História Rebels (bangtwice) - Capítulo 32


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), TWICE
Personagens Dahyun, Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Mina, Momo, Nayeon, Park Jimin (Jimin), Sana, Tzuyu
Tags Bangtan Boys, Bangtwice, Bts, Twice
Visualizações 179
Palavras 1.532
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Romance e Novela, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Mutilação, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Todos os tipos de problemas de saúde ou sociais que eu apresento em minhas fanfics são sérios e precisam de tratamento. Depressão, anorexia, ansiedade, automultilação, bullying entre tantos outros existem sim, não feche os olhos pra isso!

Capítulo 32 - A dor é beleza?


Fanfic / Fanfiction Rebels (bangtwice) - Capítulo 32 - A dor é beleza?

Pov's Yoongi

Mais uma discussão rolava entre meu pai e a otária da minha madrasta. Tudo porque ele viu ela saindo com um cara ontem a noite, enquanto ele saia da sua empresa.

Finalmente meu pai esta enxergando quem que essa vigarista é, não aguento mais isso, ele só se ilude.

Pego a chave da minha moto e saio em direção a casa de Taehyung. Ao chegar, toco a campainha e sou atendido pela senhora Kim.

-Yoongi querido, quanto tempo não lhe vejo. -como sempre simpática, ela me recebe com um enorme sorriso.

-claramente, faz tempo que não nos vemos! -sorrio adentrando ao local.

-Yoongi, e ae cara, aconteceu algo? -Taehyung questiona chegando no local.

-não, só vim fazer uma visita.

-ah bom, vamos para o meu quarto então. -ele comenta e logo saímos em direção ao quarto de Taehyung.

Chego no local e me sento em um sofá de canto.

-tenho algo para lhe contar! -ele alerta sério e suspira.

-você esta me assustando aconteceu algo? -comento preocupado e ele assentiu. -vamos então, me conte.

-ontem eu achei um documento em cima da cama de minha mãe, era um teste de DNA. -ele afirma e prossegue após fazer uma pausa. -nele falava que eu sou filho legítimo do senhor Minatozaki.

-espera, então você é filho do pai da Sana? -questiono surpreso com a história.

Um incesto? Vou confessar a vocês que adoro incestos, já fiquei com várias primas minhas na época que eu era um otário.

-sim, era isso que eu achava,me encontrei com Sana e contei tudo a ela.

-ela se assustou? Chorou? Gritou?

-não, ela começou a rir. -Taehyung afirma, eu não me seguro e começo a gargalhar.

-nem a Sana te leva a sério, pobre Taehyung. -afirmo sorrindo debochado.

-nossa que engraçado.

-continua, fala logo o que mais aconteceu?

Taehyung começa a me contar toda a história, do início ao fim.

-nossa, então não é incesto? Isso é bom! -afirmo com um sorriso sincero.

TaeSana tem que ser real, eu não posso me iludir atoa. Esses casais do nosso grupo enrolam muito.

-então, eu estava pensando em falar com você... quero pedir a Nayeon em namoro e preciso de ajuda! -comento o encarando.

-então...

-então que eu preciso de ajuda porra, tu é lerdo em Taehyung!

-desculpa eu fiquei raciocinando, acho que eu tenho uma ideia pra você... vamos fazer o seguinte...

Pov's Jungkook

Chego na casa de Tzuyu, a mesma havia me chamado para jantar e também para me apresentar aos seus pais.

Compro um buquê de rosas brancas, são suas flores preferidas.

Toco a campainha e logo sou recebido por uma bela mulher que sem demora notei que se tratava de Jihyo, a irmã de Tzuyu.

-iai cunhado? Beleza? -fizemos um toca aqui e eu adentro ao local.

-iai cunhada... -sorrio a observando. -é normal eu estar bem nervoso? -questiono fazendo a mais velha rir.

-é normal sim, mas não há a necessidade, meus pais são tranquilos e eu já falei muito de você.

-coisas boas? -pergunto apreensivo.

-não, apenas coisas ruins. -ela ri dando um tapa em minha testa.

Percebi o sarcasmo em sua voz, minha nova cunhada é fantástica.

-demorei? -Tzuyu questiona chegando na sala e selando nossos lábios.

Ela estava linda, um vestido azul colado ao seu corpo, mas ainda sim comportado, vontade de tira-lo era grande.

Sorrio a observando e entrego o buquê de rosas para a mais nova.

-não demorou. -respondo simples e vejo a mesma sorrir.

-rosas brancas são...

-as suas favoritas! -sorrio completando sua frase e entrelaço nossos dedos.

-genro!!!! -um homem alto exclama animado enquanto caminha lentamente até nós.

-oi sogro! -respondo animado e sorrio o cumprimentando.

-seja bem vindo a família, já vou avisando que Tzuyu é um dos meus tesouros, então tome conta dela! -ele diz sorrindo e eu acabo por sorrir.

-pode deixar, vou cuidar bem desse tesouro até porque, ela também é meu tesouro. -sorrio trocando olhares com Tzuyu.

-dá pra ver um brilho no olhar de vocês. -uma mulher de cabelo castanho comenta sorrindo.

-Kookie, essa é minha omma apaixonada. -Tzuyu sorri brincalhona e eu cumprimento a mulher.

-é um prazer conhecer minha sogra. -sorrio e a mesma retribui o ato.

-tenho um genro muito bonito, minha filha escolheu bem em. -ela ri e Tzuyu

cora o que a deixa muito fofa.

-conheço minha filha o suficiente para saber que ela escolhe pelo caráter então estou tranquilo em relação ao seu caráter rapaz. -meu sogro diz calmamente, o que me deixa alegre.

Me sinto feliz ao saber que eles confiam em mim e acreditam em meu caráter.

-eu realmente me sinto feliz em fazer parte dessa família. -digo corado enquanto sorrio.

-ownt, que fofos, abraço em família! -Jihyo diz e logo damos um abraço em família.

Eles são bem acolhedores e felizmente estou fazendo parte disso.

Uma semana depois...

Pov's Tzuyu

Aulas estavam voltando, as meninas dormiram na minha casa para irmos todas juntas para a escola.

Pego um travesseiro e bato em Sana.

-levanta praga! -digo rindo fazendo a mesma se cobrir até a cabeça com o cobertor.

-anda logo Chaeyoung! -bato na mesma e me direciono até Mina, minha próxima vítima.

-nem vem... -Mina se levanta saindo dali e indo rumo ao banheiro.

-esse cheiro é de panqueca! -Momo levanta rapidamente e sai correndo.

Logo seguimos a mesma e ao chegar na cozinha, vimos Jihyo e Jeongyeon preparando nosso café da manhã.

-bom dia garotas! -Jeongyeon sorri fofa.

-bom dia Jeong! -vou até a mesma e a abraço.

-espero que gostem do café da manhã, temos panquecas, suco, café, bolo, cupcake e ovos mexidos. -Jihyo comenta sorrindo e dá um selinho em Jeongyeon.

-eu shippo, Jeonghyo, my otp! -Chaeyoung se joga pra trás com uma expressão de encantamento, fazendo todas rirem.

-comam logo que nós iremos leva-las com a van. -Jeongyeon comenta rindo.

Pov's Jungkook

Já que as garotas resolveram fazer uma noite do pijama para a volta as aulas, nós também resolvemos fazer desse modo.

Acordamos sonolentos e logo dou de cara com minha irmã mais velha preparando o café da manhã.

-milagres realmente acontecem! -digo impressionado a encarando. -quanto tempo eu não te vejo em Irene? Até parece que não moramos na mesma casa.

-bom, uma hora ou outra iriamos nos esbarrar. -ela sorri de canto e pega sua bolsa. -tem bolo de chocolate no forno e café novinho na garrafa.

Ela se direciona a saída, ao abrir a porta é interrompida pelo carteiro.

Ela pega a carta e a lê.

-Jungkook, nosso pai...

-o que tem ele? Anda fala Irene! -digo apreensivo e me aproximo pegando a carta de sua mão. -ele esta sendo chamado para um julgamento, pelo caso da diretora Kim.

-isso significa que... -Taehyung me encara animado.

-a justiça esta sendo feita! -Yoongi completa comemorando animado. -finalmente, provavelmente meu pai irá receber um chamado também.

-de qualquer forma, eu não me importo com isso. -Irene responde séria e sai do local.

-bom, vamos ir comer? Estou com fome. -Jin comenta sorrindo e sai em direção a cozinha.

-vamos sim, vocês ouviram a madame, tem bolo no forno e café novinho na garrafa. -imito minha irmã fazendo eles rirem e começo a comer.

Pov's Tzuyu

Ao chegar na escola, caminhamos ao lugar que normalmente nos encontramos com os garotos.

Abracei Jungkook de lado e vi que cada uma tinha seu par, fiquei feliz por saber dessa aproximação de todos.

-Nayeon, você esta bem? -Chaeyoung questiona encarando a pálida.

Aliás, Nayeon esta bem diferente, parece mais magra. Hoje no café da manhã ela apenas enrolou, mas acabou não comendo nada.

-estou. -Nayeon responde com a voz fraca e sorri da mesma forma, fracamente.

Percebo o olhar de preocupação de Yoongi sobre a moça.

-Nayeon, você anda comendo direito? -Yoongi questiona preocupado.

-sim, é claro que sim, me alimento corretamente. -a mesma responde ainda da mesma maneira.

-tenho uma coisa pra falar... hoje pela manhã o carteiro entregou uma carta, chamando meu pai para um julgamento do caso da diretora Kim. -Jungkook comenta animado.

-então eles estão chamando? Finalmente a justiça esta sendo feita! -Dahyun responde animada com a ideia.

-finalmente! -suspiro e escuto o sinal bater.

E assim fomos todos para as suas respectivas salas de aula.

Mais tarde...

Pov's Nayeon

Caminho lentamente até o gol, por que ele parecia tão longe? Jogo a bola e acabo por errar.

-você é mesmo ruim em garota? -Rosé responde irritada me empurrando e eu acabo por cair no chão.

Estou fazendo uma dieta que vai me fazer emagrecer e ficar linda de novo. Essa dieta consiste em beber só água, não se deve ingerir nada, apenas água.

Esta dando certo, mas eu sou vou parar quando o osso da minha cintura estiver aparecendo. Ai sim eu desisto.

-esta tudo bem? -Chaeyoung me ajuda a levantar e eu volto ao jogo.

Oh, Senhora Cabeça de Batata, me diga

Me sinto tão leve, tão fraca.

É verdade que a dor é beleza?

Minha cabeça esta girando.

Um novo rosto vem com garantia?

Suspiro tentando me equilibrar e fecho os olhos contando até dez calmamente.

Um rosto bonito vai tornar as coisas melhores?

Sem conseguir mais ficar em pé, após a dieta de cinco dias, acabo caindo ao chão sem força alguma. Consigo escutar a voz de Yoongi me chamando e logo a minha visão escurece.



Notas Finais


Hola, Hola Unis, sussa? Capítulo especial em comemoração as views e aos favoritos, muito obrigada mesmo😍 vocês são incríveis💕💕💕


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...