História Recomeçar - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Bleach
Personagens Grimmjow Jaegerjaquez, Rukia Kuchiki
Tags Grimmruki
Visualizações 36
Palavras 776
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ecchi, Hentai, Shoujo (Romântico)
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Yo!
Alguns devem me perguntar: Ela tinha postado essa história em outro casal...
Sim eu tinha, mas resolvi mudar para o meu crackotp ♡ tem umas coisinhas a mais :3
Boa leitura.

Capítulo 1 - Capítulo Único;; Deixando para trás!


O clarão da luz do sol adentrou as janelas do quarto, batendo nas paredes de madeira, enquanto um casal dormia tranquilamente. Eram cobertos apenas por um fino lençol branco.

O belo homem de cabelos azuis estava com um braço jogado, enquanto o outro servia de apoio para a mulher de cabelos pretos. Ela logo acordou, abrindo os olhos lentamente e mostrando as orbes violetas.

Tentou se localizar onde estava, mas sua cabeça parecia doer mais que tudo. Impedindo-a de pensar com clareza. Passou a mão pelo corpo, até sentir estar sem calcinha. Entrou em choque, aquilo não poderia estar se repetindo. Olhou para o lado e viu a figura que menos queria que estivesse ali.

“Puta merda!” Mordeu o lábio inferior enquanto coçava sua cabeça.

Ela sabia que Grimmjow não entendia sobre sentimentos. Eles dois quando se encontravam, nunca rolava um assunto, era apenas sexo.

Se aproximou um pouco dele e sentiu aquele calor emanar, o cheiro forte e os músculos bem definidos. Realmente era aquele homem que a fez chorar. Ele tinha mudado bastante, não era mais quem tanto amou um dia.

Eles eram divorciados há dois anos, mas pareciam ter um vida de casados. Principalmente quando se encontravam, ele sempre sentia ciúmes caso outros homens se aproximassem.

Sempre que ia em alguma festa de sua melhor amiga, Orihime. Que era casada e seu marido tinha um melhor amigo, Grimmjow. Pelo menos seis vezes ao ano, eles faziam alguma festa.

Ela como boa amiga e que infelizmente — ou felizmente —, sempre se encontrava com o ex. Ele era como um ímã, sempre a atraía, não importa o ambiente.

Rukia nunca foi uma garota muito confiante, vítima de várias traições por parte de Grimmjow. Os dois resolveram casar muito novos, ela mal tinha começado a faculdade. E conhecia ele desde o terceiro ano, na formatura.

Diferente de sua amiga, que namorava o mesmo garoto desde que se entendeu pra isso. O problema que a morena passou foi simplesmente abandonar sua juventude para focar em algo que não daria futuro.

Nunca achou que os conselhos de Ulquiorra seriam tão eficazes, mas hoje fazia muita diferença.

Dois adolescentes, que mal entendiam sobre o amor. Que resolveram se casar por diversão, ou para ficarem juntos mais tempo. Com um ano de casados, ele começou a sair sozinho. Voltava com marcas de batom ou qualquer outra coisa.

Ela sabia que não era mais aquele homem por quem se apaixonou. Ele tinha mudado e ela também. Era um fio puxado pelas duas partes.

Deixou de ir a vários países, shows, feiras, eventos, etc. Tinha tanta coisa para fazer, mas no fim não fez nada. Ficou ferida por uma coisa lá no fundo sabia que um dia iria acontecer.

Sentou-se na cama e passou as mãos pelos fios azulados, fazendo um carinho. Se ela não tomasse a iniciativa, eles ficariam nisso pelo resto da vida. E com certeza não queria isso. Ele mal sabia para quem servia um coração — seja anatomicamente ou emocionalmente —, ela não poderia ficar naquela teia de aranha por mais tempo.

Foi pegando suas roupas por todo o quarto, a calcinha estava jogada no monitor do computador. Lembrava muito bem da noite passada ter pegado fogo, os dedos ágeis dele em sua intimidade ainda a faziam arfar, só de imaginar.

Resolveu tomar um banho, ligando pouca água para não o acordar. Apesar de lembrar bem que ele sempre dormia igual uma pedra. Mesmo que o mundo caísse, ele não perceberia.

Assim aconteceu quando ela o pegou na cama com outra, doeu na alma, mas engoliu o choro, ele não precisava ver suas lágrimas.

Vestiu suas roupas e desceu para a cozinha, se deparando com aquelas panelas de comida. Se tinha uma coisa que ele era bom, era na cozinha. Fazer as coisas era a especialidade dele. E a dela sempre foi comer — e ser comida, no bom sentido.

Experimentou um pouquinho de cada, arqueou a sobrancelha ao ver sua bolsa de roupas ali. Era pra estar na casa de Orihime. Tirou seu livro favorito de dentro, Um amor para recordar. O que ela estava prestes a fazer era uma loucura, ia ser uma aventureira apenas com a sua mochila e seus cartões.

Pegou um cacho de uvas e uma flor lilás que tinha no centro da mesa. Colocou sua mochila nas costas e saiu, fechando a porta.

Ela precisava abandonar seu passado, jamais conseguiria seguir em frente encontrando Grimmjow a cada mês. E sabia que não passaria daquilo, apenas sexo.

Enquanto ela se feria a cada vez que se encontravam, era algo que só crescia com o tempo. Então ela precisava curar uma por uma. Recomeçar era a palavra certa.

E talvez o tempo fosse bom para amadurecer ambos, e um dia quem sabe ter o reencontro. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...