História Redescobrindo um amor gay - Capítulo 30


Escrita por:

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Amor, Novela, Romance, Vida
Visualizações 17
Palavras 1.365
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção, Ficção Adolescente, Lemon, Romance e Novela, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Bissexualidade, Drogas, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


esse é o final, to bem tristinho :c

Capítulo 30 - Tudo acertado, fim


Pov. Richard

Richard estava se arrumando para a festa, iria com Lorenzo mas o mesmo disse que iria se atrasar, ficou desconfiado, então iria com Maria. Ele tinha terminado de se arrumar e estava falando no telefone com sua amiga.

Richard- Bom, daqui a alguns minutos vou para sua casa, para irmos, você comprou o que de presente para ele?

Maria- Eu comprei um tênis para ele e você?

Richard- Pasmada porque eu comprei a mesma coisa (riu)

Maria- (riu) vem logo que se não vamos nos atrasar.                      

Richard- Tá bom.

Richard foi para a casa de sua amiga e lá eles foram em direção a festa. Ele sabia que iria encontrar Adam e Lorenzo lá, ele só queria não ter que decidir isso naquele dia, mas o peso era maior e ele iria dizer tudo que precisava. Ele não podia esquecer de Mariana, que estava querendo acabar com ele, que estava se mostrando ser uma pessoa ruim. Eles chegaram e Richard entrou.

---x---

Pov. Lorenzo

 Ele estava pronto para a festa e assim foi. Depois que chegou viu que poucas pessoas estavam lá, e uma das poucas pessoa era quem ele queria que estivesse lá, Mariana. Ele se aproximou dela.

Lorenzo- Ei, eu queria te agradecer por me ajudar com o menino lá, eu jamais esperaria que ele fosse me fazer de idiota.

Mariana- Não precisa agradecer, só queria fazer o certo.

Lorenzo- Eu sei (ele olhou para a cara cínica dela, ela foi se aproximando, e ele também, e ela foi o beijar e ele virou o rosto e foi em direção a orelha dela) Acha mesmo que eu quero te beijar sua imunda? Como você foi capaz de inventar mentiras para destruir seu melhor amigo? Mas você não contava que eu fosse esperto para saber que era tudo mentira né? Eu não beijo cretinas, fique longe de mim e dele.

Mariana- EU NÃO ME ARREPENDO, FIZ ISSO POR AMOR

Lorenzo- VOCÊ NÃO SABE OQUE É AMOR SUA CRETINA, QUEM AMA NÃO É CAPAZ DE DESTRUIR A VIDA DE NINGUEM QUE ELA AMA, VOCÊ NUNCA VAI TER AMIGOS DE VERDADE SE CONTINUAR AGINDO COMO UMA ESCROTA INFANTIL.

Ele saiu satisfeito com o resultado do que tinha dito, e sabia que cada palavra tinha atingido ela.

---x---

Pov. Richard

Richard e Maria entraram na festa e viram que não tinha muita gente ainda, mas se depararam com Lorenzo gritando com Mariana e ficaram pasmos com aquilo. Eles se aproximaram do garoto.

Richard- Você foi bem duro com ela, nós vimos tudo, uau.

Lorenzo- Ela merecia, não tenha pena dela.

Richard- Tá bom.

Com o passar do tempo as pessoas foram chegando e o lugar ficando mais lotado, ele e Maria não se separavam por nada, não tinham o porquê, e de vez em quando Lorenzo chegava em Richard, beijava sua bochecha e ficavam os três dançando. Ele não colocou um gole de álcool na boca, ele não bebia, nem ele nem Maria. Hora ou outra pegavam algum refrigerante e comida, e riam muito de alguns que já estavam totalmente bêbados. Eles viram Adam e sua amiga Helena no meio do povo, não muito diferente deles, quase caindo de bêbados, mas se divertindo ao menos, pensou ele. Leonardo chegou perto deles.

Richard- Oi Léo, feliz aniversário.

Leonardo- Oi amigo, obrigado, estão se divertindo?

Maria- Sim, tá muito bom a festa, parabéns amigo. (Ele saiu) Mas amigo, você já se decidiu mesmo? Sabe que pode acabar perdendo um deles completamente não é?

Richard- Sim... Eu já me decidi, e acho que você já sabe quem. E sei que vou acabar perdendo um deles, é doloroso sabe... Mas talvez seja necessário.

Maria- Sim, é um... e já sei quem você escolheu, te conheço bem, siga em frente amigo...

A festa continuou rolando, todos estavam se divertindo, até mesmo Richard que estava com a cabeça cheia de preocupações estava se divertindo. A música tocava, pessoas dançavam, tudo normalmente. Estava chegando ao final da festa pois muitas pessoas já estavam indo embora, inclusive Adam e Helena já estavam para ir embora, ambos meio bêbados, mas Richard precisava dizer a ele, esclarecer tudo.

Richard- Adam... Você pode ficar um pouco mais? Preciso falar com você. (Disse receoso)

Adam- Posso senhor destruidor de corações, me espera lá fora Helena, por favor.

Eles foram para um canto para conversar.

Richard- Bom, primeiro de tudo, não me interrompa certo? (Ele concordou) Certo, eu amei você, amei tanto que nunca imaginei amar alguém dessa maneira, tudo que senti por você foi verdadeiro, cada gesto, palavra, toque, era tudo verdadeiro. Depois que você foi obrigado a partir, eu me senti péssimo, pensei que nunca mais me sentiria vivo novamente, eu estava péssimo comigo mesmo porque meu amor estava esfriando, não me culpe... Então apareceu o Lorenzo, eu pensei que poderia ser um recomeço na minha vida, uma nova história escrita, estava tudo nos eixos, até que você voltou para cá. Me senti diferente depois que você apareceu aqui, e me fez ficar confuso por um período de tempo, mas eu não posso fazer vocês dois de idiota, e eu me decidi finalmente, eu tenho que deixar um partir...

Adam- Diz logo quem você escolheu (já estava cansado demais)

Richard- Mesmo eu tendo te amado demais, eu sei que não é com você que eu vou ficar, eu escolhi o Lorenzo, me desculpe, eu sei que já devia ter me decidido mas não foi fácil cara, nada está sendo fácil. Me desculpa por tudo.

Adam- Tudo bem, foda-se. Até nunca mais Richard.

Ele saiu e Richard ficou ali se remoendo mas sabendo que era o que ele deveria ter feito. Ele viu Lorenzo ali e foi em direção ao mesmo para falar a sua decisão.

Richard- Lô, eu pensei tanto, você foi paciente, me deu tempo, me respeitou, depois de pensar muito, de me perguntar tantas vezes quem era a pessoa que iria me fazer feliz, que iria mudar tudo em mim, eu tomei uma decisão, e a minha escolha é você (Ambos sorriram, e se beijaram, um beijo apaixonado, com sentimentos puros e sinceros) Obrigado por ser incrível, obrigado por gostar de mim.

Lorenzo- Eu amo você garoto.

Richard- Eu também amo você!

---x---

Parece que tudo voltou as suas normalidades, Richard estava feliz com Lorenzo, Adam havia voltado para sua cidade e nunca mais entrou em contato com alguém da cidade de Richard. Mas havia uma coisa para acontecer ainda.

 

Pov. Lorenzo

O garoto percebeu que amava Richard demais, mas não havia pedido o garoto em namoro, então era isso que iria fazer. Mentiu para o garoto que iria ficar um tempo fora para poder preparar as coisas, comprou as rosas, pétalas, fez um caminho até seu quarto com elas, nas paredes colocou corações e fotos de momentos felizes dos dois, e no quarto um grande coração de pétalas no chão e uma caixa de chocolate em sua cama com um buque de rosas. Depois de preparar tudo para o garoto, ele o chamou para ir a sua casa.

Richard estava chegando e apagou as luzes e acendeu as velas para iluminar o caminho. Quando o menino chegou, Lorenzo foi para o quarto espera-lo.

Pov. Richard

Ele chegou na casa de seu amado e quando entrou e viu um caminho de pétalas pela casa, que o guiava ao quarto do garoto, ele foi seguindo e vendo as fotos na parede, estava ficando emocionado, e ao entrar ao quarto viu um buque e chocolates, então Lorenzo apareceu.

Lorenzo- Depois de muito tempo, depois de algumas brigas, depois de desentendimentos, problemas, cá estamos nós, juntos, eu amo você, e você será a pessoa que irei amar o resto de minha vida. Amo seu sorriso, seu jeito frio as vezes, quando você é carinhoso, seu esforço, dedicação, sua inteligência, competência... eu amo tudo em você, mas hoje eu queria poder ter mais palavras, decidi fazer algo especial para você e te dizer algo que deveria ter feito a um tempo (tirou do bolso uma caixinha) Richard, amor da minha vida, você aceita namorar comigo? (Richard estava chorando)

Richard- Claro que eu quero. (Disse chorando)

Eles colocaram as alianças e se beijaram, um beijo do mais puro amor.


Notas Finais


Espero que tenham gostado, e vai ter uns cap a mais, que são coisas que aconteceram no meio da história ou depois dela! um beijão


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...