História Red Blood - Jungkook BTS - Capítulo 10


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Visualizações 283
Palavras 1.130
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção Adolescente, Romance e Novela, Universo Alternativo
Avisos: Heterossexualidade, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura~🖤

Capítulo 10 - Parados!


10.

Acordei com a luz do sol direto em meus olhos, me fazendo resmungar. Deveria ter fechado a cortina ontem de noite, mas acabei esquecendo.

Abri os olhos, olhando em volta. Eu estava sozinha no quarto. Fiquei confusa por um momento, aonde Jungkook havia ido?

Sentei na cama, esfregando minha cara. Suspirei pesado e fui em direção ao banheiro tomar um banho. Me despi, prendi meu cabelo e entrei embaixo da água morna que saia do chuveiro. Então, pude relaxar.

Terminei o banho minutos depois. Sai do box, e notei que havia esquecido minhas roupas no quarto.

“Jungkook ainda não deve ter chegado, né? Não escutei a porta abrindo, então acho que posso ir pegar.” ―Pensei.

Abri a porta e olhei para ver se Jungkook já estava aqui. Para minha felicidade ele não estava, então sai depressa do banheiro indo pegar minhas roupas.Estava quase terminando de pegar tudo quando me assustei com o barulho da porta e vi que Jungkook estava parado me olhando. Corei e peguei as roupas que faltavam.

Corri para o banheiro, me encostando na porta e cobrindo meu rosto que estava quente de vergonha. Não acredito que isso tinha acontecido. Devo pensar pelo lado positivo. Pelo menos minha toalha não caiu do meu corpo, né?

Coloquei a minha roupa, saindo do banheiro com a cabeça baixa. Olhei e o Tatuador estava sentado na cama, pensativo. Assim que notou que eu estava na sua frente, me olhou.

—Ãhn… —Tentei falar algo, mas nada saía.

—Quer comer algo?

Cortou o momento constrangedor, sorrindo.

—Claro, claro. —Sorri, ainda envergonhada.

Sentei em seu lado, olhando o mesmo pegar uma sacola com algumas comidas. Jungkook me entregou um sanduíche e eu comecei a comer.

—Nós vamos sair daqui uma hora, tudo bem? —Assenti.

Continuamos comendo e conversando sobre assuntos aleatórios, e acabei conhecendo um pouco mais do tatuador.

xxx

—Chegamos, menina balão. —Jungkook falou, me acordando.

—Você vai querer entrar?

—Acho melhor não. Preciso descansar, e você também. Quem sabe amanhã.

—Tudo bem, então. Obrigada por tudo. —Sorri.

Me aproximei do seu rosto, depositando um beijo em sua bochecha. Quando ia voltar ao acento, Jungkook segurou meu braço e me beijou.

Seus lábios eram melhor do que eu imaginava. Eram doces, com gosto de morango. Viciante, no meu ponto de vista. Aproveitei a sensação da sua boca na minha e fiquei levemente triste quando o ar fez falta.

Nos separamos e eu sorri envergonhada.

—Tchau, menina balão.

—Tchau, tatuador.

Sai do seu carro, peguei a mochila e fui em direção até a porta. Olhei para trás e Jungkook já estava indo. Quando o mesmo sumiu, resolvi entrar em casa, com um sorriso bobo na cara. Fechei a porta, tocando meus lábios e lembrando da sensação da boca dele na minha. Nunca havia me sentindo tão bem como me senti nessa viagem.

Subi para o meu quarto, deitando na cama e pegando meu celular. Havia algumas mensagens do Jimin.

Mochi: S/N

Mochi: S/N

Mochi: ME RESPONDE.

Mochi: Eu vou chamar a policia

Eu: Jimin, o que foi?

Mochi: Onde você estava? Fiquei preocupado.

Eu: Ah, eu não te contei? Fui pra Busan com o Jungkook.

Mochi: ??????? MEU DEUS E COMO FOI???

Eu: Foi muito legal, Minnie. Nunca me senti tão feliz antes.

Mochi; Ownt, meu anjo ta apaixonada.

Eu: E a gente se beijou...

Eu: Jimin?

Eu: Oi?

Meu celular começou a vibrar. “Mochi” apareceu na tela e eu respirei fundo para o que estava por vir.

“―Alô?"

“―Como assim “alô” dona S/N? Sabe o grito que eu dei quando você me mandou aquela mensagem? Minha vizinha até bateu na porta de casa pra ver se estava tudo bem.”

“―Meu Deus. Imaginei a dona Jandira na sua porta com aquela cara de que vai te matar.” ―Dei risada. “―Mas deixa eu te falar. Nós estavamos no carro na frente da minha casa e eu dei apenas um beijo na bochecha dele, sabe? Nunca pensei que ele ia me beijar, só que quando eu estava voltando para sentar no banco corretamente, ele SIMPLESMENTE PUXOU O MEU BRAÇO E ME BEIJOU.”

“―PUTA MERDA,S/N. Minha bebê cresceu tão rápido, não acredito nisso.” ―Jimin fingiu estar chorando, e eu revirei os olhos com a atitude dramática dele.

“―Você ja pensou em ser ator?”

“―Já, mas eu percebi que não é o meu forte.”

“―Ah, sim.”

“―E a sua irmã? Como ela está?”

“―Não sei. Estou sem falar com ela desde que mamãe saiu para viajar.” ―Suspirei, tentando conter as lágrimas.

“―Sua mãe já te ligou hoje?”

“―Ainda não. Ela não me liga desde ontem, o que é bem estranho. Minha cabeça não para de pensar na possibilidade dela saber sobre o Jungkook.”

“―Acho que não, porque se soubesse, já teria feito algo.”

“―Talvez.”

“―S/N, tenho que ir agora, ok? Conversamos amanhã?”

“―Claro.”

Quando a chamada terminou, levantei da cama e fui arrumar minhas coisas. Coloquei uma música e comecei.

xxx

Deveria ser 19h da noite quando recebi uma mensagem do Tatuador. Eu estava deitada no sofá, comendo uma pizza que havia encomendado enquanto assistia desenhos. A mensagem dele dizia para me preparar, pois iriamos concluir a lista amanhã de noite.

Estava ansiosa para pichar um muro com o Jungkook, mas também estava com muita vergonha de olhar para ele depois daquele beijo, então apenas respondi com um “ok”.

xxx

Acordei perto do 12h. Levantei, arrumei minha cama e fui até o banheiro fazer todas as minhas necessidades. Quando saí do banheiro, me olhei no espelho e resolvi ficar de pijama mesmo e desci para preparar algo para comer. Fiz arroz com ovo frito e fui até a sala para comer.

Depois de comer, aproveitei para mandar meu desenho do Tatuador para a editora Black. Eu estava muito ansiosa para saber a resposta deles e depois de enviar, resolvi ocupar minha cabeça com outras coisas.

Passei o resto da tarde assistindo filmes e comendo, até chegar a hora de tomar banho para sair com o Jungkook. Algumas horas antes ele havia me mandado mensagem avisando que passaria aqui 21h e que era para vestir uma roupa totalmente escura.

Subi, e quando terminei de tomar banho optei por um moletom preto, calça preta e meu all star de cano alto preto. Peguei meu celular que estava carregando e desci quando ouvi que ele já tinha chegado.

Tranquei a porta e fui até o carro, entrei colocando o cinto e ele me encarou.

―Pronta?

―Pronta.

xxx

Jungkook tinha me levado em um lugar não muito vazio, mas também não muito cheio. Me entregou uma latinha e eu comecei a desenhar na parede. Era tão bom fazer isso. Eu me sentia livre, feliz, como se nenhum problema existisse. Mas logo isso mudou.

Ouvimos um barulho de sirene de policia e um cara logo aparece

―Parados!

Olhei para o Tatuador e ele estava com uma cara de quem dizia “desculpa”. Parece que dessa vez é o meu fim.


Notas Finais


O que acharam o capítulo de hoje? Se preparem que Red Blood está em reta final.
Desculpa a demora pra postar, é que minha criatividade não é uma das melhores e ela só funciona quando quer.
Foi mal se tiver algum erro e até o próximo capítulo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...