História Realizações... O verdadeiro amor! - Capítulo 50


Escrita por:

Postado
Categorias One Piece
Personagens Alvida, Arlong, Bellemere, Boa Hancock, Cavendish, Coby, Crocodile, Donquixote Doflamingo, Dracule Mihawk, Edward Newgate (Barba Branca), Eustass "Captain" Kid, Franky, Genzo, Gol D. Roger, Jewelry Bonney, Kalifa, Koala, Monkey D. Dragon, Monkey D. Garp, Monkey D. Luffy, Nami, Nefertari Vivi, Nico Olvia, Nico Robin, Nojiko, Personagens Originais, Portgas D. Ace, Portgas D. Rouge, Rebecca, Roronoa Zoro, Sabo, Sakazuki (Akainu), Sanji, Smoker, Tashigi, Trafalgar D. Water Law, Usopp, Yasopp
Tags Ação, Amor, Big Mom, Charlotte Lilin, Kaidou, Kaidou Das 100 Feras, Luffy, Luffy X Nami, Luffyebonney, Luffyehancock, Luffyekoala, Luffyenami, Luffyenojiko, Luffyeperona, Luffyerebeca, Luffyerobin, Luffyeshirahoshi, Luffyetashigi, Luffyevivi, Luffyxnami, Lunami, Lunami One Piece, Nami, Nico Robin, O Verdadeiro, One Piece, Realizações, Romence
Visualizações 15
Palavras 2.205
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Esporte, Famí­lia, Festa, Ficção Adolescente, Ficção Científica, Hentai, Luta, Mistério, Musical (Songfic), Romance e Novela, Terror e Horror, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Fala meus queridos leitores e leitoras, estou trazendo mais um cap para vcs espero que gostem! Boa leitura a tds!

Capítulo 50 - Meu herói e meu grande amor! Um novo velho inimigo!


Fanfic / Fanfiction Realizações... O verdadeiro amor! - Capítulo 50 - Meu herói e meu grande amor! Um novo velho inimigo!

Realizações… O verdadeiro amor

Último Ato! "IV"

(Saga: Kaidou) Meu herói e meu grande amor… Um novo velho inimigo!

Capítulo: 50

[24/12/2011]


Fujitora: Esse homem… tem as quantidades de um líder, ele é capaz de ficar acima de todos os outros mesmo estando de baixo! --Pensou Fujitora surpreso que ele tinha peito pra encarar Kaidou daquela forma--.


Hiokugyou: Presença, respeito de luta, controle, estas palavras realmente encaixam em um homem destemido como ele, sem contar a coragem! --Pensou Hiokugyou enquanto acariciava sua barba do queixo--.


Kaidou: Quando estiver de joelhos diante de todos que te consideram um líder, acabado parecendo um saco surrada, será que vai ter essa marra toda? --Kaidou perguntou sorrindo diabolicamente--.

(///Flashback π OFF///)



Luffy: Naquele dia, descobri que aquele desgraçado era o novo líder dos Rox, fiquei surpreso, mas o que mais me preocupa é o que ele quer fazer! --Luffy falava com a mão no queixo pensativo enquanto eles se dirigiam para um local--.


Law: Não se preocupe meu primo estou investigando bem isso! --Law exclamou--.


Robin: Vamos logo, o enterro vai começas a qualquer momento! --Eles corriam para chegar logo, nevava neste dia--.


(Horas depois Local do enterro)

Monet: Meu pai han lembro-me do quanto ele era alegre e de quando brincava com a gente e fazia piada! --Monet ao lembrar destes momentos, chora-- … 


(///Flashback π ON///)

Dragon: Heee moleque ta de namoradinha nova! --Ele falava afoito--.


Sabo: Vai começar… --Sabo revirou os olhos--.


Monet: Quando o papai começa, ninguém aguenta! --Monet exclamou sorridente--.


Luffy: Calem a boca! --Luffy falava irritado--.


Dragon: Pobre garota ta namorando um velho ranzinza e não percebeu! --Dragon dá um tapa nas costas do garoto gargalhando de tanto rir, e suas palavras fez os demais sorrirem também--.


Carot: Eu também tô namorando papai! --O velho para arregala os olhos--.


Dragon: Que… --Dragon reage com uma cara engraçada que faz todos rirem dele, já Makino só sorria de longe--.

(///Flashback π OFF///)



Monet: … Ele era, e sempre vai ser o meu Herói! Já a Nami, nossa ela foi muito minha amiga, e cada coisa que eu mostrava a ela era um sorriso novo, ela foi minha primeira amiga, ela era doce gentil, sempre querendo ajudar as pessoas, ela me ajudou, ajudou a Robin, o Luffy, a Rebecca, a minha mãe, e ainda ajudou seu irmão gêmeo em um ato de bravura --Ela finaliza suas palavras e sai dali chorando e em seguida Robin queria falar--.


Robin: O tio, era uma pessoa maravilhosa, ele me acolheu em sua casa, em sua família como se eu tivesse passado a vida inteira morando ali, ele me tratou de igual a todos, por isso eu o agradeço tio e onde estiver sabia que o admiro muito! Agora A Nami, ham, foi uma das melhores amigas que fiz a 7 anos, muito tempo de amizade, sem contar que ela era minha rival também… 


(///Flashback π ON///)

Robin: Nossa como ela é linda… Sabe eu não deveria ter desistido do Luffy, deveria ter lutado por ele! --Ela falou sorrindo, achando que nami se irritaria--.


Nami: Ata perdeu se contenta, a chance que você teve de me vencer já passou a anos! --Nami também sorrir e Robin logo rir junto--.


Robin: Você ganhou, mas jogou sujo você deu uma filha para ele! --Ela falou fechando os olhos e fazendo biquinho--.


Nami: Dá licença né gata, deu muito mais do que só uma filha (N/A: Sentiu o duplo sentido da frase skskksksk) --Nami passa suas mãos no seu corpo indo dos seios passando por suas curvas lindas até chegar em suas pernas, insinuando que tudo aquilo era de Luffy--.


Robin: Ainda bem que sou virgem ainda, poderia dá-la a ele! --Ela sorrir maldosa--.


Nami: Acho que ele prefere a experiente aqui… --As duas riem muito--.

(///Flashback π OFF///)


Robin: … Nós vivemos momentos tão bons! --Ela chora bastante e conclui suas palavras, a neve que era pouca neste momento caia com mais força--.


Makino: Ele foi um bom marido, alguém que sempre esteve comigo, mas acho que falhei com ele, mais mesmo assim ele dizia que e amava… 


(///Flashback π ON///)

Drago: Me perdoa maquino, eu me arrependo muito do que fiz… --Dragon é interrompido--.


Makino: Mas fez! --Ela se vira com raiva--.


Dragon: Eu sei que errei mas, independente de tudo saiba que te amo! --Ele falou se ajoelhando--.

(///Flashback π OFF///)



Makino: … Eu tenho vergonha de mim mesma, mas independente de tudo eu o amava muito! Nami a essa garota maravilhosa que eu nos primeiros dois anos de relação dela com o Luffy eu reprovava, por que eu pensava que seria como a irmã, mas no final as duas eram tão diferentes, ela se mostrou uma pessoa tão maravilhosa, de bem com a vida sabe… Foi uma mulher excepcional, uma mãe maravilhosa, e a melhor esposa que eu poderia pedir para meu filho --Ela concluiu com lágrimas que molhava todo o rosto da mulher, ela termina de falar e enquanto dava espaço para outra pessoa prestar homenagem ela lembrava de alguns momentos com Nami--.



(///Flashback π ON///)

Nami: Nossa já era de se esperar né…Você é muito boa com crianças, mas me diz Makino como eu posso ser uma boa esposa para o Luffy? --Ela perguntou um pouco preocupada--. eu me sinto como se estivesse deixando a desejar em todos os aspectos sabe? --A jovem questionava insegura--.


Makino: Nami, não precisa, o sorriso no rosto do Luffy, o quão feliz ele é, ele sacrificou todas as coisas que ele gostava pra viver com você, então pode ter certeza ele te ama e nada vai mudar isso! --Makino falava muito sorridente--.


Nami: Nossa que bom que viramos amigas! É bom ter esse tipo de conversa nunca consegui falar direito com a minha mãe, meu pai sempre impedia e nos últimos anos em que ela esteve comigo, a gente falava mais sobre a gravidez e nunca sobre a minha relação com o Luffy! --Nami falava abraçando a si mesma--.

(///Flashback π OFF///)


Nojiko: Meu pai esse fez muita coisa errada e que não me orgulho, mas mesmo assim é meu pai e… agora ele se foi a dor de perder tanto dói no peito, mas e se manter firme e forte por quem eu amava!  Nossa eu não sei nem por onde falar, a Nami teve que crescer muito cedo, sempre foi o exemplo para mim e para o Usopp, ela era tão alegre e contagiante, eu… A admirava, admiro muito ela foi forte até o fim! Minha mãe nem se fala no estado dela, está arrasada, quando o Kid nós deu a notícia ela entrou em choque e está lá internada o Usopp nem pode vir porque ficou cuidando da mamãe no Hospital  --Ela passa mão no caixão vazio chorando muito--.


 

(///Flashback π ON///)

Nami: Nojiko, presta atenção poxa você deixa tudo jogado e sobra para que eu ajeite… --Nojiko interrompe ela--.


Nojiko: Por que não me deixa em paz e some? --Ela perguntou com arrogância--.


Nami: Por que não isso que irmãos mais velhos fazem! --Ela fala brava obrigando a mais nova a se levantar e limpar o quarto-- vamos eu te ajudo, de dois fica mais fácil! --Então as duas se divertiam enquanto arrumava o quarto--.

 (///Flashback π OFF///)




Luffy: Nami, nossa ela esteve comigo em vários momentos difíceis, confesso que os melhores momentos da minha vida ela estava lá, e nos piores também… Eu não me vejo sem ela mais,Ela era uma mãe maravilhosa e nossa filha vai sofrer muito mais que eu, Luna era muito apegada a mãe, ela cuidava de mim e da pequena, é difícil acordar sem ela me xingando porque durmo demais, é estranho chegar e não ser recebido por ela! A morte dela ainda me deixa triste, toda noite, de novo e de novo vejo ela morrer em meus sonhos… 


(///Flashback π ON///)

Elas começam uma batalha de espadas, Nami tenta acertar o rosto de Kalifa, mas a mesma se abaixa e quando ia acertar o estômago de Nami a mesma gira a espada bloqueando o ataque, e com o cabo da Katana acertar o rosto de Kalifa a fazendo sangrar e suar frio, mas ela se recupera e com vontade de sentir a dor de Luffy ser ainda maior e vai com tudo para cima de Robin, Nami se joga na frente levando o ataque fazendo assim que o ataque a amiga se encerrasse antes de chegar em Robin, mas fica tão perto que espirra o sangue de Nami no rosto de Robin… Kalifa empurra toda a Katana ficando próxima o suficiente para falar no ouvido de Nami!


Kalifa: Que cheiro de sangue será que é seu? --Ela pergunta em sussurros soltando um sorriso maléfico, já Luffy não queria acreditar no que seus olhos viam--.


Nami: É meu sim, mas será que é só meu? --Ela pergunta rindo, isso deixa Kalifa um pouco assustada e logo em seguida a mesma sente uma espada penetrar seu estômago fazendo um estrago enorme, Nami atravessou sua Katana através do próprio corpo só para conseguir atingir Kalifa--.



Nami: Ah não chora meu amor, eu sei que a dor depois que eu fechar os olhos será horrível, mas não se esqueça de todos os momentos bons que vivemos e eu estou feliz, agora finalmente ela vai te deixar em paz. Lembre-se de que as pessoas que entram em nossas vidas se vão de um jeito ou de outro os a felicidade é momentânea, passageira igual as nossas vidas em um sobre tudo acaba tudo se vai e vem a tristeza, mas o bom ser humano é que pelo motivo mais bobo você volta a sorrir, o amor se constrói mas se quebra destrói todo o edifício, mas o alicerce permanece intacto, então reconstrua sua vida, siga em frente sem se deixar abalar por as tristezas da vida, porque se você for passar o resto da vida triste Kalifa o que ela queria, independente de tudo mesmo eu não estando ao teu lado nunca deixarei de te amar, você foi, é e sempre será o grande amor da minha vida, desculpa te abandonar agora, mas por favor sorria e continue vivendo por nós dois! --Ela não aguenta mais e logo fecha os olhos, o sangue dela se espalhava pelo local, e Kalifa em seu último suspiro ainda apronta mais uma, ela aperta o botão ativando os explosivos iniciando uma contagem regressiva de 10 segundos--.


Luffy: MEU AMOR NÃO… --ele grita em prantos--EU TE ODEIO KALIFA NUNCA VOU TE PERDOAR, VOU TE ODIAR POR TODA A MINHA VIDA, AMALDIÇOADA SEJA VOCÊ! --ELE FALAVA QUERENDO A ESTRAÇALHAR--.

(///Flashback π OFF///)



Luffy: … É são tantas coisas que eu queria falar sabe, mas neste momento eu meio que nem sei bem o que dizer, mas embora todas as desavenças, todas as mal palavras, as brigas ele era o meu pai e eu no final terminei que por amá-lo muito, ele me salvou várias vezes, esteve comigo por tanto tempo, cuidou de mim do jeito dele, eu sinto tanto não conseguido fazer nada para que ele não morresse, eu só pude olhar os olhos de meu Herói se fechar…


(///Flashback π ON///)

Luffy: Espera Kalifa o que vai fazer espera… Não faz isso, KALIFA!!! Não... NÃO!!! PAÍ!!! --Ele grita desesperado ao ver uma espada atravessar Dragon que logo vai ao chão e todos choravam, mas ainda ali sangrando antes de morrer Dragon ainda fala--


Dragon: É possível que tudo acontece por uma razão, o destino funciona de uma maneira misteriosa, mesmo assim, você se tornou um homem… Digno o suficiente para usar aquele chapéu de palha, você é meu orgulho filho… suba todo o caminho até o topo e desfrute da felicidade da vida meu filho! Saia vivo meu filho e diga a sua mãe que eu peço perdão e que eu a amo muito, diga às minhas filhas que estarei olhando por elas onde quer que eu esteja vou protegê-las e que as amo muito, fala pro sabo que eu sempre o ve como um homem de verdade, embora seja imprudente ele ainda tem a capacidade de muito mais do que ele imagina! Diz a toda nossa família que eu os amo e que foram divertidos os nosso dias juntos --Ele falou fazendo todos chorar--.


Luffy: Não fala assim tá, você é forte pai vai sair dessa, não se preocupe você mesmo vai poder falar tudo isso, porque acima de tudo que houve entre nós eu te amo pai e você sim é meu Herói… Pai não nos deixe… --Ele sorrir e fecha os olhos devagar--.

(///Flashback π OFF///)


Luffy (Pensando): Desculpe pai, mais vou ter que usá-lo por mais um tempo, mas quando eu pôr um ponto final nesta guerra, vou te devolver! --Ele terminou chorando, baixando o chapéu de palha para a frente dos olhos para que não fosse visto seus olhos cheios de lágrimas--.


Kaidou: Nossa cheguei no momento que eu queria, ei moleque… --Ele surpreende a todos com sua presença-- Teu pai te defendeu enquanto estava vivo e me impediu de te capturar várias vezes mas vamos ver o que você é capaz de fazer por sua "família" --O mesmo falou dando risada acertando um soco no chão abrindo uma grande cratera--.


A batalha entre os inimigos começa, a paz logo cairá sobre os revolucionários? Ou será que mais tragédias virão? Próximo capítulo… Revolucionários vs Rox!


Continua no próximo capítulo… 



Notas Finais


E é isso galera, espero que tenham gostado, um bj vlw e até a próxima!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...