1. Spirit Fanfics >
  2. Reconquistando Seu Coração >
  3. Cartas para mim

História Reconquistando Seu Coração - Capítulo 16


Escrita por:


Notas do Autor


Oi oi! Olha quem chegou, a Kido-chan voltou e com um cap que vai dar o que falar. Não vou dar spoiler, por favor leam para descobrir he he

Tenham uma boa leitura!
Com a obra da Kido, até as notas finais 📦💞

Capítulo 16 - Cartas para mim


Após sair de seu banho e já vestida, Shinobu se sentou na cama enxugando seus cabelos. Olhando pela janela a chuva caía suavemente. Ela pegou seu celular e em seus contatos o número de Tanjiro estava salvo como meu amor, ela sorriu aliviada agradecendo por não ter tido tempo de trocar o nome. Em seguida se levantou indo até a cômoda para pegar uma presilha para amarrar seu cabelo, abrindo a gaveta encontrou novamente aquelas 7 cartas. Com certeza elas eram para Shinobu, ela parou um pouco as observando, o que estaria escrito ali poderia mudar algo? Ela resolveu então lê-las, pegando todas levando para cama, se sentando na posição de lótus espalhando todas as cartas. Ela notou que elas estavam numeradas como uma ordem de como deveria seguir. Shinobu só achou estranho o fato dela ainda está ainda fechada, mas não só ela como as demais que também estavão. Ela teria perdido a memória sem antes ter lido elas...Abrindo a primeira carta começando a leitura.

{Obrigado por existir}

Olá meu amor! Se você começou a ler as cartas que escrevi é por que finalmente completámos 3 anos de namoro. Elas são importantes para mim e tenho certeza que quando as ler, elas serão importantes para você também. Tenho que admitir que conquistar você não foi nada fácil, quando eu começei a te conhecer, não sabia que era possível eu me apaixonar ainda mais. Eu fiz de tudo, me arrisquei, me esforcei, jurei que não iria desistir de você...Sabe por quê? Por que nenhuma garota foi capaz de me fazer sentir algo tão especial, a garota que fazia o meu mundo mais bonito e colorido. Obrigado por me dar a chance de te fazer feliz e por não desistir de mim também, eu te amo! E se eu pudesse escolher de novo eu faria tudo do mesmo jeito para te reeconquistar.

{Nosso primeiro beijo}

Nossa primeira demonstração de amor. Confesso que estava louco para te beijar e quando aquele momento aconteceu eu me senti a cara mais feliz do mundo. Como era bom te beijar, sabia que eu amo seus lábios? São tão atrantes e adoro arrancar gemidos que saiem deles. Já faz alguns anos atrás, mas eu ainda me lembro, quando nós nos separamos nossos olhos se encontraram e nos beijamos novamente, foi lindo. Depois desse demos o terceiro, o quarto, o quinto, vários, milhares de beijos. Afinal, o primeiro beijo é o sempre lembrado.

{Anel de copromisso}

Cada encontro que tivemos foi maravilhoso, mas o terceiro encontro foi inesquecível. Finalmente havia conseguido comprar nossos aneis de compromisso. Sua pele branca como a luz da lua realçava ainda mais a sua beleza naquela noite...Quando eu me ajoelhei e te mostrei que rerirei do meu bolso, você cobriu o rosto e começou a chorar. Eu me levantei e te abraçei. Após se acalmar, eu enxuguei suas lágrimas e te beijei, peguei sua mão direita que estava tremula e coloquei o anel no seu dedo. Depois você fez o mesmo colocando na minha mão esquerda, poderia apostar que agora era oficial. Eu estava tão feliz! Os primeiros e melhores dias de nosso amor. Eu era o cara mais sortudo do mundo.

{Sempre juntos}

Prometo ser fiel, amar-te e respeitar-te, na alegria e na tristeza, na saúde e na doença, na riqueza e na pobreza, por todos os dias da nossa vida, até que a morte nos separe? Eu sei, isso são votos de casamento, mas quando começamos a namorar, você já estava cumprindo aqueles votos antes da cerimônia. Você estava sempre ao meu lado, nos bons e nos maus momentos. Se lembra quando eu fiquei doente e você cuidou de mim até eu melhorar? Eu estava com uma febre de 38 graus e você não sai de perto de mim por nada até que ela abaixasse, eu acabei adormecendo...Mas quando eu acordei eu ganhei uma surpresa, você estava lá deitada ao meu lado. Eu sorri e ficamos abraços por debaixo das cobertas, minha febre já tinha abaixado, mas era tão bom ficar assim com você e não quis estragar o momento. Shinobu você ainda será uma grande médica.

ㅡ Eu...Quero ser uma médica!? ㅡ Disse em surpresa mas logo voltou a ler, indo para a quinta carta.

{Saudades}

Finalmente! Quando as férias de verão haviam começado eu me iludi pensando que passaria elas junto de você...Me enganei. Meu pai tinha marcado uma viajem e eu acabei indo. A gente se falava por mensagem, ligações, mas a saudade ainda ficava. Foi a primeira vez que havíamos nos separado, oh como você me fez falta, nesse período eu percebi que nosso amor era forte. E antes das férias terminarem eu voltei para casa, nem me importei com que horas eram e fui até sua, e valeu apena cada espera. Kanae me convidou para dormir na sua casa e se recusasse seria um idiota, passando a noite toda perto de você.

{Suas manías adoráveis}

Lembra daquela vez em que fomos para aquele parque de diversões novo na cidade? Você estava com medo de ir na roda gigante, ai eu te peguei no colo e você começou a se debater pedindo para te colocar no chão mas apenas ignorei. Te levei até a bilheteria e comprei os ingressos. Logo estávamos na cabine do brinquedo, quando o mesmo ligou você pós as mãos em seu rosto se encolhendo na cadeira. Aquele jeito...Sim! Como eu adorava as suas manías. Eu dei um leve beijo na sua mão esquerda e disse que poderia ficar calma, pois nada iria te machucar. Nessa hora, você retirou as mãos do rosto e disse que me amava, deu aquela sorriso lindo enquanto recostava a cabeça em meu ombro. Você suspirou e me disse o quão linda era a vista alí de cima, mas mal sabia você que a vista mais linda era a sua. Sabia que a cada vez que eu escuto você dizer "Eu te amo", meu coração dispara? Como se sempre fosse a primeira vez em que eu tivesse escutando essas palavras. Me alegra mais ainda elas estarem vindo de você. Sua voz delicada invadia meus ouvidos como uma doce melodia, como se fosse o mais belo canto, e com orgulho e felicidade eu digo alto em bom som... Eu te amo.

 {Canção de amor}

Bom, eu compôs essa música a algum tempo e gostei dela, então resolvi escrevê-lá. O nome dela se chama brilho, a nomeei assim pois você é o meu anjo iluminado. Te amo! Espero que goste.

"Mesmo quando estou me sentindo deprimido, antes que perceba já estou rindo

Quando estamos juntos, o mundo volta à vida

No caminho que sempre tomamos para casa, o ritmo compassado de nossos passos

A chuva parou, e o leve aroma da brisa passou pela cidade

Mas era seu sorriso que eu queria fazer florescer, era seu lindo rosto vermelho que era como as árvores colorindo as ruas

Minhas memórias estão flutuando enquanto caem

A voz que eu queria ouvir era a sua

Era sua voz que parecia passar pelos meus ouvidos e me abraçar por dentro

Desde que nos encontramos, todos esses dias foram tesouros insubstituíveis

Eles sempre estarão em meu coração

Obrigado!"

Ao terminar de ler, Shinobu pois sua mão sobre a boca e não se contendo, se desmanchou em lágrimas. Toda aquela emoção que estava acumulada foi botada para fora, a deixando com dificuldade na respiração por causa do choro excessivo. Kanae saíndo de seu quarto que fica logo a frente, ouviu os pratos incontrolável de sua irmã, entrou no seu quarto e lhe abraçou.

ㅡ Kanae eu...As cartas do Tanjiro... ㅡ Shinobu falava entre soluços mas sem conseguir completar a frase.

ㅡ Oh meu amor, vai ficar tudo bem mas você precisa se acalmar.

ㅡ Eu não quero...Eu não quero perder o Tanjiro Kanae!

ㅡ Não, não. Você não vai perde-lo querida. O amor de vocês é muito forte para separa-los.

ㅡ Eu não posso perder para a Kanroji.

Kanae fez um chá de ortala acompanhado por biscoitos. Depois de alguns minutos ela deitou sua cabeça em seu colo, alisando seus cabelos começou a cantar uma música de ninar, a música que sua mãe cantava para as duas quando elas ficavam muito agitadas. Após ouvir a canção, Shinobu casanda, acabou por cair no sono. Ela a acomodou na cama e percebeu que seu anel de compromisso tinha voltado a ocupar o seu dedo em seu dedo. Ela sorriu, dando um beijo em sua testa a cobrindo em seguida.

*Dia seguinte...*

ㅡ Poxa eu esqueci de comprar os refrigerantes. Ah Kanao, quer vim comigo? ㅡ Disse Nezuko pegando o dinehiro em sua mochila.

ㅡ Claro, vamaos lá. ㅡ Deu um sorriso gentil e as duas desceram do terraço.

ㅡ Então Shinobu, você está se dando bem com o Tanjiro né? Fico feliz.

ㅡ Sim. Ele é um homem incrível.

ㅡ Certamente, mas eu queria te pedir um favor, não se aproxime muito dele. Eu não queria ser assim tão direta mas só que ele está comigo agora.

ㅡ Espere eu entendi isso bem. Você está com medo de mim Kanroji?

ㅡ Claro que não. Eu sou muito segura.

ㅡ Ah então você não confia nele? Oh Mitsuri sinto muito informar mas eu não tenho culpa se seu namorado me ama. Desculpa. ㅡ Disse em tom de deboche como Mitsuri havia feito e a mesma não se conteve dando um tapa em Shinobu.

ㅡ Aceite Shinobu que você perdeu!

Shinobu nunca imaginou que aquela até outro dia que a chamava de amiga, teria a audácia de roubar seu namorado. Ela nunca gostou de fazer escândalo, aquele tapa havia sido um convite para uma briga. Shinobu estava machuca, destruída por dentro...E o ódio que ela sentia neste momento foi mostrado!

ㅡ Sua vagabunda pretensiosa! ㅡ Ela atacou seu pescoço a derrubando no chão.

ㅡ Você que está com inveja de mim. ㅡ Puxou sua franja.

ㅡ Eu com inveja de você!? Por favor não diga bobagens, eu nunca precisei ser tão descarada assim para conseguir alguém. Quem é a pura invejosa aqui é você! ㅡ Deu três tapas em Mitsuri que tentava se defender.

ㅡ Ele já escolheu, agora esqueça ele de uma vez Kocho! ㅡ Mitsuri inverteu as posições contra-atacando.

ㅡ Eu nunca vou esquece-lo, sabe por quê? Por que ele é uma parte de mim. Nós transamos e foi maravilhoso Kanroji. ㅡ Shinobu a jogou para o lado se levantando.

ㅡ Ah eu te odeio Kocho! Te odeio.

ㅡ E você Mitsuri...Você acha que eu não estou magoada!? Sua vadia...De mau-caráter! ㅡ Disse puxando suas tranças.

ㅡ Meu Deus! Kanao faça algo.

Kanao deu uma rasteira em Shinobu e em seguida deu um chute nas costas de Mitsuri lhe fazendo voltar ao chão, com isso ela a imobilizou.

ㅡ Olha aonde vocês chegaram! A ponto de se agredir em troco de que? ㅡ Disse saindo de cima de Mitsuri. ㅡ Eu apenas peso que conversem como duas pessoas decentes, pesam desculpas e fazam as pazes.

ㅡ Desculpa Kanao, mas não vai dar. ㅡ Falou Mitsuri olhando para a Shinobu indo de partida.

ㅡ Meninas...Vocês precisam... ㅡ Nezuko pensou em traze-lá de volta mas desistiu.

ㅡ Eu só queria comer em paz, agora nosso lanche foi arruinado. Nem tudo se resolve na briga Shinobu.

ㅡ Foi ela que começou! Ela estava errada.

ㅡ E você também estava! Não vou me meter mais na briga de vocês e nem obriga-lá a fazer o que não quer.

ㅡ Péssima, má, ruim, falsa! Ela mereceu por tudo que fez.

ㅡ "Eu não sei o que está acontecendo com elas, mas por favor meu Deus, não deixe elas brigarem mais". ㅡ Nezuko suplicou ainda com esperanças.

 


Notas Finais


Que briga feia das duas...Espero que tenham gostado e que tenha ficado bom :3

Um abraço da Kido para vocês 😊💖Até o capítulo 17 meus amores, fui!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...