1. Spirit Fanfics >
  2. Recomeço >
  3. Kyôka

História Recomeço - Capítulo 17


Escrita por:


Notas do Autor


pessoal desculpe o atraso, tive uns problemas, e acabei ficando fora no fim de semana, não dando pra terminar o cap. então sem muita enrolação boa leitura, e agradeço aos favoritos <3 e a todos os que comentam, muito obrigado

Capítulo 17 - Kyôka


Fanfic / Fanfiction Recomeço - Capítulo 17 - Kyôka

Narrador da historia

 

Natsu - Vamos lá

* Natsu sabia que pela patente dala, não seria uma luta fácil, então ele deveria agir de maneira sabia, e rápida, de uma forma que não houvesse brechas, Kyôka foi para cima com um soco rápido, e natsu apenas esquivou para o lado, de uma forma rápida, mas ela também tinha estratégia, e partiu para uma rasteira, que pegou o meio da canela de natsu, o fazendo vacilar, e se recompor no lugar com um soco que subiu em sua bochecha, natsu tratou de se afastar rápido dela, e a mesma não para de investidas, indo novamente para cima dele, mas natsu após tomar equilíbrio partiu também, e os dois um contra o outro, natsu então em um rápido movimento de abaixar, agarrou a cintura de Kyôka, a derrubando no chão e por sua ves desferindo um soco em seu rosto, mas Kyôka apenas virou o pescoço, o fazendo acertar o chão, com o golpe a mão de natsu começara a sangrar, com algumas escoriações, ela então desferiu um soco em sua outra bochecha, para evitar maiores problemas natsu rolou para mais longe dela, e retirou o capuz*

Natsu – droga você é boa mesmo em * cuspiu sangue para o lado

Kyôka – você não é mal também, se fosse um qualquer já estaria morto a esta altura * ela sorriu vitoriosa

* natsu entrou em sua posição, respirou fundo, e mudou sua postura, para uma guarda mais aberta, ao invés de suas mãos estarem frente ao seu rosto, agora estavam uma na altura da cintura, e a outra rente com o seu pescoço, Kyôka novamente veio para cima, entretanto, natsu esquivou e desferiu um rápido soco em suas costelas, que a fez recuar um pouco e arfar, natsu voltou para sua posição anterior, e bateu o pé, novamente Kyôka veio para cima dele, e de uma forma mais aberta para evitar qualquer outro golpe em suas costelas, entretanto, natsu apenas entrou reto com um golpe certeiro em seu rosto, a fazendo cair para trás, e cuspir um pouco de sangue para o lado*

Kyôka- você realmente é interessante, quero muito testar coisas novas com você. * ela sorria*

* natsu nada disse estava concentrado, sabia que aquilo era como uma distração, lembrava bem dos ensinamentos de seu pai, então natsu bateu os dois punhos, e partiu agora para cima dela Kyôka, a mesma tentou uma rasteira, mas natsu pulou e desceu com um soco forte em sua barriga a fazendo arfar novamente, mas em seguida rangeu os dentes, e partiu para um chute, acertando uma das pernas de natsu, o que o desequilibrou aproveitando tal momento Kyôka apenas girou para acertar um chute alto no rosto de natsu, que o acertou com maestria, fazendo natsu cair no chão, e cuspir um pouco de sangue ao lado, Kyôka pulou por cima dele, e com socos em sou rosto fazia natsu praguejar, natsu usava os braços para evitar os golpes, e então quando consegui segurar o punho dela, desferiu um soco a forçando sair de cima dele, natsu tentou fechar ela em uma chave de braço, entretanto a mesma saiu rápido girando para mais longe, natsu se levantou de vagar a olhando fazer o mesmo, então ela correu para cima dele e pulou em uma voadeira, mas natsu apenas foi para o lado, e girou acertando um chute giratório em suas costas, Kyôka caiu próximo ao soldado que assistia tudo mas não dizia nada por estar amordaçado, ela então pegou uma faca que tinha ali perto e cortou a corda, e apenas disse

Kyôka – pegue vamos!

* natsu novamente entrou em posição, e o soldado partiu para cima como Kyôka apenas havia cortado as cordas o mesmo enrolou os pedaços em suas mãos, para ter um efeito maior, natsu esquivava dos ataques do homem, Kyôka apenas observava, quando natsu segurou o braço do soldado, e o girou deixando o mesmo de costas, e em um empurrão quebrou o braço do mesmo, o chutando ao chão, Kyôka apenas observava tudo, com atenção, ela queria ver brechas nos movimentos antes ainda não vistos, natsu voltou seu olhar para ela, então ela foi ate uma mesa que havia no quarto, e colocou duas luvas, que tinham garras, natsu então retirou seu sinto, e enrolou em seu braço direito, o cobrindo com o material de coro, ele sabia que o colete protegeria o peito e a barriga mas deveria ter cuidado com a perna e também a cabeça, Kyôka veio para cima, natsu usou o braço que estava enfaixado com o cinto para então poder se defender, e assim foi feito quando ela tentou mais um corte com a outra mão, natsu girou para o lado, e assim evitou mas apenas dou um soco em suas costas a fazendo vacilar. Kyôka girou tentando mais um golpe mas não estava perto o suficiente, então em um salto sobre natsu conseguiu ferir a perna dele, aproveitando esse momento, desferiu outro golpe em seu rosto, mas natsu foi rápido em evitar o golpe desviando ele como braço enfaixado, e acertando outro soco nela, Kyôka cuspiu sangue para o lado, e novamente foi para cima, natsu saltou para trás, e assim evitou o golpe e rapidamente foi para cima desferindo um soco nas costelas dela, a fazendo ir pouco mais para trás, e em um rápido movimento, natsu saltou acertando uma joelhada no rosto dela, que agora caiu, ela estava ferida, e com muita raiva não conseguia, acertar o rosado, mas em seu único golpe efetivo, conseguiu causar bastante dano, natsu se  apoiava na perna boa, então Kyôka, correu para cima de natsu, o que o fez ter de se recompor rápido, e isso forçou sua perna machucada, Kyôka aproveitando isso, girou e acertou um chute nele, natsu então caiu, Kyôka, subiu em cima, estava agora sob o controle, e ao desferir um golpe rápido fechou os olhos para sentir suas navalhas perfurarem a carne do rosado

Kyôka –HAHAHAHA

* mas algo estranho para ela aconteceu, sentiu sua outra mão ser pega e cravada em sua coxa rapidamente

Kyôka – haaa maldito * natsu avia usado o braço para defender, apesar de ter seu braço direito perfurado, agora Kyôka também tinha problemas, sem mais chutes, ela se afastou do rosado, mancando natsu apenas entrou em posição novamente, ele tinha seu braço perfurado, e sua perna com cortes, não eram profundos como os de Kyôka mas era inconveniente para ele.*

Natsu – você seria bem útil em algumas missões do meu passado

Kyôka- digo o mesmo, apreciaria estar ao seu lado, e talvez fazermos coisas juntos sabe, como uma tortura básica só para deixar as coisas mais quentes mesmo 

* então ela também entrou em posição, Natsu veio se aproximando aos poucos, e em um rápido movimento, desferiu um soco nela, que a mesmo desviou com facilidade, e acertou as costelas do rosado, Natsu então girou em sua perna boa, e acertou uma cotovelada nela, a mesma sentiu o golpe abaixando um pouco, e com a mão sem a luva desferiu um soco no rosto do mesmo, e segurou seu pescoço, por trás, o puxando com tudo acertando uma cabeçada nele, os dois cambalearam para trás, ela então usou as garras mas Natsu usou o braço com o sinto, e girou acertando as costas da mão em seu rosto, fazendo ela cambalear, Natsu girou e com um chute derrubou ela a fazendo cuspir sangue, Natsu também caiu ao lado dela*

Kyôka – que homem você é em, em outras situações seria excitante

Natsu – não sei se seria

* então ela tentou um golpe com suas garras, mas Natsu girou para o lado, e apenas suas roupas se rasgaram, ele se recompõe, Natsu estava começando a ficar cansado, entretanto Kyôka também estava.

Kyôka- vou te quebrar, de uma forma que nunca acharam todos os seus pedaços.

Natsu- uau, bem intensa você não é* ela apenas sorri e corre para cima dele, Natsu sabia que ela era rápida, então apenas rolou para o lado, ao escapar do golpe Natsu apenas sentiu um chute em seu rosto logo em seguida, o que quase o derrubou, Kyôka ainda veio para cima tentando um ataque direto com suas garras, mas Natsu deu passos para o lado e em um giro acertou Kyôka nas costelas e aproveitando Natsu foi para cima dela, e em um soco a derrubou, subindo sobre ela em seguida, segurando assim seus punhos, fitou os olhos dela, e em um rápido movimento de para trás e para frente acertou uma cabeçada nela, o que a surpreendeu e acabou sendo muito eficaz, deixando no entanto ele assim como ela zonzos, Natsu saiu de cima dela então deu dois tapas em suas bochechas, e foi para cima de novo, conseguiu acertar agora um soco, e isso era mal para Kyôka sendo que ela não poderia sair fácil do que viria, Natsu conseguiu acertar uma corrente de socos, que acabou gerando a queda de Kyôka novamente, ela apenas cuspiu sangue para o lado, e se levantou, aparentava muito cansada para continuar, Natsu não podia se ver em um espelho, mas sabia que estava parecido com ela, então tinha que acabar com aquilo rápido. Kyôka respirou fundo cuspiu o sangue em sua boca para fora.

Kyôka – Haaaaa * ela correu Natsu também o fez e próximos um do outro, Natsu se abaixou e agarrou sua barriga saltando em seguida, os dois foram para o chão com Kyôka batendo as costas no chão Natsu apenas socou o rosto dela com toda força que conseguiu causando o desmaio dela.

Natsu – droga * ele rolou para o lado, estava cansado, então ficou ali por um tempo para que pudesse melhorar, se levantou e viu um kit de primeiros socorros na mesa e o usou, ajeitando os ferimentos, se sentou um pouco mais antes de tudo respirou fundo pegou suas armas e os demais equipamento deu um único tiro na cabeça de Kyôka,

natsu- não insulte a mira na minha frente! *  ele então saiu, tinha que achar o verdadeiro inimigo, na verdade um deles, Natsu observou o corredor antes de ir como não ouviu ninguém ou viu alguém seguiu andando baixo pelo local com sua pistola na mão, no fim daquele corredor havia apenas uma porta, certamente seria onde Mard Geer estaria, Natsu abriu rápido a porta e correu seu olho pelo local rapidamente vindo apenas uma poltrona virada com a televisão legada.

Mard Geer- Por que demorou Kyôka * Natsu apenas deu um disparo, entretanto Mard havia percebido algo de errado e por se levantar o tiro acertou sua barriga, Natsu fechou a porta atrás de si e a trancou.

Natsu – olá... senhor! * disse ao tirar a máscara e Mard Geer ao velo congelou, sabia que se Natsu havia chegado até ele, já havia acabado com os outros.

Mard Geer- seu maldito...


Notas Finais


novamente, apenas agradeço a todos os comentários, e aos favoritos <3 obrigado vocês são uns anjos <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...