História Red Room - imagine Taehyung - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), EXO, Jay Park
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Jay Park, Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kai, Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Lay, Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais, Sehun, Suho, Xiumin
Tags Bts, Chanbaek, Exo, Hot, Imagine Kim Taehyung, Imagine Taehyung, Jay Park, Kaisoo, Kim Taehyung, Kookmin Jikook, Menções Jikook, Sope, Taehyung, Yoonseok
Visualizações 88
Palavras 1.352
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Hentai, Literatura Feminina, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oie loves ♡
-outro capítulo hoje? Sim porque eu tou animada ♡
- boa leitura ^^

Capítulo 5 - Ódio


Taehyung on

È ao que parece vou ter que encontrar um terno que não tenha sido muito usado por mim, andei até ao closet, encontrei um terno preto nunca usado, uma prenda da Inês para uma festa, mas acabei não usando, tomei um banho relaxado enquanto viaja nos meus pensamentos. 

Ser stripper, um dos mais desejados seja por homens ou mulheres, era algo que nunca esperava, apesar de ser bem pago talvez até demais eu nunca entreguei-me a alguém sempre preferi "trabalhar" profissionalmente e isso fazia com que eu sempre fosse desejado entre a sociedade. 

Enrolei a toalha à volta da cintura indo para o meu quarto quando ouvi meu telemóvel tocar, nem quis antender, prefiro preparar-me para a noite, comecei a vestir o terno, pensando como estaria Yang vestida, ela nunca deixa de ser elegante, até no sexo ela consegue ser elegante, terminei de fazer o nó da garvata, dei um toque no meu cabelo já um pouco seco, passei perfume e pronto. 

Andei até à sala, ví quem tinha ligado e era Yoongi mas ele tinha mandado mensagem a dizer onde era a casa da Yang. 

Assim que deu seis e meia da tarde, fechei a porta do apartamento, nem devo voltar esta noite, fui até ao carro e dei partida em direção ao centro de Seul. 

Uma zona de prédios luxuosos, carros de alta gama, Yang pertencia mesmo ao mundo do luxo, parei o carro na frente de um prédio alto e luxuoso, tive que verificar umas duas ou mais vezes para ver se era bem aquele prédio,  ela deve ter um banco ou um poço de dinheiro, pensei assim que passei pelas as portas daquele prédio. 

-boa noite, eu queria saber o numero do apartamento da senhora Kim Yang - disse ao chegar na recessão, a mulher não parava de se atirar a mim, abria os botões da camisa ou mordia os lábios, eu só quero o número do apartamento è pedir muito. 

-seu nome por favor- a mulher disse digitando algo no computador. 

-Kim Taehyung - falei já sem paciência nenhuma. 

-ela já liberou a subida do senhor, último andar primeira porta -assim que ela falou eu nem agredeci, apenas peguei o elevador e marquei o último andar. 

Assim que o elevador parou, andei até à porta indicada, toquei na campaínha, ouvindo um já vou de volta, não era a voz da Yang, parecia ser de uma senhora de mais idade. 

-boa noite, deve ser o Taehyung certo? -a senhora falou assim que abriu a porta. 

-Morgana quem è? -Yang gritou meio alto, sussurei "não diga nada" ,ela deixou-me entrar sem dizer nada, a senhora apontou para a porta no final do corredor que estava um pouco aberta, parecia ser o closet dela. 

Andei em silêncio pelo o corredor, abri a porta devagar para não chamar a atenção dela, Yang vestia um vestido longo de alças vermelho escuro, aproximei-me dela aproveitando que o ziper do vestido estava aberto. 

-espero que debaixo do vestido estejas a usar o que te dei - falei fechando o ziper do vestido, reparei que ela olhava-me pelo o espelho na frente dela. 

-quer ver? -Yang disse pegando na minha mão a levando até à coxa dela, ela fez questão de colocar daqueles vestidos que têm uma abertura até a cima do joelho. 

Quando ela tirou a mão dela sobre a minha, subi um pouco o vestido tendo a visão de que ela realmente tinha vestido. 

-eu realmente acertei o numero -disse ao sentar num banco que havia naquele closet, Yang sentou-se na frente da cómoda que tinha um espelho. 

-como soube que era a medida certa? -Yang disse ao passar a maquiagem na cara. 

- minhas mãos conseguiram tirar a medida perfeita do teu corpo -falei mordendo os lábios. 

Enquanto conversava com Yang sobre assuntos aleatórios, descobri que o pai dela tinha morrido de acidente e que tinha deixado as empresas para o irmão dele e para ela, era estranho eu pensei que ela era mais velha que eu mas temos a mesma idade. 

-podemos ir - Yang disse olhando para mim, levantei-me indo até ela, peguei a mão dela, ví ela arrepiar-se com o contato das nossas mãos, andamos assim até à porta. 

-Morgana pode ir para casa, eu irei voltar tarde -Yang disse quando a Senhora apareceu com uma toalha na mão. 

- eu irei para casa assim que terminar de limpar a cozinha e o vestido ficou-lhe bem -a senhora disse sorrindo, voltando para a cozinha, abri a porta para Yang, assim que ela passou saí atrás dela fechando a porta do apartamento. 

Yang on 

Taehyung estava a agir tão romântico comigo que penso que trocaram o Taehyung que eu conheço, durante o caminho inteiro Taehyung tinha a mão na minha coxa, ele não perde uma oportunidade mesmo. 

-chegamos -disse, Taehyung parou o carro na frente de uma mansão, minha mãe sempre adorou se exibir com mansões e ainda por cima chamar pessoas de alta classe que eu nem conheço. 

-como eu vou agir perante a tua mãe? -Taehyung disse ao fechar o carro, vesti um casaco preto por causa do frio. 

-então, não fazia mal agires como meu namorado -disse, senti a mão de Taehyung entrelaçar a minha, caminhámos até à entrada da casa que estava fechada, toquei na campaínha, olhei para Taehyung aproximei-me dele ,ele passou a mão que eu segura para a minha bunda a apertando. 

-cuidado Yang, ver-te nesse vestido não consigo controlar-me -Taehyung disse rente ao meu ouvido, a porta foi aberta por um dos empregados, Tae segurou novamente minha mão. 

-filha quanto tempo -minha mãe falou um pouco alto vindo em nossa direção. 

-oi mãe - disse abraçando ela, assim que separamo-nos ela olhou para Taehyung e depois para mim. 

-ele è? - minha omma disse, ela começou a andar em direção ao salão da casa, onde havia algumas mesas com comida e os convidados. 

-meu namorado, Kim Taehyung- falei vendo a expressão dela ficar assustada. 

-è um prazer conhecer a senhora, a Yang falou-me imenso da senhora - Taehyung disse agindo tão naturalmente, além de um bom stripper ele è um bom ator. 

-educado gostei, prazer meu nome è Mellanie mas pode-me chamar de Mell- minha omma falou sorrindo indo ter com outros convidados. 

-de stripper para um bom ator, surpreendes-me cada vez mais -disse puxando Taehyung pela a mão até ao meu irmão que estava acompanhado por uma rapariga. 

-Yumi? - Taehyung disse rindo e a mesma riu, olhei para Jin que estava confuso que nem eu. 

-vocês trabalham no mesmo clube? -perguntei curiosa, os mesmos concordaram ao que parece não sou a única que têm as mesmas aventuras. 

(...)

Durante o jantar, minha mãe tinha anunciado que iria-se casar novamente nem fazia um ano que o pai tinha morrido, incluíndo eu iria ter um meio irmão eu e Jin somos os únicos que não aplaudimos ao novo casal. 

-ei, está tudo bem? -Taehyung perguntou no meu ouvido. 

- sim... -disse parando de comer, só de ver aqueles dois todos fofos um com o outro tenho até nojo e ainda por cima o filho dele... Se eu não me engano o nome dele è Chanyeol ou algo parecido, esse rapaz não parava de encarar-me ,parecia comer-me com os olhos. 

-tu não estás bem, queres que eu te leve para casa? - Tae pegou na minha mão, dei-me por vencida, ele tinha razão eu não estava bem mesmo o assunto do novo casamento tinha mexido com algo que eu jurei guardar e não tocar. 

-onde vão? -ouvi a voz de minha mãe assim que eu e Taehyung nos levantamos da mesa. 

-ela não sente-se bem -Taehyung disse agarrando minha cintura. 

-a gente acompanha vocês até à porta -o homem que estava do lado da minha mãe disse ao que parece Taehyung percebeu as atitudes do rapaz, ele pegou-me no colo. 

Senti Tae me colocar no chão, olhei para ele, Taehyung parecia preocupado comigo, eu nunca o ví assim a agir tão querido comigo. 

-filha depois liga se tiveres melhor - minha mãe e o homem foram embora apenas ficou Jin e a Yumi. 

(...)


Notas Finais


Espero que tenham gostado
Continua????


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...