História Real Life; Vkook. - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Visualizações 147
Palavras 418
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Ficção, Lemon, LGBT, Luta, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 2 - 002; U


Fanfic / Fanfiction Real Life; Vkook. - Capítulo 2 - 002; U

                    25/12/2020

Clube Foxy, Haeundae, Busan

O cheiro a álcool invadia o espaço, o calor corporal e hormonal deixava pessoas loucas. Clube Foxy era conhecida por ser a boate com dançarinos perfeitos e totalmente gostosos, incluindo Jimin.

Me sentei ao balcão e pedi um whisky á mulher que acentiu e foi pegar. Observava atentamente o palco logo ouvindo as sirenes de bombeiros e as luzes começarem a piscar e logo o som de sirenes políciais foram ouvidas até sons de passos serem ouvidos e Park Jimin aparecer com uma fantasia sexual de policial, ao agarrar seu varão totalmente brilhante começou a tocar uma música como se fosse de tango e seus movimentos eram suaves até mudar o toque e o menor louro ageitar o microfone e começar a cantar, reparei logo que se tratava de Mr. Policeman, uma música nem um pouco inocente. O mesmo dava passos quentes, como reboladas, notas eram jogadas para o mesmo ou colocadas na barra de sua calcinha, ele era a estrela da boate. Me levantei e caminhei na direcção da empregada e agarrei seu braço a precionando contra meu corpo.

- Onde está o agente? 

A mesma apontou trémula pra uma porta prateada, a soltei e caminhei até a mesma. Entrei e logo me deparei com um monte de escadas, comecei a subir já impaciente, ao chegar no último degrau reparei uma sala enorme vom sofás de couro, suas paredes eram brancas cobertas por quadros de pessoas nudas ou quase, mas não era simples quadros e sim de enorme valor, ao seguir o olhar, uma das paredes era coberta dpor vidraça pelos meus cálculos fumada a branco. De frente pras janelas encontravamos uma secretária de detalhes brancos e prateados, e uma poltrona preta como os sofas.

- Jeon, a quanto tempo. 

- Oi...eu queria marcar essa noite com Jimin

- vish ele ta cheio hein.

- Pago o triplo.

- Por isso que amo fazer negócios consigo.

Peguei as chaves e desci as escadas de novo. Quarto 13. Olhei as chaves e vi que estava na porta certa e logo encaixei as chaves e abri me deparando com jimin de costas e logo fechei a porta a trancando.

- Estava a sua espera me...

Ele me olhou e seus olhos arregalaram e ele começou a gritar e me jogar tudo. Que mal eu fiz nessa criatura?

- Para.

- PORCO! ESCROTO! BABACA!

- PARAAAA!

Falo agarrando seus pulsos. 

- Calma. Respira. 

- O que você veio fazer aqui?

- Jimin eu preciso da sua ajuda. 

- o...o que?

- Você despertou o Bunny. Quero que o desperte denovo.

- o que....



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...