História Real lovers - Capítulo 1


Escrita por: e aquatic

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V)
Tags Bangtanboys, Bts, Fakeenemies, Jin, Jinappreciation, Jinharemweek1_app, Seokjin, Taehyung, Taejin, Vjin
Visualizações 167
Palavras 2.356
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ficção Adolescente, Fluffy, LGBT, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Slash
Avisos: Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Sinopse provisória.
História para o JIN HAREM WEEK e ainda dá tempo de tentar participar.

Espero que gostem.

Capítulo 1 - Capítulo Único


Seokjin e Taehyung estavam ambos no terceiro ano, e já namoravam por cerca de um ano, mas se conheciam há mais tempo. E vamos dizer que no começo eles não tinham lá uma relação muito boa, mas tudo graças a seus colegas que fizeram com que os garotos criassem certa rivalidade, e olha, por motivinhos bem bestas e idiotas, que no caso eram quem é a pessoa mais popular da escola e melhor ator do grupo de teatro. Ambos faziam parte de grupos de teatro diferentes no local, e por alguma razão desconhecida seus colegas resolveram que eles precisavam ser inimigos.

Seokjin realmente tentava entender como ele foi capaz de não gostar de alguém, que até então não conhecia, por motivos tão toscos, principalmente esse alguém sendo Taehyung. Mas para o resto de seus colegas essa rivalidade ainda existe, já que os dois rapazes acham mais excitante o sentimento de namorar escondido, pelo menos é o que dizem.

Caso esteja curioso sobre como eles foram de inimigos para amantes, quando eram (supostos) inimigos declarados, a resposta é álcool, bem simples.

Em uma das festinhas dada por um dos colegas riquinhos da classe de Seokjin, onde todos os alunos do terceiro ano foram convidados. Os rapazes passaram um pouco da conta no álcool e ficaram bêbados e de alguma forma (que ainda não possuem certeza de como) acabaram ficando juntos. Mas não é como se não fossem nem um pouquinho atraídos um pelo outro, já haviam assumido para seus respectivos amigos que achavam um ao outro meio atraente (isso ocorreu depois de finalmente se conhecerem em um evento na escola).

No dia seguinte a festa, Taehyung apenas sabe que acordou na cama de Seokjin (e até hoje não lembra em que momento foram parar lá) com dor de cabeça e com vontade de repetir (sim, se lembrava da noite com o outro rapaz), vontade essa que Seokjin também compartilhava.

Então eles simplesmente viraram colegas de foda, decidiram por hora ignorar a história de inimigos (mesmo sem razão para tal) e começaram a ter encontros esporádicos que inicialmente tinham apenas uma finalidade. Normalmente apenas mandariam uma mensagem para outro com um horário e se encontrariam, seja na própria escola ou na casa de Seokjin, que passava mais tempo sozinho em casa. Mesmo que se encontrassem apenas para isso, logo se tocaram que não tinham motivos para não gostarem um do outro.

Porém quando outros sentimentos começaram a surgir, os encontros passaram a não ser exclusivamente para que dormissem juntos, e se transformaram em apenas momentos para que pudessem passar um tempo juntos se divertindo (e muitas vezes nem chegava a envolver sexo).

Considerando o fato de apenas terem sido inimigos por culpa de seus colegas, os dois rapazes assumiram seus sentimentos de forma bem madura. Taehyung admitiu seus sentimentos mais rapidamente (após conversar com Jimin) e seguindo os conselhos do melhor amigo, apenas se declarou para Seokjin. Não foi nada especial, os dois estavam deitados na cama do mais velho, conversando, e Taehyung simplesmente revelou tudo. E agora eles estão aí, dois pombinhos apaixonados.

Mesmo quando se encontravam escondidos apenas para foder já achavam divertido o sentimento de fazer algo que ninguém imaginava, quando começaram a namorar então… Por isso continuaram a se relacionar escondido.

Embora o namoro dos dois rapazes seja escondido, todos sabem que eles estão em um relacionamento, só não sabem exatamente com quem. Isso acontece porque Taehyung realmente gosta de tirar fotos e postá-las no instagram de ambos, o tal do lovestagram. Taehyung gosta de postar fotos fofinhas de seus passeios com Seokjin, e mostrar o quanto ele está feliz.

Mas eles não entendem como ninguém descobriu até hoje, tipo, ninguém nunca teve a ideia de ligar as postagens de um com o outro? Nunca notaram as escapadas ao mesmo tempo? Ou eles realmente acham que os dois se odeiam e são inimigos por um motivo tão fútil quanto popularidade?

Mas, obviamente, existiam pessoas que sabiam do relacionamento, vulgo seus amigos mais próximos (que alias, achavam uma idiotice toda à história de namorar escondido) e até mesmo seus pais. E Seokjin até chegava a achar que sua mãe gostava mais de Taehyung do que de si, o que gerava alguns mini ataques de ciúmes, só não tinha certeza de quem.

+

Era sábado, e Seokjin e Taehyung assim como o resto de seus colegas de escola tinham uma festa para ir (dada por outro aluno em comemoração a formatura). Festa na qual eles se encontravam bastante animados, pois já tinha um tempinho que haviam ido a uma, e ainda por cima sem precisarem pagar por nada.

Os dois rapazes já estavam juntos na casa do mais novo para poderem se arrumar, já que iriam juntos, mas chegariam ao local da festa separados com seus respectivos amigos e depois voltariam a se encontrar escondido por lá, como sempre.

A festa estava ocorrendo como várias outras que os rapazes já haviam ido, mesmo estando separados na maior parte do tempo se divertiam da mesma forma, se encontrando algumas vezes para poder trocar alguns beijos.

Como acontecia agora.

Na parede de um dos corredores que possuía pouca luz e que acreditavam estar vazio, Seokjin e Taehyung se beijavam com fervor. O mais velho estava encostado na parede com Taehyung a sua frente, o mesmo que tinha uma de suas pernas no meio das do outro, levantando a perna levemente e pressionando sua coxa naquela região mais sensível de Seokjin e se movia devagar na do mais velho. 

Os dois rapazes estavam muito entretidos entre si para notar que uma outra pessoa havia chegado ao corredor, essa que os encarava boquiaberta pela surpresa e tentava não fazer nenhum barulho, enquanto pegava o celular e tirava fotos da cena. Após checar rapidamente a qualidade das imagens, vendo se era possível reconhecer os rapazes e tratou de sair rapidamente dali.

O resto da festa seguiu normalmente como antes, com ambos os rapazes se divertindo com seus respectivos amigos. Nenhum deles imaginando em qualquer momento que haviam sido pegos e a pessoa tinha provas sobre seu relacionamento (se assim deduzisse).

+

Quando chegaram à escola naquela manhã fria de segunda feira, mesmo separados, notaram rapidamente que os outros alunos os encaravam muito mais do que o de costume e cochichavam entre si em seus grupinhos, não obtendo muita eficiência em disfarçar os comentários.

Mesmo distraído, Seokjin tinha consciência de todos os olhares e cochichos, embora ainda fosse cedo demais e seu rosto ainda estivesse inchado de sua noite de sono. A única possibilidade que passou em sua cabeça para já estar chamando tanta atenção tão cedo era que havia feito algo na festa de que não se lembrava, ao contrário de seus colegas.

Seokjin apenas desejava chegar logo a sua sala e poder cochilar só mais um pouquinho, já que precisou sair mais cedo de casa naquele dia. Sua mãe tinha que sair e consequentemente ele precisaria também, considerando que aquela era sua carona.

O rapaz já ouvia vários “aleluias” em coro em sua própria cabeça quando começou a se aproximar da sala, mas o cântico foi cortado ao ser puxado pelo braço de repente.

Viu que era Taehyung, mas não fazia ideia do porque o garoto mais novo já estar ali. E nem o porquê de ele estar ali o arrastando na frente de todos, mas de qualquer forma, resolveu não questionar e deixou que o levasse.

Os dois rapazes foram parar em uma sala, que pelo menos naquele horário se encontrava vazia e não tinha risco de alguém os pegar ali.

Seokjin e Taehyung estavam agora parados de frente um para o outro, enquanto o mais novo estava encostado na parede com Seokjin a sua frente, mas ele só queria dormir.

A próxima ação normal a ocorrer seria um beijo, mas no caso foi Seokjin se escorando no corpo do namorado enquanto colocava a cabeça em seu pescoço e rodeava com os braços a sua cintura. Era uma posição até confortável para Seokjin e poderia até adormecer ali de boa.

 

— Você tá com tanto sono assim? — Taehyung começou, enquanto passava os dedos pelo cabelo de Seokjin, que agora realmente acreditava que poderia dormir. — Quer faltar esse horário, hyung? — Seokjin concordou enquanto murmurava um sim.

 

Seokjin sentiu Taehyung lhe afastando e logo em seguida começava a ser puxado novamente, sendo empurrado para sentar em uma cadeira.

 

— Eu não sei por que razão, mas aqui tem esses colchões de ginástica, eu vou arrumar alguns e você pode dormir tá?

 

Seokjin não respondeu até porque nem prestava tanta atenção assim. Não sabia quantas vezes já tinha acontecido até aquele momento, mas já estava sendo puxado novamente e logo em seguida deitado em algo que era consideravelmente confortável, e tinha sua cabeça apoiada nas coxas de Taehyung, que já lhe acariciava o cabelo novamente. Em poucos minutos, Seokjin já caia no sono.

Taehyung decidiu adiar o assunto na qual queria falar por algum tempo.

O rapaz moreno apenas começou a despertar quando começou a sentir, o que parecia serem beijos, pelo menos tinha essa sensação, sendo distribuídos por seu rosto.

 

— O segundo horário já está quase começando, é melhor acordar. — Seokjin ouviu a voz baixinha e rouquinha de Taehyung lhe dizendo. Ele só queria poder dormir mais.

 

Seokjin não havia nem aberto seus olhos ainda quando sentiu os lábios macios de Taehyung contra o seu, lhe beijando devagar. O mais velho já estava praticamente totalmente despertado quando Taehyung voltou a falar.

 

— Hyung, todos já sabem. — Vendo a feição que expressava dúvida e surpresa de Seokjin logo continuou. — Sobre a gente.

— E como ficaram sabendo? — Disse ao se sentar.

— Alguém tirou uma foto na festa.

— Mas quando, se nunca tinha ninguém?

— No corredor.

— Mas não...

— Que a gente tenha visto.

— Hm, não é como se eu realmente me importasse, sabe? Já estava passando da hora disso acontecer mesmo. — Disse se aproximando para deixar mais um beijo nos lábios de Taehyung e depois voltando a se deitar.

 

E Seokjin realmente não se importava, sim, era divertido fingir que eram inimigos e coisa e tal, mas já tinha percebido a bastante tempinho que Taehyung já não queria que seu relacionamento fosse escondido, mesmo o mais novo nunca tendo tocado no assunto consigo.

No início, Taehyung de fato não se importava com o relacionamento dos dois sendo escondido e achava divertido, mas com o passar dos meses, com o quão mais sério eles ficavam, começou a ficar incomodado e tinha ainda mais vontade de revelar para todo mundo a pessoa que ele gostava. No entanto nunca realmente teve coragem de questionar abertamente sobre o assunto com Seokjin, não sabia o porquê disso, principalmente lembrando-se da facilidade que teve ao revelar seus sentimentos pelo mais velho.

Mas Seokjin percebeu e teve certeza sobre a vontade de Taehyung, quando o rapaz começou a demonstrar claramente e publicamente seu ciúmes em relação ao mais velho.

Seokjin sempre teve consciência de que tinha muitos admiradores espalhados pelo colégio, assim como Taehyung, mas ele nunca ligou muito para isso, porque em momento algum isso havia o atrapalhado em algo.

Contudo, em certo momento, Seokjin passou a notar que Taehyung começara a ter ciúmes de si, sendo tanto com meninos quanto com as meninas, e às vezes acabava não conseguindo disfarçar e demonstrava.

Seokjin é representante de todo o último ano, então quando alguém precisa de ajuda com algo, normalmente os outros estudantes irão até ele, e ele sabe que muitos nem precisam de ajuda em nada, mas ele ainda os “ajudava” de qualquer forma, era seu papel afinal. E às vezes alguns deles eram bem receptivos e despejavam sorrisos, olhares e toques em si.

Taehyung não ficava ciumento apenas vendo Seokjin com outras pessoas que podiam lhe demonstrar afeto abertamente, como também pensando no fato de que no próximo ano iriam para a faculdade e seu namorado receberia muito mais atenção e poderia achar alguém melhor que si.

Seokjin começou a perceber Taehyung por perto quando estava no corredor ou pátio ajudando alguém e em como sua feição mudava em alguns minutos e seus amigos pareciam ficar olhando de si para o outro enquanto davam risadas. E então Taehyung iria aparecer mal-humorado para seus encontros escondidos, e lhe daria respostas curtas e pequenas indiretas relacionadas aos outros alunos.

Então pelas pequenas indiretas do mais novo e de amigos, Seokjin percebeu que o que Taehyung tinha mais ciúmes era do fato de que aquelas pessoas podiam tocá-lo livremente, mandar sorrisos e olhares bonitos para ele e ninguém ficaria falando disso, e Taehyung queria o mesmo.

 +

Taehyung já era feliz com Seokjin quando namoravam escondido, mas agora que podia mostrar para todo mundo conseguiu ficar mais feliz ainda. O rapaz era alguém bem afetuoso, que gosta de ser carinhosos com todos as sua volta, então poder beijar e abraçar Seokjin em qualquer lugar, incluindo a escola, era algo que lhe agradava demais.

Em seu primeiro encontro após finalmente revelar seu relacionamento, o primeiro pensamento que vinha a mente de Taehyung era: Eu vou poder finalmente postar fotos sem tampar nossos rostos. O rapaz estava realmente feliz com esse acontecimento, poder fazer coisas normais que casais costumam fazer.

Poderem ir ao cinema, parques, sorveteria, clubes e em outros lugares sem se preocupar se seriam vistos ou não por um conhecido da escola. Tirar fotos de mãos dadas, com o rosto sujo de sorvete, dando comida um para o outro e todas as outras milhares de formas clichês de casais tirarem fotos. E em todas ficando bem óbvio quem é seu acompanhante.

No final viraram o casal da escola.

+

— Então, eu sou amigo dos dois, e vou ser bem honesto agora. — Yoongi disse olhando a cara de um para o outro. — Vocês são bem otários.

— O que? Por quê? — Perguntaram em uníssono sem entender o amigo.

— Qual é, né? Vocês ficaram meses escondendo o próprio relacionamento porque todos achavam que vocês eram inimigos, se isso não é ser otário, o que é?

 

Tanto Seokjin quanto Taehyung concordavam, mas não podiam deixar uma chance de implicar com Yoongi passar, por isso o mais novo dos três respondeu:

 

— Você olhando para Jeongguk é um bom exemplo.


Notas Finais


A minha ideia inicial para a história não era exatamente essa, mas eu gostei e espero que tenham gostado também. Mas eu ainda vou escrever outra fake enemies que vai ficar do jeitinho que eu quero.

E sobre esse final aberto para uma yoonkook, eu só tive a ideia para o final mesmo, então não sei se vai acontecer.

Até mais ^^


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...