fica assim, por favor!

--- Ally! - berrei.

Estava muito sensível e chateada com os dois.

Logo ela desceu e saímos dali.

--- Vai com a gente? - Ally perguntou.

--- Se puder...

--- Entra ai!

Entramos e Ally pediu que colocássemos o cinto. Quando Ally pedia isso é porque vai correr um pouco. Shawn reclamava de mim, mas agora ele ia saber o que é ter um mini heart attack.

--- Se segura, Shawn. - avisei e Brooke riu.

Ele riu, nervoso. Brooke deu partida. Liguei o som e começamos a cantar. Ally e eu sempre fazíamos isso - cantar enquanto dirigia era um vício.

Stone Cold foi o mais engraçado. Ally se empolgava nessa música e fazia caretas e ainda dizia que eu fazia igual. Talvez fosse a hora de maneirar nas caretas.

--- Formamos um trio maravilhosamente inimigos do ritmo. - Brooke falou.

--- A inimiga aqui é você.

--- Valeu pela parte que me toca. - ela revirou os olhos.

Ela acelerou e passou o sinal vermelho.

--- Porra, caralho...pare isso, Ally. Vai nos matar. - Shawn falou, assustado e eu ri.

--- Relaxa! Não tinha carro e passei.

--- Você é um perigo, Ally!

--- Viu só? Eu sou melhor que ela.

--- Não sei quem me assusta mais.

--- Te lascar, Shawn.

--- Frouxo! Cagou aí? - rimos e ele revirou os olhos.

--- Tão engraçadinha, Ally! Já pensou em seu humorista?

--- Não, ganho bem mais no que trabalho e estou muito satisfeita.

--- Receba! - falei rindo.

Ele revirou os olhos e rimos. Ficamos ouvindo a música e logo chegamos. Camy não estava e fui atendida por uma tal de Lena.

--- Bom dia! - falei, com um sorriso.

--- OH MEU DEUS...- ela berrou e me assustei um pouco. --- Tô tendo um heart attack. É um sonho, tô sonhando...me belisca. -a belisquei. --- Ain...- ela passou a mão no braço. --- OH MEU DEUS...LAUREN JAUREGUI E.…E SHAWN. VOU SER DEMITIDA HOJE, MAS QUE SE FODA! -rimos e ela nos pediu um autografo e uma foto. --- Já posso morrer.

--- Não diga isso...

--- Desculpe! Mas estou feliz por demais.

--- Obrigada pelo carinho, Lena!

--- Eu que agradeço.

Ela nos atendeu - depois de estar mais calma. Nos despedimos e entrei na sala. Me surpreendi ao não ver o meu médico.

--- Acho que entrei na sala errada...desculpe!

--- Lauren Jauregui? - assenti. --- Então está na sala certa. Sou Sheyla, prazer.

--- Oh...- entramos e nos sentamos. --- Prazer!

--- Veio bem acompanhada, hein? - ela sorriu e vi seu olhar para Shawn.

--- Oh sim...são os padrinhos.

--- Sejam bem-vindos.

--- Obrigado! - Shawn falou.

--- Como se sente? - ela olhou para mim.

--- Bem!

--- Ótimo! Vamos medir, tirar pressão e pesar.

Fizemos a tudo e ela me examinou, graças a Deus tudo estava normal. Quatro meses e duas semanas, não é toa que estou enorme. Shawn prestava atenção em cada detalhe e se empolgava sobre o assunto.

Aposto que seria um ótimo pai e sei que quando arranjasse a mulher ideal seria com ela que ele formaria uma família. Será que seria essa médica? Eles pareciam bem à vontade um com o outro. Ally estava seria e não era do seu feitio ser assim. Seria ciúmes? Deus abençoe que sim.

Ally saiu do consultório quando seu celular tocou. Por fim, depois dos procedimentos, veio a pergunta que não queria calar.

--- Poderei fazer sexo? - perguntei, Shawn corou e Sheyla riu.

--- Deve! Estão bem e fora de perigo.

--- É PRA GLORIFICAR DE PÉ IRMÃOS. - berrei e eles riram. --- MINHA LATINA TEM QUE VOLTAR LOGO PRA FAZER A FAXINA. DEVE TER TEIA DE ARANHA ATÉ NO ÚTERO. - eles gargalharam e eu também.

--- Boa sorte com a faxina e só recomendo que não exagere muito e tenham cuidado. E provável que na próxima consulta dê pra ver o sexo.

--- Pode deixar! Espero que dê mesmo, estou curiosa.

--- Estamos. - ele falou.

--- Obrigada e até a próxima. Gostei de você!

--- Ate e também gostei de você. - a abracei e ouvi um pigarreio.

Nos separamos e lá estava Ally.

--- Acabou? - ela falou seria.

--- Sim!

--- Ok! Estou esperando lá fora. -ela saiu.

--- Ate...

Saí e um tempo depois Shawn me acompanhou.

--- Pelo que vejo não conseguiu só o número dela...teve beijão.

--- Tão na cara assim? - ele perguntou envergonhado e eu limpei o canto da sua boca que estava sujo com um pouco de batom.

--- Humhum...já esqueceu a Ally? - perguntei sarcástica.

--- Não! - ele revirou olhos. --- Ela que me beijou.

--- E você aceitou e gostou.

--- Tenho que seguir a vida, não é? Ally deixou bem claro ontem. Ela estava acompanhada.

--- Desculpe...eu não sabia. - me senti culpada.

--- Tudo bem...

Andamos em silencio e fomos até o carro. Ally continuou seria e ligou o som. Tocava Justin e Mila foi se animando.

--- Não vale nada, mas é um FDP gostoso. Pegava mesmo se tivesse a chance.

Ally não ia muito com a cara do Justin, mas gostava de algumas músicas.

--- Se quiser...- falei segurando o riso.

--- Pode parar aqui? - Shawn falou, serio.

--- Aqui? Pra quê? - perguntei, confusa.

--- Tenho que resolver um assunto, depois vou até sua casa pra pegar meu carro.

--- Deixa de viadagem, mano. - falei meio irritada. --- Onde vai que vamos te deixar.

--- Segue pra sua casa mesmo que vou pegar meu carro.

Ficamos em silencio e fomos até minha casa. Shawn se despediu e foi embora.

--- Ta com ciúmes, Ally?

--- Claro que não! Já deixei claro isso e não vamos mais falar sobre.

--- Ok! Quem era o cara que...- ela me interrompeu.

--- Alex...

--- Ta falando sério? - revirei os olhos.

--- Sim, somos amigos.

--- Ele não vale nada, Ally.

--- Eu não julgo suas amizades.

--- NÃO? FALA SÉRIO, Allyson...- revirei os olhos. --- SELENA, VERO E OUTROS...

--- Ok...vou pra casa e me ligue caso precise.

--- OK, BROOKE...

Ela saiu dali e eu xinguei. Brooke me tirava do sério - as vezes. Me dava ódio desse Alex, ele a havia humilhado uma vez e ela ficou mal durante meses e até chegou a querer se cortar.

Mas vou deixá-la! Não é assim que ela quer? Vou deixar.

Coloquei comida para o Gato e água. Saí a procura do Camizinho pela casa e nada.

--- Será que ele saiu daqui? - arregalei os olhos.

Senti uma tontura repentina e sentei no sofá. Respirei fundo e retirei o vestido e a sapatilha. Estava quente. Peguei tudo e subi, precisava de um banho e descansar.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...