História Reencarnado como o Irmão mais Novo de uma Yandere - Capítulo 70


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Tags Anime, Comedia, Ecchi, Garotinho, Harem, Hentai, Incesto, Irmãos, Romance, Sádica, Sadismo, Yandere
Visualizações 80
Palavras 328
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Ficção, Ficção Adolescente, Harem, Hentai, Romance e Novela, Shounen, Violência
Avisos: Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 70 - Sob o Balcão


Atrás duma das máquinas de jogo do cassino

No momento que Cora me disse para correr, eu não pensei duas vezes. Eu não poderia desperdiçar os 5 segundos que ela me deu. 

Eu sei que tudo isto é loucura, mas focar em sobreviver é melhor do que focar em questionar; pelo menos por ora.

Haa... - inspiro fundo e expiro lentamente.

Eu fui amaldiçoado de alguma forma por aquela fada?! Tudo o que eu pedi foi para ter uma irmãzinha, mas acabei reencarnado em todo este problema! Nem posso chamar isto de "vida"!

E como cereja do bolo, estou sendo caçado por uma garota que aparenta ser inocente mas que na verdade tem um estranho fetiche por sarcasmo e ser lambida nos pés!

"O incrível Ursinho te achouuuu! Gostou do meu nome? É Ursinho, porque sou um ursinho!~" - diz ela com o ursinho de pelúcia dela bem próximo do meu rosto.

"A-Aaah!" - começo a correr novamente.

Como ela me achou tão facilmente?! Eu dei vários dribles neste lugar enorme!

Me escondo novamente, desta vez debaixo da bancada do bar.

"G-Garotinho, o que você está fazendo aí embaixo?" - diz uma das bartenders.

"Shii! Se você vir uma garotinha, me avise, por favor!"

"Uma garotinha...? Aliás, por que uma criança como você está aqui? Essa tal garotinha da qual você fala é sua irmã ou coisa assim?"

"...A minha irmã de verdade é uma pessoa tão estranha quanto ela... Mas neste caso não, essa garotinha não é minha irmã."

"Ho... Onde está a sua mãe? Quer que eu leve você até ela? Ou você gostaria de esperar por ela no depósito de bebidas? Lá tem vários doces, vamos."

...Ela realmente está tentando me atrair com doces?

"N-Não, obrigad-" - ela segura no meu braço.

"Vamos. Agora."

"Eu não quero! Me solte!"

Preciso sair daqui, mesmo que eu vá correr mais perigo tentando achar um novo esconderijo.

A bartender começa a me puxar.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...