1. Spirit Fanfics >
  2. Ready For A New Adventure? >
  3. Você adora me provocar

História Ready For A New Adventure? - Capítulo 9


Escrita por:


Notas do Autor


O que esses dois vão aprontar sozinhos no mar hein? 😏🔥👩‍❤️‍💋‍👨

Capítulo 9 - Você adora me provocar


Fanfic / Fanfiction Ready For A New Adventure? - Capítulo 9 - Você adora me provocar

 - Quer sentar ali Lana? - Sean aponta para uma espreguiçadeira em formato de sofá que possuía um pergolado que fazia uma pequena sombra.

 - Perfeito vamos! - tiramos os chinelos levando na mão e sentamos no sofá/espreguiçadeira.

 - Hmm que maravilha! - deito me esticando e vendo aquela vista linda do mar esverdeado na nossa frente. 

 - Lindo mesmo! Vem cá vem. - Sean estava deitado já e sem a camisa. 

 - Boa tarde! Aceitam alguma bebida? - um membro do staff do hotel nos pergunta.

 - Ah acabamos de almoçar, mas eu quero uma água de côco por favor.

 - Eu também quero!

 - É pra já! Qual o número do bangalô dos senhores por favor?

 - Sete! - Sean e eu falamos juntos. Ele anota e vai embora.

 - Nosso lucky number 7! - Sean diz me puxando para mais perto e trocamos um selinho.

 - Antes deu deitar deixa eu tirar uma foto enquanto to arrumada ainda pera Sean. - falo quando ele me puxava para deitar no peito dele. 

 - Você sempre está arrumada e linda Lana! - faz carinho nas minhas costas enquanto eu me arrumava antes de tirar a foto. 

 - Aham sei, acho que você é suspeito para falar não?

 - Com certeza, mas falei apenas a verdade babe, aceite. 

 - Okay okay... Sean! Meu Deus olha minha saída como está, toda aberta quase aparecendo meus peitos aqui. Você nem me avisou?

 - Achei que fosse assim mesmo Lana, está de biquini ué. Além do que assim me proporcionou uma vista gloriosa! - Sean levanta os óculos olhando descaradamente pros meus seios fazendo graça. 

 - Seu palhaço! - bato no ombro dele e damos risada.

 - Tira a foto assim mesmo Lana! Está linda! - Sean me da uma piscadinha e eu me derreto, me aproximo dando um beijo nele passando a mão em sua barba e me afasto sorridente para tirar a foto.

 Aproveito que Bex estava online, conversamos e acabo ligando para ela por vídeo. Mostrei a vista para ela, conversamos nós duas e o Sean, ela mostrou o lindinho do Milo que estava dormindo, e fez a gente contar mais detalhes, claro que Sean aproveitou para fazer graça fazendo caras e bocas enquanto contava pra Bex arrancando muitas risadas de nós duas. 

 Conversamos por meia hora até colocar todos os assuntos em dia, até que meu sobrinho lindo acorda e pede atenção da mãe ruiva mais linda!

 - Vai lá sis cuida do seu mini you! Depois me manda fotinhos de vocês! To com saudades pretty mama!

 - Ah saudades também sis! Voltem logo! Festinha semana que vem na casa de vocês uhul! Aproveitem muito divirtam-se! Amo vocês mwah!

 - Beijo ruiva! Também te amo! - Sean diz. 

 - Te amo te amo te amo sis! Da um beijinho no nariz do Milo por mim. Beijo meu amor! Mwaaah! - Bex despede jogando um beijo e dando tchau com a mãozinha do Milo.

 - Mas então, quer ir pra água baby? - Sean pergunta fazendo carinho no meu cabelo.

 - Hmm não sei.. - digo meio sem graça pelo que eu estava pensando, mordendo o lábio olho pro Sean abraçada nele.

 - Não quer mais entrar no mar? Ih essa carinha sapeca. Conta vai qual a ideia latina? - Sean faz cócegas em mim que me contorço tentando fugir dele.

 - Ai Seaaaan... - coloco a mão direita no rosto rindo. 

 - Me conta mais, já sei que é besteira fala baixinho aqui só pra mim então. - fala passando o nariz e barba no meu pescoço. 

 - Hmm você não está me ajudando desse jeito Sean... - passo a mão em seu cabelo e falo baixinho no ouvido dele. - A gente falando aquelas coisas pra Bex... Fiquei lembrando... Uf... - solto o ar e passo o nariz pelo dele e fico o olhando ele de olhos fechados. 
 

 - Eu estava aqui tentando me controlar Lana. - Sean diz rindo, vendo que ele entendeu o que eu queria dizer dou um sorriso arteiro.

 - Vamos entrar no mar então! Refrescar, distrair! - empurro seu ombro de leve, nos levantando.

 - Vamos! - me ajuda a levantar e corremos pro mar.

 Ficamos o final da tarde toda aproveitando aquela água gostosa, nadamos, boiamos, pedimos outra água de côco, tomamos sol e voltamos pra água, onde estamos agora. 

 

 - Sean? - viro procurando ele ao meu redor mas não vejo. - Onde você foi? Aaaaaa! - levo um susto quando ele me aparece embaixo de mim, me levantando, fico sentada nos seus ombros.

 - Assustadinha! - ele dava risada enquanto segurava em minhas coxas, passando os dedões num carinho gostoso.

 - Meu Deus Sean! Levei o maior susto sim seu arteiro! - me abaixo deixando um beijo na bochecha dele. - Esperava que você fosse aprontar quando não te vi, mas achei que fosse um bicho sei lá. 

 - Eu vi você me procurando em volta. 

 - O que você está aprontando hein? Porque me levantou? - passo as mãos no seu cabelo que agora molhado estava mais escuro, e enrosco meus pés em volta da cintura dele, o abraçando com minhas pernas. 

 - Queria só te dar um sustinho mesmo querida! Mas já que está aí podia te derrubar né? - diz arteiro olhando pra cima, eu olho pra ele rindo passando a mãos em sua barba terminando naquele sorriso lindo que ele me dava. Quando eu ia responder, Sean levanta a sobrancelha e me joga na água.

 - Aaaah! - dou um gritinho e sinto a água fresquinha ao meu redor.

 - Seaaan! - digo quando volta à superfície em meio a risadas. - Eu engoli um monte de água agora... - faço bico cruzando os braços e ele se aproxima rindo.

 - Oops desculpa, era só pra você cair na água. Ah vem cá minha bravinha. - da um beijo na minha bochecha, continuo com o bico e quando vai me dar um beijo eu jogo água nele rindo. 

 - Lana! - passa a mão no rosto e da risada. - Então você estava fingindo é sua danadinha? - olha pra mim, chegando mais perto e colocando as mãos na água. E ao mesmo tempo começamos a jogar água um no outro em meio a risadas. 

 - Aaah Sean, querido chega, eu cansei! - paro de jogar água nele, continuo a rir e coloco as mãos no rosto me protegendo dele. 

 - Tudo bem vamos fazer uma trégua. - Sean para de jogar água e vem pra perto de mim de novo. Deixa um beijo em cima da minha mão, continuo com as mãos no rosto, só abro os dedos espiando ele.

 - Trégua? - dou um sorrisinho.

 - Trégua! - me da um selinho e me gira em seus braços, me abraçando por trás. 

 - Ah! - tiro as mãos do rosto colocando-as em cima das de Sean, que faziam um carinho na minha cintura. Ele deixa alguns beijinhos na minha bochecha e pescoço.

 - Você é a coisa mais linda sabia?! - me levanta e nos gira.

 - Ah Sean! - me seguro mais em seus braços e levanto as pernas da água assim ele consegue nos girar com mais facilidade. 

 - Estou tonto. - para de nos girar e damos risada.

 - Ah meu amor cansou? Ta velhinho é? - dou risada aproveitando para brincar, o provocando.

 - Velhinho é?! Esse velhinho ainda pode fazer isso... - Sean me carrega, me segurando nas costas e pernas e me joga no mar de novo. 

 - Aaah!

 - E posso te encher de beijos também! - diz assim que passo a mão no rosto tirando a água dali, logo ele já vem até mim e me segurando pela cintura e no meu cabelo molhado me da um beijo de tirar o fôlego.

 - Seaaan... - tento falar alguma coisa em meio ao beijo, mas nem sei o que.

 - Lanaaa... - faz graça me imitando. - Fala babe... - da um selinho e desce seus beijos pro meu pescoço e ombro.

 - Sean melhor parar podem nos ver assim e fica chato. - falo de olhos fechados, segurando em seu ombro e aproveitando seus beijos.

 - Tive uma ideia, prende a respiração. - diz com um sorriso malandro, me afasto e olho para ele sem entender. - Prende! - faço o que ele pede, Sean da um sorriso lindo e nos afunda na água. Em meio ao sorriso trocamos um beijo, que não dura muito pois começo a sorrir e a água entra em nossas bocas.

 Com a mão no ombro do Sean voltamos à superfície, vamos nadando um pouco mais para o fundo onde ficamos apenas com o ombro e cabeça de fora. Passo a mão no cabelo dele ajeitando e volto a me segurar em seus ombros. Sean me puxa para perto dele, me segurando pela cintura, levanta minha perna e entrelaço as pernas ao redor dele. 

 - Te amo querida! - Sean diz olhando intensamente em meus olhos com um sorriso lindo no rosto e fazendo carinho mas minhas coxas onde ele me segurava. 

 - Eu também te amo meu amor! - passo ao braços ao redor do seu pescoço, fazendo carinho na sua nuca e encostando meu nariz no dele. Dou um selinho nele e passo meu nariz pelo de Sean num carinho manhoso, uma troca de carinho nossa já. 

 Sean retribui o carinho finalizando com um beijo na pontinha do meu nariz. Palavras não são mais necessárias, nossos delicados carinhos um no outro, as respirações tranquilas, o contato de nossas peles e o sincronismo das batidas dos nossos corações já demonstravam todo nosso amor um pelo outro.

 - Hmmm... é tão gostoso quando você faz isso babe. - me refiro ao carinho que Sean fazia no meu cabelo, deito a cabeça no seu ombro, passo o nariz pelo seu pescoço e finalizo com um beijo ali.

 - Minha menina manhosa. - Sean fala baixinho no meu ouvido, me causando um arrepio bom, aperto mais o abraço.

 - Você está caindo baby, peraí. - Sean diz me segurando e me ajeitando no seu colo. - Assim, bem melhor. - da uma piscadinha arteiro e me segura pela bunda, deixando um aperto ali. 

 - Meu menino sapeca! - damos risada e o puxo para um beijo que começa inocente, mas logo Sean volta a apertar minha bunda e eu me mexo em seu colo. 

 - Lana... Não faz assim vai... - Sean pede olhando pra mim e eu mordo o lábio rindo.

 - Hmm podemos aproveitar que estamos aqui mais afastados e mais no fundo e podíamos aproveitar, não? - trocamos um olhar e os dois mordem o lábio inferior. 

 - Que eu faço com você? Hein sua sapeca? - Sean diz sério e eu dou risada. 

 - Me beija! - respondo rapidamente e levanto a sobrancelha. Quando Sean sorri e tenta me beijar eu me afasto, ele fica sem entender, sorrio e olho para os lados confirmando que não havia ninguém próximo de nós, só umas pessoas no raso,  mas estavam relativamente longe acho que ninguém veria nada.

 - O que? - Sean pergunta quando me movimento, aperto mais as pernas ao redor dele para me segurar, e tiro as minhas mãos que estavam em seu ombro e levo até minha nuca, onde desamarro a nó do pescoço do meu biquíni e o abaixo, deixando preso só pelo cordão das costas mesmo.

 Quando termino olho pro Sean levantando a sobrancelha e mordendo a boca de leve. 

 - Porra Lana! - Sean olha pros lados, nos gira pra olhar para trás e vendo que não tinha ninguém por perto sorri pra mim. 

 - Vai Sean! Vou ter que pedir por favor? Aquele dia que nos amamos no mar ali no nosso bangalô e foi tão gostoso babe! - passo os dedos pelo seu cabelo.

 - Lana, Lana! Era de noite e lá era mais privado né.

 - Ninguém vai ver SeaaaAAAAn... - começo falando com um bico pela demora dele mas logo emendo seu nome num gemido manhoso e baixinho quando ele abaixa o rosto e deixa beijos, mordidinhas e lambidas na parte de cima do meu seio esquerdo. Me arruma em seu colo me segurando ainda pela bunda, mas com uma mão só, levando a outra até meu seio direito. 

 - Hmmm Seaaan! - me seguro em seus ombros e me jogo para trás. Foi o melhor movimento que eu podia fazer, dando mais acesso ao Sean que intensificou seus beijos por ali. 

 - Ah Lana! - Sean bufa quando eu dou uma reboladinha em seu colo. - Puta merda! - aperta minha cintura nos deixando mais próximo possível. Me jogo nele dando um beijo intenso no meu loiro. 

 - Ah! - me afasto dele sorrindo. - Brigada! - dou um selinho nele. - Meu amor! - falo no seu ouvido e quando meus seios tocam em seu peito Sean geme e depois fica em silêncio só apertando suas mãos pelo meu corpo.

 - Está tudo bem? - pergunto rindo olhando pra ele com as sobrancelhas franzidas. 

 - Sim! Estou tentando me concentrar pra não fazermos algo a mais aqui. - aperta minha bunda e enrosca os dedos, brincando com as pontas do cordão da parte de baixo do meu biquíni.

 - Sean! - dou risada e ele logo me acompanha abrindo os olhos e voltando a olhar pra mim.

 - Tia Lanaaaaa! Tio Seeeean! - quando íamos nos beijar de novo ouvimos uma vozinha de longe. Nós nos olhamos e procuramos ao redor, logo vemos Nuh no rasinho pulando e acenando para nós.

 - Oii! - acenamos de volta. - Acho que precisamos sair daqui né? - pergunto com bico por ter que sair dos braços de Sean. 

 - Sim baby! - passa o nariz pelo meu.

 - Estava tão gostoso aqui! Em todos os sentidos. - dou risada. 

 - Safada! Mas tem razão estava muito gostosA babe! - fala no meu ouvido enfatizando, damos risada e o puxo para um abraço.

 - Mas vamos lá que ela já está ali no raso e você está assim ainda. - ele olha pra baixo e encara meus seios cobertos pela água. Balanço o ombro e chamo ele.

 - Sean? - levanto a sobrancelha rindo.

 - Hã sim! Vamos! - deixa um beijo rápido no meu colo e trocamos um sorriso cúmplice. 

 - Vamos que ela já andando. - olho para a pequena e aceno.

 - Podemos aproveitar uns segundos a mais? Ela não sabe nadar sabe? - Sean aperta o nosso abraço nos aproximando mais. 

 - Meu Deus Sean ela sabe sim! - olhamos para pequena que estava na metade do caminho até nós e nadava sozinha e muito bem por sinal. - Sean! Eu to assim ainda, me ajuda! Amarra aqui pra mim amor! - saio rapidamente do seu colo e viro de costas levantando o meu biquíni e dando pra ele, Sean amarra rapidamente deixando um beijo no meu ombro e alguns segundos depois Nuh está a nossa frente.

 - Oii! - bate os braços e pernas para boiar.

 - Oi Nuh! Tudo bem querida?

 - Sim! Cansada... - diz sorridente e pausando entre falar e se mexer. - Porque vocês vieram tão no fundo?

 - Tia Lana parece uma sereia gosta de nadar querida!

 - É mesmo?

 - Sim Nuh! - dou uma piscadinha pro Sean por nos encobrir. - É muito bom né?! 

 - Sim! Uf - diz cansada, se mexendo menos e afundando mais.

 - Vem cá! - estico os braços a carregando, agora eu que fico mexendo as pernas para boiarmos. 

 - Você nada muito bem hein!

 - Brigada tio!

 - Muito bem mesmo sapequinha! - faço cócegas nela que nos presenteia com aquela risada gostosa de criança e se contorcendo nos meus braços. 

 - Que isso tia?

 - Uma mocinha que gosta de aprontar! A Lana também é! - Sean diz me jogando um olhar sugestivo, seguro minha risada.

 - Hey! - finjo um bico e jogo água nele que ri e Nuh o acompanha.

 - Vocês são tão fofinhos! - Nuh se estica no meu colo e aperta a minha bochecha e a de Sean, nós damos risada da fofura da pequena.

 - Você também lindinha! - faço nela o mesmo que havia feito em nós e ela se contorce no meu colo rindo. 

 - Okay suas sapecas, que acham de voltarmos pra areia e brincar mais lá em terra firme hein?

 - Eba! - Nuh joga os braços para cima jogando água em todos nós e damos risada. 

 - Vamos! - dou uma piscadinha pro Sean, que me da um beijo na bochecha e sai de trás de mim.

 - Vem aqui comigo pequena! - Sean abaixa, me aproximo dele e coloco Nuh sentada no ombro dele, que fica feliz da vida. 

 Ali já dava pé e vamos caminhando de mãos dadas. A pequena se agita em cima do Sean acenando para os pais, fazemos o mesmo e quando estávamos mais no raso Sean a coloca no chão, que vai correndo espalhando água pelo caminho até Jim e Bia. 

 Aproveito a mão livre e arrumo a parte de cima do meu biquíni, puxando o tecido do lado direito e arrumando melhor. Quando olho pra frente Sean me olhava rindo.

 - Hey! Que foi hein? - bato com meu ombro no dele.

 - Eu posso fazer isso pra você se quiser. - fala com um sorriso malandro.

 - Besta! - damos risada e Sean entrelaça nossos dedos. 

 - Brincadeira minha linda! Mas se precisar estou aqui gatinha! - rimos e ele passa a mão na minha bochecha finalizando com um selinho mais longo.

 Saímos do mar e vamos de encontro a Jim, Bia e as crianças que brincavam na areia. 

 - Olá de novo! Aproveitaram o mar? - Bia pergunta, se levantando enquanto Jim estava sentado na areia brincando com os filhos.

 - Sim! Que delícia! - aperto as pontas do cabelo tirando o excesso de água.

 - Muito muito bom! - Sean diz já pegando o pente que eu levava na bolsa, e passando no meu cabelo para desembaraçar. Segundo ele adorava mexer no meu cabelo, e eu gostava também.

 - Lana... só da uma arrumadinha aqui... - Bia faz sinal pro meu biquíni, olho pra baixo e o lado esquerdo o tecido havia juntado um pouco, mostrando um pedacinho da lateral do meu seio. 

 - Oops... Não quero dar um show aqui. - arrumo certinho e sorrio. - Brigada Bia!

 - Magina!

 - Deve ter sido quando você carregou a Nuh babe, porque antes estava tudo okay né no lugar... - Sean termina rindo e eu o acompanho.

 - Deve ter sido mesmo querido. 

 - Gente acho que precisamos ir voltando para nos arrumar pro luau. - Jim fala se levantando.

 - Ah papai... queria brincar com os tios! - Nuh e Jack falam juntos.

 - Aw meus amores! No luau a gente brinca com vocês ta bom? - me abaixo ficando na altura deles.

 - Ta bom tia! - Jack fala e me da um beijo na bochecha. 

 - Lindinho! - faço o mesmo com ele e Nuh e me levanto.

 - Então vamos querida? - Sean pergunta segurando minha sacola.

 - Sim babe. - sorrio pra ele e entrelaço nossas mãos.

 - Então nos encontramos aqui de noite pessoal!

 - Combinado Sean! Até! - Jim acena, damos tchau para aquela linda família e vamos andando.

 - Vamos pela praia Sean? - pergunto com a mão entrelaçada a dele e segurando minha rasteirinha na outra mão.

 - Vamos baixinha! - Sean me abraça pela cintura e vamos curtindo a brisa do mar e a sensação gostosa da areia nos nossos pés. 

 - Sean! - me contorço quando ele começa a fazer cosquinhas em mim. - Babe! Aaah! - consigo me soltar de seus braços e corro dele.

 - Hey volta aqui! - Sean mais rápido do que eu, em três passadas me alcança me abraçando por trás. - Peguei! - faz mais cócegas até que caímos no chão. Estou deitada de barriga pra cima me contorcendo enquanto ele faz cócegas.

 - Seaaaan! Chega... Cansei.. - digo sem fôlego já pelas risadas e cócegas, ele para e me dá beijinhos no pescoço. Deitando a cabeça perto da minha barriga fazendo um carinho ali.

 - Será que já tem uma sementinha nossa aqui Lana? - faz um carinho na minha barriga e apoiando o queixo na minha barriga olha pra mim com aquele sorriso fofo. 

 - Quem sabe né querido! Talvez... Mas podemos treinar mais que tal? - digo fazendo graça enquanto faço um carinho no cabelo dele. Ele deixa mais um beijo na minha barriga e me puxa para sentarmos.

- Treinar mais é?! Gostei dessa ideia querida! Inclusive essa noite depois do luau tenho planos.

 - Hmm vou gostar desses planos? - um puxa o outro e nos levantamos.

 - Ah com certeza morena! - pegamos a bolsa e os sapatos e voltamos a andar até chegarmos no final da praia.

 - Milady. - Sean coloca minha rasteirinha no píer e estende a mão me ajudando a subir do píer. 

 - Brigada querido! - segurando em sua mão dou impulso e puxo ele pela mão também, damos risada. Sean calça seu chinelo e andamos pelo píer até chegar no nosso bangalô.

 - Aqui, eu seguro Lana. - Sean segura minha bolsa enquanto procuro o cartão da porta, agradeço fazendo uma caretinha franzindo o nariz. 

 - Aqui achei! - mostro o cartão fazendo uma dancinha e abro a porta. Coloco o cartão na caixinha ao lado da porta para acender as luzes e Sean fecha a porta.

 

 Deixo  a bolsa no sofá e me jogo na lateral da cama.

 - Hmm! 

 - Preguiça? - Sean vem até mim, levantando minhas pernas e tirando minhas rasteirinhas.

 - Hmrum! - jogo um beijo pra ele agradecendo e vou mais pro meio da cama me deitando direito. 

 - Quer vir tomar um banho?

 - Hmm pode ir babe, daqui a pouco eu vou okay?

 - Tudo bem babe. Vem cá! - faz biquinho e se apoiando sobre mim trocamos um beijo. Sean vai até o closet. 

 Me levanto ainda um pouco com preguiça, pego meu celular na bolsa e vou pra parte externa do bangalô. Sento na borda colocando só os pés na água e ligo pra minha mãe.

 - Heeey Mama!

 - Hey baby! Como está querida?

 - Tudo bem mommy! Como passou o dia minha linda?

 - Ah fiquei lá na casa da Dee até agora, almoçamos lá depois fiquei jogando video game com os meninos, tentando pelo menos né. - ela diz rindo.

 - Mas é uma vózona mesmo! 

 - Essa vó aqui precisa de uma netinha da minha caçula! 

 - Ah mama! - faço uma carinha fofa.

 - Tem muito menino aqui, saudades das minhas garotas! Uma mini Lana seria a coisa mais fofa! - damos risada e fico pensativa.

 - Lana?

 - Oi mama, estou aqui... só aaah - solto o ar pesadamente e balanço as pernas na água. - Fiquei pensando... É o certo a fazer mama? Sean e eu estamos tentando, nós dois queremos muito. Mas eu fico insegura, será que vou ser uma boa mãe? O Sean é incrível dele não tenho dúvidas que vai tirar de letra... mas eu fico com medo mama.

 - Ah mija você é uma mama bear Lana! Você pode não perceber, mas o jeito que você sempre se preocupa e cuida de todos ao seu redor, com o Sammy e Bryce, minha filha! Você já tem esse toque maternal em você Lana!

 - Ai mama acha mesmo? - ela responde que sim claro!

 - A gente tem certeza Lana! - ouço a voz de Sean atrás de mim, ele me da um beijo no cabelo. - Só passei pra dar um oi, não queria interromper e ouvir desculpem. - da um oi pra minha mãe e já ia voltando. 

 - Hey! Volta aqui! - estico o braço pra ele.

 - Fica aqui comigo! - faço um beicinho. 

 - Sim! Fica aqui Sean! - minha mãe também o chama.

 - Não quero interromper a conversa meninas.

 - Interrompe nada, vem cá vai! - chamo de novo e ele se senta atrás de mim.

 - Você ouviu tudo né? - olho pra ele que me abraça por trás apoiando o queixo no meu ombro.

 - Sim babe. Lembra que você é incrível ta, e como Dona Dolores disse você já tem esse toque de mãe Lana! You got this babe! E eu vou estar sempre aqui! - me da um beijo na bochecha e se vira pro celular. - E se Dona Dolores a segunda melhor mãe que eu conheço, falou que você vai ser uma mãe incrível, acredita babe! Que ela fez um ótimo trabalha criando você e Dee.

 - Ah brigada querido! Mwah! - minha mãe meio emocionada diz e joga um beijo pro Sean que corresponde.

 - Mas são muito puxa saco um do outro mesmo! - brinco para amenizar o clima de novo, damos risada. - E brigada Sean e mama! Vocês são minhas raízes, sempre me dando força e me levantando quando preciso! Obrigada! Amo vocês demais aff! - jogo um beijo pra minha mãe que retribui  e viro o rosto dando um beijo na bochecha de Sean que retribui deixando um no meu ombro. 

 - Mas ah que bom que estavam juntas mama! Estou com saudades de você, Dee, Tony e os meninos! Quando voltar quero ficar aí em NY com vocês um tempão! - digo animada. - Já combinei com o Sean né?! - busco seu olhar para confirmar e ele faz que sim e continua.

 - Acho que conseguimos umas duas ou três semanas aí!

 - Que delícia filha! Venham mesmo! Vamos adorar! E o quarto de vocês está aqui esperando!

 - Sim mama! Estamos indo!

 Conversamos por mais meia hora com ela sobre as novidades daqui e de lá. E nos despedimos.

 - Ai que preguicinha de ir me arrumar Seaaaan. - ele me estende a mão e ficamos de pé, me viro para ele me espreguiçando e jogando as mãos pro alto. 

 - Vem aqui que eu te ajudo então. - Sean me puxa pelo laço da minha saia que se desmancha, trocamos um sorriso arteiro, Sean segura no meu quadril e vai me puxando de volta para dentro do bangalô, quando entramos ele joga a saia no sofá e temos a reação ao mesmo instante, eu me aproximo e ele me puxa e em meio a um sorriso trocamos um beijo. 

 Fico na ponta dos pés e o abraço pelo pescoço, nosso beijo vai se intensificando. Sean me segura pela cintura, me levantando pelas pernas e me segurando nas coxas, entrelaço as pernas ao redor dele e deixo beijos pelo seu pescoço. Sean vai andando devagar enquanto trocamos carinhos, apertos pelo corpo um do outro e os beijos que hora se perdem nos nossos lábios, hora descem para o pescoço fazendo os dois arfarmos em resposta. 

 - Hmm... - gemo baixinho quando Sean me prende na parede do banheiro, sinto a pedra gelada nas minhas costas e os beijos de Sean no meu pescoço, descendo até o decote do meu biquíni. - Hmm Seaaaan. - falo com os olhos fechados, puxando seu cabelo de leve, apertando seu ombro e mexendo minha perna pela lateral do corpo dele.

 - Ah Lana! - me da mais um beijão de tirar o fôlego e relutante se afasta. - Por hora paramos por aqui, vou precisar de outro banho para refrescar, que calor! - brinca e eu dou risada assoprando de leve seu rosto.

 

 - Hey! Quer tomar banho comigo baby? - pergunto não tão inocentemente assim...

 - Tentadora! Sua provocadora! Você me paga Parrilla! - Sean da risada me dando uma mordidinha de leve no pescoço.

 - Hmmm. - encosto a cabeça na parede, abaixa minhas pernas me colocando de volta no chão. Com a mão esquerda ele aperta de leve meu quadril e com a direita apoia na parede ao lado da minha cabeça, onde ele da um leve impulso se afastando de mim. 

 - Vai lá minha linda! - me da um selinho e se afasta sorrindo olhando pro meu corpo.

 - Ta bem estraga prazeres!  - ando em direção ao chuveiro e paro sorrindo com a ideia. - Mas me ajuda aqui? - olho para ele sobre o ombro. - Por favor?

 Sean se aproxima desamarrando a parte de cima do meu biquíni, que ele segura e deixa em cima da bancada da pia enquanto da beijos no meu ombro. 

 - Vai sua arteira! - fala baixinho no meu ouvido e quando eu ia andar, Sean me segura pela cintura, chocando minhas costas contra seu peito nú. Antes que eu consiga falar sinto suas mãos ao redor dos meus seios onde ele aperta delicadamente.

 - Aaah Seaaan! - jogo a cabeça em seu ombro aproveitando aquela provocação dele, ele deixa beijos no meu pescoço e ombro e fala no meu ouvido aumentando minhas sensações, sensibilidade e meu fogo. 

 - Minha linda! - fala baixinho no meu ouvido.

 - Hmm - jogo a mão direita para trás indo até seu cabelo, e a outra coloco sobre a dele apertando nossas mãos no meu peito.

 - Amooor...

 - Meu anjo! - beija meu pescoço e passo os dedos pelo cabelo dele. - Ah minha linda mulher! Minha gostosa! - beija meu pescoço e aperta mais as mãos nos meus seios. 

 - Sim Sean! Sua babe! Hmmm... - coloco minhas mãos sobre as dele, apertando mais, ele ri e me aperta mais.

 - Minha provocadora! Eu também sei brincar viu?! - dou risada concordando com a cabeça. 

 - Um banho vai te refrescar babe! - tira suas mãos de mim e me da uma batidinha na bunda. Me viro para reclamar e ele fala rindo. - Não precisa ficar com esse bico querida! Terminamos isso de noite prometo! 

 - Sean Maguire! - continuo com bico cruzando os braços.

 - Lana Parrilla! - Sean fala brincando me roubando um beijo.

 - Só vou te perdoar porque sei que você cumpre suas promessas Maguire!

 - Sempre meu amor! - me presenteia com aquele sorriso lindo iluminado e levemente safado que tanto amo e não resisto.

 - Meu amor! - me penduro em seus ombros o enchendo de beijos. - Meu loiro gostoso! - trocamos um selinho em meio a risada. - Meu lindo! - passo a mão em sua barba com nossos olhares conectados. 

 - Te amo! - falamos ao mesmo tempo, Sean me puxa pro seu colo, enlaço seu pescoço o puxando para um beijo, ele anda até o chuveiro e abre a torneira deixando a água cair sobre nós. 

 - Aaaah! Que delícia! - ainda em seu colo levanto a cabeça com os olhos fechados sentindo a água fresca molhando meu cabelo. 

 - Linda demais! - Sean fala e abro os olhos olhando para ele que sorria pra mim, trocamos aquele olhar cúmplice e sorrisos iluminados. 

 - Você não tinha falado que não ia entrar porque já tinha tomado banho? - faço uma voz engraçada tentando imitá-lo. Sean da risada e eu o acompanho.

 - Pois é, olha só o que você causa sua sapeca! - Sean me coloca no chão e faz cócegas na minha cintura. 

 - Seaaan! - tento segurar suas mãos enquanto damos risada.

 - E eu não falo assim Lana!

 - Ah fala sim!

 - Não babe... 

 - Hmm talvez tenha razão, seu sotaque é muito mais sexy que o meu. - brinco levantando a sobrancelha e mordendo a boca. 

 - Ai Lana! - Sean da uma risada alta me puxando pra um beijo. - Vem cá vai deixa eu cuidar de você e te dar um banho minha gata! - pega o shampoo e vai passando no meu cabelo, fecho os olhos pra não entrar shampoo nos olhos e Sean aproveita para me roubar selinhos, dou risada e me seguro na sua cintura, vez ou outra passando a mão pelo seu peitoral.

 - Vou enxaguar vem cá babe... - Sean me segura e me direciona para debaixo da água, faz um massagem no meu cabelo tirando toda espuma.

 - Hmmm que delícia Seaaaan! - ainda com os olhos fechados viro o rosto para ele sorrindo.

 - Que bom que está gostando meu anjo. - beija meu nariz e me ajuda a virar de costas passando o condicionador. Pego o sabonete e vou passando pelo meu corpo.

 - Acabei aqui, vou deixar você terminar okay? - me abraça por trás.

 - Brigada querido! - viro o rosto dando um beijo na sua bochecha.

 - Eu trago uma roupa pra você. Qual você quer?

 - Brigada meu amor! Hmm como presentinho, pode escolher. - dou uma piscadinha pra ele mexendo no cabelo. - Depois você vai tirar tudo mesmo né. - dou uma piscadinha, Sean ri e rouba um selinho. Ele sai do box se secando rapidamente, saindo do banheiro.

 


Notas Finais


Continuação é o luau 🥰💃🏻🕺🏻🌕⭐️


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...