1. Spirit Fanfics >
  2. Reencarnei em um...Boneco >
  3. Guerra na cidade wiley

História Reencarnei em um...Boneco - Capítulo 7


Escrita por:


Capítulo 7 - Guerra na cidade wiley



Na época em que Nagato estava preso ainda na floresta da paralisia.


Em uma cidade de nome Wiley, que fica quase no centro do continente Cratônia, é uma importante cidade comercial que é famosa por ser próspera, mas também não só por isso, mas é uma das poucas cidades que há uma harmonia entre raças, considerado um passo para uma melhor relação pacífica entre raças.


Diferente dos reinos que são comandadas por um única soberano, as cidades são formadas por um conselho administrativo com uma certa quantidade de pessoas e uma pessoa que é o comandante deste grupo, e nesta cidade tinha um total de dez administradores, estavam todos sentados discutindo sobre a mesa da sala falando sobre a economia e o aumento da população que teve este mês.


Quando repentinamente os servos e trabalhadores chegaram sem nenhuma formalidade até a sala do conselho suados e bem ofegantes, parece que correram uma maratona sem descanso, se o porteiro não tivesse aberto a porta rapidamente quando os viu eles teriam derrubado a porta. 


Um dos senhores do conselho perguntou o porquê de tanto furdúncio, mas os que chegaram só disseram uma palavra.


-Silencioso.


Repentinamente todos tremeram, não acreditando no que eles disseram.


-Rápido!! Não perca tempo!! avisem a população para uma evacuação

-Um monstro está prestes a destruir nossa cidade. 



Quem disse isso foi o chefe do conselho. 


Uma enorme movimentação aconteceu na cidade, todos os moradores ouviram  que era o Silencioso, ficaram sabendo através das pessoas que fugiram da guilda.

É a confirmação dos líderes.


Desespero, choro, correria, gritaria, mães levando suas crianças, outros caídos nas ruas perdidos, homens levando seus pertences e carroças, todos os portões da cidade ficam abertos para a evacuação da cidade, até que lentamente a cidade ficou deserta, o grupo de Rixas também se foi, eles não queriam participar da briga que está tendo na guilda porque sabiam que não iriam nem aumenos aranha- lo.


….

..

.



Wiley está quase totalmente vazia, ouve a evacuação com sucesso, apesar de haver alguns feridos e crianças perdidos devido a movimentação repentina, mas tudo ocorreu bem, no pior cenário poderia haver uma matança ou uma tragédia para seu povo. 


O conselho se importava muito com sua população de várias raças. São bons líderes. 

Todos fugiram em carroças e a cavalos. Vendo a cidade se distanciando rapidamente. Os últimos a sair foram os líderes, queria santificar- se que todos saíram com segurança antes deles.



….

..

.



Um poderoso exército formado rapidamente pelos reinos vizinhos, eram quatro reinos que corresponderam ao chamado. A mensagem foi rápida devido ao uso de pergaminhos de teleporte que é um equipamento extremamente raro.


E o exercício veio rápido também com teleporte, mas desta vez foi através de máquinas, que são ainda mais caras e raras, e quando usa tem um um intervalo longo por cada uso, existem pessoas que sabem magia de teleporte, mas são bem poucas.   


O exército estava se aproximando dos portões da cidade, os magos e arqueiros se posicionavam em cima das casas e construções.

Pessoa aparecendo em sombras e depois desaparecendo em sombras junto com os corpos dos aventureiros feridos e mortos.


A arqueira líder de roupas vermelhas, segurando seu arco em chamas, ensina da casa onde ficava o conselho. Vigiando onde poderia estar seu alvo. Quando olha para o centro comercial, a guilda explode, é em rápidos movimento ela vê Silencioso derrubar um por um sem nenhuma dificuldade.

A briga acabou, e Silencioso anda até o centro.


 Olhando para Silencioso com seus olhos de falcão estende seu arco e atira a flecha em direção a ele, mas Silencioso apenas desvia dela e a flecha no chão explode, mandando Silencioso voando para uma parede.

 

Este foi o sinal para o exército se aproximar, e em meio segundo miríades de pessoas apareceram, Silencioso deu um pulo e foi para o centro onde tinha um chafariz.


Até que os quatro líderes apareceram entre exército, montados a cavalos, duas mulheres, uma mulher da raça das feras de nome Neani e a outra que é humana de nome Morgana estão uma do lado da outra, é do outro lado não muito longe delas os dois humanos homens de nomes Raikage e Killer Bee


Quando viram Silencioso, apontaram suas armas em sua direção e disseram.


-ATACAAA!!


E todos correram em direção ao Silencioso, os arqueiros dispararam flechas, magos soltaram magias e habilidades de fogo, luz e tudo o que tinham em direção ao Silencioso.

 

Não tinha nada de discurso ou falas para que o Silencioso se entregasse.

As ordem são.


-(Se encontrem Silencioso ... matem- no, usem todos os métodos possíveis, vocês tem que ao menos feri-lo. )


Estas palavras que estão nos conscientes dos chefes do exército, foram palavras provindas diretamente dos seus reis e superiores.


Os quatros não estavam acreditando que todo este exército é para matar só uma única pessoa, mesmo que saibam da fama dele e sua recompensa absurda, ainda sim, este exército tem capacidade de deixar até um imperador dragão bem ferido.


Mas logo seus questionamentos e dúvidas foram respondidas, Silencioso só com o mover do braço fazia tudo explodir em eletricidade, mas Silencioso também esquivava das flechas e magias, o exercício da linha de frente não se importou de serem atingidos pelas magias dos magos e nem as flechas dos arqueiros.


Todos eles estão dispostos a sacrificar suas vidas em pró da paz. As ordens dadas pelos seus líderes foram bem simples.


-(Abata-o.)


E quando as explosões de magias foram amenizadas, Silencioso começou a trocar socos com os cavaleiros, deixando-os à beira da morte com um movimento cada. Mesmo que estivessem usando armaduras encantadas, ainda sim os socos de Silencioso as quebrava com extrema facilidade. Deixando os líderes, cavaleiros e os atiradores de longa alcance de olhos arregalados, vendo o monstro que está bem em sua frente, os soldados começaram a exitar em atacar. 



-Não desistam meus caros e leais soldados nós podemos vencer, não... nós venceremos esta batalhas!!!!         


Disse isso enquanto levantou sua espada, que disse esta motivantes palavras foi killer bee. 


Os soldados corresponderam a suas palavras e sem hesitação correram em direção ao Silencioso com sua espada e lanças nas mãos.


Explosões e estrondos, feitas por Silencioso, mandado soldados voando, só com seus movimentos. 

Tinha muitos curandeiros e curandeiras, em volta para curar os soldados feridos na mesma hora, alguns dos feridos eram levados para os acampamentos bem distantes da cidade, eles eram transportados pelas pessoas que apareciam e desapareciam em sombras. 


Mas Silencioso não se importou com isso. 


….

..

.


A batalha já está se prolongando para o segundo dia, e Silencioso não demonstra sinal de cansaço.


A mana dos magos(as) e curandeiros(as), já estão acabando, os soldados estão rapidamente diminuindo, em números, os quatro líderes já estão batalhando, não podiam ver seus soldados caindo mortos, sem fazerem nada. 


Mas mesmo assim, Silencioso é implacável, os quatro estão neste momento lutando contra ele.

Neani lança seu chicote na direção de Silencioso que desvia, ao desviar Killer aparece de trás com sua espada longa para acertar seu abdômen, na frente Morgana com sua lança pretendendo perfurar seu coração, Raikage lança uma de suas habilidades que sua gravidade em Silencioso, a força gravitacional que está sendo usada é equivaler ao do sol. 


Mas mesmo assim, os movimentos de Silencioso não parecem ser afetados. 

Quando estavam prestes a acertá-lo.

Em um instante o corpo de Silencioso treme e desaparece. 

Os quatro perdem ele de vista.


-cade ele??


Disse Neani, mas repentinamente sons de explosões são criadas, quando olham, os magos e arquitetos estão caindo eletrocutados, quem fez isso, era Silencioso, seu corpo tremia tanto que parecia vira um borrão preto no ar, logo a arqueira deu o comando de ataque, mas sem mais e menos, O corpo de Silencioso treme é desaparece.

Em um segundo a arqueira chefe cai no chão com seu corpo perfurado. E Silencioso aparece atrás dela.


Todos os soldados e os que ficaram de pé olharam aquilo amedrontados, seus espíritos foram quebrados. 


Todo o time de ataque de longa distância foi neutralizado pelo Silencioso em um instante.


Mesmo assim, os quatro com suas expressões de fúria apontaram para Silencioso, ordenaram o exército para atacar.


Neani entra no modo berserk, aumentando seus atributos, largando sua arma no chão

O exército está se movendo gritando em direção ao Silencioso



-Raikage me acompanhe.


-claro Killer, 


Os dois começam a sumir em pleno ar. 

Morgana com sua lança brilharam e desapareceram com sua ultra velocidade.


Silencioso está agora em cima da casa onde estava o Conselho da cidade, olhando aquela quantidade de pessoas correndo em sua direção, motivadas a não desistir.


Madara..que dizer Silêncios deu um salto em direção ao exército e seu rosto ficou de frente a um pessoa da multidão, ao menos tempo, Neani aparece é estende sua mão com suas garras mirando decapitar Silencioso, Morgana aparece pretendendo perfura as costas de Silencioso, Killer e Raikage estão um do lado do outro pretendendo estoura Silencioso, mesmo que machuque seus aliados e a si mesmos no processo.


Mas Silencioso…É implacável.

Seu corpo treme e uma onda de choque devastadora manda a cidade pelos ares.


Quase não resta pedra sobre pedra, só Silencioso está em pé. Todos foram jogados para fora da cidade, a onda de propagação deste ataque pode facilmente pulverizar a cidade, mas Silencioso se conteve para não fazer uma matança desnecessária.


Sabe que os que sobraram de pé antes do ataque sobreviveram. Olho em volta, vendo uma vista exuberante agora, nem as paredes da cidade existem agora. 

Com pesar, abaixou sua cabeça, parece que está em luto. 

Se passou um minuto, começou a andar em direção oposta ao acampamento, que fica no mesmo sentido do portão principal.


Não queria ir até o acampamento porque lá é que tem muitos feridos, e ele não quer atormentar mais ninguém.

Começou a nada então.



-nossa…. você devastou tudo não?


Uma voz masculina e calma apareceu.

Silencioso vira-se  em direção a um montinho de destroços e lança um raio neste monte. 


Em um instante o dono da voz aparece.

Um homem alto, de pele parda, cabelos grisalhos, de olhos vedes, mas com aparência de um homem de trinta anos, vestindo uma roupa social preta com uma cartola igualmente preta, em sua mão tinha uma bengala vermelha escura, mas o que destaca nele é um tipo de pino cilíndrico branco no centro do seu corpo mais perto do pescoço.


Ele deu um sorriso mostrando todos os seus dentes pontudos. 


-Eae… quanto tempo.


Quando se deu conta sua cabeça desaparece e sofre perfurações no corpo 


Silencioso aparece atrás a uns dez metros do cadáver do homem de cartola.

Parece que tem alguma raiva ou rancor deste homem em espacial.


Mas este homem se levanta como se não tivesse sofrido nada, igualmente as suas roupas.



 -Ai!

-Amiguinho… porque isso?

- Você ainda guarda rancor? Só porque tentam te matar umas quatro vezes no passado?


Apontou o dedo para Silencioso.

 

-Você deve aprender a perdoar e ….


Silencioso treme e desaparece, o homem arregalou os olhos de surpresa. Mas a mão elétrica de Silencioso aparece a centímetros do rosto dele. Não deu para ter reação voou a metros de distância, mas repentinamente Silencioso apareceu novamente em frente do seu rosto e um instante, de outro soco poderoso carregado de eletricidade, amassando a cara dele no chão.


Parece que morreu.


Silencioso se afastou desse corpo indo novamente em direção oposta aos portões.


Mas parou de andar.



-ei… calma…


Este homem estava cambaleante, segurando nós destroços.


Silencioso virou seu rosto em sua direção e começou a faiscat novamente começou a se aproximar rapidamente da figura daquele homem.


Quando a tontura passou viu Silenciosos se aproximando dele. Arregalou os  olhos e com as mão na frente.

 

- pera, pera, pera aí, pera aí, pera aí, se acalma, se acalma.


Silencioso então se acalmou e ficou olhando para aquele homem 


-ufa.. 


Deu um suspiro de alívio.


Ficaram se olhando um para o outro


-( nossa… porque guardar tanto rancor assim de mim? só por causa que eu tentei matar ele quando ele tava mais fraco?

 -Agora que tá assim, ele fica me atacando toda vez que eu apareço para ele… não fiz nenhum mal para ele hora).


Estava internamente se questionando sobre porque Silencioso quer tanto matar ele, não entendendo o porquê de tanta intenção assassina.



-Então tem uma proposta irrecusável para você, meu amigo(irmão) que tal nós…



Ele colocou o seu pé em cima de uma construção que estava ao seu lado. 


Enquanto fazia uma pose parecendo de um honrado e virtuoso herói, repentinamente as luzes solares começaram a bater nele dando um ar de paz, é tranquilidade. 


- ...fazermos uma parceria?



Houve um momento de silêncio quando Silencioso entendeu o que ele disse, se enfureceu e no mesmo instante seu corpo começou a sair eletricidade por toda parte, correndo em direção a este homem.


Quando ele viu a fúria de Silencioso e sua velocidade absurdamente alta.

Começou a tremer e arregalar os olhos. 



- Ah não... calma aí Silenciosoooo.


….

..

.


- Arrego, calma, calma aí, eu vou morrer se continuar desse jeito você é muito forte…


Silencioso estava na frente dele enfurecido.


Envolta estava deles tinha um monte de crateras causadas por explosões por causa de Silencioso.


- Qual lê? Só vim te fazer uma proposta, acalma meu ami…


Um soco estava prestes a bater na cara deste homem.

Mas por um milagre escapou por um triz de ser quase morto.



- Nossa acho melhor fazer essa proposta para você agora não, mais tarde nós nos encontramos… 


-Mas…sério?… você só veio aqui só para comprar uma bebida?



Isso mesmo Silencioso o assassino só veio só para comprar uma bebida ele não veio para matar ninguém é nem começar uma guerra.



- Há, Silencioso você saber que isso não é possível para você.


-Você é um fugitivo, um assassino mortal, não tem como você comprar uma bebida assim casualmente indo a uma guilda ou bar né?


-Já deveria saber dessas coisas, mas também não posso culpar né?


Deo um sorriso perverso e sua aura calma mudou para uma escura e maligna.


- já que teve aqueles experimentos que você foi submetido e….



Silencioso virou seu corpo e começou a tremer.

Aparece bem perto dele prestes a matá-lo. 

 

Desesperadamente grita.


- teleporte.


Ele desaparece sem deixar rastros.


Silencioso percebe que aquele homem realmente desapareceu, mas ainda vira seu rosto para todos os lados para ter certeza de que ele não está aqui.


Quando teve real certeza de que sumiu, Silencioso começou a olhar para o horizonte em direção oposta aos portões principais da cidade, suspirou bem alto e depois voltou a abaixar a cabeça se acalmando.


Ele levantou então a cabeça e começou a caminhar em direção a onde ficava a casa dos líderes quando ele ia dar o terceiro passo, seu corpo treme e desaparece sem deixar também nenhum rastro.


….

..

.

 

Uns escombros se movem. Um homem aparece debaixo deles.

Killer Bee aparece ensanguentado.


Com a sua mão trêmula pega algum pedaço de papel que estava no seu bolso, este papel está  quase todo rasgado mas ainda assim dava para escrever alguma coisa.


Colocou esse pedaço de papel em cima de uma pedra estremecendo sua mão e utilizando o seu próprio sangue para escrever alguma palavra no com o dedo.


A palavra escrita é. Perdemos…


Quando terminou de escrever a palavra estendeu a sua mão e repentinamente o papel começou a sumir, o que aconteceu foi que o papel era um pergaminho de teleporte não dá para ele se teleportar-se para o lugar que o papel foi, devido a mana e seu estado, mas ainda dá para mandar uma mensagem.

Utilizando sua mana restante para esse papel, Killer Bee desmaia novamente.



….

..


Notas Finais


Então, o que vocês acha que é o poder especial de Silencioso, é magia, habilidade ou Habilidade mágica?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...