1. Spirit Fanfics >
  2. Recordações e táxis >
  3. Aquele veículo amarelo

História Recordações e táxis - Capítulo 1


Escrita por: e thewizarrding


Notas do Autor


Rapunzel, meu amor? Não, errei, Angélica? Enfim, quem pegou a referência uma boa leitura, quem não pegou apenas leitura, amo vocês.

Capítulo 1 - Aquele veículo amarelo


O fim de 1988 foi o melhor para Lee Minho por uma única razão: seus estudos haviam, enfim, acabado. 

Era uma realização sair vivo depois de tudo o que passou, depois de tantos anos convivendo com as mesmas pessoas, com tantos estresses, dores de cabeça, crises e entre outros. Apesar de sua felicidade ser momentânea, já que logo começaria outra fase bem difícil de sua vida e de seus estudos, ele ainda tentava manter-se positivo e deixar esses pensamentos para depois. 

Após dar uma última olhada em seu, agora, antigo colégio, rapidamente constatou que não iria sentir falta daquele lugar e possivelmente nem das pessoas que estavam lá — alunos, no caso, já que os funcionários sempre foram muito gentis e amáveis consigo. Está certo que ele viveu toda sua adolescência ali, desde as estranhezas hormonais até encontrar seu verdadeiro eu, mas não significava que deveria ser grato por algo que, no fundo, ele nem queria e que ainda lhe causou muita dor de cabeça.

Estava pronto para deixar o terreno do colégio e esbaldar-se em suas férias, até uma pequena lembrança atingir-lhe. Sim, no fundo, havia algo — ou melhor, alguém — que ele sentiria falta e que provavelmente ficaria apenas nos tempos de escola. Han Ji Sung era o nome desse alguém.

Jisung era um dos únicos que ele sentiria falta. Não apenas dele, mas também de todas as aventuras e momentos que viveram juntos; o garoto de cabelos rebeldes e ruivos, na época, era o que o motivava a continuar e não desistir. Era sua alegria nos momentos mais complicados, geralmente quando sua ansiedade falava mais alto. Minho gostava de o apelidar como seu calmante. 

Seu momento favorito com o melhor amigo foi quando eram bem jovens, talvez com seus quinze para dezesseis anos. Foi quando Minho saiu de sua escola e foi de táxi até a casa do Han que, naquele dia, estava muito doente para comparecer ao local. Atualmente, não parece tanta coisa, porém, na época, e para um garoto da sua idade, aquilo foi irado. Lembrava-se até hoje da reação eufórica do amigo, mesmo que sua mãe não tenha aprovado nadinha tal atitude, e sua raiva só aumentou quando o Lee disse: “a escola pode esperar”. Definitivamente, ele não fez e não faria aquilo de novo.

Oh, sim. Ele com certeza se lembraria disso para sempre. Guardaria na parte mais íntima de sua memória e de seu coração. Com um singelo sorriso no rosto, deixou a escola, ainda rindo de quando foi de táxi apenas para ver Han Ji Sung.

 


Notas Finais


Gostaria de agradecer a quem fez capa e betagem, fizeram um ótimo trabalho. Agradeço a sua leitura e um beijo.
— capa: @pinknique
— betagem: @lixstars


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...