História Realize - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Ji Soo Kim, Lee Hyun Woo, Lee Jong Suk, Nam Joo-hyuk, Super Junior
Tags Super Junior Jong Suk
Visualizações 18
Palavras 643
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Famí­lia, Ficção, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


No começo da fanfic os oppas ainda não são famosos e são mais jovens. Espero que vocês aproveitem!

Capítulo 1 - Capítulo Um


Fanfic / Fanfiction Realize - Capítulo 1 - Capítulo Um

Enquanto eu corria desesperadamente o único pensamento que vinha a minha cabeça era “QUE MERDA ESTÁ ACONTECENDO?!”. Tudo o que eu queria era terminar o meu estágio da forma mais calma e rápida possível e me formar na faculdade de Letras. Esperava ansiosamente pelo dia que começaria a trabalhar escrevendo novelas para emissoras como KBS, SBS, TVN ou qualquer outra na qual eu pudesse ver as pessoas se emocionando e rindo com as minhas histórias. Mas, nada que é bom acontece com quem se envolve com o meu tio só problema e problema!  Não sei onde eu estava com a cabeça quando aceitei o convite de estagiar na empresa dele.

- HARUUUU! Volte aqui! Você não pode fugir por muito tempo!

- Então me veja fazer exatamente isso!

Estou quase lá mais uma rua e eu consigo chegar à estação. Mais um pouco...

- HA! Te peguei. Eu disse que você não pode fugir de mim.

Quando olhei por cima do ombro vi a razão de todo caos que estava acontecendo comigo. Lee Jong-suk. Esse era o nome do homem que fez meu mundo ficar de ponta a cabeça em apenas três meses... Só tinha um sentimento que defina o que eu sentia por ele: “Raiva”. Eu não sei como as pessoas o chamavam de príncipe! Ele era o capeta em forma de gente.

- Nice, Jong Suk! – Ótimo, Nam Joo-hyuk, também me alcançou.

- Quase perdi meu folego todo agora. Vocês deveriam ser atletas. Hey, menina, você está linda com o cabelo bagunçado e a roupa suja de ontem. – Sério isso! Até o Ji Soo conseguiu correr tanto assim. Esse cara só anda quando é realmente necessário.

- Qual é gente parem com isso. Nós sabemos a verdadeira razão de toda essa bagunça. -  Só o que me faltava, Lee Hyun Woo também. Esse sim só se importa com ele mesmo.

- Park Haru!! – Todos disseram meu nome ao mesmo tempo. Perfeito agora todos eles sabiam falar o meu nome todo. Normalmente eu era “hey, você”, “oh, menina”, “vovô”, sim vovô mesmo, você não leu errado.

- Era só o que me faltava EU ser a razão de tudo isso! Se os quatros lindinhos tivessem me ouvido e fizessem o que eu tinha mandado. Eu não precisaria correr igual uma louca para consertar o erro de vocês! Agora se vocês me dão licença eu preciso chegar a tempo da reunião em Incheon. Hasta la vista!

- Ela ficou louca mesmo - Hyun Woo disse com aquela voz dele de deboche.

-Espera um momento, Haru. Já que a culpa é nossa, nós iremos de levar até lá de carro que tal? Assim chegamos mais rápido e a tempo,

-Sério? Como eu não pensei nisso antes até porque os quatro não tem carro! Você se esqueceu, Hyuk, mas o meu tio proibiu qualquer um de vocês a dirigir por causa daquele acidente semana passada. Então a única solução é pegar um ônibus.

Não esperei que ninguém falasse mais nada e sai ando muito rápido. Com sorte eles ficariam pra trás e me deixariam em paz. Quando de repente uma mão me segurou pelo braço.

-Não, nós vamos com você. - Jong-suk disse – Todos nós.

De longe pude ver a cara dos outros três meliantes me olhando como se pudessem me fuzilar.

- Tudo bem. Mas, por favor, se comportem! E andem rápido precisamos comprar as passagens ainda.

Durante o caminho ao caixa fiquei pensando como eu tinha chegado até aquele ponto. Olhei para trás e vi os quatro caras mais lindos que eu poderia encontrar um dia. Eu seria muito sortuda se esses mesmos caras fossem normais como aparentavam ser. Finalmente quando já estávamos todos já sentados em nossas poltronas no ônibus, coloquei meu fone e encostei a cabeça na janela e comecei a recordar do dia em que minha vida mudou para sempre. 


Notas Finais


Até logo!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...