1. Spirit Fanfics >
  2. Raposa E Dragão. - Eldarya. >
  3. A Memória Mais Marcante Da Infância.

História Raposa E Dragão. - Eldarya. - Capítulo 6


Escrita por:


Notas do Autor


Oiii, eu sei que fiqui enrolando muitooo
Mais foi porque este é o penúltimo cap desta fiqui. Espero que gostem, tivemos atualizado da fanfic A Hibrida e logo vamos ver de um amor nas águas.

Capítulo 6 - A Memória Mais Marcante Da Infância.


Os olhos de Miiko eram puro desesperado parecia que tudo que custou a luta para fugir fora jogada em sua cara e a perfurado todo seu corpo a fazendo sangra por dentro. Seu ar se tornou pesado e a cada respiração mais difícil se tornava para puxar seu olhar foi para sua irmã que olha com superioridade e depois para Lance, que a olhava com indignação.

- O que foi Miiko? Em? agora deu de fingir ser muda.- abriu a boca para falar mais sua garganta parecia se fechar e seus olhos se encher de lágrimas.- Ah pare com isto...e vamos logo para Jasper.- se aproximou da jovem que andou para trás se negando.

-N-N-n-não...e-u.- colocou a mão na garganta apertando e puxando o ar aquela sensação era horrível seus olhos foram para Lance, que se preocupou.- Ar-r!- murmurou com dificuldade e naquele momento o dragão-de-gelo entendeu que dela estava tendo uma crise de falta de ar.

- Para de brincadeira idiotas... E vamos logo!- Gruniu irritada mais quando iria pegar Miiko pelo braço ela pendeu para trás e só não bateu a cabeça pois Lance, foi rápido o suficiente para apegar, já que jovem havia desmaiando.- RÁ! JÁ FALEI PARE DE BRICADE-

-CALE ESTA BOCA! – rugiu furioso sentido uma fumaça gelada sair de sua boca. E ela se afastar minimamente nervosa.

- Ora quem pensa que é!?- apontou o dedo ao ver ele a levantar nos braços.

- O único que Miiko, confia...difente de você que é um péssima irmã.... e a despresa, eu preciso levar ela para enfermaria pois ela não está brincando...pelo que parece acabou tendo um ataque de falta de ar.- Gritou logo saindo correndo deixando a raposa de pelos claros com cara de tacho que logo se transformou em raiva.

- Ora seu...sua!- gruniu apertando as mãos geladas.



































Abriu seus olhos vendo o breu em branco forte puxando o ar de forma violenta por suas narinas, seus olhos arderam pela forte luz, puxou o papel da maca se apoiando para sentar. Olhou para cada lado notando que estava na enfermaria e seus olhos azuis-rosados só param ao ver Lance, em sua frente com os lábios pertados um no outro com misto de irritação e preculpasão segundo ela.

- L-lance...- sussurou entre os lábios de forma fraca e antes de terminar um suspiro saiu do moreno que sentou ao lado dela.

- Como você esta?- perguntou virando para olhar nos olhos dela.

- Melhor eu acho... como tirou minha irmã de perto de mim...?- murmurou mordendo a boca por dentro.

- Foi a Ewelin... aquela raposa estava a deixando irritada... ela a proibiu de entrar aqui.- sorriu de forma fraca logo desviando os olhos para chão.- O que realmente ouve entre você e sua família?- perguntou levando ambas as mãos para o pescoço. E naquele momento a jovem engoliu em seco sentido que estava na hora de falar o que matia em eel.

- É uma história longaaaaa e chata...- apertou as mãos fechando em punho.

- Tenho todo tempo do mundo.- suspirou vencida parece que era hora de se abrir com Lance, como o mesmo fazia com ela sendo sua melhor amiga como ele dizia “ E  óbvio que eu te conto tudo miiko" bem agora era ela que teria que falar tudo.


Assim um suspiro escapou de seus lábios, e como se estivesse sendo puxada por várias mãos levando a contar tudo. Cada grito, tortura,palmada,pressão psicológica que passou, rejeição emocional e física, era como em sua cabeça aquele filme passa-se várias e várias vezes. Tortura de ter sua mão queimada apertada e não poder gritar ou chorar por ajuda sendo uma criança de cinco anos que só queria amor e proteção e em vez disso foi presa em uma família complemente louca por poder. Seu peito doía, seus olhos ardiam como fogo, seu choro era silenciado.


SUA INSOLENTE!”

M-m-mais mamãe...eu não aguento mais...”- os pequenos olhos azuis se encheram de lágrimas.

ACHA QUE VOU CRIAR UMA FRACASSADA?”- berrou em seu rosto. – “ NÃO BASTA SER FRACA...NÃO SABE LUTAR?”

“M-mas minhas mãozinhas estão queimando...Porfavor...”- choramigou estendendo as mãos na frente da mãe, mãos estas que estava vermelhas vivas.

HAHAHAHAHAHA!EU NÃO LIGO, MAIS UMA VEZ!”- puxou aquelas mãozinhas machucadas apartado com força arrancando um grito da pequena.



Aquele com certeza foi a lembrança que mais a torturava suas mãos ainda tem pequenas cicatrizes de queimadura. Ao terminar como foi resgatada por Yonuki, uma lágrima escapou de Miiko, que tentava a todo custo segura as lágrimas. Foi pega desprevenida pelo platinado que abraçou forte.

- Ninguém merece passar por isto Miiko...- surrusou apertando ela.

- Eu sei....- aquela frase escapou de seus lábios de forma baixa e inaudível enquato as lágrimas desciam de seu rosto ao liberta parte daquilo que a consumia desda infância, apertou Lance no abraço que durou mais alguns minutos.- Obrigada...- susurou passando o braço no rosto para seca-lo. O guerreiro se levantou andando alguns passos para porta com os braços atrás das costas Miiko, não poderia ver mais expressão que tinha em seu rosto era puro desgosto.

- É para Isto que amigos servem.... só que terá que enfrentar sua irmã lá fora.- murmurou apertado os punhos.

- Sim...- se levantou indo até ele que a olhou de canto.- Está tudo bem?- murmurou notando linhas de irritação na testa morena dele.

- A coisa que temos que fazer... que vai além da guarda...- murmurou fechando os olhos e cruzando os braços.- Bem... deveria ser eu a perguntar? Você esta bem?- murmurou mudando completamente de expressão para algo mais calmo 

- Vou ficar...- sussurou saindo para fora junto ao moreno que desceu as escadas e no final encotrava a irmã de Miiko, com uma cara de pura irritação.

- Ah! FINALMETE RESOLVEU ACORDADER DO SEU FINGIMENTO? -um suspirou escapou dos lábios da morena.- Não acreditou que fui expulsa da enfermaria por aquela elfazinha de segunda categoria... – mordeu a unha.- Tudo por sua culpa!- apontou para a raposa que supirou levantando a sombracelha.

- Minha culpa? Você veio aqui...você está se metendo onde não deve... Foi você que veio me infernizar!- gruniu levantado as mãos enquato Lance, olhava tudo com atenção.- Faça um favor a Eel, E VAI EMBORA DE VOLTA A JASPER.... VOCÊ NÃO É BEM-VINDA!- Gritou apontado para porta de saída fazendo a raposa de pelos claros seguir olhar até a porta e soltar um riso.

- Pode blefar o quanto quiser... Mais você voltará a Jasper comigo...para a decisão, mesmo sendo fraca e incompetente... O concelho quer a primeira princesa lá... sua inutilidade é bem - vinda.- o rosto de Miiko ficou vermelho e com baque levantou sua mão batendo com força contra o rosto de sua irmã o virando para lado.- Você me BATEU?- murmurou com os olhos baixos.

- VOU TE MOSTAR QUEM É FRACA!- gruniu em um grito se afastando com a mão cheia de fogo sendo Observada por Lance, que notou um fogo forte e brilhante, diferente dos outros.

Aquela Miiko com certeza estava furiosa seu fogo era mas quente que o normal, sua raiva a consumia tudo que a machucou desda infância até agora estava naquele olhar pronta para botar para fora e mostrar quem era. Sua voz tomou forma e estava saindo para lutar com quem as machucava e humilhava.


Uma Kitsune forte e independente que não dependia de quantas caldas tinha.



Miiko a primeira princesa de Jasper.



Notas Finais


Neste penúltimo cap tentei passar os sentimentos da Miiko... de dor, tristeza e rejeição de uma criança. E como ela está vencendo aos poucos. É aceitando que é apenas uma amiga para seu "amor"😊😣

E para o Lance, como ele já está em outra perceptiva em relação a vida e a guarda.😈

Eu consegui? Deixe seus comentários e críticas.

E agora só falta o último🤭

Beijos de estrelas até a próxima 🧚🏾‍♀️⭐


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...