1. Spirit Fanfics >
  2. Recomeço em Seoul >
  3. 3.Explorando a cidade

História Recomeço em Seoul - Capítulo 3


Escrita por:


Capítulo 3 - 3.Explorando a cidade


Fanfic / Fanfiction Recomeço em Seoul - Capítulo 3 - 3.Explorando a cidade

Segunda de manhã, acordo com um espirito de urso tão grande que descido não me levantar da cama. Perto do horário de almoço tomo coragem, me levanto, tomo banho e me lembro de ter planejado tirar o dia para andar pela cidade, e fazer fotografias, já faz alguns meses que não mecho em minha câmera. Checo as baterias e rumo ao guarda roupa em busca de roupas para o passeio; escolho tênis branco slim, shorts de linho cor coral e um body branco com listras cinzas, faço um coque no cabelo, e faço uma maquiagem simples somente delineado nos olhos e um lipbalm para hidratar os lábios, pego minha bolsa e saio em busca de uma barraquinha de rua que Hyung-sik havia me recomendado. Encontro a barraquinha e compro um hotteok e parto para o ponto de ônibus. 

Chegando no bairro de Gangnam, tiro algumas fotos do parque e do contraste entre prédios e o Dosan Parque, depois de um tempo decido por ir até o Opera gallery Seul que fica bem próximo. Por ser final de tarde e estar próximo do fechamento consigo observar a exposição com calma já que a galeria está quase vazia, tiro fotos de algumas partes do ambiente que me chamaram a atenção, um rapaz me chama a atenção no ambiente , ele se veste de forma extravagante e excêntrica, continuo com minhas fotos e em determinado momento ele me aborda com cara de poucos amigos. 

-Com licença por um acaso você não estava tirando fotos minhas? O que ele me diz me deixa um pouco irritada não sou o tipo de pessoa que invade a privacidade dos outros, mas ele não tinha como saber. O encaro para poder lhe responder e acho o rosto dele familiar, mas não tenho certeza ele até parece estar se disfarçando com aquela mascara, que pessoa estranha. 

-Peço desculpas se passei essa impressão, eram apenas fotos da galeria se for do seu interesse pode olhar as fotos para confirmar. 

-Por favor gostaria de olhar só para confirmar. 

Entrego a câmera a ele e fico olhando a escultura que está a nossa frente. Reparando que ele demora para me devolver a câmera, olho pra ele e o vejo com um semblante sério e curioso. 

-Você é fotografa profissional? Ele pergunta. 

-Não, talvez um dia. Digo lhe mostrando um leve sorriso para transparecer o meu orgulho pelas fotos; não é por nada não, mas sou realmente boa com fotos e vídeos, após me formar pretendo trabalhar em uma produtora e fazer o hobby virar sustento. 

-Posso lhe pedir um favor?  

Olho curiosa e assinto com a cabeça. 

-Poderia fazer uma seção de fotos minhas nessa galeria? 

-Poder até posso, porem ela já está para fechar teria que ser outro dia. Respondo, e ele pede para que eu espere onde estou e sai andando com minha câmera ainda em mãos. Ele é realmente fora do comum, levando em conta as roupas de marca ele não roubara minha câmera e descido esperar. 

-Problema resolvido, a galeria está fechada e o responsável ficara para esperar o tempo que for necessário para que possamos terminar a sessão. 

Olho para ele levemente espantada e concordo com a cabeça. 

- Sou Samira, mas me chame de Samy. Como posso te chamar? E você tem algo em mente para as fotos? 

-Sou Kwon Ji-Yong, pode me chamar de Ji-Yong. Para as fotos pensei em diminuir a luz do ambiente e fazer o contraste entre o espectador e as obras, porem de forma discreta e que meu rosto não seja o foco, entende o que quero disser? 

-Sim, ambiente acolhedor, valorização das obras e retratação de uma pessoa com sua linguagem corporal apreciando as obras. Bom conceito parece até que você trabalha no ramo. Vamos começar? 

-Sim, vou mandar mensagem para diminuírem as luzes. 

Seguimos fazendo as fotos, ainda tenho a impressão de conhecer ele, mas por mais que ele tenha retirado a máscara, com a iluminação fraca não consigo reconhecer, deve ser coisa da minha cabeça. 

-Acho que já temos o suficiente, trabalharei com elas em casa e lhe envio por e-mail ou prefere de outra forma? 

-Prefiro que me envie pelo kakao talk, me empresta seu celular para salvar o número. Ele salva o número e liga para o próprio número para salvar meu contato. 

-Tudo bem, amanhã ao final do dia provavelmente lhe envio as fotos, já aviso que elas terão minha marca nas laterais.  

Não ligo muito para o dinheiro, porém não vou enviar as fotos sem marca, pois não quero que usem as minhas fotos sem os devidos créditos.  

-Não vejo problemas quanto a isso, posso postá-las em minha conta do Instagram? Algumas apenas? 

-Claro, pode sim as fotos são suas também. Bom preciso ir, estou longe de casa, até outra hora. 

-Espera, eu lhe pago um taxi com o agradecimento pelo serviço. 

-Ok. Na porta da galeria o taxi já esperava, ele entregou o dinheiro ao taxista e eu parto pra casa ainda pensando sobre quem ele deve ser.  

 De volta em casa tomo um banho e me deito no sofá e faço uma vídeo chamada com a Rafa. 

-Mulher da minha vidaaaaaaaa, que saudade de você. Digo assim que ela atende a chamada e começamos a rir. 

-Também estou com saudades minha gostosa, como está as coisas por ai? Já viu algum famoso? 

-Está tudo bem, o país é maravilhoso, ando pelas ruas sem medo de ser assaltada a todo o momento, essa sensação de segurança eu não trocaria por nada. Sobre os famosos isso é coisa que só acontecem em sonhos. Digo rindo ao ver ela revirar os olhos. 

-Realmente a questão de segurança faz muita diferença principalmente para você que já teve várias crises de pânico por medo de andar na rua e acontecer algo, fico feliz por você. MAS ESCUTA AQUI SUA VACA TUDO PODE ACONTECER, você verá quando for aí vou achar os Bangs, espere e verá, vou te apresentar eles, mas o G-dragon é meu nem se atreva a atrapalhar. Ela diz brava. 

-Amiga, tenho que editar umas fotos que fiz hoje na Opera gallery, fico aguardando a senhorita me ligar amanhã e nem pense em me esquecer beijo, te amo. 

Encerramos a chamada, descido ligar para meu vizinho pedir indicação de restaurantes delivery e aplicativos para fazer pedidos. 

-Vizinho? 

-Olá Samy , tudo bem ? 

-Estou bem sim e você? Gostaria de pedir uma ajuda sua se não for te incomodar. 

-Estou bem também, pode pedir, estou sempre à disposição para te ajudar. 

-Estou meio perdida não sei como pedir comida e bebidas para entrega. 

-HAHAHA, tudo bem, vou te mandar o link de um app muito bom, mas o que gostaria de comer? 

-Estava pensando em comida italiana e vinho. 

-Ok, te mando os nomes de bons restaurantes para fazer o pedido, precisa de mais alguma coisa querida? 

-Não, não era só isso mesmo muito obrigado. 

-De nada, pode contar comigo, tchau. 

-Tchau, tchau. 

Aguardo ele me mandar os links, e logo após realizo os pedidos. Ainda no sofá começo a trabalhar nas fotos. Perco a noção do tempo e levo um baita susto quando a campainha toca, me levando pra pegar a comida e coloco tudo na mesa de centro da sala, ligo a tv e volto para pegar taça e abridor, para poder apreciar o vinho. Vagueio por diversos canais e acabo parando em um canal que está passando clips de k-pop, devo admitir adoro k-pop me ajudou muito a aprender o idioma. Como e bebo e até arrisco cantar algumas músicas, até que um grupo me chama a atenção, Bangtan Sonyeondan, era a estreia deles, a música era muito boa eles tinham um visual um pouco exagerado que parece não combinar com eles, bom vou ficar de olho no progresso deles, eu acho. Apesar de gostar de k-pop nunca fui uma fã de verdade, ouço as músicas, as vezes compro os cd’s, mas não tenho o costume de pesquisar sobre os integrantes e coisas do tipo, prefiro não me iludir e apreciar somente o trabalho das pessoas, Amanda e Rafaela sempre foram o oposto, quando ouviram alguns dos cd’s  que tinha na época em que tínhamos 17 anos elas acabaram se interessando pelo gênero e viraram fã obcecadas por alguns grupos os principais era SHINee que a Amanda era vidrada e Big Bang da Rafa. Acho fofo e as vezes engraçado a devoção que elas criaram pelos grupos. 

-Bom chega de pausa, tenho que continuar. Desligo a tv e ligo o som conectado ao celular, e pondo músicas no modo aleatório. 

Horas depois, reparo que já está amanhecendo e ainda nem dormi. As fotos estão terminadas antes do previsto e estou morta de cansaço envio o conteúdo para o rapaz e vou me deitar. 


Notas Finais


Até a próxima, espero que tenha gostado.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...