1. Spirit Fanfics >
  2. Realidade de muitos >
  3. Uma péssima escolha

História Realidade de muitos - Capítulo 9


Escrita por:


Capítulo 9 - Uma péssima escolha


DUAS SEMANAS SE PASSARAM

Eduarda onn

Vou falar hoje com o Júnior e o Ricardo um dos dois é o pai do bebê que carrego em meu ventre, eu tomo um banho e coloco um vestido colado e um pouco curto,depois que terminei de me arrumar fui na casa do Júnior, cheguei lá toquei a campainha e ele abriu a porta

Júnior: Você? Como você sabia onde eu morava?

Eduarda: eu perguntei a umas amigas, posso entrar?

Júnior:(olha para um lado e para o outro da rua e me puxa pra dentro) oque você quer? Quer repetir aquela noite?

Eduarda: não né, eu vim conversar

Júnior: vou logo avisando, eu transei sem sentimento, espero que não esteja apaixonada

Eduarda:(Baixa a cabeça e começa a chorar) eu tô grávida 

Júnior: oque eu tenho com isso?

Eduarda: você pode ser o pai

Júnior:eu não tenho nada com isso não garota, quem gozou primeiro foi o Ricardo, o filho pode ser dele, e se for meu nem conte comigo, eu não mandei você não se previnir, e transou com nois porque quis

Eduarda: pelo amor, não faz isso comigo, como vou dizer aos meus pais

Júnior: eu posso te dá o dinheiro para aborta(vai até a estante e pega 50 reais)tá aqui

Eduarda: esse é o preço pra aborta?

Júnior: em uma clínica clandestina, custa em torno de 80, a 100 reais, aí você se vira, pede dinheiro ao Ricardo

Eduarda: mas... Isso deve doer, eu tenho medo

Júnior: que nada deixa de frescura, vem cá (Ele pega na minha mão) se você aborta eu até penso em ficar com você, tipo... Namorar, eu realmente não posso ter um filho agora

Eu levanto e vou embora na casa do Ricardo, chego lá bato na porta e a mãe dele atende

Mãe do Ricardo: oi? Oque você deseja?

Eduarda: falar com seu filho o Ricardo

Mãe do Ricardo: tá certo querida, entra

Eduarda: licença

A mãe dele me leva até o quarto dele e nois deixa a sós 

Ricardo: Eduarda (Ela levanta assustado) oque você está fazendo aqui?

Eduarda: vim ter uma conversa séria com você

Ricardo: Comigo? Sobre oque?

Eduarda: vou logo ao ponto do assunto, eu estou grávida

Ricardo: Eu sou o pai? Aborta

Eduarda: Vcs são uns monstros mesmo

Ricardo: um filho vai acabar minha vida

Eduarda: e um aborto pode acabar duas(chorando)

Ele levanta e me entrega 50 reais, igual o Júnior

Ricardo: toma, pra você pagar o aborto em alguma clínica clandestina, o resto você que paga

Eduarda: eu não posso fazer isso 

Ricardo: tanto pode quanto deve, agora vai embora, eu tenho mais oque fazer

Eu saio da casa dele chorando e vou para minha casa, quando chego em casa tem mensagem do Júnior

Júnior: Eu sei onde tem uma clínica clandestina, custa 100 reais o aborto, se você quiser eu te levo no carro do meu pai

Eduarda: tudo bem, eu aceito fazer esse maldito aborto

Júnior: então eu vou marca o aborto, irei ligar agora pra saber o horário que iremos

Eduarda: ok tchau

Passou-se horas o Júnior me ligou dizendo que a gente ia pela manhã de 10 horas na clínica

No dia seguinte, dia do aborto, eu acordei super nervosa, estava planejando dizer a maju que eu perdi o bebê, peguei o celular e mandei uma mensagem para ela 


Eduarda: Oi maju

Maju: oi Duda, já tá acordada RS logo vc

Eduarda: pois é

Maju: como está a gravidinha mais linda desse mundo?

Eduarda: Eu tô bem amiga... E você?

Eu começo a chorar

Maju: tô super bem, quando for fazer os primeiros exames do bebê me chama pra ir junto, vou te ajudar em tudo

Eduarda: É... Obrigada amiga, agora eu tenho que ir, tchau eu te amo, obrigada por tudo, e meu bebê Também te ama, ele disse "Adeus titia"

Maju: Nunca se diz adeus miga, tchau tbm te amo


Eu tomo um banho e coloco um vestido para ficar mais fácil no aborto, pego o dinheiro pego uma bolsa e meu celular, passou uns minutos o Júnior chegou de carro buzinando na frente da minha casa, e saio entro no carro e a gente vai na clínica clandestina, quando a gente chega lá...

Júnior: deixas seus objetos valiosos aqui comigo, você sabe como é, isso é uma clínica clandestina, vc vai ficar anestesiada, é capaz que eles te roubem

Eduarda: mas... Você não vai entrar comigo?

Júnior: eu tenho mais oque fazer, toma aqui o dinheiro pra pegar um táxi, quando chegar em casa me liga pelo telefone fixo, eu vou lá e te entrego suas coisas, agora vai logo para não perder a vez

Eduarda:(Chorando) tudo bem

Eu deixo meus pertences com ele e vou para dentro da clínica, eu pago na recepção e fico sentada esperando

paciente: É seu primeiro aborto? Você me parece nervosa

Eduarda: sim, o seu tbm é o primeiro?

Paciente: sim, meus pais me obrigaram a aborta, os seus também te obrigaram?

Eduarda: não, meus pais nem sabem

Eles chamam meu nome, e me despeço da moça que estava conversando, eu entro na sala e...


Médico: Eduarda, tira essa roupa e coloca essa, e não se esqueça de por a touca

Eduarda: ok

Eu me troco e ele me manda deitar na maca

Médico: deite e conte comigo de um até 10. 1

Eduarda 2,3,4,5,6(ficando fraca)7,8 (quanse apagando) 9, (Lábios secos) ,10( totalmente anestesiada)

Eu começo a ter um sonho, onde estou casada com o Júnior, a gente parecia muito feliz, e no sonho ele diz que sonha em ser pai, eu chego nele e lê dou uma notícia

Júnior: eu não acredito é sério?

Eduarda: Simmm, tô gravidissima meu amor

Ele se ajoelha e beija minha barriga, do nada o sonho já vai para parte onde o neném já nasceu...

Enfermeira: Ela está tendo uma hemorragia muito forte, oque a gente faz, os esquipamentos de respiração estão sem funcionar

Médico: deixe me vê, Me passa as gazes, ESSA DESGRAÇA VAI MORRER

No meu sonho eu estou muito feliz... 

Narrador onn

A Eduarda está pálida, da uma abrida em seus olhos um sorrisinho e seus últimos suspiros

Enfermeira: Os pulsos dela pararam

Médico: ELA MORREU, mandem os outros pacientes embora, vamos abandonar o local

Enfermeira: oque fazemos com o corpo dela?

Médico: ela veio com alguém?

Enfermeira: ela veio sozinha senhor

Médico: vamos jogá-la em um lixão


O médico safado pega o corpo que já está gelado de Eduarda, e leva ela a um lixão que havia ali próximo, e a joga como se ela fosse um lixo 


Continua...


Notas Finais


Na minha opinião aborto é crime, não estou incentivando ninguém a nada, aborto só em casos de estrupo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...