História Realize - Capítulo 12


Escrita por:

Postado
Categorias Ji Soo Kim, Lee Hyun Woo, Lee Jong Suk, Nam Joo-hyuk, Super Junior
Tags Super Junior Jong Suk
Visualizações 4
Palavras 1.329
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Famí­lia, Ficção, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Enjoy!!!!

Capítulo 12 - Capítulo doze


Fanfic / Fanfiction Realize - Capítulo 12 - Capítulo doze

HARU POV

Nós já estávamos terminando de jantar quando a campainha tocou. 

- Quem será a essa hora? – eu disse levantando para abrir a porta. Assim que abri a porta vi um rosto muito familiar que me olhava com um grande sorriso.

-HARUMA! – me joguei em seus braços e ele me segurou e levantou.

-HARU! – Como eu sentia falta dele. Fazia anos que nós não nos víamos. Haruma era como meu irmão mais velho. Minha infância é repleta de momentos nossos. Nós nos abraçamos com força. De repente uma mão me puxou para baixou e me tirou dos braços do meu amigo de infância.

- Quem é ele? – Jong Suk disse friamente enquanto segurava meu pulso. Haruma olhava para a mão do Jong Suk. Revirou os olhos e disse:

-Haru, porque você não me apresenta? – Haruma perguntou enquanto caminhava para dentro do apartamento. Soltei a mão que envolvia meu pulso e perguntei baixo:

- O que te deu? – Jong Suk só me olhou com cara de “poucos amigos”.

- Meninos, esse é Haruma um amigo meu do Japão que veio passar um tempo na Coréia do Sul. Haruma, esses são Jong Suk, Ji Soo, Hyuk e Hyun Woo. Eu sou a manager deles.

-Então, você trabalha na empresa do seu tio Heechul? – Haruma me perguntou.

-Sim, mas como você sabe a empresa é do meu tio?

- Foi ele quem me contratou para fazer parte do pessoal dele por um tempo. – Haruma se sentou no sofá. – E me mandou para cá. Eu queria ficar na sua casa com você, mas ele disse para eu ficar aqui. – todos nós o olhávamos enquanto ele dizia tranquilamente que moraria conosco.

- Nada disso nos foi informado. Sugiro que você se retire. – Hyun Woo disse.

- Me retirar? A culpa não é minha se não foi passado para vocês que eu ficaria aqui.

- Calma gente! Aconteceu a mesma coisa quando a Haru se mudou para cá. Vamos esperar por notícias do chefe. – disse Hyuk se sentando ao lado do Ji Soo.

- Espera um momento. Ela, você mora aqui?! – perguntou Haruma apontando na minha direção para Hyuk.

- Sim, qual é a surpresa? – disse Ji Soo dando de ombros.

- Haru! Você mora numa casa com quatro homens?! O que deu na sua cabeça? – ele perguntou me olhando muito bravo.

- Haruma, não tem problema nenhum. É uma história longa.

-Não tem problema?! Você não sabe o quão perigoso é o que você está fazendo?

- Se ele soubesse que o perigo é ela. – escutei Ji Soo dizer baixinho fazendo Hyuk rir.

- Seus pais sabem disso? – Nessa hora ele já estava de frente pra mim com a testa franzida.

-Haruma, controle seu tom de voz. Eu não sou mais uma criança! Faço o que eu quero.

- Então pare de agir como uma. Vamos para sua casa agora. – ele disse segurando minha mão me levando em direção a porta.

- Ela não vai a lugar nenhum. – disse Jong Suk. - Quem é você para dizer aonde ela vai? – o braço direito dele segurava minha cintura.

- Eu te pergunto o mesmo. Quem você acha que é? Solta o braço da cintura dela. – Haruma disse com um tom de voz frio.

-Não vou soltar. – eu já estava nervosa com tudo que estava acontecendo.

- Vocês dois parem agora! – eu disse.

- Sim, parem agora. Haru, minha sobrinha vejo que você é muito popular. – nossas cabeças viraram em direção da voz do meu tio.

-Chefe, o senhor poderia explicar o que esse cara faz aqui? – perguntou Jong Suk ainda com o braço envolta da minha cintura

- Assim que você soltar minha sobrinha, Jong Suk-ssi. Vamos todos nos sentar. – Jong Suk me soltou e nos sentamos na sala.

- Haruma-kun, vai ficar conosco por um tempo na empresa. Enquanto o apartamento dele não fica pronto ele ficará aqui. Ainda estamos decorando o apartamento que ele vai dividir com o outro pessoal. Agora, quanto a Haru morar aqui a ideia foi minha por ser a atitude mais prática. E ela não corre risco aqui. Você acha que eu colocaria minha própria sobrinha em risco? – ele perguntou para Haruma que abaixou a cabeça.

- Bem, já que está tudo esclarecido posso ir embora. – ele se levantou e eu o acompanhei até a porta. - Haru, me mande o relatório completo de como foi o final de semana na pousada até amanhã de noite. – ele me abraçou e disse – Lembre-se da regra: namoro entre os funcionários é proibido. - Mesmo já sabendo disso fiquei triste. Andei de volta para a sala com a cabeça abaixada.  

- Haru, me desculpe. – Haruma disse segurando minha mão.

- Tudo bem. É de se estranhar.

- “Tudo bem” só isso? Vocês são amigos mesmo. Se fosse qualquer um de nós ela teria feito um escândalo. – Ji Soo fez um bico.

- Bem, onde é o se quarto? – perguntou Haruma. – Acredito que vamos dormir  juntos. – disse simplesmente.

- “Dormi juntos” nem pensar! – Hyun Woo disse nervoso. – Você vai dormi na sala o sofá se transforma em cama.

- Não vejo qual é o problema. Eu e Haru já até tomamos banho juntos. – dei um tapa na sua cabeça.

- Quando crianças. E vai ser como o Hyun Woo disse a sala é seu quarto. – Haruma revirou os olhos, mas não retrucou. - Agora, vamos todos dormir. Amanhã o nosso dia começa cedo. - Ji Soo e Hyuk foram os primeiros a levantar e ir para o quarto. Hyun Woo e Jong Suk ainda encaravam Haruma que já começava a puxar o sofá. Serão dias longos.

            Eu não conseguia dormir. Não importava o quanto eu tentava encontrar uma posição confortável meus pensamentos não me deixam em paz. Levantei e fui para a cozinha beber uma xícara de chocolate quente. Quando já tinha feito chocolate e estava prestes a tomar um gole Jong Suk entrou na cozinha.

- Você deve estar bem feliz com seu namorado morando aqui. – ele disse tirando a xícara da minha mão tomando o chocolate. Me levantei da cadeira e disse:

-Primeiro esse chocolate é meu. Segundo, Haruma é meu amigo e não meu namorado. – tentei pegar a xícara da mão dele, mas ele virou a xícara e bebeu tudo.

-Porque você tem que ser tão irritante? – perguntei baixo bem próximo ao rosto dele.

- Eu sou irritante? Você é a única que está me irritando recentemente. – a voz foi tão baixa que me causou arrepios. Nossos rostos estavam muito próximos e ele encostou o nariz dele no meu e a testa na minha. – O que eu vou fazer com você? – a minha mão foi parar em sua cintura.

- Ainda não consigo entender o que você está fazendo comigo, Haru. – Nessa hora ele levou seu rosto em direção a minha clavícula. Seu nariz passeava pelo meu pescoço causando mais arrepios. Eu apertei mais sua cintura. Ele levantou meu rosto em direção ao seu. E me beijou. Esse beijo não começou carinhoso e sim desesperado. É como se ele buscasse pelas respostas nesse beijo. Ele nunca tinha me beijado com tanta força. Sua língua sugava a minha e seus dentes mordiam meus lábios. Ele trouxe suas mãos para a minha cabeça segurando meus cabelos para assim puxar minha cabeça para trás e sua boca foi em direção ao meu pescoço. Minhas pernas tremiam e eu estava ofegante, mas eu não queria que ele parasse. Nunca. Mil sensações passavam por dentro de mim. Carinho, desejo, necessidade e talvez... amor... Quando sua boca beijou a minha pela segunda vez, o contato entre elas foi mais calmo e lento, sua língua fazia carinho na minha. A mão dele que estava em meus cabelos foi para minha cintura. Ele separou nossas bocas. E me encarou pelo que pareceram horas.

- Vamos dormir. – ele beijou minha bochecha rapidamente e me deixou sozinha na cozinha. Se ele não sabia o que estava acontecendo com ele, eu, por outro lado, tinha certeza o que eu sentia.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


Notas Finais


Para quem não conhece o ator Miura Haruma é japonês. Ele atua no dorama Last Cinderela que é super bom!!!!!! E ele é lindo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...