1. Spirit Fanfics >
  2. Recomeço ( tonehina) >
  3. Um presente para Sakura.

História Recomeço ( tonehina) - Capítulo 7


Escrita por: umameninaescritora02

Capítulo 7 - Um presente para Sakura.


Residência dos tsukuyomi: 


KABUTOOOOOO!

- parece que a pirralha acordou de mau humor!

- eu não aguento mais as reclamações dessa peste! O que diabos ela quer?

- melhor você ir ver antes que ela ameace contar ao Madara que você a desobedeceu!

- que inferno de vida! Era pra eu voltar a trabalhar pro orochimaru que eu ganho mais!

- eu sei o "mais" que você ganhava!

- vai a merda zetsu!

Quarto de shion:

- o que você quer? O café está lá em baixo te esperando!

- o papai mandou eu sair em missão!!

- o que, que tem?

- eu tenho que tentar seduzir um velho rico!

- esse madara! Ai ai viu...

- ai eu vou ficar longe do meu príncipe!

- mulher vá fazer seu trabalho!

- eu vou ficar uns 6 meses fora! Por que papai tem outros planos e cofres para abrir...

- falando nele ele tá te ligando!

Shion colocou no viva voz:

- oi papai!

- criança já está pronta? Estou com meu jatinho no 3° esconderijo! Venha em meia hora!

- mas papai eu...

- SHIONNNN....

- em 20 minutos eu chego!

Madara desligou.

- ai kabuto o q eu faço?

- as malas!

- seu desgraçado!

- cuida pirralha, mau posso esperar pra passar 6 meses longe de você!

- você me paga sua cobra peçonhenta!

- na verdade vamos nos ver em alguns meses, seu pai vai mandar você pra Tóquio, provavelmente pra seduzir um dos sobrinhos!

- e você o que vai tramar durante esse tempo?

- vou voltar a trabalhar para o senhor orochimaru, em fim estaremos na mesma cidade, mas em situações diferentes!

- até mais praga!

- tchau peste!


Residência dos uchiha:


- nisan!!!

- o que foi?

- pra onde vai com essas malas?

- vou passar uns tempos lá em Osaka!

- o que? Assim do nada?

- acho que esqueci de te avisar!

- você também nunca pensa em mim!

- deixe de bobagens! Foi a correria dos últimos dias!

- o que vai fazer por lá?

- vou trabalhar na fuculdade central de lá!

- uau!!! Como não me conta uma coisa incrível dessas?

- vida de professor não é fácil! Eu também não podia contar, vai que você contava a algum aluno meu?

- não sou fofoqueiro!

- até parece!

- você é o melhor professor de filosofia! Seus alunos vão sentir sua falta!

- é por um pequeno período! Estatei no lugar de uma professora que tirou licença a maternidade! E o diretor pain é um velho amigo meu!

- aaa!

- o que queria perguntar?

- preciso de um concelho...

- sobre o que?

- o que você daria de presente a izumi?

- am? Quer dar um presente a izumi?

- não não! A Sakura!

- então o negócio está realmente dando certo hein!?

- bem...estamos namorando a uns 5 meses...

- é aniversário de namoro?

- não! Daqui dois dias é o aniversário dela! E eu quero dar algo especial!

- se você a conhece bem sei que vai dar uma coisa que ela vai adorar!

- esse é o problema! Tem tantas coisas que ela gosta!

- um palpite meu... ela vai gostar de algo que lembre você e ela possa guardar por muito tempo!

- hum...

- já estou atrasado! Tenho que ir ou vou perder o vôo!

- Izumi vai com você?

- não não, ela teve que viajar com os pais hoje, só volta semana que vem... confesso que estou com saudades...

- babão!

- olha quem fala! Tchau bobinho!

- tchau babão!

Itachi fez seu clássico toque de testa e saiu.

- já sei o que eu vou dar a ela!

- NÃO SE ESQUEÇA DE USAR CAMISINHA!!! NÃO QUERO SOBRINHOS AGORA!!! A CASA É SUA APROVEITEEEE!!!( itachi gritou do lado de fora)

- VAI A MERDA!!

Desde a morte de seus pais sasuke só tem a companhia de seu irmão. Durante muito tempo isso o atormentou, pois quando ele chegou da escola com seu irmão, seus pais estavam mortos em casa.

Isso mecheu muito com ele já que só tinha 8 anos quando isso ocorreu.

Ele ficou muito traumatizado, e depressivo, o que lhe tirou do mal caminho foi Itachi, Naruto,Izumi e sakura, além dos demais amigos.

Sim sakura merecia um presente especial...


Osaka:

Hinata:


Quando entrei em meu apartamento só vinha uma coisa na minha mente...Toneri!

Aquela noite foi mágica... fiz coisas que nunca imaginei fazer...

Tirei a pouca maquiagem, desprendi o cabelo, e troquei o vestido por meu pijama, cai na cama e já era muito tarde...

Quando abri os olhos vi que estáva atrasada! 6 e 45! O trem era de 7 e 15!

Pulei da cama correndo em direção ao banheiro. Tomei o banho mais rápido da minha vida!

Vesti um macacão rosa e uma camiseta branca, prendi meu cabelo em um rabo de cavalo e estáva pronta.

Alguém tocava a campanhia em quanto  o relógio marcava 7 em ponto.

Era Toneri.

- Ohayōgozaimasu hina!

- Ohayōgozaimasu Toneri!

- uauu! VOCÊ ESTÁ MARAVILHOSA!

- o..o..obrigada! Você também está lindo!

Toneri vestia uma camiseta verde clara, e uma calça jeans azul clara. Um visual bem diferente, e os cabelos mais bagunçados que o normal.

- acho que não foi só eu que me atrasei né?

- é kkk, aqui estão as passagens vamos?

- vamos!

O táxi já nos esperava lá em baixo.

Um segundo a mais e perderiamos o trem.

Quando descemos do táxi corremos de mãos dadas até o trem, e que sensação maravilhosa!

- eu estou morrendo de fome!

- eu também não tomei café! Que tal pedirmos algo?

- sim!

Tomamos um delicioso café no trem. Seriam umas 3 horas de viagem no trem bala até a cidade natal de Sakura.

Já fazia mas de 1 hora, e o cansaço da noite passada me consumia... a ponto de acabar tombando no braço de Toneri.

- você está com sono?

- não não eu...

- eu estou...você pode dormir no meu ombro sabia?

- bem eu...

- vamos dormir até chegar lá!

- tudo bem!

Deitar no abraço aconchegante de Toneri era perfeito. Dormi tão profundamente em seus braços que só acordei quando chegamos.

- você tá acordada?

- sim já faz um tempinho que chegamos dentro da cidade, estamos perto da estação.

- por que não me acordou?

- por que você parecia estar dormindo profundamente!

- eu tive um sonho!

- um sonho?

- eu e você num parque de cerejeiras, de mãos dadas, e uma pequena garotinha de cabelos pra e olho violeta!

- Toneri!

Aquilo me deixou um bocado em cabulada! Toneri pretendia casar comigo?

Saimos em direção ao centro da pequena cidade. Séria fácil achar o presente que eu imaginei pra Sakura!

Eu iria lhe dar uma caixa de doces de cereja! De bombons a pudins, pirulitos, trufas, pequenas tortas, geléias e bolos.

Depois que saiu da cidade com oito anos ela nunca mais veio aqui...ela sempre comentou dos doces que tinham lá...

- é um presente bem delicado pra gente levar! Essa sua amiga deve ser muito especial pra você!

- sim ela é! Vou mandar as pessoas  daqui se encarregarem de levar os doces!

- onde vamos primeiro?

- a loja de doces Feng! Sakura disse que os melhores doces são feitos lá...

Andamos pelas pequenas ruas estreitas e de casas de cores vibrantes. Até nos depararmos com a pequena loja de paredes amarelas e portas e janelas azuis.

Quando abri a porta o sininho tocou e uma simpática vovozinha levantou a cabeça de trás do balcão.

Sakura ia muito nessa loja de doces quando pequena, pois seu pai que cultivava as melhores cerejas da cidade era amigo intimo da velhinha.

- sejam benvindos!

-  Ohayōgozaimasu! ( dissemos)

- mas que belo casal! Vejo que são turistas, pois nunca os vi aqui, e eu posso dizer com tranquilidade que conheço todos da cidade!

Coramos com o comentário da senhorinha.

Um casal?

Sim um casal.

- muito obrigada senhora!

- o que vão querer?

- eu quero provar todos os doces! Parecem deliciosos!

- bem de início vamos pedir um lanche! O q vai querer Toneri?

- eu quero um pouco de chá e pode ser uma torta que tal?

- sugiro a de cereja crianças!

Logo o lanche foi preparado. Enquanto isso eu e Toneri admiravamos o local. Alguns clientes ainda faziam sua primeira refeição e outros já estavam na segunda.

Era um local que parecia sair de conto de fadas! As mesinhas e cadeiras de madeira colorida davam um ar infantil ao local. Havia vários passaros e flores pintados nas paredes.

Sakura havia me contado que ia pra lá por que os pais viviam ocupados com a fazenda, e vovó shio se ofereceu pra cuidar dela. As duas pareciam avó e neta, faziam tudo juntas.

- o que mais desejam?

- a senhora poderia fazer uma cesta de doces com esses aqui?- entreguei a lista a ela.

- esses doces...vocês por acaso conhecem alguém da região?

- sim! A sua neta postiça Sakura!

- Meu Deus! Sakura aquela pestinha?

- sim!

- fazem 12 anos que não a vejo!

Puxei meu celular da bolsa e mostrei a foto mais recente que sakura postou.

Logo a senhorinha começou a chorar.

- a senhora está bem?

- sim meu filho! Ela me prometeu que ia voltar logo, até hoje estou esperando por ela!

- eu tenho certeza que depois que ela provar esses doces deliciosos ela vai voltar...

- eu sou muito amiga dela, ela me contou que adoraria vinr aqui novamente! Mas o pai e mãe dela estão sempre ocupados com a empresa deles! Eu tenho certeza que ela vai vinr embreve!

- o aniversário dela é daqui 2 dias não é?

- é sim!

- entregue isto a ela.

A senhora logo começou a escrever em um papel. Uma carta!

- se ela não vinher me buscar eu vou buscá-la dando petelecos naquela testa gigante!

- kkkk

- vocês são de tokyo não é?

- bem eu era, agora moro em Osaka. Ele é de Osaka.

- meu Deus as coincidências não param!

- por que?

- meu neto é professor na faculdade central de Osaka, e vocês aparentam ter a idade de quem faz faculdade!

- sim estudamos lá! Qual o nome dele?

- Sasori! Ele é professor de teatro!

- não temos aula com ele, mas sabemos quem é,  e ele é um grande professor!

- com certeza!

- aceitam mais uma chicara de chá?

- sim.

- quero mais uma fatia de bolo!

As conversas foram ótimas, a risada da doce senhora preenchia o local. Depois de mais uns doces era hora de irmos. Nos despedimos e agradecemos a hospitalidade, com certeza eu voltaria lá com Sakura, e acho que com Hanabi também! Neji e Tenten com certeza também iriam gostar, e papai não pode ficar de fora.

Eu e Toneri pegamos duas bicicletas alugadas e pedalamos pelos caminhos de paralelepípedos dourados. Fomos a uma ponte conhecida, andamos pelo mercado local. Depois de nos empanturrar com doces, resolvemos almoçar um pouco mais tarde.

O restaurante também era muito agradável e bonito.

Depois do almoço, fomos ao famoso parque de cerejeiras da cidade. Uma infinidade de rosa. Eu amo girassóis, são minhas flores favoritas, mas confesso que também acho as flores de cerejeiras lindas!

Deixamos as bicicletas e andamos até o gramado verde.

Como minha vida mudou do dia pra noite. A pouco mais de um ano, eu vivia trancada num quarto escuro, sem vida, sem amigos, sem amor. Agora me sinto preenchida, preenchida de um jeito bom, muito bom.

- HINATAAA! Está me ouvindo?

Toneri me tirou dos meus devaneios.

- O que?

- estáva dizendo que essa cidade é muito linda e agradável como você!

- aaa!- corei as bochechas.

- obrigada!

- am? Pelo que?

- você é a garota mais incrível de todas!

- Toneri...Você me mudou...eu aprendi a ter coragem...

- maS eu tenho certeza que você já era corajosa  antes de me conhecer!!!

- bem sim...

- escuta eu quero muito te fazer feliz...pra sempre...

- está me pedindo em casamento???

- entenda como quiser! Mas se você disser que sim...então sim!

- kkkk o que a gente tem?

- somos mais que amigos não é?

- é...

- então acho que isso nos torna namorados não é?

- é sim kkk.

Entrelaçamos os dedos.

Que sensação estranha.

"Antes da minha mãe morrer, ela me disse que não importava quantas vezes fosse...deveriamos sempre recomeçar. E acho que eu recomecei."

Foi meio que inevitável não deixar uma lágrima rolar.

- por que está chorando? Só não me diga que é de arrependimento se não eu também choro kkk

É eu realmente recomecei, mudei...a antiga Hinata nunca teria coragem de roubar um beijo de Toneri.

- hina...

- eu gosto muito de você!

- eu também gosto muito de você!

Nos abraçamos e assim ficamos quase a tarde toda, debaixo da grande cerejeira florada.

Era hora de ir embora pra casa. Devolvemos as bicicletas e partimos para a estação de trem.

Aquele dia tinha cido incrível.

Durante metade do caminho falamos sobre a viagem, a cidade e outras coisas, também ficamos vendo as fotos que tirei em minha câmera. Mas eu sou fraca para viagens e depois de um tempo acabei dormindo de novo.

Acordei com dois olhos azuis olhando fixamente para mim. E um beijo casto na testa.

Andamos pra casa, e nos depedimos com um beijo e logo em seguida um abraço. Um abraço apertado, quente...

Eu me sentia muito  segura nos braços de Toneri.

Entrei pra dentro do meu apartamento e fiquei sorrindo feito boba.

Com certeza as meninas me enxeriam de perguntas na manhã seguinte.

Recebi uma mensagem dos correios dizendo que a cesta de doces de sakura e a carta já estavam a caminho de tokyo, agora era hora de descansar.


2 dias depois na residência Haruno:


- Tanjōbiomedetō!!!

Todos disseram. Toda a turma estáva reunida na casa de sakura.

- Kimitachi arigatō!!!

- anda saky abra meu presente!!

- obrigada Tenten!

- sakura-channnn abra o meu primeiro!- disse Lee eufórico.

Em seguida ela abriu o de Neji, shikamaru, choji e os demais...

Sakura estáva muito contente pelos seus 21 anos, porém estáva um pouco triste... sua amiga não estáva lá. Apesar de ter amado o presente e ter recebido uma ligação dela, ela queria Hinata presente com todos! Além de também estar bem sensível depois de ler a carta de vovó shio.

Naruto também andava estranho nos últimos dias, estsva mais isolado do pessoal...incluindo ela que era melhor amiga.

Fora Sasuke que mandou mensagem dizendo que ia se atrasar.

- eii por que está tão desanimado idiota?

- a não foi nada...

- conta o que rolou...

- a Hinata! Ela passou o dia offline!

- e?

- ela deve estar saindo com outro...

- deixa de ser idiota! Ela ama você! E você sabe disso! Pega essa fatia de bolo e curta a festa ok?

- ok...

- e sobre as flores que você quer dar a ela sugiro lírios!

- sakura-chan você é a melhor!!!

- eu sei eu sei!!!

Quando os dois voltaram a se agrupar o emo chegou.

- Sasuke-kun!

- Tanjōbiomedetō sakura!!!

- obrigada!

- podemos ficar sozinhos um pouco?

- Sasuke-kun seu pervertido!!!

- não é isso boba! Vem cá....

Os dois subiram as escadas até o quarto da rosada.

Só se ouvia o murmurinho de kiba e Lee sobre o que os dois iam fazer...

E a repreensão de todos os outros...

- Sakura!

- sim?

- Obrigada!

- pelo que?

- por tudo... desde que o papai e a mamãe morreram você se tornou minha alegria...a maior de todas!

- Sasuke-kun...

A rosada já não continha as lágrimas.

- desculpe o atraso, tive que estudar um pouco pra prova de amanhã! Mas aqui está seu presente!

Sasuke tirou uma caixinha preta de dentro de uma sacola que carregava. E de dentro da caixinha retirou um colocar com uma esmeralda.

- Sasuke-kun! É perfeito! Muito obrigada!

- ela me lembra seus olhos!

- Aaaa Sasuke-kun eu te amo!!!

- eu te amo mais!!!

Os dois depois de trocarem alguns beijos e votos de amor, retornaram a festa lá em baixo.

A noite foi cheia de risadas, diversão e bolo de cereja.



Notas Finais


Meu sonho uma amiga como a hina! Ir tão longe pra comprar um presente kkk


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...