História Really Good Boy - Min Yoongi - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Min Yoongi (Suga)
Tags Bangtan Boys (BTS), Jungkook, Kpop, Suga, Yoongi
Visualizações 2
Palavras 1.139
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Ação, Fantasia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 4 - Fama de durão


  Agora estou sentado enquanto Soyoon abraça Yangmi, que parece confusa mas não como eu. As duas se abraçavam fortemente mesmo estando confusas, até mesmo eu estou confuso, o que está acontecendo?

- Espera! Por que Soyoon está com você? - Yangmi me pergunta. - Oh, não me digam que vocês passaram a noite juntos!

Yangmi olha pra mim e pra Soyoon boquiaberta, enquanto Soyoon claramente estava envergonhada e constrangida. 

    Só pode ser o carma!

- Yangmi! - Digo. - A gente não fez nada! Eu só tô ajudando ela!

- Com o quê? - Ela me pergunta com a feição maliciosa.

- Yangmi, calma! Eu não sei o que esse cara é seu mas eu não fiz nada que tu tá pensando com ele e nem quero. Sabe aquele cara idiota que eu falei? - Soyoon diz e Yangmi assente. - Yoongi me ajudou com ele...

   É nesses momentos que minha fama de durão vai embora e eu não sei o que fazer. As duas são próximas e eu nem ao menos sabia.
  Yangmi analisou o que Soyoon havia falado e pelo que parece Soyoon e Yangmi são bem próximas. Estranho, Yangmi nunca tinha me contado de Soyoon.

- Ah, entendo, desculpe! E sobre Yoongi, ele é meu irmão. Acho que já mencionei! - Yangmi diz se referindo a mim e Soyoon parece agora entender.

- Eu vou deixar ela em casa, depois te explico tudo! - Eu digo e saio de casa indo em direção a garagem.

  Pego o carro que havia comprado para levar Yangmi para a faculdade, embora eu quase sempre usasse um pouco.
  Entro no carro depois de abrir a porta para Soyoon e ela me olha ainda confusa.

- Yangmi sabe no que você é envolvido? - Soyoon me pergunta e assinto. - Yangmi é uma pessoa boa, Yoongi...

- Sim, ela é! - Digo, seco e continuo meu olhar pra rua.

- Eu moro na zona norte! - Soyoon diz e eu agradeço mentalmente por eu não precisar perguntar.

  Alguns minutos de silêncio se fizeram presente e antes desse silêncio se tornasse desconfortável, pergunto:

- De onde você conhece Yangmi?

- Agora quer saber da minha vida? - Ela pergunta e eu a ignoro, revirando os olhos. - Ok, conheço Yangmi da faculdade.

- Obrigada pela confissão! - Digo, irônico e ela revira os olhos.

  Já estávamos na zona norte, ela me dá as indicações e logo chegamos em sua casa.

- Obrigada! - Ela diz.

  Eu a olho entrando em casa e uma menina pequenininha sai a abraçando, com uma garota maior correndo atrás da garotinha e encontrando Soyoon.
   Será que aquelas pessoas sabem no que ela é envolvida? Quer cuidar da minha vida mas não dá dela...
  Acelero o carro e volto pra casa. Eu só entro em casa e me jogo no sofá, minha cabeça doía. Talvez pela ressaca ou até mesmo pelos socos.
   Yangmi já havia saído para seu emprego e graças ao meu bom Deus, meu horário de trabalho é um pouco mais tarde hoje.
  Deito por alguns minutos e vou comer, Yangmi colocou um bilhete em cima da mesa, dizendo:

  "Fui para o trabalho, tem lasanha no microondas, esquente!
  Quero ouvir sua explicação a noite, bjs :)"

  Dou um sorriso, Yangmi é muito importante e eu não sei o que faria sem ela, tem vezes que penso como seria mais segura a vida dela se eu não trabalhasse com o que eu considero trabalho.
  Esquento a lasanha e como um pequeno pedaço, não estava com fome pela euforia dos acontecimentos do dia.
  Vou ao banheiro tomar um banho calmo que era tudo o que precisava, vejo o meu rosto no espelho e os socos transferidos no meu rosto só havia deixado roxo uma parte da minha bochecha, então Xiun não foi tão forte.
   Entro no box, precisava de um banho para acalmar minha tensão. A água cai passando rápida pelo meu rosto, me fazendo arfar um pouco quando passa perto da bochecha, estava ardendo deve ter sido cortado em um dos socos.
   Depois de um tempinho no banho, olho de novo para aquele espelho e para o roxo presente no meu rosto.


     Tem um pequeno corte.


    Pego uma pomada, álcool e esparadrapo e passo no local para desinfectar aquele machucado feito pelas mãos sujas de Xiun. Coloco a pomada e o esparadrapo, agora eu estava apresentável e nada perigoso para ir pra o meu trabalho.
   Saio com uma mochila preta nas costas e uma jaqueta, já que Soyoon tinha levado o meu casaco. Não posso culpá-la, eu havia me esquecido totalmente.

Não era um casaco tão importante assim.

  Vou caminhando no rumo a biblioteca da cidade, onde eu trabalho a um bom tempo, e o melhor! Não é longe da minha casa. Meu turno havia sido deixado para a parte da tarde, já que estavam treinando um funcionário novo.
   Passo pelo portão e avisto Jungkook, o novo funcionário que me esperava, parecia apressado pra algum compromisso.

- Olá, Jungkook! Como está sendo seus primeiros dias? - Digo ainda do lado de fora.

- A biblioteca é calma, então está suave! - Ele diz e pega sua mochila saindo. - Bom turno!

  Assinto com a cabeça e me despeço do mesmo, que acena pra mim. Acho que Jungkook é o único na cidade que não se esquiva de mim por medo, a maioria das pessoas fazem isso, acho que Jungkook é diferente por não conhecer muito a cidade e é até melhor, não pra se tornar próximo de mim mas sim para não ligar pro ambiente tóxico que vivemos.
  Sento na recepção da biblioteca e aparentemente, hoje está movimentado. Muitos jovens parecem estar estudando, deve ser porquê está nos períodos de prova e a maioria dos jovens gostam de estudar num lugar calmo e talvez esse lugar calmo não seja em suas devidas casas.
  Pego algum livro legal e começo a ler e folear as páginas finas, era um livro sobre a história de Romeu e Julieta. Folheio as primeiras páginas, o livro parecia ser legal e era isso que eu queria algo legal como distração.
   Depois de algumas horas o meu turno acaba, ou seja, hora de fechar a biblioteca. As pessoas já tinham saído, só faltava dar uma última checada.
  Caminho pelos corredores das grandes pratileiras de livros e não tinha mesmo ninguém lá. Hora de fechar e ir pra casa.
  Fecho a longa porta de madeira e vou ao portão da biblioteca entregar a chave do salão e falo com os seguranças nortunos que ficaram encarregados de vigiar o local.
  O pessoal daqui sempre foi legal comigo, talvez seja por isso eu me sinto bem por aqui. Os funcionários que me conhecem me tratam bem como uma pessoa "normal", eles conhecem só o Yoongi que sempre cumpre seus horários não o Yoongi que faz favores sujos.

E eu agradeço por isso.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...