História Reaper. - Capítulo 3


Escrita por: e Killer_Demons

Postado
Categorias Tokyo Ghoul
Personagens Ayato Kirishima, Eto Yoshimura, Hideyoshi Nagachika, Hinami Fueguchi, Juuzou Suzuya, Ken Kaneki, Kishou Arima, Kurona Yasuhisa, Nashiro Yasuhisa, Nishiki Nishio, Personagens Originais, Renji Yomo, Touka Kirishima, Uta, Yoriko Kosaka, Yoshimura
Tags Ccg, Ghouls, Gore, Mistério, Tortura, Touken, Violencia
Visualizações 150
Palavras 1.183
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Mistério, Romance e Novela, Seinen, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oieee, turu bom? Ksksksk

Desculpa a demora...

De qualquer forma... O cap está entregue e boa leitura!

Capítulo 3 - Reunião


Fanfic / Fanfiction Reaper. - Capítulo 3 - Reunião

Ken olhou em seu relógio de pulso e se admirou, 5:57HR da manhã, sim, aparentemente, o jovem meio ghoul alucinou durante a noite toda.

Enquanto um certo alguém ouvia e observava tudo com um enorme sorriso, de certa forma infantil...

-Preciso me apressar, a reunião está marcada para as oito da manhã. Tenho muitos assuntos a tratar com os nossos líderes e aliados... - Ken falou, pensativo após se recompor do tal "sonho", ou podemos chamar de ‘’pesadelo’’?

Kaneki levantou-se de sua cama e fez seus "deveres" matinais como: tomar banho, escovar os dentes, arrumar a cama... Depois, saiu nas ruas para comer seu café da manhã, o que seria meio difícil... Estava de dia e as ruas estavam cheias, até mesmo os becos sem saída tinham pessoas conversando sobre banalidades. Ken ficou mais uma manhã sem refeição... ele não comia há algumas semanas e isso era ruim (péssimo) para um líder... (Especialmente para um ghoul quem em hipótese alguma pode perder o controle de sí). Ele odiava aquilo, se os ghouls são tão... tão ‘’superiores’’ por que eles simplesmente não matam os humanos? Aí é que está a dúvida... Talvez Kaneki soubesse que a humanidade não se contentava com a fraqueza, os humanos são atraídos pelo poder.

Quando voltou à sua "casa", encontrou Eto, que conversava distraidamente com Ayato, embora o azulado não parecesse realmente interessado no assunto.

"É incrível a capacidade deles de conversar coisas totalmente banais em momentos sérios" pensou o albino.

_Ah, Kaneki-kun! -cantarolou Eto- estávamos esperando você para irmos, você demorou...

_Tudo bem, não demorei o suficiente para nos atrasarmos. - disse Ken.

_Tão rude... –falou a mais baixa, com uma falsa voz de sofrimento. – mas eu gosto desse seu jeito! –piscou Eto.

_Vamos logo com isso, não era você que não queria se atrasar?- Ken falou rude andando deixando Eto para trás. Ayato o seguiu antes mesmo que Eto percebesse, ele odiava esperar, principalmente uma "criança" infantil como Eto.

_E-eiii, me esperem!- gritou Eto ,correndo na expectativa de acompanhá-los.

Os três caminhavam pelos corredores da base em direção a sala onde ocorreria a reunião. Quando chegaram ao local, apenas alguns dos líderes tinham chegado.

_Uaaa, quase ninguém chegou!- falou Eto, como sempre, em um tom tão infantil quanto o de uma criança de seis anos.

-Eu falei que não nos atrasaríamos, mas você é irritantemente apressada- comentou Ken, sentando-se em um dos assentos vazios.

-Ken, tente não ser tão rude com Eto, ela é apenas uma criança...- Um homem com máscara de palhaço falou, com uma certa ironia na voz.

_Nunca vi uma "criança" de quase 30 anos- falou Ayato com desdén.

-Ayato-kun! Eu não sou tão velha assim!

_Até parece...- sussurrou Kaneki concordando com Ayato.

_T-Tatara-san, diz pra eles que eu não sou velha- pediu Eto.

_Ayato, Ken, deixem a velhinha em paz...- Tatara falou sem muito entusiasmo.

_Haha  até o Tatara tá te zoando Eto, haha- Ayato debochou.

_Eu já disse que eu não velha!- Eto elevou um pouco sue tonm de voz, mas ainda falava de uma maneira descontraída.

_Ah, uma velha de 24 anos, é isso o que você é!- Ayato continuou a irritá-la, enquanto que o restante dos líderes chegavam.

Passaram-se pouco mais de 18 minutos e logo, os líderes já estavam reunidos.

_Agora que todos estão aqui, começaremos essa reunião de uma vez- Ken falou alto para que todos dirigissem a atenção para ele.

_Finalmente- Ayato falou para sí mesmo, ganhando olhares raivosos, mas o mesmo não se incomodava.

_Então, o que nosso chefe tem a dizer?- pergunta Eto.

_A CCG está ficando mais forte do que imavinávamos, estão chegando perto da nossa base- Ken colocou um assunto à mesa, um dos mais importantes a se tratar.

-Isso é fato, sem falar que eles não nos acharam ainda por que nossos membros que foram presos e torturados são fiéis a nós- afirma Tatara, sério como sempre.

_Exato! E é por isso que precisamos contra-atacar o mais rápido possível! - Kaneki falou sério. Pela sua expressão, todos alí sabiam que a reunião demoraria horas... Mesmo o albino odiando reuniões, ele precisava por todas as cartas na mesa para vencer a CCG.

A reunião que deveria ter iniciado às oito da manhã, começou quase nove horas, pois alguns líderes se atrasaram. E seu término foi por volta das duas da tarde. Ken tinha muitos assuntos a serem debatidos, e cada um destes assuntos foi debatido com cuidado e paciência para que não viessem a trazerem problemas. O único que não debateu ou se quer abriu a boca para nada foi Ayato, que apenas fazia comentários (maldosos) para descontrair o local, na maioria das vezes, com as respostas de Eto.

Era tedioso para o ghoul assistir uma reunião tão longa... Principalmente um tão novo.

Quase todos sairam da sala após a reunião acabar, porém, dois ghouls continuavam na sala. Aparentemente não faziam nada.

Um certo albino lia um livro, enquanto uma ghoul enfaixada observava tudo, a sala, a mesa, as cadeiras, o albino... Seus pés não ficavam quietos.

_Sabe... Kaneki-kun?- a ghoul enfaixada fala.

_Hm? - o albino falou sem muito interesse.

_Você não acha reuniões entediantes? Eu queria me divertir...- fala Eto abaixando algumas faixas que cobriam sua boca.

_E o que eu tenho a ver com isso? Da seu jeito de se divertir- Ken a respondeu sem tirar seus olhos de seu livro.

_É que... Minha diversão tem o Kaneki-kun envolvido...- falava a garota, levantando-se de sua cadeira e indo em direção ao albino, que estava atento a todos os seus movimentos...

_Estou ocupado, procure o Ayato para você perturbar.

_Haa... Ka-ne-ki-kun, sempre tão igênuo...- falou quando estava atrás de Kaneki. Logo em seguida o abraçou fortemente, o causando espanto.

_O que você quer, desgraça enfaixada?

_Me divertir... E divertir o mestre também!- falou a ghoul descendo sua mão para os quadris do albino, que estava começando a entender o contexto...

_Vadia...- Ken sussurrou para sí, mas Eto o ouviu e soltou uma leve risada.

_Vamos, Ken-chan. Eu sei que o mestre também quer se divertir-Falou Eto, em um tom malicioso enquanto descia sua mão até o membro de Kaneki, ainda coberto pela calça. O albino estava ficando nervoso com aquilo. Sem que ele pudesse controlar, seu membro estava ficando ereto com os movimentos que Eto fazia no mesmo, por cima de suas roupas _Ken-chan! Topa se divertir comigo?- a ghoul tornou a falar, desta vez ela estava ao lado do jovem, o encarando, até que o beijou ferozmente.

Ken não sabia o que fazer, mas em segundo seu corpo fazia tudo sozinho.

Correspondeu o beijo de Eto, a ghoul o abraçava inteçamente e o albino fazia o mesmo com a enfaixada. Ken a levantou e a pôs sentada na mesa, intensificaram o beijo, mas tiveram de se separar para respirar melhor.

_O que acha de terminar isso no meu quarto?- Eto perguntou excitada.

Kaneki não teve tempo de respondê-la, o mesmo estava sendo arrastado pela garota, ela o levava em direção ao seu quarto? Ele não sabia, só tinha certeza que naquele dia ele dormiria pela primeira vez com uma mulher, ele nunca havia pensado nisso... Pelo menos, não com Eto.

Ela o levou até uma porta e a abriu.

_Este é o meu quarto, mestre!- falou Eto beijando novamente Ken, enquanto o puxava para o quarto.

Naquela noite, Ken desfrutou de algo totalmente diferente... Algo novo e maravilhoso...


Notas Finais


Ha... O @Sui-Kun e eu estávamos sem idéias... Por isso o atraso.

Favoritem caso tenham gostado e até a próxima ^_^


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...