História Red - Capítulo 24


Escrita por:

Postado
Categorias Adam Lallana, Jordan Henderson
Personagens Adam Lallana, Personagens Originais
Tags Esporte, Futebol!, Musica, Romance
Visualizações 21
Palavras 1.184
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Esporte, Festa, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Voltei com a att
Boa leitura 💛

Capítulo 24 - Meeting The Parents - II


Agora nós iríamos inverter os papéis, já que eu finalmente tinha conhecido os pais de Emily, emfim, era hora dela conhecer os meus também, então agora estávamos indo em direção a Bournemouth, onde meus pais moravam, não era a minha cidade natal, que era em St. Albans, mas era onde eu tinha passado boa parte de minha vida, e onde eu tinha começado minha vida no futebol, antes de ir para Southampton, e assim me tornar um jogador profissional.

A viagem era um pouco longa, porque dessa vez fomos de carro, mas Emily não se importava, e aproveitava o tempo para cantar canções que tocava no rádio do carro, e agora nesse momento ela cantava uma música que parecia um refrão de uma música de alguma girlband, que eu não me lembrava exatamente.

- I'm giving you everything all that joy can bring, this I swear - ela cantava como se estivesse em um karaokê - And all that I want from you is a promise, you'll be thereee - ela desafinou um pouco propositalmente nessa parte, e me fazendo rir um pouco.

- Assim você vai me desconcentrar, meu anjo, e a gente precisa chegar logo, eu estou enferrujado para dirigir, não sirvo pra nada longo mais - 

- Ah, mais que drama senhor Adam Lallana, e de acordo com o meu GPS, nem falta tanto assim. - Ela disse e em seguida me pareceu um pouco preocupada, eu finalmente eu conhecer seus pais, inclusive eu estou apresentável para isso? - ela disse passando as mãos pelo cabelo.

- Mas é claro que sim, tente não se preocupar com isso.

E bem não muito depois tínhamos finalmente chegado ao nosso destino, e bem minha mãe já nem um pouco desesperada, já nós esperavamos na porta de casa e saiu para nós recepcionar.

- Filho - ela disse animada - que saudades eu estava de você - e em seguida ela me deu um beijo no rosto. - E finalmente você trouxe a sua namorada.

- Então você é Emily, - minha mãe disse sorrindo - Prazer, eu sou a Sharon -  a puxou para abraça-la o que surpreendeu Emily e nos chamou para entrar enquanto conversava animadamente com ela, o que me deixou até impressionado, mas ainda feliz, pois isso faria com que o nervosismo dela passasse.

E nós nos sentamos a mesa da cozinha e minha mãe chegou com vários álbuns que tinham fotos de infância minhas e de minha irmã.

- Você quer ver algumas fotos de Adam? -  ela perguntou e se sentou a mesa para mostrar.

- Eu adoraria - Emily disse - Vamos ver as aventuras desse homem quando criança - ela disse e me abraçou de lado, e me deu um beijo na bochecha.

E minha mãe começou animadamente a mostrar cada uma delas:

- Essa aqui foi quando ele entrou na escola 

- Mas como era fofo - ela dizia admirada

- E essa aqui é uma foto dele com o pai - minha mãe disse e Emily olhou atentamente.

- Isso é uma camisa do Everton? Você torcia para o Everton e hoje em dia você joga no Liverpool, quem diria - ela disse rindo da minha cara.

- Não acredito que você descobriu o meu passado obscuro - eu disse fingindo estar ofendido.

- Obrigada por isso, Sharon - ela disse olhando cúmplice para minha mãe.

- Estamos aqui para isso. - e ela continuou passando as fotos - e essa aqui é ele a irmã, Natalie.

- Nós estávamos tão fofos nessa foto, nem parece que quase se matava - eu disse e rimos - Mas sinto falta dela - e contei para Emily, que minha irmã costumava ser minha empresária, mas que ela tinha tido alguns planos e não conseguia fazer tudo como antes, mas que ainda sim me ajudava muito. Passando por algumas fotos, tinha uma foto, tinha uma de minha mãe e sua amiga Joanne, e Emily ficou curiosa e perguntou quem era.

- Ah, essa é minha velha amiga, Joanne Shaw. - minha mãe disse calmamente e Emily a olhou com uma cara pensativa e logo disse:

- Shaw? Não me diga que... - ela disse matando a charada.

- Sim, ela é mãe de Luke. - e Emily a olhou boquiaberta.

- Meu Deus, que mundo pequeno hein? Alguém me consegue um autógrafo dele? - ela disse e eu a olhei com uma cara brava 

- Ué Adam, ele joga no United - e mantive minha cara amarrada e revirei os olhos. E nessa hora ela me abraçou mais uma vez e disse 

- Não acredito que você tá com ciúmes. - ela disse rindo - meu coração é só seu.

- Adam se não se casar com ela eu desisto de você - disse minha mãe e nessa hora todos nós rimos e ela continuou a passar o álbum de fotos, até que meu pai chegou em casa.

- Quanta felicidade - ele disse e foi em minha direção - Oi, meu filho - e ele me deu um abraço. E em seguida cumprimentou Emily - Prazer, eu sou David, e fico feliz que finalmente podemos nos conhecer, já que Adam enrolou tanto pra te trazer aqui. - e ele me olhou com uma feição engraçada - Mas enfim, o que estão fazendo?

- Eu estava mostrando para Emily fotos do Adam criança. - minha mãe disse e continuou ao que estava fazendo.

- E olha, essa a foto aqui é quando ele começou no Bournemouth - ela dizia toda orgulhosa.

- Saudades dessa epoca - eu disse olhando atentamente a foto.

-------------------

E depois disso eu e Emily decidimos dar uma pequena volta pela cidade, e algumas pessoas vieram pedir algumas fotos e autógrafos, mas ainda sim não demoramos a voltar para a casa de meus pais.

E quando chegamos, minha mãe estava terminando de preparar o jantar, o qual estava ótimo, "nada como comida feita pela mãe" pensava eu. E após o jantar Emily se ofereceu para terminar de arrumar a cozinha, e depois nós quatro nos sentamos nas cadeiras do quintal e ficamos tomando vinho e conversando.

- Foi ótimo que vocês tenham vindo hoje, a casa fica bem mais animada - dizia minha mãe - e que vocês não demorem a voltar 

- Exatamente, está ouvindo Adam Lallana? - meu pai disse tentando parecer sério, mas logo em seguida soltou um leve riso.

- Espero poder voltar muitas vezes então - disse Emily, que em seguida soltou um bocejo, e já não conseguia disfarçar o sono e então eu lhe disse.

- Está com sono Emy? Acho que você deve ir descansar então - e eu lhe beijei o topo de suas cabeça, que se despedir dos meus pais e entrou em casa. Assim que Emily entrou meu pai disse: 

- Ela é uma boa garota, espero que você não a deixe escapar. - ele disse e minha mãe assentiu com a cabeça e completou.

- Pressentimento de mãe nunca falha - ela disse e eu assenti e me peguei refletindo sobre isso.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...