1. Spirit Fanfics >
  2. Reencarnação-Imagine kim taehyung(ep1) >
  3. Casamento forçado

História Reencarnação-Imagine kim taehyung(ep1) - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Tentei fazer outra fic, mais ficou muito ruim, vim trazer essa do taehyung, espero que gostem.

Bᴏᴀ ʟᴇɪᴛᴜʀᴀ💞

Capítulo 1 - Casamento forçado


Fanfic / Fanfiction Reencarnação-Imagine kim taehyung(ep1) - Capítulo 1 - Casamento forçado

01/08/1865-06:30

Estava dormindo em meus aposentos, até escutar a porta ser aberta, permaneci deitada com os olhos fechados, sinto a cama afundar um pouco e abro os olhos lentamente, vendo minha mãe sentada ao meu lado toda sorridente, me sento e a olho.


Qual o motivo desse sorriso Lindo minha mãe- Perguntei enquanto a olhava

Você saberá no jantar- Disse ainda sorrindo

Ok- não dou muita importância, me levanto e vou em direção do banheiro, ponho a banheira pra encher e volto pro quarto

Estou indo, te aguardarei no jardim, iremos tomar café da manhã lá- disse se levantando

Assinto e a vejo sair, volto pro banheiro e tiro meu vestido, entro na banheira e me encosto na borda, fecho os olhos e relaxo.

O que será que é, espero que não seja algo ruim, mais se fosse minha mãe não estaria toda sorridente, vai saber.

Saio de meus pensamentos e começo a molhar meus ombros.


(....)


Estava andando pelos corredores do castelo, em direção do jardim, chego até o local e vejo meus pais tomando café com um homem...muito velho, me aproximo e falo bom dia a todos que estavam alí, logo em seguida me sento e vejo uma empregada me servir o café, agradeço e a vejo sair.


Quantas vezes irei dizer que não precisa agradecer? Ela é só uma empregadinha bastarda- disse meu pai com um semblante sério

Repita quantas vezes quiser, sempre irei agradeçer pós tenho educação e não sou igual o senhor, com licença- Me levanto e saio Dalí, vou andar pelo castelo

09:23

Peço para prepararem a carruagem, pós queria ir ao vilarejo, já com a carruagem pronta, entro na msm e logo vejo o Cocheiro fazer a carruagem andar, fico olhando as árvores pela pequena janela da carruagem, sorrio ao ver as lindas árvores e o céu asulado, percebo que estava perto do vilarejo e logo peço pro Cocheiro parar, desço e peço pro msm me buscar ao meio dia.

Após a carruagem se afastar, dou uma pequena caminhada e chego até a linda cachoeira, tiro meus sapatos e logo em seguida meu vestido, ponho tudo em cima de uma pedra grande e adentro a água, fico mergulhando até ouvir uma voz masculina, me assusto e rapidamente vou pra trás de uma pedra, fico olhando pro rapaz se despi e logo fecho os olhos.

Não fassa isso- digo com os olhos fechados

Quem está ae- olhou ao redor

Levanto a mão ainda atrás da pedra

Como se chama?- perguntou se sentando

S/n, princesa S/n- englino meu rosto um pouco para olha-lo

Prazer em conhece-la Princesa S/n, me chamo princepe Jimin- Sorrio enquanto me olhava

Prazer em conhece-lo princepe Jimin-Sorrio- pfv, poderia se virar, para poder me vestir


Oh, claro- Sorrio e se virou


Saio da água e me visto rapidamente, sorrio e me sento em uma pedra

Pode olhar- o olhei

Que linda- se aproximou e se sentou ao meu lado

O-obrigado- falo corada

Que fofa- apertou minhas bochechas

Aish, não sou fofa- o olhei

Ficamos longas horas conversando, até dá meio dia, me despeço do msm e me levanto, sigo até o vilarejo e espero o Cocheiro chegar, logo o avisto se aproximar, entro na carruagem e voltamos para casa.


(....)


Estava terminando de comer até ouvir uma conversa de meu pai, fico escutando

E já acharam o bandidinho do park Jimin- disse com raiva

Ainda não senhor, mais iremos volta a preocura-lo amanhã, amanhã o prendemos- disse o guarda

Acho bom, não quero mais ter prejuízos- disse meu pai saindo

Ele não é um príncipe, e sim um ladrão, mais pq ele mentiu? Aish.

Me levanto e vou até o jardim, fico olhando as belas flores, me deito na grama e fecho os olhos, sentindo o vento bater em meu rosto, começo a cantarolar baixinho.

19:50

Estava terminando de me vestir até minha mãe entrar em meu quarto, a olhei sorrindo

Ele chegou, não demore- disse sorridente e saio 

Ele? Ele quem? Espero que não seja o que estou pensando!

Término de me arrumar e saio de meu quarto, ando pelos corredores enormes do castelo, até chegar na sala de jantar, me sento na mesa e dou boa noite para todos que estavam alí, percebo que tinham dois homens na mesa, sorrio os olhando.

(....)

Eu não vou me casar com esse velho- alterei minha voz, fazendo minha mãe se assustar.

Você não tem escolha e agora vá para o seu quarto- disse sério meu pai

Eu só tenho 16 anos, como o senhor quer que eu me case com um velho de 65 anos- alterei mais a voz

Eu sou seu pai e o seu rei, tenha respeito e vá para o seu quarto S/N/C- bateu na mesa 

Saio correndo chorando até meu quarto, adentro meu quarto e tranco a porta, me jogo na cama e continuo chorando.


Sério, eu tenho 16 anos e vou ser obrigada a me casar com um velho de 65, por que tudo é tão injusto comigo? Por que com um velho rabugento? Eu só tenho 16 anos e vou perder minha virgindade com um senhor de idade, mais não vou mesmo, ou eu não me chamo S/n/c.

Entre pensamentos e outros, acabo pegando no sono.




















TINUAAA?




Notas Finais


Dᴇsᴄᴜʟᴘᴀ ᴏs ᴇʀʀᴏs ᴏʀᴛᴏɢʀᴀ́ғɪᴄᴏs ɢᴇɴᴛᴇ, ᴇsᴘᴇʀᴏ ǫᴜᴇ ᴛᴇɴʜᴀᴍ ɢᴏsᴛᴀᴅᴏ, ǫᴜᴇʀᴇᴍ ᴇᴘ2? Dᴇɪxᴇᴍ ɴᴏ̂s ᴄᴏᴍᴇɴᴛᴀ́ʀɪᴏs.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...