História Real Love - Capítulo 14


Escrita por:

Postado
Categorias Justin Bieber
Visualizações 48
Palavras 2.124
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Drama (Tragédia), Ficção, Policial, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Gente me perdoem a demora kk
Eu estou escrevendo outra fanfics, tanto que apaguei a outra que eu escrevia
Bloqueio de criatividade é complicado
Não estou obtendo respostas então resolvi apagar
Se essa também não tiver respostas semana que vem irei apagar
Se tiver respostas posto 3 capítulos por semana rs
Boa leitura <3

Capítulo 14 - Guerra


Angel POV

 

1 semana depois....

 

Hoje eu vou voltar a trabalhar e o Justin vai devolver o Matthew para o Millar.

Estava sentada na minha cadeira em um tédio infernal, porra a cidade está muito calma.

3 batidas na porta e eu gritei para entrar e o Ethan entrou e se sentou.

-Sumiu- disse e ele abaixou o olhar- O que você aprontou

-Eu encontrei com eles- ele disse trancando a porta e eu arregalei os olhos- eles não me disseram onde estão e o que está acontecendo, a polícia é perigoso para você Angel

-Eu preciso ficar aqui Ethan, preciso descobrir que porra está acontecendo

-Angel, eles disseram que não podem contar quem está atrás deles, não é seguro

-Eu sei me virar sozinha, na verdade faço isso desde quando eles se foram- bufei

-Eles disseram que o Bieber é de confiança- ele disse com nojo

-Eu sei

-Vocês estão juntos não é? -assenti e ele revirou os olhos

-Você está com a Caitlin então não fala nada, mais tarde aparece lá no Justin, vamos resolver essa porra

 

[...]

 

Eu andava de um lado para o outro na mansão do Justin, eu estava puta da vida que porra.

-Ele chegou- Chaz disse e logo o Ethan entrou na mansão.

-Eles estão vindo pra cá- ele disse e eu arregalei os olhos- Angel não seja ruim com eles, escuta o que eles tem para dizer por favor- assenti

Estávamos esperando a quase uma hora e logo a porta da sala foi aberta.

Eu congelei na mesma hora, não acredito, eles estavam realmente vivos, eles estavam parados na porta, sorrindo e chorando.

Eu botei o Justin na cadeia por nada, fiquei com ódio dele por nada.

Logo senti o Justin passando seus braços no meu ombro e eu abracei seu corpo.

Eu virei para o Justin e o abracei chorando.

Não acredito que estou chorando na frente de todos.

-Me perdoa Drew- disse e ele me olhou

-Hey babe, você não teve culpa, armaram para mim, não chora, estamos juntos okay? -ele me deu um beijo na testa e limpou minhas lágrimas.

-Angel, minha filha- minha mãe disse vindo em nossa direção- Como eu senti sua falta minha filha- ela me abraçou junto com meu pai e eu fiquei sem reação no começo, mas logo abracei eles de volta.

Assim que nos separamos fomos todos para o escritório.

Justin se sentou na sua poltrona atrás da sua mesa e eu me sentei na poltrona do lado, os meninos se ajeitaram nas poltronas e a Cait se sentou com o Ethan em um sofá e meus pais em outro sofá.

-O que está acontecendo? O que aconteceu na verdade- disse e o Justin colocou sua mão em cima da minha

-Filha, eu sei que quer respostas mas não é seguro, a gente não tem um lugar seguro, não podemos botar vocês em risco.

Sorri falso e me levantei.

-Estão vendo isso? -levantei a camisa e mostrei a marca do meu primeiro tiro aos 14 anos- Meu primeiro tiro aos 14 anos, e isso- virei de costas e mostrei a marca de faca- Foi minha primeira tortura aos 17 anos- mostrei diversas cicatrizes e a que mais doía em mim- Tem certeza que fizeram isso para me proteger? -sorri falso

-Angel escuta eles- Ethan me repreendeu

-Sim eu tinha dividas filha, mas não era isso, Jeremy me ajudava, e eu o ajudava, ele é um grande amigo até hoje, assim como a Pattie- meu pai disse

-Só que tinha mais coisa filha, estavam nos ameaçando, seu pai em especial, queriam ele fora da polícia, no começo achamos normal, só que depois- ela riu sem vida- Começaram a acontecer coisas, com o Ethan, você, e até com seu avô antes dele morrer

-Mãe, você precisa contar quem é que está perseguindo vocês, só assim posso ajudar vocês

-Não é seguro filha, você precisa sair da polícia, lá é muito perigoso, a polícia é mais suja que a máfia- meu pai disse

-Eu protejo vocês, vocês podem ficar aqui na minha mansão, ninguém vai saber, aqui tem um andar subterrâneo falso- Justin disse e eu sorri para ele

-Vamos te contar tudo- minha mãe disse

Ela estava nos contando tudo desde o começo, e eu vou confessar fiquei bem chocada com essas coisas, não acredito que essa pessoa que está fazendo isso tentou fazer a mesma coisa com meus pais.

Depois que ela contou ficamos todos em silêncio tentando digerir tudo isso.

-Amanhã peço demissão-disse e eles assentiram- Vocês vão ter que contar quem é esse tal chefe- eles assentiram

 

[...]

 

-Sim Peter quero demissão- dizia pela milésima vez

-Do nada? O que aconteceu, Angelina o que está acontecendo? É o Bieber? -neguei

Depois de muito insistir ele assinou minha demissão e eu peguei minhas coisas seguindo para a casa do Bieber.

No caminho senti que estava sendo seguida.

Acelerei meu carro e logo senti um impacto, porra atiraram no pneu. Não demorou muito e tudo girou.

1, 2, 3 e por fim mais uma volta e o carro parou.

Senti o líquido escorrer da minha cabeça e logo apaguei.

 

CHEFE POV

 

-ELA SABE DE ALGUMA COISA SEUS IMPRESTÁVEIS

-Não sabe não chefe, ela me torturou esqueceu? Eles ainda estão com a Vanessa, eu jamais entregaria o senhor- Matthew diz e eu reviro os olhos

-Deu certo, o carro dela capotou- Brad disse e eu assenti

-Rezem para que eles não saibam de nada porque se ela descobrir, eu mato vocês- disse e desliguei a chamada de vídeo

 

Justin POV

 

Eu andava de um lado para o outro naquele hospital.

Todos estavam lá, menos é claro os pais da Angel.

-Acompanhante de Angelina Novak? -o médico disse e todos levantaram- 1 só- ele disse e só eu permaneci de pé

Segui o médico até sua sala, entramos e nos sentamos.

-Como ela está, posso ver ela?

-Ela está se recuperando, a pancada foi bastante forte em, ela teve muita sorte, o cortem em sua cabeça foi profundo, ela tomou alguns pontos mas ficará bem felizmente- suspirei aliviado- Me acompanhe para o senhor ver ela

Saímos da sala e fomos até o quarto dela.

Assim que entrei ela estava dormindo cheia de fios a sua volta.

-Vou deixa-los a sós- ele disse e eu assenti

Andei até a cama dela e peguei em sua mão que estava gelada.

-Que susto você me deu em Angel, por um minuto pensei que ia perder você para sempre, não me imagino viver sem você, você é tudo para mim, sua marrenta- ri fraco- Eu nunca vou sair do seu lado, eu te amo Novak, como nunca amei ninguém

Fiquei sentado do lado da sua cama e logo ouvi um copo caiu no chão.

-Você acordou- disse e fui até ela- Como você está

-Como assim como eu estou- ela disse fraco- Quem é você?

Engoli seco e já entrei em desespero, como assim quem sou eu porra.

-Eu to zuando idiota claro que eu sei quem é você- ela disse e riu

-Filha da puta quase me mata de susto- coloquei a mão no peito e ela riu

-Quero água- ela disse e eu assenti pegando um copo e colocando água, logo ela tomou toda a água de uma vez só- Estavam me seguindo Drew- ela disse se sentando na cama- Atiraram no pneu do meu carro, então ele capotou, e eu não lembro de mais nada

Porra.

-Você se demitiu? -ela assentiu- É isso, a pessoa que está por trás disso não queria você fora da polícia e sim nela, eu já venho

Sai do quarto sem nem esperar sua resposta e fui até o médico, dei 5 mil reais para ele e ele assinou a alta da Angel.

Fui até o quarto e ela já estava de pé e arrumada.

Fomos até o estacionamento do hospital e todos estavam lá.

-Eu estou bem pessoal, na mansão conversamos- ela disse e entrou no meu carro.

Assim que chegamos na mansão seus pais e o Ethan estavam sentados.

-Filha- Megan correu até ela e a abraçou

-Eu estou bem gente já disse- ela se sentou no sofá e eu me sentei ao seu lado

- A pessoa que fez isso, fez logo depois que ela se demitiu, isso foi um aviso, vocês não acham que está na hora de contar a verdade? -eles abaixaram a cabeça- Quem é o chefe?

-Peter Novak- Megan disse e a Angel arregalou os olhos

-Meu irmão sempre teve inveja de mim, meu pai sempre preferiu a mim do que ele, ele sempre teve inveja de mim e da família que eu tive, então ele entrou para a máfia- ele suspirou- Eu não sabia que era ele, descobri a pouco tempo quando ouvi uma conversa do Millar com ele no telefone, então juntei os pontos- o pai da Angel disse

-Mas por que o tio Peter faria isso, me fazer acreditar que morreram e culpar o Justin- Angel já chorava, mas de raiva isso era notável

-Ai você ia parar de procurar por nós assim como seu irmão, que só entrou nesse mundo para nos achar- Ryan o pai da Angel disse

-Mas por que o Justin pai?

-Porque ele é um alvo perfeito, a máfia, o pai dele, aquele bilhete com a assinatura do Jeremy, ele pensou que prendendo o Bieber tudo iria ficar para ele

-Está na hora dele saber que estão vivos- disse e eles arregalaram os olhos- Angel liga para ele, fala que você vai jantar lá e vai levar mais quatro pessoas com você, fiquem despreocupados vou triplicar a segurança de vocês

-Como isso Justin? -Megan perguntou

-Ele vai saber com quem está se metendo, e vocês vão ser bem irônicos com ele, e eu pessoalmente vou declarar guerra a ele- eles assentiram

 

Angel POV

 

Estava me arrumando para o jantar, Peter achou estranho mas logo concordou.

Resolvemos que no jantar iriam meus pais, eu e o Justin o Ethan e a Caitlin, mas é claro com mais de 100 seguranças.

-Já está pronta? -Cait disse entrando no quarto

-Quase, só vou passar maquiagem nesses cortes- disse e ela assentiu

Comecei a fazer a maquiagem e assim que acabei coloquei a cinta liga e a arma em seguida.

Desci as escadas e estavam todos lá.

-Prontos? -Justin perguntou e nós assentimos

Seguimos para os carros e fomos sentido a casa do Peter.

Esse filho da puta vai se arrepender de ter se metido com a minha família.

Estacionamos nossos carros e descemos.

Paramos todos na porta da casa dele e nos olhamos.

Toquei a campainha e não demorou muito a empregada atendeu.

-Podem entrar- ela disse e nós entramos, ela não deve saber quem são meus pais ou o Justin.

Peter e Lucy estavam sentados de costas na sala.

-Olá meu querido irmão- meu pai disse e na mesma hora Peter se virou- Um jantar em família, quanto tempo não?

Peter na mesma hora fechou os punhos e a Lucy arregalou os olhos.

-Eu estou morrendo de fome- Justin disse irônico

Nos sentamos na grande mesa e o Peter se sentou.

Um bom começo ele não nos mandou embora.

-Vocês estão vivos? -pela primeira vez ele se pronunciou

-Não se faz de idiota- disse- Cadê o Millar e o Matthew para nos fazer companhia?

-Olha você me subestimou em Angelina- ele disse e eu ri

-Que família bonita eu conquistei em maninho, uma esposa perfeita que me deus dois filhos lindos como podem ver- ele sorriu para mim e para o Ethan- E agora claro me deram Caitlin como nora que é uma excelente garota, e o Justin um ótimo genro também, logo logo eu terei netos que maravilhoso não? -meu pai riu irônico

-Só vim te dar um aviso- Justin disse e se levantou, nos levantamos em seguida- Que vença o melhor Peter- ele piscou para o Peter e saiu com a gente logo trás.

-Por que mudou o plano? -meu pai perguntou

-Chris mandou uma mensagem, ele disse que os homens dele estavam prontos para o ataque, precisamos dar o fora daqui- ele disse e eu entrei no carro com ele e os outros entraram nos seus carros.

Justin acabou de declarar guerra ao Peter, e se tem uma coisa que o Peter não aceita é ser ameaçado, ele não vai deixar por isso mesmo.

Pelo que conheço ele, ela vai infernizar o Justin até conseguir o que quer.

-Já sei o que está pensando- Justin disse colocando sua mão na minha perna- Eu não tenho medo dele Angel, ele não me assusta

-Nossas vidas vão virar um inferno Drew- disse e ele assentiu

-Babe você só se esqueceu de uma coisa, eu sou o demônio em pessoa- ele sorriu maldoso



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...