1. Spirit Fanfics >
  2. Red Spots - Catradora >
  3. Catra.

História Red Spots - Catradora - Capítulo 5


Escrita por:


Notas do Autor


yAY
capítulo novo tuts tuts
espero que gostem 😔
obrigada pelos comentários e favoritos👉👈
boa leitura💕💕 #CatraMelhorTsundere

Capítulo 5 - Catra.


Fanfic / Fanfiction Red Spots - Catradora - Capítulo 5 - Catra.



          Catra's POV.

06:10AM

A luz da manhã já estava batendo em meu rosto, me obrigando a abrir os olhos, e perceber que Adora já tinha ido.

"Tive que ir :( mas te encontro mais tarde perto do galpão de lutas >:P

Beijos, Adora <3"

Dizia a mensagem que ela tinha deixado em um papel.

Adora gostava mesmo de carinhas.

Aquilo fez Catra abrir um sorriso bobo e involuntário.

O que?!

Não!

Ela deu alguns tapinhas em seu rosto, repreendendo aquele sorriso.

07:13AM

- Catra! - Senti algo, ou melhor, alguém me levantando e me esmagando assim que piso dentro da sala. - Você está bem?! Você não veio ontem e eu fiquei preocupada!

Stefany, apelidada de Scorpia, era uma garota grande e musculosa, com os cabelos curtos e pintados de branco, ela fazia qualquer um a temer pela sua aparência, mas não se engane, por dentro ela é a pessoa mais inocente e grudenta do colégio da Horda.

- Scorpia...espaço pessoal, lembra? - Eu tinha que a lembrar disso toda vez que ela me puxava para um dos seus famosos abraços.

Um pouco sem graça, Scorpia me solta e dá dois passos para atrás.

- Ontem eu estava sem cabeça para a escola. - Respondi, tentando desamassar minhas roupas e endireitando minha mochila. Logo pude sentir o olhar preocupado de Scorpia caindo em cima de mim. - Relaxa, Scorpia! Estamos no fim do ano, isso não faz diferença.

- Hey! - A garota dos cabelos roxos aparece atrás de nós duas usando sua famosa "máscara de laboratório", fazendo nós nos assustarmos.

- Entrapta! Sua maluca! Quase nos matou! - Exclamo, dando um peteleco na testa de Entrapta, que acariciou o local da pequena batida logo em seguida.

Entrapta é o apelido de Elouise, a terceira integrante daquele trio, é a mais velha delas três, mas possui uma aparência e personalidade bem mais infantil.

- Foi maaaal, eu pensei que vocês já tivessem me percebido. - Entrapta responde, levantando e abaixando sua máscara.

Catra suspira.

Aquele não era o trio perfeito de melhores amigas, mas era o trio dela e ela o valorizava.

Adora's POV

06:50AM

Abro e fecho sorrateiramente a porta dos fundos da mansão, entrando do jeito mais silencioso que consegui.

O que foi em vão, já que Bow e Glimmer estavam em pé a sua frente, de braços cruzados e com expressões não muito boas. 

Merda...

07:40AM

- O que você pensou que estava fazendo?!! - Glimmer berrava, enquanto andava de um lado para o outro em meu quarto, me esperando terminar de pentear o cabelo.

- Não foi nada demais... - Tentei responder, terminando de fazer meu típico rabo de cavalo.

Glimmer me encarou, com uma expressão de indignação.

Bow assistia a confusão enquanto estava sentado na cama do quarto, e assim que viu o estado de Glimmer, ele se levantou e a segurou, antes que ela me estrangulasse.

- Adora...nós tivemos que mentir para a Angella 'pra ela não surtar com a sua "fulga". Ficamos preocupados se alguém da Zona do Medo tivesse te pegado! - Bow estava visivelmente preocupado, e isso me fazia me sentir culpada.

- Desculpa, gente, eu não queria preocupar vocês...é só que... - Tentei acalmá-los, e a expressão de preocupação deles mudaram para uma expressão curiosa, principalmente Bow.

- Catra? - Bow disse, provocando. 

- Catra? A Catra?? - Glimmer disse, estava confusa, mas entendeu a provocação de Bow.

- Ei! Não começem... - Os repreendi, tentando disfarçar o vermelho que estava se formando em minhas bochechas.

Eu não estava envergonhada por que estavam falando da Catra, pff...

...

Pff! Não!

Eu ficaria daquele jeito com qualquer outra garota...

Não é pessoal.

13:31PM

Meu pequeno porém grande grupo de amigos consiste em...

- Hey nerds. - Mermista chega por trás de nós, apoiando o braço nos ombros de Bow e Glimmer, nos acompanhando na caminhada até a saída do colégio Lua Clara.

- Não sabia que tinha virado objeto de apoio... - Glimmer fala ironicamente, nos fazendo rir

Paige, ou Perfuma, nos avista de longe e rapidamente anda até nós, abrindo um sorriso radiante. - Olá, amigos!

- A Frosta não veio com você? - Mermista questiona, ignorando o "olá" de Perfuma, que respira fundo e a responde. - Ela vai ficar mais um pouco no clube de artes, o pai dela vai buscá-la.

- Ah, podemos ir indo então? - Bow pergunta.

- Por favor! Eu só quero deitar na minha cama e não levantar durante o fim de semana inteiro.

- O seu progama de fim de semana parece incrível, Glimmer. - Mermista a provoca, sendo sarcástica.

- O meu programa é incrível! Adora vai me acompanhar nele, não é, Adora? - Ouço meu nome ser chamado e levo um leve susto, pois estava viajando em meus pensamentos.

- Tá tudo bem, Adora? - Perfuma pergunta, colocando a mão em meu ombro.

- Ah! Estou sim, não é nada. Só estou um pouco atrasada para uma coisa...Mais tarde nos encontramos, tchau! - Saio rapidamente após atravessar a porta principal do colégio, sem dar a chance de alguém falar.

Narradora POV. 

14:14PM

Catra andava no caminho até o galpão de lutas, enquanto arrastava seu taco pela parede.

Ela não esperava a encontrar lá, e nem precisava.

Tinha sobrevivido 4 anos sem ela, mais um abandono não iria mais machucá-la.


A morena chega no galpão, já ouvindo o barulho de gritos e do rock. 

Catra estava entrando quando ouviu alguém a chamar. Ela se vira e avista Adora.

- Catra. - Adora estava com os cabelos soltos usava uma blusa aparentemente um pouco desgastada, junto com um jeans sem rasgos e faixas enroladas em suas mãos. 

Catra a observou por alguns segundos até respondê-la.

- Hey, Adora. - A respondeu, dando um sorriso de lado e colocando a mão na cintura. - O que está fazendo aqui?

- Eu disse que iria te encontrar aqui. - Adora disse, abrindo um sorriso bobo, mas que Catra gostava de ver.

- Não pense que está tudo as mil maravilhas com a gente. - Catra disse rapidamente, seca. - Ontem eu estava em um momento vulnerável, não significou nada.

Adora adotou uma expressão um pouco chateada ao ouvir aquilo, mas ela tentou ao máximo não demostrar.

A loira então se aproximou da mais baixa e a abraçou, sussurrando. - Tenho que ir, até mais. - Ela se afastou e saiu andando, saindo da vista de Catra.

A morena a observou ir, se sentindo um pouco culpada.

Será que peguei pesado com ela? Pensou.

Não! Catra já foi muito mais grossa com outras pessoas e ficou tudo bem.

Mas é a Adora...

Ah! Chega de pensar nisso.

Catra entrou no galpão, na esperança de que gritos abafados, rock e socos na cara aliviassem aquele pensamento.


Adora's POV. 

14:50PM

Abro a porta principal da mansão com minhas chaves, dessa vez sem o medo de ser pega.

Assim que entro, fico surpresa ao não avistar ninguém e ver a casa completamente vazia.

Ligo as luzes e penduro minha mochila no cabideiro próximo a porta, e me jogo no sofá, me espreguiçando. 

Mermista deve ter levado o pessoal 'pro shopping e Angella deve estar em uma reunião, suponho.

Ao virar minha cabeça, avisto a grande porta que leva ao escritório de Angella...

Ele não era trancado, Angella confiava muito em nós e não temia que um de nós fôssemos entrar.

Me senti até mal em pensar em invadir ele.

...

Me levanto e ando até a porta, a abrindo um pouco hesitante...

Adentro o escritório e olho em volta, o cômodo era simples, mas bonito, tinha as paredes pintadas de branco e alguns quadros pendurados, havia uma mesa elegante e uma cadeira giratória logo atrás dela. Encima desta mesa, algumas pastas estariam abertas e espalhadas. Ando rapidamente até elas, procurando algo suspeito. 

Até encontrar uma denominada "Catherine Hill/Catra".

Meu coração começa a bater rápido ao ver que na descrição estava escrito "Próxima escolhida por Hordak."

Como assim?

Começo a respirar fundo, enquanto tento procurar mais alguma outra coisa. 

 Levo um susto assim que ouço a porta da sala sendo destrancada. Rapidamente largo as pastas e saio do escritório.

Me sento no sofá e ligo a TV, fingindo estar a assistindo.

A porta é aberta e vejo Glimmer e Bow entrando e se aproximando de mim.

- Ah, oi gente! Nem vi vocês chegando, eu estava ocupada vendo...eh... - Tento disfarçar o nervosismo, falhando miseravelmente. 

- Documentário sobre pesca? - Bow estranha, fazendo Glimmer rir.

- Eu... - Tento arrumar uma desculpa, mas não consigo pensar em nada. Eu sou péssima com mentiras.

- Relaxa, Adora, não vamos te julgar pelo seu gosto pela pesca. - Glimmer brinca, se sentando ao meu lado.

- Haha...é...- Dou algumas risadas de nervoso.

Eu odeio mentir para eles, mas tenho que descobrir sobre aquilo sozinha.

Qualquer coisa envolvendo o Lorde Hordak não é bom.




Notas Finais


tan tan tan tan
espero q minha tentativa de fazer um pequeno suspense tenha sido boakk-
obrigada por ler até aqui💕💕 agradeço pelos comentários e favoritos👉👈

beijos e até a próxima atualização!💝


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...