História Re-encontro em Alola - Capítulo 9


Escrita por:

Postado
Categorias Pokémon
Personagens Ash Ketchum, Serena
Visualizações 129
Palavras 2.173
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Ecchi, Ficção Adolescente, Hentai, Luta, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shounen
Avisos: Incesto, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Leiam as Notas finais para um anúncio importante

Capítulo 9 - Reinicio: Saga de Kanto


Ash on:

Acordo com os raios de Sol batendo na minha cara, olho pra baixo e vejo minha querida dos cabelos de mel dormindo como um anjo em meu peito. –Você é linda quando está acordada e fofa quando está dormindo. –Digo fazendo cafuné nela.

-E você é sempre um amor. –Ela diz acordando. –Bom dia querido.

-Bom dia meu bem.

-Parece que a noite ontem foi boa! –Minha mãe diz aparecendo na porta do quarto.

-Mãe!

-Sogrinha!

-Bom dia! –Minha mãe diz com um sorriso brincalhão.

-Mãe, o que você ouviu noite passada?

-O que eu ouvi? Eu não ouvi nada, estava dormindo, mas essa filmadora aqui pegou tudo. –Ela diz mostrando uma filmadora.

-Mãe, me dá essa filmadora!

-Nananinanão mocinho,. Se vai correr atrás de mim, vai ter que vestir a cueca primeiro. –Ela diz e me dei conta de que ainda estava pelado, peguei minha cueca e minha mãe sai correndo do quarto.

-Espera aí! Serena veste suas roupas também, vem me ajudar!

-C-Certo! Ai!

-Serena  você ta bem? –Pergunto preocupado.

-Estou bem, mas meu bumbum está doendo.

-Eu devia ter sido mais gentil noite passada, desculpa.

- Tudo bem. Eu ainda consigo me mexer.–Ela diz e nos vestimos o mais rápido possível, acho que vesti a cueca ao contrário, mas pegar a filmadora é mais importante. Corremos até a sala, mas já era tarde, minha mãe estava com o rosto totalmente vermelho, corremos para ver em que parte do vídeo estava e sim, a parte do sexo anal e o que é pior, nossos Pokémons estavam assistindo.

-Então... você quer que eu foda esse seu cu com força? –Eu falei isso mesmo?!

-Quero! Fode meu cu com força! –Ahhh que vergonha! –Serena grita tapando o rosto.

-Como quiser minha querida masoquista. -Santo Arceus, para! É muita vergonha pra um vídeo só! –Digo desligando a TV da tomada.

-Se-Seus dois pervertidos!!! –Minha mãe grita. –E-Eu sabia que tinham transado noite passado, mas sexo anal e selvagem já um nível totalmente diferente!

-em primeiro lugar. Por que você estava gravando minha vida pessoal?! –Pergunto sério.

-B-Bem e-eu queria s-saber...

-Saber o que? –Pergunto de novo.

-O-O qual forte era a re-relação de vocês! –Ela diz com um sorriso torto. Tá na cara que é mentira.

-Tudo bem mãe, vou figir que acredito se a senhora não fizer mais isso. –Digo e Serena começa a rir.

-O Que é engraçado? –Pergunto sem entender.

-Você parece um pai dando bronca na filha. Pare que trocaram de papéis. –Ela diz e volta a rir.

-C-Certo, vamos deixar o que acabou de acontecer de lado e vamos tomar café da manhã. –Minha mãe diz.

-Ainda não. –Digo indo até a filmadora que estava conectada na TV. –Essa filmadora vai ficar comigo.

-É isso aí querido. –Serena diz sorridente.

-Espera aí Ash! -Pra que tu vai usar essa filmadora? –Minha mãe pergunta.

-Sei lá! Pode ser útil durante a Jornada.

-Mas Ash, você esqueceu que eu posso gravar vídeos também? –Rotom dex diz.

-Eu não esqueci Rotom, mas um pouco de memória a mais não faz mal, e outra, esse vídeo pornô aqui não pode ficar com a minha mãe nem ferrando. Se ela mostrar  pra mais alguém isso pode cair na internet.

-É, tem razão.

-Muito bem, agora todo mundo, por favor, tentem esquecer de tudo o que viram, não vamos mais tocar nesse assunto, vamos apenas tomar o café da manha, um bom banho e depois vamos começar nossa Jornada. Okay? –Pergunto e todos concordam com a cabeça.

~~~~~~ O///O Quebra de Tempo O\\\O ~~~~~~

Depois de um ótimo café da manha e um bom banho, hora de começar minha Jornada. Só preciso escolher minha roupa e já sei qual vai ser.

-Ash, vai demorar muito? –Ouço minha mãe chamando.

-Já estou indo. –Digo terminando de me vestir e indo até a sala. –Já estou pronto.

-Ash, essa roupa é...

-Sim mãe. Essa é a roupa que usei durante minha Jornada pela Região de Kanto. Estou surpreso. Não ela faz 5 anos e ainda dá certinho em mim. É nostálgico NE Pikachu? –pergunto e ele concorda e sobe em meu ombro.

-Vamos Ash? –Serena pergunta.

-Vamos! Até mais mãe!

-Até mais Sogrinha!

-Até! Se Cuidem! –Ela diz acenando para nós.

-Primeira parada: Cidade de Pewter!

-Certo!

Começamos a correr pelo mato até que encontramos um Pokémon selvagem.

-Ash, que Pokémon é esse?

-É um Pidgey.

-Agora é a minha vez. –Rotom dex diz. –Pidgey, um Pokémon do tipo Normal e Voador. Pidgey tem um bico rosa e lindas penas marrons e amarelas. Em volta de seus olhos tem uma mancha preta e patas rosa. Pidgey pode ser encontrado em árvores de bosques e cidades onde fazem seus ninhos nos telhados. É um Pokémon bem fácil de encontrar.

-Os Pidgeys São mansos, por isso não precisamos batalhar com eles.

-Entendi.

-Estou muito ansioso! Quero ir pro Ginásio De Pewter e ver o Brock de novo!

-Brock?

-Sim. Ele é um amigo que viajou comigo por um bom tempo.

-E por que ele estaria no Ginásio de Pewter?

-O Brock é o antigo Líder do Ginásio. Acho que quem o comando agora é um de seus irmãos. Além disso, lá também é a casa dele.

-Entendi. E por que ele deixou de ser o Líder de lá.

-O Brock decidiu se tornar um Médico Pokémon e se dedicou muito aos estudos. Tenho certeza de que ele já é um Medico incrível.

-Vocês devem ser muito amigos.

-Sim somos. Ah e também quero que você prove a comida que ele faz. É deliciosa!

-Mais do que a minha?

-Sinceramente é difícil comparar. Acho que vocês estão no mesmo nível.

-Nossa! Levando em conta os elogios que você dá pra minha comida, acho que a dele deve ser muito boa mesmo!

-Sim ela é.

-Ash. Estou vendo uma Cidade ali na frente. É Pewter?

-Não. É Virídian. A Cidade de Pewter é logo após.

-Certo. Ei, aquele não é um Ginásio Pokémon?

-É sim, mas não sei por que ele está sempre fechado.

-É mesmo. Tem um placa ali dizendo “Fechado”. Acho que a única opção é ir pro Ginásio de Pewter. Falta muito?

-Mais ou menos. A Cidade fica depois da Floresta de Virídian. E ela é meio longa.

-Resumindo, vamos acampar essa noite.

-Exato.

-Vamos descansar um pouco no Centro Pokémon. Estamos andando desde Pallet. Estou cansada.

-Eu também. Podemos ter chegado rápido, mas o caminho foi meio longo. E é quase hora do almoço.

-Verdade. Então vamos.

-Sim senhorita.

~~~~~~ O///O Quebra de Tempo O\\\O ~~~~~~

Passamos um tempo no Centro Pokémon e almoçamos com nosso Pokémons, já era uma da tarde e já íamos sair. Já tínhamos retornado nosso Pokémons.

-Ash, pode pegar algo pra eu beber?

-Claro. Já volto. –Vou com Pikachu até onde tinham algumas máquinas de venda e comprei um refrigerante. Voltei para onde Serena estava e vi que ela não estava mais lá. Fui pra fora do Centro Pokémon e vi ela sendo encurralada na parede por uns caras.

-Vamos lá gracinha, vem se divertir um pouco conosco.

-Socorro!!

-Soltem ela!!!! –Chego dando um soco na cara do desgraçado.

-Chefe! –Os capangas dizem. Eram 4 no total contando com o tal “Chefe”.

-Ash! –Serena diz se escondendo atrás de mim.

-Maldito! Quem você pensa que é?! –Diz o cara que eu soquei.

-Eu que pergunto. –Digo saindo de perto de Serena. Vou até o Chefe da gangue e dou um chute na cara dele. –Quem você pensa que é pra tocar na minha garota?!

-Desgraçado! Todos avancem nele! –Um dos capangas diz e os 3 vem pra cima de mim.

-Cuidado Ash! –Serena grita.

-Pikachu! Choque do Trovão! –Digo e Pikachu eletrocuta os 4 filhos da mãe.

-Serena aqui está sua bebida. –Digo jogando o refri de latinha pra ela. –Deixa que eu cuido deles.

-Filho da Puta! Vai ficar protegendo essa Vadia? Você vai vem só! –Todos os 4 vem pra cima de mim.

-Pikachu! –Chamo e ele vem até mim. –O que fizeram, não, o que iam fazer não tem perdão. Vocês tentaram abusar da minha namorada. Chamaram ela de Vadia. E chamaram minha Mãe de Puta! Vão se Fuder! –Digo fazendo os passos do Movimento – Z. –Pikachu! Gigavolt Destruidor! –Digo atacando eles com tudo causando uma explosão que os mandou pra longe. –E eu nunca mais quero ver vocês na minha frente.

-Que barulho foi esse? –Diz um cara na rua e um monte de gente começa a juntar em volta de mim e dos canalhas.

-O que está havendo aqui? Deixem-me passar. –Diz a Oficial Jenny. –Você é algum delinqüente que gosta de causar confusão por onde passa? –Ela pergunta me encarando.

-Não Oficial! O Ash é meu namorado! Ele estava me protegendo daqueles caras que queriam abusar de mim! –Serena explica à Oficial enquanto apontava pro caras.

-Mas não acha que exagerou? Eles estão inconscientes. –Ela diz olhando pra mim.

-Isso foi mais do que justo. Até porque, não era apena a Serena que estava em perigo. –Digo indo até Serena. –Nosso Bebê também estava em perigo. –Digo ficando atrás de Serena e colocando minhas mãos em seu ventre.

-Então estava protegendo sua Esposa e Filho. Isso é nobre. –A Oficial diz sorrindo.

-Ainda não somos casados. Eu disse que ainda estávamos namorando. –Serena diz corada.

-Como assim? Quantos anos vocês têm?

-15. –Eu e Serena dizemos juntos.

-E ela já está grávida?!

-Mais importante agora Oficial. Não era pra você prender aqueles desgraçados ali por tentarem abusas da minha namorada? –Digo.

-Ah, sim. Tem razão. Obrigada por cuidar deles.

-De nada. –Digo e a Oficial vai até os caras e os algema.

-Vamos pegar nossas coisas e ir embora Serena. Parece que essa Cidade não é mais tão segura como antes.

-Tudo bem e obrigada por me proteger e também pelo refri. –Ela diz me dando um selinho.

-Não ah de que. –Digo devolvendo o selinho.

Voltamos pra dentro do Centro Pokémon, pegamos nossas coisas e fomos em direção à Floresta de Virídian.

~~~~~~ O///O Quebra de Tempo O\\\O ~~~~~~

-Já está escurecendo, vamos armar a barraca e ascender a fogueira. –Digo olhando para o céu.

-Deixa a barraca comigo.

-Okay. Eu pego a lenha. –Digo entrando um pouco na floresta com Pikachu. –Rowlet, saia. Use Folhagem para juntar a maios quantidade de galhos possíveis. –Digo e ele começa a juntar os galhos enquanto eu e Pikachu tirávamos galhos pequenos das árvores.

-Ash! Terminei a barraca! –Ouço Serena chamando.

-Certo! Estamos indo! –Digo pegando os galhos que Rowlet juntou e voltando para a clareira onde estava Serena. Pikachu me ajudou a levar uma parte dos galhos enquanto Rowlet estava encima da minha cabeça. –Já começaram a cozinhar?

-Sim! Vamos caprichar no jantar hoje! –Ela diz com uma concha na mão e seus Pokémons estavam ajudando.

-Certo. –Digo e começo a arrumar os galhos pra ascender o fogo. -Saiam! –Digo liberando o resto dos meus Pokémons. –Litten use suas brasas pra ascender a fogueira. –Digo e ele obedece. –Ai! –Sinto algo apertar minha cabeça. –Gible, solta minha cabeça. –Peço e ele para de morder minha cabeça. –Que tal um pequeno treino enquanto a comida fica pronta? Afinal, amanhã teremos uma batalha. –Digo e todos ficam empolgados. Menos Rowlet que estava dormindo. –Acorda Rowlet! Vamos treinar! –Digo e ele acorda com um susto.

-Certo! Se é assim a comida será super caprichada. Até porque, depois de um treino puxado sempre dá uma baita fome. –Serena diz com um olhar confiante.

-Obrigado Serena.

-De nada querido. –Ele diz com aquele sorriso fofo que me faz derreter por dentro.

-Eu vou ajudar na cozinha! –Rotom Dex diz.

-Obrigada Rotom Dex.

~~~~~~ O///O Quebra de Tempo O\\\O ~~~~~~

Depois de um treino puxado e um excelente jantar ao ar livre, Serena e eu retornamos nossos Pokémons e fomos para a nossa barraca.

-Isso me trás lembranças. –Digo olhando para as estrelas já que o teto da barraca era transparente.

-Que tipo de lembranças?

-De quando eu capturei meu primeiro Pokémon nessa Floresta.

-Sério? E qual foi?

-Foi um Caterpie.

-Caterpie?

-Sim. Um Pokémon tipo Inseto.

-Tipo Inseto? A maior parte deles me dá arrepios.

-Foi muito divertido o tempo que passamos juntos.

-Ele não estava no Laboratório do Professor Carvalho?

-Não. Depois de ter Evoluído pra Butterfree ele arrumou uma namorada e os dois migraram juntos. Depois disso, nunca mais nos vimos.

-Não foi difícil dizem adeus?

-Foi muito mas, foi a escolha certa.

-Espero que possam se ver de novo. –Ela diz sorrindo pra mim.

-Eu também. –Digo sorrindo pra ela.

-Ash.

-Sim?

-Mais uma vez... obrigada... por me proteger daqueles caras mais cedo. Eu estava com muito medo.

-Serena. –Puxo ela para um abraço colocando sua cabeça em meu peito. –Vou protegem vocês dois. Não importa que preço eu tenha que pagar... vou protegê-los. – digo passando minha mão em sua barriga.

-Obrigada Ash. –Ela diz e me dá um beijo demorado e aquecedor.

-Não há de que. –Digo devolvendo o beijo. –Agora vamos dormir.

-Certo.

 

Continua...


Notas Finais


Capítulo novo finalmente.

Sim tenho um anúncio a fazer. Fiquem calmos a Fanfic não vai acabar ou entrar em Hiato.

Na verdade estou pensando em escrever uma nova Fanfic e com o Tema de Boku no Hero Academia onde eu vou fazer a seguinte coisa:

Contando a partir desse e nos próximos 2 capítulos eu vou escolher cinco comentários de cada cap.

Vocês vão criar seu próprio personagem com:

Nome:
Peculiaridade:
Idade:

E junto comigo nós vamos ser a nova turma 1A da UA

Calma, os personagens originais também estarão na Fanfic, porém como nossos Sempais.

Sim eles estarão um ano a nossa frente.

Era isso fui


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...