1. Spirit Fanfics >
  2. Recuperando a fama com MC Dodo; Dojae >
  3. Agora eu vou pular para meus fãs

História Recuperando a fama com MC Dodo; Dojae - Capítulo 30


Escrita por:


Notas do Autor


ih rapaz boa leitura

Capítulo 30 - Agora eu vou pular para meus fãs


Fanfic / Fanfiction Recuperando a fama com MC Dodo; Dojae - Capítulo 30 - Agora eu vou pular para meus fãs

Às vezes eu penso “não vou me prestar a esse papel”, mas quando vou ver já estou prestando ao papel de ridículo. 

Eu só queria aproveitar um momento com o Jaehyun, mas ao invés disso nós tivemos que ir embora porque minha vó nos expulsou dizendo que queria paz. Coisa de gente velha e louca, sabe? Então lá estávamos nós indo para casa, mais especificamente eu para o apartamento do Jaehyun. Por que? Bom, Jung falou que precisava de um tempo sozinho para compor a letra da minha música porque segundo ele amanhã gravaremos meu clipe.

Eu só queria que ele tivesse se despedido com mais carinho né, mas não, me deixou lá e nem disse tchau. Me odeia mesmo, filho da puta.

Com todo respeito senhora Jung.

Pelo menos ele ainda estava com as minhas roupas.

Entrei no apartamento do John já gritando. — Johnny! Meu dia foi horrível, um mico, parça! ‘Cê não vai acreditar… John? — Parei de falar assim que notei que não havia ninguém na sala, onde por costume meu amigo fica.

Comecei a ficar preocupado, muito dificilmente o John não está na sala, muito menos em silêncio. A casa tava tão silenciosa que comecei achar estar vivendo um filme de terror.

— John? — Novamente chamei, queria ter certeza absoluta que o parça não estava em casa. 

Me aproximei da cozinha, não tinha ninguém, as luzes todas apagadas. Muito estranho. Fui me aproximando do corredor que tinha os quartos e o banheiro. Entrei no banheiro e não vi ninguém, no quarto de hóspedes onde eu estava também não havia nada. Bufei nervoso quando lembrei que no apartamento do John tem pelo menos uns cinco quartos.

Já ia batendo os pés e gritar bem alto quando ouvi o inesperado.

Quer dizer, não tão inesperado porque conhecendo como eu o conheço eu já sei muito bem que é do feitio dele.

Ai que chique meu vocabulário. Feitio.

Enfim! Eu ouvi gemidos. Gemidos abafados como se fosse proposital ser baixo para que ninguém ouvisse.

Se ele estiver com o Ten de novo eu vou dar uma bicuda na cara dele.

E como o cara de pau que sou, fui lá e tentei entrar no quarto. Porém, surpreendentemente a porta estava trancada, mas os gemidos pararam.

— Johnny? — Perguntei só para ter certeza absoluta.

Um silêncio estranho se instalou, até que alguém falou.

— O que foi, Dodo? Não estava com o Jaehyun? — Ouvi a voz cansada do meu amigo soar de dentro do quarto. 

Ele estava mesmo com alguém, não é?

— Eu estava, no verbo do passado mesmo. Mas você parece estar com alguém agora, né? — Questionei. — Eu ouvi os gemidos. — Falei rindo.

Ele demorou para responder. Me escorei no batente da porta.

— É, estou… Achei que você não ia voltar hoje. — John disse pensativo.

Quem era? 

— Quem está aí com você, safado? É o Ten? Se for o Ten eu te bato… — Perguntei, mas John me interrompeu.

— Não é o Ten, Dodo. — Enquanto meu amigo falava ele soltou outro gemido.

Entendi. Eu ‘tô atrapalhando. Otário.

Me distanciei sem falar mais nada, peguei meu celular e fui pro meu quarto. Comecei a trocar mensagens com o Jaehyun. 

Doyoung: Boa noite Jae

Doyoung: A gente pode conversar até pegar no sono tipo dois adolescentes ansiosos para o primeiro dia de aula?

Meu moreno: Dá sim, mas o que houve?

Meu moreno: Está ansioso para a gravação?

Doyoung: Isso também, mas

Doyoung: O John ele tá…

Meu moreno: Fazendo amor?

Doyoung: Trepando

Meu moreno: Cruzes

Meu moreno: Com quem?

Doyoung: Eu sei lá

Meu moreno: E por que você tava ouvindo esse tipo de coisa?

Doyoung: Porque eu tava procurando ele né

Doyoung: Não imaginei que ele ia estar comendo alguém logo agora

Doyoung: Ele ainda nem superou o Ten

Meu moreno: Deve ser alguma garota de programa

Doyoung: KK GarotA?

Meu moreno: Bom, sim

Meu moreno: O Johnny também gosta de mulher.

Meu moreno: Você não sabia, Doyoung?

Doyoung: …

Doyoung: Não

Doyoung: Que filho da puta

Meu moreno: Ele já até deu em cima da minha irmã mais velha

Doyoung: Pota que pareo viu, John que fogo no rabo

Doyoung: MAS MEU MORENINHO ME DIZ UMA COISA

Doyoung: Qual música eu vou gravar amanhã?

Meu moreno: Estou terminando de fazer os arranjos agora

Meu moreno: Amanhã você vai ver

Doyoung: Nem uma prévia?

Meu moreno: Não

Doyoung: Credo seu ruim.

Meu moreno: Eu sei

Doyoung: Malvado

Meu moreno: Eu sei

Doyoung: pintinho pequeno

Meu moreno: Eu sei

Meu moreno: Ei, não!

Meu moreno: Vai se fuder, Doyoung

Doyoung: Hi hi

Doyoung: Vem você

Meu moreno: O que?

Doyoung: Me fuder, osh

Meu moreno: …Sem comentários

Meu moreno: Estou escrevendo a música, vai dormir logo

Doyoung: NÃO

Doyoung: Desculpa, desculpa, não me deixa aqui

Meu moreno: …

Doyoung: Por favor, eu não vou conseguir dormir se continuar ouvindo os dois safados no quarto 

Meu moreno: Tá, então pega um fone

Doyoung: Não quero ouvir música

Meu moreno: Pega a droga do fone

Doyoung: Aí tá bom

Me levantei e fui atrás dos fones que Jaehyun comprou para mim aquele dia na Apple, me matei para conectar ele no celular já que era sem fio e eu não entendia como funcionava e depois coloquei nos ouvidos. 

Doyoung: Prontinho, parça

Meu moreno: Vou fazer chamada de áudio, você vai atender, deitar, largar o celular, fechar os olhos e prestar atenção somente na minha voz. Entendeu?

Doyoung: Tipo um asmr?

Meu moreno: É Doyoung, tipo essa merda, atende hein?

Doyoung: Tá bem.

[Chamada de áudio iniciada com @Meu Moreno]

— Boa noite, Doyoung. — A voz do Jaehyun soou abafada nos fones.

Sabe, eu achei que muita coisa poderia acontecer ali. Achei que ele ficaria fazendo asmr pra mim, mas o desgraçado começou a cantar uma canção de ninar. Assim mesmo do nada. Tão gostoso de ouvir, aqueceu meu coração e quando menos esperei eu havia pegado no sono.

No dia seguinte eu acordei com alguém falando no meu ouvido, quer dizer, nos fones que ainda estavam em meus ouvidos. 

— Acorda, Doyoung ou vai se atrasar. — Era Jaehyun e ele não havia encerrado a ligação a noite inteira. 

Me sentei na cama ainda sonolento. — Você não desligou a ligação, por que? — Perguntei enquanto coçava os olhos.

— Para ter certeza de que você estava descansando em paz. — Ele disse calmo. — Agora vou encerrar e estou indo te buscar, esteja pronto. 

Dito isso ele desligou. Tá vendo as merdas que ele faz? Depois não quer que eu me apaixone.

Tomei banho bem rápido, me troquei na velocidade da luz e já fui saindo do quarto. Sequer quis saber se o John ainda tinha companhia, apenas fui para a entrada do prédio esperar o meu empresário metaleiro. 

Fomos o caminho falando sobre coisas profissionais, como seria a gravação, coisas do tipo. Jaehyun avisou que teria uma equipe para fazer meu cabelo, a maquiagem e ajudar com o figurino. Enquanto isso eu tinha que ir decorando a letra da música que ele escreveu. E se liga:

"Eu estou suportando esse crush lerdo, até o fim do dia
Sozinho

 

Eu me afasto mais a cada conversa que temos
Ele não entende que é perfeito demais?
Eu cubro meus ouvidos
Para não ouvir meu melhor amigo dizendo
Que vou ser corno antes de ser um namorado
Propriamente oficial
Dele

 

Hell, vo te contar
Que eu não acredito que o inferno seja mais quente
Que ele
Meu hell vo te contar
Vo te contar
ele é o meu Hell"

Essa era a letra. 

Fiquei tentando decorar a letra enquanto faziam meu cabelo (que ficou em um topetão blindado top), enquanto arrumavam meu figurino (todo chique) e enquanto faziam uma maquiagem em mim, tipo passavam uma base para corrigir as imperfeições (não sei quais porque não tenho nenhuma, mas não vou discutir).

O clipe tinha um cenário muito top, todo trabalhado no conceito meio dark, a cara do Jaehyun né? Mas a batida da música era a minha cara. 

Gravamos pelo menos umas cinco vezes cada cena porque ou eu ria, ou eu derrubava alguma coisa ou eu caia, ou eu errava a letra. Só deu certo na última vez porque Jaehyun me trouxe um calmante. 

Depois disso enquanto os caras tudo falavam sobre coisas que eu não entendia decidi me aproximar de Jaehyun. Dei um abração nele e depois me afastei, sorrindo.

— Espero que tenha ficado bom! — Falei suspirando nervoso.

Jaehyun sorriu. — Vai ficar ótimo, tem você nele.

— O que? 

— Que? Doyoung, vai se trocar e vamos embora.

Sorri. Eu ouvi isso muito que bem seu danadinho.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...