História Reencontrando o amor - Capítulo 18


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Loona, Once (O11CE), The Ark
Personagens Apolodoro "Quatorze" Nikotatópulos, Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Lee Halla (Suji), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais, Yeojin
Visualizações 3
Palavras 1.370
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Esporte, Famí­lia, Ficção, Ficção Adolescente, Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 18 - É real


Fanfic / Fanfiction Reencontrando o amor - Capítulo 18 - É real

-Appa,promete que vai voltar

-Prometo... Agora venham aqui...-ele abraça os filhos- Adeus crianças...-ele se vira para esposa a abraçando- Adeus meu amor, eu voltarei...-ele por fim saí de casa indo até o táxi que o levaria até a base do serviço militar-

-Adeus appa...-diz para si mesmo depois que o mais velho saiu-

Flashback off

Jungkook on

-Então, quer dizer que meus filhos mais velhos já estão comprometidos? Estou orgulhoso de vocês

-Obrigado appa...-Junghyun responde, eu não conseguia dizer nada, ainda não tinha caído a ficha de que meu pai estava vivo, e estava ali-

-Jungkook, não vai falar nada?-o hyung me tira desses pensamentos-

-Que?-digo um pouco confuso-

-Não vai falar nada, vai ficar só olhando pro appa?

-É que, é um pouco difícil de acreditar que não seja um sonho... Quando você voltou?

-Faz uma semana

-Porque ninguém me contou?

-Porque vocês estavam vindo então decidimos fazer surpresa -minha mãe diz se sentando no sofá a lado de meu pai- E funcionou certo?

-Realmente... Hyung você sabia?

-Não...-ele se levanta do meu lado, mas antes de falar é interrompido pelo Tae e pela Hwannie que antes estavam no quarto jogando-

-HYUNG! A NOONA TÁ ROUBANDO!-Tae com voz de choro e com o controle na mão se jogando no meu colo- Ela não me deixa ganhar

-Você quem disse pra jogar como sempre jogo...-ela diz vindo atrás do pequeno e se jogando no sofá do meu lado, ambos emburrados-

-Sério que estão brigando pelo jogo?-digo olhando para os dois-

-Ela começou...-Tae aponta para Hwannie e ela se defende dizendo o oposto-

-Qual era o jogo?

-Minecraft...-dizem ao mesmo tempo-

-Especificamente PVP

-Ta explicado...-eu e Junghyun dizemos ao mesmo tempo-

-Porque?-Tae levanta a cabeça confuso-

-Ela é a melhor jogadora de PVP no minecraft, então não reclama se você disse pra ela jogar como sempre TaeTae

-Aish... Você é mal às vezes hyung...

-Também te amo Taezinho...-aperta as bochechas do menor- Mas eu tenho que ir, tenho um esboço pra começar...

-OK, mas descanse e não fique até tarde com isso

-Ok omma... Tchau appa, tchau dongsaengs, tchau Hwannie, foi bom revê-los...-diz cumprimentando a todos-

Depois de nos despedirmos do Hyung, continuei a conversando com meus pais-ainda sem acreditar-

Depois que o Tae e a Hwannie pararam de discutir, e de jogar, minha mãe colocou Tae pra dormir, e todos fomos também, até porque já era tarde, mas por algum motivo, eu ainda não conseguia acreditar que meu pai estava de volta...

-Tá tudo bem?

-Sim... Pensei que estivesse dormindo...

-Estava tentando... E você?

-Também... Eu estava pensando...

-Em que?

-Ainda não caiu minha ficha de que meu pai esteja vivo...

-Porque?

-Não sei... Acho que, faz tanto tempo que... Me acostumei a viver sem ele sabe...

-Entendo, mas olha, tenta falar a sós com ele, quem sabe não esclarece melhor a situação

-Ok... Vou tentar falar com ele amanhã...

-Ok...-diz se aconchegando em meu peito- Ah, amanhã, pensei em ir procurar um emprego, entregar meu currículo em alguns lugares, tudo bem?

-Claro, quer que eu vá com você?

-Não precisa, eu falei pra sua mãe que levaria o Tae na escola por ela e vou aproveitar a viagem

-Ah... Tudo bem então...

-Certeza? Alguém está com ciúmes?

-Eu? Ciúmes? Nem sei o que é isso...

-Sério mesmo que está com ciúmes?-ela levanta a cabeça pra me olhar nos olhos-

-Claro que não jagi, não como naquela vez que a professora nos trocou de duplas na escola

-Aish, só porque ela me colocou com o Minho?

-Sim, odiava a ideia de ver minha princesa com outro cara

-Awnt, mesmo com ciúme você conseguiu ser fofo -ela ri e eu lhe dou um selinho-

-Você é fofa em qualquer situação... Ou quase...-ela me dá outro selinho- Te amo muito sabia...

-Eu também te amo demais...-lhe dou um beijo calmo que acaba se tornando mais intenso, ainda mais quando ela muda de posição se deitando por cima- Quer continuar isso, ou deixar pra outra hora?-digo ofegante ao nos separarmos pela falta de ar-

-Acho que podemos continuar um pouco mais...-ela sorri maliciosa antes de voltar a me beijar-

[De manhã]

-Bom dia...-digo baixo no ouvido dela-

-Bom dia amor da minha vida -diz num tom quase de resmungo ainda com os olhos fechados e me abraçando- Que horas são?

-Cedo...-pego meu celular pra ver a hora- São sete e meia... Uau, que cedo...

-Aish!-ela levanta a cabeça com os olhos ainda quase fechados de sono- Que horas o Tae tem que estar na escola?

-Ah... Acho que às oito...

-Eu prometi que ia levar ele

-Aaah não fica aqui...-digo manhoso a abraçando-

-Eu queria... Mas eu prometi, e ia aproveitar pra procurar algum emprego-

-Aish... Tá bom...

-E você vai conversar com seu pai

-Aish...-ela me dá um selinho- Vamos levantar?

-Vamos...

Nos levantamos e nos trocamos, fomos até a cozinha com todos e tomamos café da manhã, depois do café, Hwannie saiu com o Tae pra levar ele pra escola, minha mãe disse que tinha que fazer algumas coisas pela cidade, deixando apenas eu e meu pai sozinhos...

-Então filho, como tem estado esse tempo? Sua mãe disse que você estava fazendo faculdade em outro país

-Estava...

-Faculdade de que?

-De artes, eu estava morando com a Lorena, filha da esposa do tio Hak-Kun

-Ah, entendi... Aconteceu muita coisa enquanto estive fora... Queria ter voltado antes...

-Eu também queria que tivesse voltado, queria não ter sofrido tudo o que sofremos sem você, queria não ter escutado minha mãe chorar todas as noites durante 3 meses seguidos, e acordar cedo no outro dia, acabada de sono pra ir trabalhar e eu não poder fazer nada...-dou uma pausa na minha fala recuperando o fôlego- Onde esteve esse tempo todo?

-Estava em missão, quando disseram que eu estava morto foi porque explodiram a base onde eu estava, mas eu e alguns colegas estávamos fora na hora da explosão...

-E ninguém se importou de avisar as famílias?

-Nós não sabíamos que não tinham sido avisados, sim estranhei o fato de não ter chego mais nenhuma carta de vocês, mas achei que fosse porque não tinham informado que havíamos mudado de base...

-Mas pai, isso foi há cinco ou seis anos...

-Eu sei... Me desculpa por isso, filho...-eu levanto e o abraço-

-Senti muito sua falta pai, nós três sentimos

-Eu sei, também senti meu filho...

-Que bom que está de volta...-somos interrompidos pelo meu celular tocando. Me solto do abraço do meu pai e atendo-

*Ligação on*

-Alô?

-Amor... Ainda está na casa da sua mãe?

-Sim porque? Tá tudo bem?

-Sim... Ou mais ou menos... Pode me encontrar no parque perto daí?

-A-ah, sim... Estou indo…

*ligação off*

Desligo o celular, aviso meu pai, que tinha saído de perto e se sentado no sofá, pego uma jaqueta a saio indo em direção ao parque que não era muito longe, por sorte

*Jungkook off*

*Flashback on*

-O que é tudo isso jagi?-diz surpreso assim que finalmente tira a venda

-Isso, é meu presente de aniversário pra você...-diz tirando uma caixa da mmochila- Seu irmão me ajudou bastante

-Sério?-ela entrega a caixa

-Sim, me disse o que você gosta de comer, além de lamén e me deu uma dica lra esse presente aí

-Não precisava de tudo isso jagi...

-Claro que sim, agora não reclama, senta aí e abre logo seu presente!

-Tá, mandona...-ele se senta ao lado dela no pano esticado na grama- Mas antes de abrir, quero o presente mais importante de todos!

-Qual?-ela pergunta confusa-

-Um beijo...-ele olha manhoso fazenda sorrir-

-Ah, que fofo meu amor!-ela o beija- Mas agora abre isso antes que eu abra -ambos riem e ele finalmente abre a caixa- 

-NÃO!-ele olha surpreso-

-Sim...

-NÃO! Jagi isso é muito caro... Eu não posso aceitar, você já fez todo esse piquinique...-ele devolve a caixa com um boneco de ação do Homem de Ferro-

-Cala a boca e aceita logo, o presente foi ideia da minha mãe, e não foi assim tão caro... Já o piquenique eu mesma fiz as comidas, então para de graça mocinho!-ela entrega a caixa com o boneco do Homem de Ferro pra ele novamente e cruza os braços fingindo estar emburrada-

-Obrigado... De verdade...

-De nada, sabe que eu faria qualquer coisa pra te fazer feliz

-Eu também faria... Faço...

-Você me entendeu

-Sim...-ele a abraça-

-Te amo oppa

-Também te amo jagi...

-Agora vamos comer? Eu estou com muita fome e antes que eu chore de emoção...-eles riem e começam a comer, ficando o resto da tarde ali-

*Flashback off*


Notas Finais


Oque será que aconteceu coma Hwannie hum? Huuuuuuuuuummmmmmmmmm... Kkkkkk
▪•▪••▪•▪~ ▪•▪••▪•▪~ ▪•▪••▪•▪~
Espero que tenham gostado, desculpem os erros, bjos ^°^

(Não esquece de comentar oq achou, agradeço ^U^)

▪•▪••▪•▪~ ▪•▪••▪•▪~ ▪•▪••▪•▪~
Perfis das autoras que me inspiraram:
. https://www.spiritfanfiction.com/perfil/laraarme
. https://www.spiritfanfiction.com/perfil/cafeh_44
. https://www.spiritfanfiction.com/perfil/felicityfornow9


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...