1. Spirit Fanfics >
  2. Rare Weed >
  3. Fade

História Rare Weed - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Fade.
“When no one ain't around
I feel it's fadin'
I think I think too much
I feel it's fadin'
Ain't nobody watchin'
I feel it's fadin'
I just fade away.”
Fade-Kanye West.

Capítulo 1 - Fade


                                                                                                                                                        Mark Lee.

   

   Mudar de vida não é fácil, nunca foi. Mas a sensação de mudar, ela é espetacular. E hoje, começo uma nova etapa da minha vida, vou deixar o antigo Mark Lee para trás, todas as inseguranças, medos e traumas, tudo de ruim que um dia já passei vai embora, hoje

   A caminho da Universidade, refleti sobre minhas decisões, corri muitos riscos para chegar aqui, algo que alimenta meu orgulho, pois foi de muita coragem essa grande mudança, acabei de literalmente, mudar de vida. A partir de agora tudo será novo, uma nova “casa”(o meu dormitório compartilhado no Campus da faculdade), novas experiências, novas pessoas, absolutamente tudo novo. Deixei tudo para trás no momento em que pisei nesta universidade, deixei minha família, meus amigos e tudo que um dia vivi, eu sinto tudo desaparecendo, e sinceramente, eu me sinto ótimo, meu preciso disso, eu preciso de um recomeço. 

   O campus é extremamente agradável, há milhares de árvores espalhadas por todo ele, gramados com bancos, até mesmo uma praça muito receptiva aos meus olhos, tudo parece absolutamente perfeito, tudo muito diferente de Gimhae, Seul parece mais convidativo, tudo muito diferente do que já vi antes, as pessoas são mais fechadas, talvez até com um ar de superioridade, mas isso não se aplica no campus, pois desde que cheguei, absolutamente todos se mostraram muito educados, todos me comprimentam com sorissos sinceros e talvez até convidativos(?) talvez por eu parecer extremamente perdido, ou apenas por serem pessoas realmente simpáticas. No momento que penso em simplesmente desistir de tentar encontrar o maldito bloco do meu dormitório, sou surpreendido por uma voz doce atrás de mim.

   - Oi, por acaso você precisa de ajuda?- Ao me virar encontro uma garota de cabelos curtos num tom azul escuro, baixinha e extremamente bonita, me encarando sugestivamente, aguardando uma resposta. 

   - Ah, na verdade sim… Não consigo encontrar meu bloco, sou calouro e acabei de chegar. É o bloco B34, por acaso você sabe onde fica?- Pergunto encarando a azulada que me encara com um sorriso no canto dos lábios. - Puta merda ela é muito fofa. - 

   - Eu sei sim…- Ela responde esperando uma resposta, obviamente esperando que eu diga meu nome 

   - Mark, Mark Lee.- Digo com a maior calma do mundo, pelo amor de Deus eu sou um retardado quando se trata de mulheres. 

   - Muito bem, Mark, então, seu bloco fica á direita, no segundo andar, para sua sorte é bem pertinho, vai achar fácil - A garota diz simpática apontando para a direção do meu dormitório.. - Ah, a propósito, meu nome é Ryujin, faço psicologia, se você precisar de ajuda, eu to sempre no bloco C, é próximo ao seu dormitório, até mais, Mark. - A azulada diz logo fazendo uma reverência e sumindo do meu campo de visão antes que eu pudesse responder. 






 

   Assim que cheguei ao segundo andar, ao passar pelos corredores, pude observar o ambiente, ele é neutro, as paredes em tom cinza e com alguns posters colados pelas paredes, a maioria de eventos da universidade e também de projetos, e é bem aconchegante. Assim que chego ao meu quarto, pego minhas chaves e respiro fundo, se eu estiver com sorte, encontrarei meu colega de quarto agora, e se tiver mais sorte ainda, ele vai ser simpático. Mas ao abrir a porta, me deparo com uma cena um tanto quanto desconfortável e constrangedora, tem dois garotos se agarrando fortemente, um deles está sentado na cômoda com as pernas abertas, e o outro garoto está em pé, entre elas… Para minha sorte, os dois estão com roupa, obrigado Deus por essa vitória. No momento em que eles  me ouvem entrar, param bruscamente o beijo, e ambos me olharam chocados, com os olhos arregalados e as respirações aceleradas. Eu automaticamente coro de vergonha, encaro o chão.

   - Perdão - Afobadamente grito e fecho a porta o mais rápido que consigo. Totalmente constrangido, me encosto na parede ao lado da porta e fico olhando para uma garota que parece rir da cena que acabara de ver, novamente coro automaticamente de vergonha, puta merda eu sou muito azarado. Me tirando completamente de meus pensamentos, a porta ao meu lado abre, saindo um garoto baixinho, que presumo ser o que estava na cômoda, de cabeça baixa, claramente envergonhado pela situação. Acompanho o pequeno com os olhos até que o mesmo suma do meu campo de visão, até que ouço uma voz.

   - Oi, cara! Na moral, me desculpa pelo que você acabou de ver… - O garoto, que aparentemente é meu colega de quarto é da mesma altura que eu, ruivo, com uma pele bronzeada e olhos escuros penetrantes, ele me olha com uma expressão envergonhada, mas ao mesmo tempo muito sugestiva, já que agora, o mesmo desce seu olhar por todo o meu corpo, como se estivesse me analisando, e isso, de alguma forma, me deixa extremamente ansioso, sinto um frio na barriga totalmente novo(?) Ele realmente me analisa com muito cuidado, e depois volta seu olhar para meu rosto, mas dessa vez, um sorriso travesso surge em seus lábios, aquilo me confundiu. 

   - Entra.- O ruivo diz, abrindo espaço para que eu passasse. O que eu fiz, entrando no quarto e analisando brevemente, notei que o lado do meu colega está cheio de posters de bandas, e também tem alguns objetos questionáveis, pelo que parece, o amigo aqui tem um bong?! Ótimo, além de pegador, ele é maconheiro, vou ter muita paz nesse dormitório…

   - Olha, eu sinto muito que tenhamos nos conhecido dessa maneira, mas se o que você viu lhe agradou, eu to sempre disponível.- O ruivo basicamente sussurrou bem próximo a meu ouvido, o que me fez arrepiar automaticamente, e logo em seguida dei um pulo assustado. 

   - O-o que… 

   - Meu nome é Lee Donghyuck, prazer te conhecer. - 


 

 

 

 

 


Notas Finais


Jogo a bomba que foi esse plot na minha cabeça e espero que alguém leia e goste ;)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...