História Rastros da Esperança - Capítulo 11


Escrita por: e Lendara

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin)
Tags Caos, Infectados, Jimin, Storn, Suga
Visualizações 9
Palavras 572
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Survival, Terror e Horror
Avisos: Álcool, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


😉❤

Capítulo 11 - 11


Fanfic / Fanfiction Rastros da Esperança - Capítulo 11 - 11

P.O.V Suga


Depois de todo aquele alvoroço, tentava abrir a porta do banheiro que estava trancada. (G/S) tentava alguns comandos no computador mas nada parecia querer funcionar.

_Jimin?! - chamo mas nao ouço nada - JIMIN?!

_Não adianta gritar - a garota fala derrotada soltando o corpo na maca - Eles não vão nos ouvir, as portas são grossas, e se mesmo com você gritando daqui, ele não vai ouvir se estiver preso no banheiro.

_Não é possível e se aquela maluca matar o Mochi?! - falo assustado - Eu juro que mato ela mesmo sendo sua amiga!

_(G/J) não vai fazer nada com Jimin não - ela diz e eu me sento na beirada da maca com cuidado.

Ficamos em silêncio ouvindo apenas nossas respirações e o som baixinho da sirene que mesmo com a porta fechada ainda era audível.

_Hey - a chamo e ela me olha curiosa - Desculpe por ter atirado....mas isso não quer dizer que eu confie em você.

_Tudo bem - ela fala brincando com uma mecha do seu cabelo e ali senti uma vontade de toca-lo.

_O que aconteceu com aquela filhote de doberman? - pergunto e a garota se senta me olhando - Tem muita raiva guardada dentro dela.

_Tanto ela quanto eu passamos por coisas nada boas nesses últimos anos que, decidimos largar tudo no Brasil para estudar aqui na Coréia - ela diz e eu fiquei imaginando o que teria acontecido.

_GangBang não é uma coisa muito boa para uma garota, a não ser que ela goste - falo e a nanica me lança um olhar mortal.

_Acha que ela fez sexo com um bando de homens porque quis? - ela dita irritada - Minho era namorado dela, no dia do aniversário dela, ele juntou seus amiguinhos e a estuprou, ficou 2 anos presos mas depois essa confusão toda começou.

Senti uma coisa ruim no peito e então para garota que tinha os olhos marejados, meu sangue ferveu dentro das veias só de pensar que algo tão ruim pudesse ter acontecendo com uma pessoa que mesmo depois de tomar um tiro, ainda tentou me ajudar. Olhei para suas feições e então a sensação de já ter a conhecido me atingiu em cheio.

_Tenho a sensação de que te conheço de algum lugar - falo e ela me olha assustada deixando suas lágrimas escorrerem pelas bochechas.

_Não, você não me conhece - ela diz com a voz trêmula e então tive certeza de que já a tinha visto em algum lugar, era de um vídeo.

_Você...era a garota do vídeo..

_Não fala... Para...só esquece por favor - ela fala e eu toco seu ombro o acariciando de leve.

_Está tudo bem, aquele babaca não toca mais em você não é? - pergunto e ela concorda.

_Processei ele por isso - ela fala enxugando as lágrimas - Você está com fome? Posso pegar algo para comermos já que ficaremos aqui por tempo indeterminado.

_Te ajudo - ela se levanta e eu faço o mesmo - Vou preparar um jantar nada romântico para nos dois.

Sorri com seu tom de voz enquanto sentia meu braço que estava deslocado doer. Ela colocou as marmitas no microondas e eu me sentei junto a mesa acendendo uma pequena vela no meio. Ela colocou as marmitas fumegantes na mesa e se sentou meio sem jeito, enquanto me olhava com as bochechas rosadas. Sorri com aquilo mas não estava pronto para lidar com relacionamentos de novo, Iná havia me machucado muito e também, ainda não confiava totalmente nessas garotas.


Notas Finais


Postei e saí voando!! 😘❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...