História Real Love Dramione. - Capítulo 21


Escrita por: ~

Postado
Categorias Harry Potter
Personagens Arthur Weasley, Astoria Greengrass, Blásio Zabini, Daphne Greengrass, Draco Malfoy, Fred Weasley, Gina Weasley, Harry Potter, Hermione Granger, Jorge Weasley, Lucius Malfoy, Luna Lovegood, Molly Weasley, Narcissa Black Malfoy, Pansy Parkinson, Ronald Weasley
Tags Blinny, Dramione, Hansy, Luny, Rarmione
Visualizações 392
Palavras 1.725
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Magia, Mistério, Romance e Novela, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Estupro, Insinuação de sexo, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 21 - A Lunch And A Pinch Of Jealousy.


Draco já se encontrava encarando o rapaz de olhos azuis a sua frente, os mesmo olhos que o encaravam com serta raiva :

_ O que faz em minha sala Potter ? Até onde eu sei, entrar na sala dos outros sem bater é falta de educação. Ironiza o loiro.

_ Não me venha com suas gracinhas Malfoy, se estou aqui é por que seu pai me pediu para avisar você da reunião que teremos daqui dez minutos. Não se atrase. Informa Potter saindo da sala.

_ Mas era só o que faltava, o santo Potter querendo me da ordens, mais isso não vai ficar assim. Garante o loiro para si mesmo.

Draco foi o quanto antes para a reunião, o mesmo estava com pressa já que havia combinado de levar uma serta castanha para almoçar, nada poderia dar errado ou seu plano de conquistá-la iria por agua abaixo.

Hermione esperava ansiosamente por seu marido, estava finalmente se dando bem em relação a seu casamento com o loiro, mas ainda sentia algumas duvidas em relação a Harry. As vezes ela sentia uma serta culpa afinal, não se pode amar duas pessoas ao mesmo tempo :

_ Há, você está aqui querida, meu filho mandou lhe avisar que irá se atrasar mais um pouquinho por conta da reunião que marcaram de ultima hora. Informa Narcisa ao se aproximar.

A castanha apenas assentiu. Logo veio uma ideia em sua mente, estava sentindo saudades da família, e com tinha um tempinho livre decidiu que os visitaria.

_ Dona Narcisa eu vou sair rapidinho, se o Draco chegar e perguntar por mim pode avisar a ele que eu estarei na casa dos meus pais. Pede Mione.

_ Mas é claro querida, pode ir tranquila viu. Garante Narcisa.

Por conta dos últimos acontecimentos Hermione ficaria mais alguns dias sem ir para a empresa, quando estivesse cem por cento bem.

A reunião estava tensa, eram discuções para todos os lados, para Draco estava sendo um tanto incomoda, Harry não parava de encará-lo, aquilo estava tirando-o do serio :

_ Já quem não têm mais nada a resolver, com licença eu me retiro. Informa o loiro saindo da sala.

Hermione havia acabado de chegar na casa de sua família, seu rosto continha uma felicidade imensa de estar ali, a castanha bateu lentamente na porta, um dos elfos domésticos da família foi quem a abriu :

_ Entre Senhorita Weasley, vou avisar a sua mãe que está aqui. Adverte o elfo.

Alguns minutos esperando uma serta ruiva veio correndo descendo as escadas envolvendo-a em um abraço apertado que  transmitia saudade :

_ Mi senti tanta sua falta. Confessa Gina.

_ Eu também senti a sua, bem, de todos aqui. Responde a castanha.

_ Filha que bom que veio nos fazer uma visita. Confessa a Senhora Weasley caminhando em sua direção, também envolvendo-a com um abraço.

_ Estou muito feliz de estar aqui mamãe. Garante Mione.

_  Vem, vamos para o meu quarto, tenho tantas coisas pra te contar. Pede a ruiva empolgada.

Hermione apenas assentiu seguindo a irmã, ambas correram até o quarto, ao adentrarem sentaram-se na ponta da cama uma de frente para a outra :

_ Mi você não vai acreditar, eu estou apaixonada. Confessa Gina com um serto brilho nos olhos.

_ Minha nossa Gina ? Serio por quem ? Pergunta uma Mione curiosa.

Na mesma hora ruiva fechou a cara, estava pela primeira vez um pouco insegura de revelar a irmã por quem estava apaixonada:

_ O que foi ? Pergunta a castanha novamente.

_ É que você não o conhece Mi. Responde a ruiva.

_ Precisamos conhece-lo Gina. Espero que seja de boa família, não me leve a mal, mas não quero que aconteça com você o mesmo que comigo. Informa a castanha.

_ Não se preocupe, quanto a isso não tem problema, a família dele tem tantos prestígios quanto a nossa.  Responde Gina voltando com a empolgação. Mas e você Mi, como anda ? Pergunta a ruiva curiosa.

_ Bem, pela primeira vez desde que entrei naquela casa eu me sinto feliz. Confessa Mione.

_ Hum e posso saber o que levou a isso ? Pergunta Gina com seu famoso olhar malicioso.

_ Nem vem Gina. Draco e eu finalmente nos acertamos. Conta a castanha soltando um leve suspiro.

_ Espere ai, você e o Malfoy de boa e sem brigar ? Essa é novidade. Brinca a ruiva fazendo ambas caírem na gargalhada.

_ Eu posso saber o motivo de tanta risada ? Pergunta Rony aparecendo na porta do quarto. Mi você voltou, senti sua falta. Confessa a ruiva caminhando em direção a irmã puxando-a para um abraço.

_ Também senti a sua Ron. Como está ? Pergunta Mione.

_ Mas ou menos, sinto a falta de uma serta pessoa sabe. Confessa o ruivo sentindo suas bochechas corarem.

_ Quando ele diz uma serta pessoa quer dizer a prima do Malfoy a Luna. Garante Gina fazendo o irmão corar ainda mais, ambas deram risada.

_ Não se intrometa Gina. Responde o ruivo fingindo estar zangado.

_ Não se preocupe Ron, a Luna chega depois de amanhã, Draco e eu nos oferecemos para busca-la, se quiser pode ir com a gente. Sugere a castanha.

_ Mesmo ? Quer dizer, por que não. Responde o ruivo fingindo indiferença.

_ Com licença Senhorita, sua mãe mandou avisá-la que seu marido está aqui. Informa o elfo.

_ Ele chegou, bom eu tenho que ir, Ron depois de amanhã apareça por volta das dez da noite para irmos buscar a Luna. Tchau gente. Diz a castanha despedindo-se de seus irmãos.

_ Isso ai Mi, aproveita mesmo o gostoso do Malfoy. Grita Gina. Desta vez Hermione quem ficou corada.

A castanha descia as escadas delicadamente, Draco estava sentado esperando-a, uma situação inconveniente estava para acontecer. O loiro conversava animadamente com Pansy que parecia estar bem a vontade :

_ Draco ! Grita a castanha.

_ Querida já vai ? Por que não ficam para o almoço. Sugere Molly.

_ Hoje não vai dar mãezinha, Draco me convidou para almoçarmos fora. Informa a castanha.

_ Está bem, mas o convite continua de pé, venham almoçar um dia desse com a gente. Convida a Senhora Weasley novamente.

_ Pode deixar. Responde Mione despedindo-se da mãe.

_ Tchau Draco. Diz Pansy dando um beijo no rosto do loiro.

Draco apenas assentiu meio sem graça:

_ Até logo priminha. Ironiza Pansy virando-se para Hermione.                       

_ Até logo Pansy. Responde Mione puxando Draco para o lado de fora.

O loiro nunca havia a visto daquela forma, com ciúmes, não podia negar estar adorando tudo aquilo :

_ Você e a Pansy pareciam bem a vontade conversando. Diz a castanha.

O loiro apenas a encarava com um sorriso zombeteiro :

_ O que foi não vai falar nada ? Pergunta a castanha.

_ Hilário ver sua cara, você fica linda com ciúmes sabia. Responde o loiro.

_ Eu não estou com ciúmes. Garante a castanha.

_ Sei. Diz Malfoy bem baixinho, o que não passou por despercebido.

Draco a levou para almoçar fora como o combinado, o loiro já havia reservado uma mesa ao lado de fora do restaurante pois sabia o quanto Hermione gostava de almoçar ao ar livre. Quando sentaram-se logo veio o garçom com o cardápio :

_ Desejam pedir alguma coisa ? Pergunta o mesmo.

_ Uma garrafa de champanhe por enquanto. Responde Draco.

O garçom apenas assentiu saindo em seguida :

_ Draco eu não bebo. Adverte Mione.

_ Mas hoje você vai beber, estamos comemorando um passo muito grande em nossa vida, temos que comemorar  a nossa reconciliação. Diz o loiro.

_ Está bem, mas só um pouco.  Afirma a castanha.

Ambos se encaravam sorridentes, por segundos Draco pegava em sua mão e a beijava, fazendo Hermione rir com aquele ato. Logo sentou um rapaz próximo a sua mesa,  que não passou despercebido pelo casal sendo de quem se trata :

_ Essa não, até aqui ele nos persegue . Afirma Draco fechando a cara ao ver quem estava próximo na outra mesa.

Ao cruzar seu olhar com um par de olhos azuis, Hermione sentiu todas aquelas coisas novamente, só que diferente das outras vezes. Potter se levantou na mesma hora com a intenção de cumprimentar o casal:

_ Mas que coincidência nos encontrarmos aqui. Diz o mesmo.

_ Triste coincidência. Resmunga Draco mais para si.

_ Boa tarde Potter ! Diz Mione friamente.

_ Boa tarde Malfoy, Hermione. Não se preocupem não quero atrapalhar . Diz Harry voltando a sua mesa.

_ Qual é a desse cara, aonde vamos ele sempre aparece, parece até que está nos seguindo Resmunga Malfoy.

_ Impressão sua, para de olhar para ele, viemos aqui almoçar, por favor eu não quero brigar. Pede a castanha.

O clima não estava nada agradável, volta e meia Draco observava Harry olhando para Hermione, o loiro via que sua esposa parecia desconfortável com aquilo :

_ Para mim já chega, vamos. Diz o loiro se levantando.

_ Mais porque ? Nós ainda nem almoçamos. Responde Mione.

_ Podemos ir a outro lugar, não quero mais ficar aqui, esse cara não tirou os olhos de você desde que chegou. Informa Draco.

_ Nada a ver, isso é coisa da sua cabeça, deixa ele pra lá, viemos aqui para ter um tempinho só para nós não se lembra. Afirma a castanha.

_ Eu sei, mas esse cara me tira do serio. Responde Draco.

Hermione deu um passo a frente ficando de frente para o loiro envolvendo-o com um beijo rápido e calmo. Harry apenas os observava com uma serta raiva. Quando Draco voltou a encará-lo, Potter já não estava mais ali, o loiro deu um sorriso vitorioso :

_ Pensando bem vamos ficar, estou morrendo de fome. Diz o mesmo voltando a se sentar.

Hermione balançou a cabeça sorrindo, sentando em seguida. Olhou na direção onde se encontrava a mesa em que Harry Potter estava, mas o moreno já havia ido embora, não pode deixar de sentir-se um pouco incomodada com isso.

Depois do ocorrido o almoço seguiu normalmente, antes de voltar a empresa, Draco levou Hermione para a casa, ambos se despediram com um beijo calmo, porém mais demorado. Por fim o loiro voltou para a empresa deixando uma Hermione parada em frente a porta da enorme mansão, soltando um longo suspiro.

 


Notas Finais


Amei a Mione com ciumes do Draquinho.
Que fofo o Rony com saudades da Luna. O que acharam desse capitulo ?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...