História Redenção - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Naruto Uzumaki, Personagens Originais, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha
Tags Drama, Naruko, Naruto, Romance
Visualizações 54
Palavras 1.689
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Hentai, Luta, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shounen, Sobrenatural, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Insinuação de sexo, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


mais um capitulo fresquinho pra vocês.

Capítulo 8 - Laços Eternos


Fanfic / Fanfiction Redenção - Capítulo 8 - Laços Eternos

Sasuke (on)

Foi um dia onde tudo parecia ser mentira, mas antes de falar sobre esse dia acho melhor voltarmos alguns meses no tempo.

Sasuke (off)

(*** )

-Sasuke... sasuke... – uma voz lhe chamava longe calma, paciente ele a escutava chamar por si durante um bom tempo ate perder a paciência. - ok Sasuke eu já tentei de tudo ou se levanta ou vou sem você.- falou decidida,mesmo assim ele não moveu um músculo, a ouviu suspirar pesadamente ela sabia qual era a única forma de acordá-lo mas...  parecia meio aérea e desligada parecia... esta escondendo algo importante, nisso se levantou e ia indo em direção a porta.

-espere.- segurei seu pulso.- não tem algo pra falar?

-como assim?- ela era boa em parecer calma mas estava nervosa muito nervosa. E a prova e que esta evitando totalmente a pergunta feita.

-me responda, quando eu lhe perguntar algo.

-acho que deveria mudar seu tom comigo, Uchiha Sasuke.- seu tom era de advertência e seu olhar era serio, Naruko era perigosa e ele reconheço isso.

-desculpe, mas ultimamente tem andado meio...

-distante? E isso?

-sim.

Ela suspirou profundamente e se levantou rapidamente mas acabou caindo o que o fez agir rápido.

-cuidado!

-E... eu não me sinto muito bem.- ela desmaiou em seus braços  o que fez acordar em si, uma sensação antiga a sensação de desespero.

-NARUKO!!!

Seu grito deve ter sido muito alto pois no instante seguinte Naruto entrava  quase arrombando a porta acompanhado por Sakura e Hinata.

-O que aconteceu?!

-Eu não sei! Ela se levantou e caiu disse que não se sentia bem e desmaiou!

No momento seguinte Sayuri entrava pela porta.

-Coloca ela na cama. – mandou sem mais nem menos. Com a ajuda de Naruto a colocam na cama. –agora saiam todos quero examiná-la sem um monte de gente em volta.

-Eu não saio, ela e minha Irma !

-Sai Naruto! No Maximo o Sasuke pode permanecer aqui já que ele e o Marido dela. Falou com ironia, mas também com uma pitada de sarcasmo.

-Mas...

-Mas nada vamos.- Sakura e Hinata levaram o loiro escandaloso pra fora do quarto.

-ok vamos La.- começou a examiná-la calmamente depois de algum tempo ela para abruptamente com as mão espalmadas sobre a barriga dela e respira muito fundo, e olha na minha direção com uma expressão  indecifrável. – Ela vai acordar logo e bom que converse com ela seja paciente ok? Vou indo.

-espere!

Ela já avia saído. Alguma coisa estava muito errada.

                Em outro lugar.

-Ela esta grávida.

-O que?!

-Como assim.

-Ela fudeu, fudeu com o Sasuke e ficou grávida foi isso que aconteceu.

-Nossa. Não acredito nisso.

-um bebe? Naruko esta mesmo grávida?

-Não e um, são dois.

Todos -Dois?! De uma vez?!

-Eu também tive dois e nem por isso estou reclamando.

-Quem diria que a nossa querida Naru-chan iria ser mamãe.

-Não ria isso e muito serio.

-E agora? O que nos fazemos agora?

-Apoiamos ela somos seus amigos, a família que ela escolheu pra ela.

-Também acho que devemos ficar do lado dela.

-e e isso que vamos fazer.

     Na casa  de Naruko.

-O... oque...?

-Naruko, como esta se sentindo?

-Um pouco melhor... eu acho.

-Naruko... nos precisamos conversar.

-...- ela abaixou a cabeça, sempre haverão coisas do passado dela que ele nunca ficaria sabendo. –existem duas coisas das quais preciso falar com você... – fez uma pausa. -Quando eu tinha quinze anos eu fui violentada e acabei ficando grávida.

O que ela falou o deixou sem chão, por que ela não avia lhe contado algo tão importante?

- Quando eu descobri eu me senti suja como se tivessem me jogado no mas sujo lixo, eu me sentia sem chão como você  deve estar se sentindo agora. Mesmo assim eu nunca odiei aquela criança por que eu sabia que ela não tinha culpa nenhuma de nada.

-O que aconteceu com essa criança?

-Ele... ele morreu.- ela começou a chorar suas lagrimas eram grossa e espremiam uma dor que ele não saberia qual a intensidade. – a pessoa que me violentou me manteve pressa durante cinco messes ate que eu conseguir fugir quando ele descobriu que eu estava grávida eu estava muito fraca fisicamente, e ele me bateu, me espancou ate matar o bebe.

Nesse momento ele não conseguir se segurar eu a abraçou forte.

-eu fugi depois disso e eu nunca mais pensei em ter filhos outra vez isso criou uma ferida no meu peito e eu... Pensei que talvez isso fosse ...

-Você...?

-Eu to grávida.

Nesse momento ele sentiu uma mistura de sensações, todas ao mesmo tempo mas de todas a mais forte era a felicidade.

-Eu te amo.- Sasuke a beijou não sabia ao certo como se sentia.mas se sentia feliz sem duvida.

 E assim eu soube que tinha algo mais pra proteger.

   Alguns dias depois...

-como assim?- Naruto parecia confuso, com raiva, e muito irritado. Ele levantou Sasuke pela gola da roupa o encarando fixamente nos olhos. – você engravidou a minha irmã Teme!

-Naruto por favor, solta o Sasuke eu to mandando.

-Mas...

-Mas nada solta.

-Ok. – falou parecendo amuado, e fazendo bico.

-Você não tem o direito de falar nada senhor Naruto. – indicou Hinata com um gesto de cabeça, a mesma estava corada e de cabeça abaixada.

-Eu acho que não e necessário falarmos sobre isso. – comentou constrangido.

-* risos* acho que tudo bem nos deixarmos isso um pouco de lado mas vocês sabem que a barriga não espera pra crescer não e mesmo?

-Pois e.

Todos riam e se divertiam contando suas novidades, todos pareciam tão felizes pareciam felizes como se nada pudesse dar errado.

 (***)

Agora chegamos ao dia que mais parecia um sonho.

Flash Back (on)

O dia tinha começado como qual quer outro Naruko com sua barriga enorme de gêmeos levantou primeiro, e começou a fazer o café , quando Sasuke se levantou notando a ausência do calor de Naruko na cama, sentindo um leve frio na barriga sentia essa mesma insegurança desde que soube que Naruko estava grávida de gêmeos.

Andou calmamente ate a cozinha onde a encontrou fazendo o café da manha, de costas pra si.

-Bom dia. – respondeu ao sentir sua presença. – esta tudo bem?

-eu... queria apenas te agradecer.

-pelo que?- perguntou simplista o observando-o com um sorriso doce.

-Por tudo.

-Eu... Nem sei como responder a isso.

Ele sorri de canto se aproximando e envolvendo-a em um abraço aconchegante, ela repousou a cabeça em seu ombro em quanto sentia sua respiração calma e apaziguada, enquanto retribuía o abraço na mesma intensidade.

-Naruko ... ?

-Sim?

-Por que esta chorando?

-O que? – ela finalmente  pareceu notar  que estava chorando e começou a secar suas próprias lagrimas. – desculpa, agora... acho melhor você tomar um banho.

-* risos *.

-Anda, anda. – falou lhe empurrando levemente em direção a porta do banheiro. O deixando La dentro. – sentindo um chute forte. – Acalmem-se eu não vou espiar nada.- falou  abrindo levemente a porta e espiando um pouco pra dentro.

-Achei que você tivesse dito que não espiar.

-*risos* .

Ela vai de volta pra cozinha  quando sente  uma dor forte no ventre e da um grito muito alto que fez Sasuke desce um salto dentro do Box do banheiro  se enrolando na toalha e se vestindo em um pulo e correndo ao seu encontro a vendo sentada no chão da cozinha suando muito em quanto ofegava com as mãos na barriga fazia uma expressão de dor.

-Sasuke. Ta doendo muito.

-Se segura em min.

Pediu colocando um dos braços dela em volta do seu pescoço, e abriu um portal para o Hospital municipal de Konoha.

-Por favor, alguém?!

Logo Aparece Sayuri correndo, com Tsunade no seu calcanhar.

-Coloca ela nessa maca. Agora.

-Ai!- Naruko gritava de dor. Apertando a mão de Sasuke- Sa-sasuke.

-Vai ficar tudo bem. – segura sua mão tentando passar alguma segurança , mesmo estando uma pilha de nervos por dentro ainda conseguia passar a imagem de alguém calmo em meio aquele caos.

Os dois entraram na sala de parto enquanto todos os outros foram avisados.

Depois de algumas horas o Primeiro choro, era um menino de cabelos negros e pequeninos olhinhos azuis, o rostinho branco como o de Sasuke que acabou sendo derrubado pelo sorriso sem dentes que o pequeno exibia.

Porem o alivio se foi rápido,pois o segundo bebe não estava vindo foi quando Tsunade pediu que Sasuke lava-se o primeiro bebe pra fora da sala de parto. Mas ele foi segurado por Naruko.

-Tadashi. E o nome dele.

Ele acenou positivamente sendo retirado da sala por Sayuri, ao chegar do lado de fora da sala foi recebido por Naruto e os outros que fitavam o pequeno embrulho em seu braço com curiosidade, Ele suspira pesadamente estava preocupado com Naruko avia saído obrigado pois antes de atravessar a porta escutou que o segundo bebe estava se enrolando no próprio cordão umbilical, o que lhe deixou ainda mais aflito.

-Pessoal esse daqui e o Tadashi, o mais velho.

-Ele e muito fofo.

-Sasuke o que aconteceu com a minha Irma?

-Estão havendo complicações com a caçula. – Seu tom de voz era preocupado ele tinha que se manter calmo pelo seu filho que estava nos seus braços agora, mas estava ainda mais preocupado com sua esposa , ela parecia estar sofrendo. –Preciso voltar La dentro, Naruto, por favor, o segure eu preciso voltar pra La.

Falou colocando o bebe nos braços do loiro com muito cuidado, como se fosse de vidro.

-Se você derrubar o meu filho eu te mato Uzumaki.

E entrou na sala na hora exata de ver sua princesinha nascer tinha ambos os cabelos e olhos negros como os seus em quanto sua pele era um pouco mais clara quase branca que agora era vermelha por que ela gritava a plenos pulmões.

-Naruko.- chamou baixinho vendo-a olhar fracamente em sua direção estava exausta, mas mesmo assim sorria.

Ele nem percebeu quando suas lagrimas começaram a escore por sua face.

-Sua vez de escolher um nome. Aproveite que tivemos a sorte de ter tido os dois de uma vez. – e riu fraco.

-Sarada.

-Sejam bem vindos Tadashi e Sarada.

Flash Back (off)


Notas Finais


Beijos de chakra pra vocês fiquem com Rikudou e não usem drogas.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...