1. Spirit Fanfics >
  2. Reencarnação (Imagine Jungkook) >
  3. Drásticas Mudanças

História Reencarnação (Imagine Jungkook) - Capítulo 22


Escrita por:


Notas do Autor


Oiê meu povo, tá aí mais um cap, leiam as notas finais please 💔💔

Capítulo 22 - Drásticas Mudanças


Fanfic / Fanfiction Reencarnação (Imagine Jungkook) - Capítulo 22 - Drásticas Mudanças


Fazem exatamente um mês desde que aquele incêndio ocorreu e como isso, muita coisa mudou em minha vida. Pra começar a escola foi fechada para reforma e por isso anteciparam o nosso mês de férias para q ela fosse reconstruída, pois o incêndio a queimou por completo. É até difícil de acreditar que um incêndio provocado por aquele bastardo do Suga pudesse destruir uma escola tão grande como aquela.

Desde aquele dia eu nunca mais vi o Jungkook e a Dinah. Eles se mudaram daqui e como não está tendo aula nem na escola eu o vejo mais. A Giselle está trabalhando cada vez mais e é raro vê-la em casa. Estava tão entediada e cansada de ficar sozinha q decidi arrumar um emprego, pra não morrer de tédio e também ganhar um dinheirinho.

Ah, sobre o idiota do Suga? Ninguém sabe aonde se meteu, eu decidi denunciá-lo por tudo e adivinhe aparentemente aquele desgraçado não existe. Ninguém sabe onde ele mora, quem é a família e a única q poderia saber (a escola) está  em cinzas. É como se ele nunca tivesse existido, fosse apenas uma ilusão (coisa q eu não duvido nada um gato daqueles deve ser um surto coletivo, para com isso Sn ಠಿ_ಠ, voltando), ninguém sabe onde ele se meteu. Como uma pessoa desaparece sem deixar pistas?

A parte boa desse mês foi q a YangMi estará de volta na cidade amanhã (ela perdeu cada babado kkkkkkk) senti falta da minha amiga vai ser bom vê la de novo.



Dia Seguinte



Como nada são flores, hj eu acordei com a notícia maravilhosa (sintam a ironia) q a escola vai fazer um acampamento, porque segundo eles como não tem aula teórica na escola podemos fazer aulas práticas de sobrevivência em uma floresta, para testar as leis da física, ter acesso a biologia dos ecossistemas e segue relação. Ou seja, eles acham uma excelente ideia pegar um monte de patricinha e playboyzinhos mimados e levar pro mato kkkkkk. Isso vai ser hilário já até imagino, aqueles metidos querendo pagar de macho alfa e as frescas reclamando dos mosquitos e choramingando q os seus saltos caríssimos  estão afundando na lama kkkkkkkkk. Ops deixa eu limpar o veneno q escorreu aqui na boca ¯\_(ツ)_/¯.

Enquanto eu pensava na desgraça do povo, estava a limpar a bancada aonde os clientes q não eram preguiçosos e sabiam utilizar as pernas, faziam seus pedidos. Recebi uma mensagem de Mi avisando q tinha acabou de chegar na cidade e marcando de me encontrar na cafeteria q estou trabalhando. Ergo a cabeça quando ouço o sininho tocar avisando q tinha cliente, quando me deparei com Mi totalmente diferente do que me lembrava, seus cabelos antes curtos e negros se encontravam longos e platinados com algumas mechas azul. Seu cabelo contrastava bem com seus olhos deixando um ar de inocência (coisa q sabemos q ela não é kkkkk). Ela olhou pra mim e sorriu, me direcionei até a ela para abraça-la e logo fui retribuída pela mesma, estava com tanta saudade. A levei até uma mesa próxima e me sentei com ela, já havia avisado meu patrão q faria uma pequena pausa para conversar com minha amiga.

Mi: Ai amiga que saudade *diz me abraçando novamente* senti tanto sua falta


Sn: tbm senti muito sua falta, está tão linda, cabelo diferente gostei, Senta aí *nos sentamos*

Mi: então me conte todas as novidades. *Ela diz com um sorriso sapeca, fazendo a pergunta q eu já esperava*

Sn: não tenho nenhuma e vc? *Digo sem dá importância a sua pergunta*

Mi: Vc tá me zoando né? *Sua feição animada se torna indignada* Eu fico quase dois meses fora e vc me diz q nada aconteceu? *Diz com deboche, cruzando os braços e bufando*

Sn: Tem uma frase no Brasil ótima q diz assim "foi namorar perdeu o lugar" ou seja não tava aqui não vai saber *digo rindo da mesma q agora me lançava um olhar  mortal*

Ela permaneceu me fuzilando com o olhar, é como dizem se olhar matasse eu com certeza estaria morta e enterrada. Depois de alguns minutos sua feição se tornou surpresa e muito alegre. A garota em minha frente deu um pulo da cadeira e segurou meu colar ( o q o  Jeon me deu).

Mi: Para tudo *diz com uma pausa dramática* esse colar é do Jungkook , o que vc tá fazendo com ele? Não me diga q vc roubou? *Seu rosto fica completamente espantado*

Sn: claro q não ficou louca? *Digo abismada com a acusação, ela pirou de vez?*

Mi: então ele te deu? Ai meu Deus, vcs tão juntos? Meu casal virou real? Posso ser madrinha do casamento? Pensam em ter quantos filhos? Onde vão morar? *Diz extremamente empolgada, dando pulinhos na cadeira* (com tamanha empolgação da mesma foi impossível segurar a risada)

Sn: Sim ele me deu, não não estamos juntos e esse casal q vc tanto ama não existe, para de ser doida. *Digo revirando os olhos*

Mi: Mas me diz como o Jungkook tá depois da morte da Dinah? *Congelo com sua fala* Foi ela q o criou, ele deve estar bem triste não, ela era como uma mãe pra ele? *Diz me deixando mais assustada. Dinah morreu? Como? De q? 

Sn: Como assim a Dinah morreu? Ficou louca? Eu não tô sabendo de nada. *Digo apavorada torcendo para ser mentira*

Mi: Eu q fico fora e vc q tá desatualizada? *diz pasma, pela minha surpresa* A Dinah morreu no incêndio da escola, pelo o q eu ouvi ela foi resolver algo na secretaria do colégio e não conseguiu sair a tempo.* Como eu não sabia disto?* Sério q ninguém te contou?

Sn: Eu não acredito q ela morreu, agora tudo faz sentido *já chorava rios*

Começo a ligar os pontos, por isso a Giselle passa mais tempo no trabalho do que em casa, foi por isso q eu não vi mais o Jungkook, devido a sua mudança repentina do apartamento. Ele conviveu com ela lá a vida toda deve ser difícil estar lá sem a presença dela, mas o q eu não entendo e não se encaixa é pq ninguém me contou? Eu gostava muito dela, nem no enterro eu pude ir e só fico sabendo um mês depois, UM MÊS, *levanto indignada da mesa*

Sn: isso não vai ficar assim, vou tirar satisfações com a Giselle agora mesmo *digo, deixando YangMi perplexa, saio dali e peço ao meu chefe para sair mais cedo, ao ver o meu estado de choro, ele me liberou na hora*

Sai da cafeteria transtornada, Mi já havia ido em bora, confesso q fui rude com ela, não era sua culpa q eu não sabia disto, segui rumo a empresa em q a Gi trabalha, pois se tem alguém q me deve informações esse alguém é ela. Eu me sentia péssima, totalmente acabada. E até mesmo traída por não me contarem q uma pessoa q eu via diariamente, com uma alegria invejável, alguém q em pouco tempo tinha se tornado como uma vó para mim, havia partido deste mundo de uma maneira tão trágica e eu não tive nem mesmo como me despedir corretamente.

 Quando cheguei na empresa, sequei minhas lágrimas e tentei entrar mas o mesmo segurança idiota q me impediu de entrar lá àquela vez (cap 6), novamente não queria autorizar a minha entrada. Minha paciência já estava no limite e  dessa vez eu não deixaria isto barato.

Sn: Com licença, eu preciso falar com uma funcionária daqui é muito importante, é caso de vida ou morte, na verdade de morte. *Digo dando um sorriso triste*

Segurança: Sinto muito senhorita mas não será possível autorizar a sua entrada *diz com uma posição ereta, com as mãos atrás de seu corpo de uma maneira confortável*

Sn: E pq não? O senhor pode me dar um motivo plausível pra não autorizar a minha entrada se tratando de uma urgência? *Cruzo os braços com minha típica expressão de deboche*

Segurança: A senhorita não está vestida adequadamente para adentrar em uma empresa desse porte. Ela possui regras e não entrar pessoas devidamente elegantes é uma delas. *Esse foi o estopim da minha paciência, quem é o idiota q criou essa regra?*


Sn: Escuta aqui…. *Quando me preparava para xingar aquele brutamonte  e jogar praga em toda a sua descendência, outra voz se fez presente, me arrepiando por inteira pela rouquidão e tom usados*

X: Algum problema aqui? *Virei para trás me deparando com o Jungkook, q emitiu uma feição surpresa ao me ver ali*

Sn: O q faz aqui? *Digo curiosa, e com mil perguntas em mente, tipo "Pq vc não me disse da Dinah?" 

JK: essa empresa é do meu pai. *Me responde de maneira doce* Algum problema? *Diz ao segurança, extremamente sério*

 Segurança: Essa garota mal vestida está tentando entrar na empresa, senhor *olha para minhas roupas como se eu tivesse fantasiada de mendinga*

Jk: Essa garota tem nome e se vc quiser manter o seu emprego é bom vc descobri-lo, tratá-la com respeito e nunca em hipótese alguma barrar a entrada dela *diz furioso* espero q eu tenha sido claro, não melhor q eu tenha sido transparente *diz saindo dali, me deixando abismada*

Bom, nem preciso dizer q depois dessa, o segurança faltou me oferecer champanhe, quer dizer ele me ofereceu kkkkkk e ainda me deu um cartão de acesso dourado #agorasouvip kkkkkkkkk,voltando, perguntei onde ficava a sala da Gi e segui para lá. Ao adentrar a sala a encontrei guardando coisas em uma caixa.

Sn: Giselle? Pq tá guardando suas coisas? *Digo confusa*

Gi: Sn? Q surpresa vc por aqui. Como conseguiu entrar? *Mostrei o cartão dourado em minha mão* Uau onde conseguiu um desses? Trabalho aqui anos e nunca tive um cartão de acesso total a empresa *diz impressionada*

Sn: Jungkook é filho do dono e liberou minha entrada *dedilho meus dedos pelo cartão, o observando melhor*

Gi: mentira! O Jungkook q eu conheço? *Assenti* Eu não fazia ideia


Sn: tá precisando se atualizar sobre onde trabalha não acha? *Digo rindo da cara de surpresa da mesma mas logo meu sorriso some com o q ela disse*

Gi: trabalhava *ela suspira, parando de mexer nas caixas* Acabei de me demitir

Sn: O q? Pq? *Um ponto de interrogação surge em meu rosto*

Gi: Estou voltando para o Brasil, mas não se preocupe o apartamento é seu pode ficar o tempo q quiser *ela diz com um sorriso mínimo*

Sn: Pq vc tá indo em bora? *Falo me aproximando da mesma* E pq não me disse q a Dinah havia morrido? *Perguntei chateada*

Gi: Pensei q o Jungkook tivesse te contando, vcs estavam tão próximos *diz surpresa com minha pergunta*

Sn: Eu não tinha o visto desde o incêndio, foi a Mi q me disse hj *digo desviando o olhar do seu*

Gi: Sinto muito então, por não te contar, achei q sabia, *seus olhos marejam* a Dinah era minha melhor amiga aqui em Londres, eu fiquei muito triste, por isso comecei a fazer hora extra. Sinto saudades dos nossos chá da tarde. Não consegui superar a morte dela, aquele apartamento me trás lembranças e é doloroso não vê-la, por isso vou voltar para o Brasil. Queria ficar com vc, mas não consigo, eu sinto muito minha querida. Vc tem uma vida aqui agora, tem amigos, escola, trabalho, seu lugar é aqui. *Ela une nossas mãos* Quero te pedir uma coisa *assenti para q continuasse* Cuide do Jungkook por favor! ele deve tá sofrendo muito com tudo isso, ele é temperamental e tem seus defeitos mas é um menino bom, q precisa de alguém ao seu lado e vc é a única q ele permitiu q se aproxima-se.

Sn: Farei o meu melhor Gi. Vou sentir sua falta *digo abraçando a mesma, já chorando rios*


Três dias depois


Já se passaram alguns dias que a Gi foi em bora, hj é o dia q começa o tal acampamento. Acordei 6 da manhã, me arrumei, comi, peguei minhas coisas e segui para escola. Ao chegar lá, vi a Mi acenando para mim e fui até ela.

Mi: Eu odeio acordar cedo, odeio o povo dessa escola, oh mundo cruel pq eu preciso sofrer tanto *diz extremamente dramática, me fazendo rir horrores. Já havia me desculpado com ela pelo o ocorrido*

Sn: Minha nossa pq tenho uma amiga tão dramática, bora mundo cruel tão chamando pra entrar no ônibus *digo arrastando a mesma para lá, ao entrarmos nos sentamos juntas na frente*

Sn: Será q o Jungkook vem? *Digo torcendo pra ver o moreno*

Celeste: Se vc estiver falando daquele bad boy gostoso q acaba de entrar no ônibus, então sim ele veio *diz do banco atrás de mim*

Celeste tinha razão por chamá-lo de bad boy. Ele estava com uma calça preta q valorizava suas coxas torneadas, um moletom com capuz e uma jaqueta de couro tbm preta. O moreno passou diretamente para o fundo com o capuz tampando praticamente todo o seu rosto. Mesmo sem dizer nada ele foi claro, todos entenderam o recado, ele não queria papo com ninguém.

Celeste: Pelo visto tem alguém com problemas no jardim do amor *diz debochada*

Mi: só ignora Sn, só ignora *após isso a mesma deita a cabeça em meu ombro e adormece, faço o mesmo q ela, porém com a cabeça no encosto do banco*


Algumas horas depois


Acordo com os professores avisando q tínhamos chegado na tal floresta, acordo a YangMi, pegamos nossas coisas e descemos do ônibus.

Prof: Bom alunos, é aqui q vamos passar uma temporada de estudos práticos, meninas ajudem as professoras com a comida e meninos me ajudem a construir as barracas *Jungkook ignora o professor e sobe no penhasco q tinha ali* Ou não ajudam *diz o professor chocado com a atitude do garoto*

Celeste: Vc deveria falar com ele *diz ela se aproximando de mim*

Mi: Pela primeira vez na vida vou ter que concordar com essa mocreia aí.

Celeste: Vc me chamou de que? *Sai dali antes delas começarem a discutir e acabar sobrando pra mim*

Refiz o mesmo caminho do moreno e o encontrei sentado na beira do penhasco, fiquei o observando até q:

Jk: Vai ficar parada me olhando ou vai vir falar comigo? *Diz ainda de costas para mim, observando a bela vista q aquele lugar proporcionava*

Sn: Já vi q seu humor está péssimo, eu não deveria ter vindo, desculpe atrapalhar *me viro para ir embora, mas sou impedida*

JK: NÃO! Fica! Eu não quero ficar sozinho *diz levantando e me abraçando, ele colocou seu queixo na curvatura do meu rosto e quando percebi nós dois chorávamos* Eu sinto tanta falta dela, ela foi minha mãe e meu pai a vida toda. Minha omma biológica me abandonou quando eu tinha 5 anos e meu  appa nunca ligou pra mim. *Sinto-o fungar* Já a Dinah? estava ali, sempre esteve ao meu lado, ela nunca me deixou sozinho, quando eu sentia medo era pros braços dela q eu corria, quando eu caia era ela q me amparava, ela cantava pra mim quando me sentia triste e dizia q tudo ficaria bem. Ela não merecia morrer dessa maneira, tudo culpa daquele idiota do Suga, se eu não tivesse tão ocupado poderia tê-la salvado. *Senti um aperto no peito ao ouvi-lo e me separei do mesmo rapidamente enxugando o rosto*

Sn: Como é? Se vc não estivesse ocupado? Vc está querendo dizer q não salvou a Dinah pq estava ocupado demais me salvando? Se arrepende de ter me salvado? Eu não te pedi isso Jungkook, não tô sendo mal agradecida, mas se eu soubesse q vc iria jogar isso na minha cara, preferia q não tivesse feito.

JK: Eu não me arrependo de ter te salvado *ele tenta se aproximar novamente mas não permito* só estou dizendo q ela não merecia morrer, não por culpa do babaca do Yoongi, ela nem o conhecia, já vc sim *sinti como se tivesse sido atingida por um tiro, ele não faz ideia de como me magoou*

Sn: Então agora a culpa é minha pq falava com ele? *Deixo as lágrimas rolarem livremente pelo meu rosto*

JK: Não era eu q andava pra cima e para baixo com ele. Quem deveria ter morrido era *ele para de falar e não seria necessário continuar para entender, ele logo se dá conta do q disse e parece tão chocado como eu, uma expressão arrependida toma seu rosto, ele tenta se aproximar novamente para pedir desculpas mas o interrompo*

Sn: Esquece nada *digo transtornada, já começando a gritar* termina o q vc começou, seja homem suficiente uma vez na vida e diga na minha cara o q queria. Preferia q eu tivesse morrido no lugar dela né? *Digo dando uma risada amarga* Afinal eu era amiga dele ou achava q era, já nem sei mais. Eu não deveria ter vindo aqui *quando fui sair dali, acabei escorregando e como se tudo estivesse em câmera lenta sinto meu corpo caindo do precipício e apago com um impacto na cabeça, a última coisa q vi e ouvi foi Jeon gritando meu nome com uma feição preocupada*


Notas Finais


Oiê meus amores, então queria dar alguns avisos a vocês é o seguinte:

Estamos entrando na reta final da fic 😭😭😭, eu vou termina-la com 30 cap, e já estamos no 22;

Com exceção do cap 23, os próximos serão mais longos e os mistérios da fic começarão a ser revelados, eu sugiro q releiam ela do início para compreender melhor, pois já tem tempo q eu postei os outros;

Esse cap foi revisado por uma beta header q pediu para avisar q chorou horrores revisando-o

Obrigada por todos os favoritos, comentários e a quem adicionou a história a sua lista 😘😘❤️❤️❤️❤️

Vamos começar a regressiva pro final da história #faltam8


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...