História Recém Divorciados (D.o) - Capítulo 6


Escrita por: e MeggyPink

Postado
Categorias EXO
Personagens Byun Baek-hyun (Baekhyun), Do Kyung-soo (D.O), Huang Zitao (Tao), Kim Jong-dae (Chen), Kim Jong-in (Kai), Kim Jun-myeon (Suho), Kim Min-seok (Xiumin), Lu Han (Luhan), Oh Se-hun (Sehun), Park Chan-yeol (Chanyeol), Personagens Originais, Wu Yifan (Kris Wu), Zhang Yixing (Lay)
Visualizações 53
Palavras 1.311
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Ficção, Ficção Adolescente, LGBT, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


NÃO REVISADO
.
.
.
.
BOA LEITURA 😘

Capítulo 6 - Mais que Malicioso


Fanfic / Fanfiction Recém Divorciados (D.o) - Capítulo 6 - Mais que Malicioso

N.r. (S/n)


O kyungsoo conseguiu estragar minha noite de prazer, eu ainda não acredito que a gente se beijou. Aigoo, perdi até o foco.


Sai de casa correndo e fui direto para a casa da Sojin, no meio do caminho cancelei meu compromisso, eu não estava mais afim de sair seja lá para onde for. Apertei a campainha e o portão foi aberto.


– (S/n), o que faz aqui? - Xiumin quem havia me atendido


– Oi Xiumin - nos cumprimentamos - A Sojin está?


– Está sim, ela está no quarto… aconteceu alguma coisa? 


– O Kyung me beijou - disse sem pensar duas vezes 


– Como é?


– Ele me beijou, e eu não sei mais o que fazer 


– Mas foi só um beijo? - afirmei -  pra que todo esse nervosismo então?


– O problema é que não parece ter sido só um beijo… aigoo Xiumin, eu tô ficando louca? Foi só um beijo e por que eu estou assim? Me diz?


– Não sei… Talvez você goste dele e tenha gostado do beijo


– Vai tomar no cu… claro que não… se bem que ele beija bem - neguei com a cabeça - Aish


– Boca suja - olhei para ele que estava com um sorriso no rosto


Certeza que ele disse isso por provocação.


– Para… idiota, só ele fala isso… Aigoo


– Tá… - ele deu risada - mas o que você quer que eu faça?


– Nada, quero que você suba pro seu quarto e manda a Sojin vir aqui… é com ela que eu quero falar


– Sim senhora Do 


– AISH… NÃO ME CHAMA ASSIM - disse tacando uma almofada nele que saiu correndo dando risada


N.r. Kyungsoo


Voltei para a cozinha e continuei tomando meu vinho, fico pensando se o que eu fiz foi idiotice, ter a beijado… o problema que não é tão problema assim foi ela ter correspondido.


Meu celular começou a tocar, atendi sem ver quem era.


– Alô?


– Então quer dizer que você beijou sua ex esposa


– Xiumin? 


– Eu mesmo meu amigo


– Como você sabe que eu beijei a (S/n)? Ela está aí?


– Sim, está lá embaixo junto da minha esposa, ela disse que você a beijou… verdade mesmo?


– É… é sim, mas ela correspondeu então não foi forçado nem nada 


– Calma, não estou te julgando, não precisa ficar na defensiva...  mas porque fez isso?


– Eu estava me perguntando isso agora mesmo? Eu não sei, eu estou confuso Xiumin, não queria que ela saísse pra farra dela e acabei agarrando sem mais nem menos…. foi no automático, sabe? - disse a primeira desculpa que surgiu na minha mente


– Sei… automático - pude ouvir sua risada - Mas só pra você saber, ela gostou


– Do quê? Do beijo? - perguntei confuso 


– Aham, ela está toda eufórica dizendo que está confusa, que não tem porque ela estar assim porque não gosta de você… mas tá na cara que gosta


– Ela gosta? - perguntei dessa vez esperançoso


– Não foi o que ela disse, mas deu pra perceber… ela disse que você beija bem 


– Ham… eu sabia - ouvi Xiumin suspirar


– Vocês dois em, não sei porque se divorciaram sendo que se amam e foram feito um para o outro


– Para de ser meloso idiota, não é nada disso…. Sabe que eu a odeio e quero distância


– Se não quisesse distância não teria a beijado só porque não queria que "ela fosse pra farra"


– Que merda Xiumin… Só manda ela voltar para casa, tchau - disse e desliguei sem deixá-lo responder


Guardei tudo e subi para meu quarto, tomei um bom banho e me joguei na cama.


DIA SEGUINTE:.


Acordei mas dessa vez eu não estava sozinho na cama, olhei para o lado vendo (S/n) dormindo tranquilamente.


Como não ouvi ela chegar? - Pensei


Me levantei cautelosamente, me troquei e desci. 


Preparei o café da manhã normalmente para nós dois, me sentei no balcão e comecei a comer.


– Por que não me chamou? - me assustei com a voz de (S/n) atrás de mim


– O quê? Ah… desculpa, achei que seria melhor não te acordar 


– Engraçado, você nunca se importou em me acordar independente do dia ou do horário - disse se sentando ao meu lado, olhei de canto para ela 


– Foi só dessa vez


– Ata… É, amanhã eu não vou pode ir a empresa


– Por que não?


– Tenho que ir ao aeroporto, uma amiga minha irá viajar e eu vou me despedir dela


– Humm - tomei um gole de café


– E também, vou aproveitar para comprar uma passagem para Seattle, quero visitar meus pais… faz tempo que não os vejo


– Você vai visitá-los? Vai ficar lá por quanto tempo 


– Não sei, vou tirar um tempo pra mim… não tenho uma previsão exata para voltar 


– Você quer se afastar de mim só porque eu te beijei


– Não… porque eu faria isso?


– Bom, independente do que você for fazer ou não… não é mais da minha conta não é mesmo? Nunca foi, agora que assinamos os papéis, menos ainda - me levantei e sai a deixando sozinha 


N.r. (S/n)


Que droga, Kyungsoo é dramático demais e ficar bravo comigo por isso não faz sentido. Ele sempre deixou claro que não queria gostava de mim, agora está aí me beijando do nada, deixando eu dormir na boa e bancando o bravo só porque eu vou viajar. 


– Quer saber? Foda-se - disse para eu mesma enquanto preparava algo para comer -  como ele disse, não é da conta dele… Vou dar um jeito de viajar ainda essa semana e ficar longe de tudo isso


(...)


Passei a tarde inteira no tédio sem fazer nada, quando q noite caiu subi para tomar um banho.


Kyungsoo entrou no quarto com aquela cara de poucos amigos.


– Se arrume, vamos jantar na casa dos meus pais hoje


– Aigoo... Quando vamos contar a eles que estamos divorciados? - perguntei já impaciente com essa história


– Humm... Podemos tentar contar hoje, mas não sei se seria uma boa ideia - disse começando a se trocar - Você sabe como meus pais e os seus são


– Que saco, não sei pra que tanta insistência sobre a gente - cruzei os braços


– Quando você vai viajar? - disse mudando de assunto


– Eu ainda não sei...


– Humm... Se for no sábado a noite nós podemos ir ao aeroporto juntos - disse com um sorriso nos lábios


– Que? Você tá querendo ir junto? Pode ir tirando o cavalinho da chuva seu idiota


– Calma boca suja, eu não vou viajar com você... Tenho que ir para a Itália


– O que vai fazer na Itália?


– Diferente de você, eu me preocupo com a empresa dos nossos pais, vou lá a trabalho


– Humm... Boa viajem então - passei por ele querendo ir até ao closet


Kyungsoo me parou puxando meu braço, olhei para ele que estava com um semblante sério. Ele começou a chegar mais perto só que de vagar, passava suas mãos sobre meus braços e ombros me causando arrepios.


Isso já estava me deixando nervosa e cada vez mais ele se aproximava. Fez que ia me beijar mas passou direto, levando sua boca até meu ouvido e sussurrou.


– Deixa que eu escolho sua roupa... - agora com as duas mãos em minha cintura, caminhamos juntos até o closet


Eu não fiz literalmente nada para parar com essa situação. Queria ver até onde ele seria capaz de chegar.


Kyungsoo me encostou em um dos armários e começou a andar a procura de alguma roupa.


Ele escolheu um vestido simples da cor verde escuro e um sapado não muito alto da cor preta e ele entregou.


– Está faltando minhas peças íntimas - disse com os olhos cerrados


– O vestido já bem com bojo - disse simplista


– Tá e a minha calcinha


Antes de sair do closet ele me olhou com um sorriso mais que malicioso.


– Você não vai precisar dela hoje - deu uma piscadinha e saiu


Que safado, agora eu estou curiosa pra saber o que ele infeliz vai fazer.

.

.

.

.

.

Continua


Notas Finais


Desculpa qualquer erro ortográfico!!

Link do grupinho no whatsapp pra quem estiver afim de entrar. 😬

https://chat.whatsapp.com/F5a22BmA9387P79nnpEba1


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...