1. Spirit Fanfics >
  2. Recomeço. >
  3. - Apaixonado...

História Recomeço. - Capítulo 23


Escrita por: Kerry_Uchiha

Notas do Autor


Gentee, lembra que o Menma foi pra casa do Itachi na sexta-feira? Então, o começo do flashback desse capítulo se passa na quinta-feira. Ou seja, um dia antes, bjsss e boa leitura.

Capítulo 23 - - Apaixonado...


Pov Deidara.


Estava secando a louça enquanto as palavras de Naruto não saiam da minha cabeça. Eu estava tão perdido em pensamentos que não ouvi alguém se aproximar. Esse alguém me abraçou pela cintura me fazendo dar um pulo de susto, o moreno deu uma leve risada, quase impossível de se ouvir se não fosse nossa proximidade. O moreno começou a beijar meu pescoço me tirando leves arfadas.


- Itachi... - Falei com um pouco de dificuldade deixando a louça na pia, desistindo de continuar.


Virei para ele que continuou com os braços envolta da minha cintura. Segurei seu rosto o fazendo me olhar.


- Você não vai fugir. - Falei sério o vendo bufar e revirar os olhos. Itachi tirou suas mãos da minha cintura, logo tirando as minhas de sua cara.


- Vou tomar um banho. - Falou saindo da cozinha, o segui segurando em seu pulso. O puxei para o sofá e o fiz sentar, logo depois me sentando ao seu lado.


- Vamos, me conta o que você conversou com meu irmão. - Falei ainda segurando seu pulso, ele respirou fundo e me olhou.


- Quer mesmo saber? - Perguntou agora olhando no fundo dos meus olhos. Um arrepio percorreu por minha espinha, eu sabia que a conversa não foi algo bom e agora só tive mais certeza.


- Só... só me responde com sinceridade. É verdade? Tudo aquilo? É realmente verdade? - Perguntei com um pouco de esperança de ser mentira, porque se for verdade muitas coisas vão acontecer e não sei se vão ser boas ou ruins.


- É, é verdade. - Falou Itachi ainda olhando em meus olhos. Abaixei minha cabeça olhando para meus dedos, senti o moreno me abraçar e dar um beijo no topo da minha cabeça logo fazendo um carinho ali.


Flashback on.


Já faz alguns dias que me sinto estranho sobre Itachi. Eu não sou burro nem nada sei que estou apaixonado pelo moreno, algo que nunca vou admitir. Me sentei no sofá da sala ligando a TV, alguns minutos depois ouço a porta se abrir e Itachi entrar, vejo ele colocar as chaves na mesinha ao lado da porta e ir pra cozinha.


- Tenho que ir ao mercado de novo não é? - Falou saindo da cozinha e se sentando preguiçosamente pelo sofá. De alguma forma isso me incomodou, Itachi foi gentil quando me deixou morar aqui mas eu já estou aqui a muito tempo.


- Deidara! - Sinto uma mão no meu ombro e olho pro moreno.


- Você tá bem? Eu tô te chamando faz um tempo já. - Falou me olhando preocupado, aquele olhar me deixou hipnotizado, eu queria o abraçar, o beijar. Balanço minha cabeça afastando esses pensamentos.


- E-eu tô bem, não se preocupe. Mas o que você queria falar. - Falei tentando mudar de assunto o mais rápido possível.


- Quer pedir pizza? Ou alguma outra coisa? - Perguntou pegando o celular.


- Pode ser pizza. - Pedimos a pizza e Itachi foi tomar banho, fico na sala esperando até que ouço a campainha tocar e ao mesmo tempo o chuveiro desligar. Me levantei e peguei a pizza colocando em cima da mesa.


- Itachi, a pizza chegou. - Dei leves batidas na porta do quarto do moreno. A porta logo se abriu e de lá saiu Itachi sem camisa, apenas com uma calça moletom e secando o cabelo. Meus olhos passam por seu peitoral bem definido, e depois para seu rosto que me olhava com um sorriso ladino. Sinto meu rosto quente, com certeza eu estava mais vermelho que um tomate.


- B-bom a pizza já chegou e eu estou morrendo de fome. - Falei passando na frente dele e andando apressadamente até a cozinha.


Me sentei na mesa e meus olhos foram para Itachi que abriu a geladeira e de lá tirou duas garrafas de cerveja, se sentando na minha frente.


- Amanhã é sexta temos que ir trabalhar. - Falei pegando a cerveja.


- A vamos, nem vai fazer efeito se bebermos só uma. - Falou abrindo e tomando um gole.


Quebra de tempo.


Estávamos sentados no sofá, já era nossa terceira garrafa de cerveja. Não estamos bêbados mas mentiria se falasse que estamos cem por cento sóbrios.


Conversávamos sobre coisas aleatórias. Mas meu olhar não saia de seu peitoral definido, que algumas gotas de água do seu cabelo desciam sobre ele, me dando arrepios.


- Porque você tanto me olha desse jeito? - Fala sorrindo ladino. Ele sabe muito bem a resposta.


- É-é que s-seu cabelo ele não tá seco, você vai pegar um resfriado. - Falei emburrado cruzando os braços e virando a cara.


- Uhum... Vou fingir que acredito. - Falou rindo divertido. Sinto meu rosto corar novamente.


- B-bom eu acho que já vou ir dormir. - Falei me levantando.


- É eu acho que também vou. - Falou se levantando também.


- Boa noite. - Falei já entrando no quarto.


- Boa noite. - Falou entrando no quarto também.


Quebra de tempo.

No dia seguinte...


Chego no apartamento abro a porta e entro. Vejo Itachi sentado no sofá, algo estranho já que ele sempre chega do trabalho depois de mim.


- Eh... Oi, chegou cedo. - Falei me sentando ao seu lado.


- Eu tive que buscar um serzinho na escola. - Falou sorrindo fazendo meu coração disparar dentro do meu peito.


- Menma? - Perguntei animado já me levantando.


- Sasuke entrou no período de cio, então ele vai ficar aqui por uns dias. - Falou voltando a mexer no celular.


'Droga! Meu período de cio também tá próximo. Mais um motivo para procurar por mais apartamentos logo.' - Meus pensamentos são interrompidos.


- Deidara! - Falou animado correndo em minha direção, me ajoelhei no chão abrindo os braços. Ele pulou e me abraçou forte, eu apenas retribui com um sorriso.


Quebra de tempo.


Acabei de lavar a louça e me viro vendo Itachi guardando o último prato no armário.


- Itachi... Nós podemos conversar? - Perguntei receoso, ele me olhou preocupado e confuso e apenas assentiu. Comecei a andar em direção ao quarto e vi que o moreno entendeu me acompanhando. Me sentei na cama respirando fundo e começando a falar.


- E-eu achei um apartamento legal para morar. Então daqui a alguns dias eu vou me mudar. - Falei de cabeça baixa.


- Porque? - Perguntou me deixando confuso.


- Qual é Itachi, eu não sou burro. Eu sei que sou um incômodo aqui, você não precisa ser tão gentil a esse pon- - Fui interrompido por um beijo. Fiquei paralisado no lugar.


'I-itachi e-e-esta me be-beijando!!??' - Pensei. Meu coração acelerado, meu rosto queimando de tão corado que estou.


Fui retirado de meus pensamentos quando o moreno pediu passagem com a língua. Fechei meus olhos cedendo a passagem. O beijo era calmo e apaixonado. Nos separamos do beijo tentando controlar nossas respirações.


- Não precisa se mudar, você com toda a certeza não é um incômodo. E eu não estou sendo gentil. - Falou depois que nossa respiração voltou ao normal.  Eu iria o beijar de novo mas ouço duas batidas na porta.


- Pode entrar. - Falou Itachi olhando para a porta. Que se abriu e pude ver Menma.


- É-é que e-eu não consigo pegar o cobertor no guarda-roupa, j-já que é m-muito alto. - Falou constrangido me fazendo rir.


- Tá bom, eu te ajudo. - Falei me levantando e o pegando no colo. Fui para o quarto em que Menma dormiria e o levantei um pouco para ele poder, assim, pegar o cobertor. Ele pegou o que tinha desenhos de carros, já que aquele cobertor era dele. O coloquei no chão e ele logo subiu na cama se arrumando.


- Boa noite Menma. - Falei indo em sua direção e o dando um beijo na testa. Saí do quarto logo depois esbarrando com Itachi na porta, o dei passagem para entrar e assim fez. Fui em direção ao meu quarto e me joguei na cama passando a mão por meus lábios.


Ouço a porta se abrir e me levanto me sentando na cama. Olho em direção a porta e lá estava Itachi, ele se aproxima e senta na minha frente.


- Nós... Vamos fingir que isso nunca aconteceu? - Pergunta receoso. Fico em silêncio por um tempo, ele me beijou mas isso não significa que gosta de mim.


- Isso depende de você. - Falei o olhando sério.


- Eu não quero fingir que nada aconteceu. Pelo contrário, Deidara... eu quero tentar algo com você. O que acha? - Pergunta me olhando sério. Meu coração acelera.


- E-eu também quero... Tentar algo com você, Itachi. - Falei corado. O vejo se aproximar lentamente, o puxo pela nuca e colo nossos lábios.


Flashback off.




Notas Finais


Meu Deus que capítulo grande, acho ( tenho certeza) que me empolguei escrevendo.

Muito obrigada a todos que estão acompanhando essa fic💖 Eu tô MUITO MUITO feliz pelo rumo que ela tá tomando. Sério gente muito obrigado💖

Espero que tenham gostado!!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...