1. Spirit Fanfics >
  2. Reencontro - (Desafio). >
  3. Capítulo 2

História Reencontro - (Desafio). - Capítulo 2



Notas do Autor


Oi gente, trago esse novo capítulo para vocês, avisando que a universidade e o jornal onde Sakura estudou e trabalha existe realmente, mas as outras coisas citadas nesse capítulo ou em outros não.

Espero que vocês gostem, perdoem os erros logo eu vou revisar.
Boa leitura. ❤️

Capítulo 2 - Capítulo 2


Fanfic / Fanfiction Reencontro - (Desafio). - Capítulo 2 - Capítulo 2

                 Sakura


Aqui estou eu indo para o lugar que eu mais evitei em todos esses anos, o Japão. Minha vida mudou tanto depois de tudo que aconteceu naquele dia que Sasuke me fez de idiota. Sofri tanto que tenho certeza que minha amiga Ino já estava surtando com minha melancolia.

Bom, vou fazer um pequeno resumo de tudo que aconteceu depois que fui embora do maldito baile.

Minha passagem malas e tudo que iria levar estava prontos - ocorreu um pequeno problema, eu e Ino teríamos que viajar antecipadamente para ver o quarto que alugamos - estava cheia de incerteza se deveria ir mesmo e dizer adeus para meus pais, amigos e Sasuke – mesmo ele não me correspondendo eu tinha uma esperança que poderíamos ficar juntos, eu iria conquistar ele, iria deixar de passar aquela imagem de “irritante” que ele gostava de me chamar – estava insegura demais, pensei até em me entregar de corpo e alma para ele – que patética eu fui – e depois iria conversar com ele sobre nós dois – que nunca existiu né, só na minha cabeça fantasiosa – enfim aconteceu tudo aquilo e eu fui embora para casa sem nem ter falado nada com ninguém, eu estava tão decepcionada comigo mesma por ser tão cabeça dura e insistir em um amor pobre como aquele que só eu sentia – cara eu estava precisando levar um belo de um tapa na cara, mato a Ino por não ter feito isso por mim – antes de ir para casa fui na ponte olhar pela última vez aquele lugar lindo, sentei na beirada e botei meus pés para sentir o frio da água, olhando a lua refletida na imensidão daquele lago pensei tanto, refleti e chorei tudo que tinha pra chorar, meu peito doia, eu nunca tinha sentido nada como aquilo, eu me lembro como se fosse hoje cada sofrimento que passei, então eu decidi esquecer tudo, esquecer Sasuke como eu avia falado para o mesmo, enterrar aquele sentimento, então decidida engoli o choro e fui pra casa me preparar para a viagem, Ino iria comigo já que iria fazer moda na mesma universidade que eu, não iria desperdiçar essa chance que meus pais com tanto esforço me proporcionaram de estudar numa das melhores de Nova York, eu daria orgulho para eles sendo a melhor jornalista que o mundo já teve.

No outro dia acordei cedo fiz minha higiene matinal, tomei meu café, esperei minha amiga – que logo chegou querendo saber de tudo e eu não pude dizer não – me despedir dos meus pais com um aperto no peito por deixar eles em Konoha e fui para o aeroporto, passamos mais de 13:00 horas viajando até chegar no nosso destino, chegamos na universidade Cornell University, estava lotado de pessoas de todos os tipos, fiquei encantada logo de cara.

Fui me adaptando aos poucos, apesar de ainda está sofrendo pelo desgraçado, Ino foi muito importante na minha recuperação, me fez até namorar por um tempo Sasori, uma pessoa muito incrível, corpo bonito, olhos encantadores, cabelos ruivos, sorriso alegre foi muito bom, enfim eu perdi minha virgindade com ele, como o mundo gira não é mesmo, logo eu que estava louca pra ter minha primeira vez com o “grande amor da minha vida” cheguei na universidade e fui logo dando pro primeiro que apareceu, que contraditório meus amigos, fiquei por um tempo me perguntando se era mesmo amor ou vontade loucamente de dar para o Uchiha, que pensamento tolo esse meu quando passei quase dois anos na universidade chorando pelo indivíduo que não merecia um pingo de lágrima, depois disso eu juntei todas as minhas forças olhei no espelho e disse para mim mesma que isso tinha que acabar e foi o que fiz, foquei no estudo dia e noite, fui para algumas festas promovidas pelo pessoal da universidade, namorei muito Sasori e tentei ser feliz e realmente deu certo. Terminei a faculdade com as melhores notas e consegui um estágio nada mais nada menos do que num dos melhores jornais de Nova York no The New York Times e daí minha vida só melhorou, hoje em dia sou mundialmente reconhecida por cobrir muitas matérias importantíssimas no mundo todo, como eu disse virei o orgulho dos meus pais que se gabam muito por ter uma jornalista famosa como filha.

Agora que contei meu “pequeno” resumo estou no avião devo dizer um pouco nervosa por pisar no país onde nasci, feliz claro por rever meus pais depois da última visita que eles me fizeram que já faz um pouco de tempo. Vou aproveitar para tirar uma soneca enquanto isso.


[...]

Cheguei no Japão tentando me acostumar com a mudança de horários, era noite e estava frio, peguei um táxi e rumei para o hotel que foi indicado pelo meu assistente, nesse mesmo hotel seria a entrevista exclusiva com o queridinho do momento Ian Somerhalder, isso mesmo meus queridos, vou entrevistar um dos homens mais desejados do mundo e devo dizer que até eu queria muito uma noite quente com esse maldito homem bonito, mas vou me comportar afinal sou muito profissional.

Cheguei no hotel pensando que já estaria com minha reserva de quarto, acho que vou precisar de um novo assistente. O jeito é ver se ainda tem quarto vago, afinal o hotel é de cinco estrelas e bem famoso, o melhor do Japão devo dizer e estou rezando que sim pois não quero ir pra konoha atrapalhar meus pais e principalmente encontrar com certos desafetos.

O hotel realmente é muito elegante belíssimo, o dono deve estar nadando em dinheiro, como eu nunca ouvi falar dele e não o entrevistei ainda?, ah é claro eu não piso no Japão a anos, devo estar com amnésia. Melhor eu pedir logo esse quarto antes que eu comece a devanear.

- Com licença, gostaria de um quarto – pedi da recepcionista recebendo um olhar de surpresa, acho que ela me reconheceu e logo se recompôs.

- Ah claro, poderia me informar seu nome e identificação por favor – já estava abrindo a boca para falar meu nome quando alguém disse primeiro.

- Sakura? – olhei para o dono da voz e não pude ficar surpresa com quem era.

- Sasuke.

- Quanto tempo – ele estendeu a mão para me cumprimentar e eu fiz o mesmo.

- Devo dizer que sim, não piso aqui já faz bastante tempo – não queria dizer que foi desde aquele dia no baile para não criar um clima estranho, até porque não tinha clima nenhum.

- Realmente, nunca mais tinha te visto, você mudou muito e está bastante bonita – okay isso está ficando um pouco... estranho.

- Obrigada, então você está hospedado aqui? – perguntei pra cortar o papo.

- Não, quero dizer, na verdade eu sou o dono desse lugar, estou só averiguado algumas coisas, vai ter uma entrevista exclusiva nesse final de semana com o ator Ian Somerhalder e quero deixar tudo perfeito, pois ele é um grande amigo meu – disse com bastante entusiasmo, acho que ele não sabe que eu vou ser a entrevistadora.

- Nossa, não sabia realmente que era seu, então as empresas Uchihas deu certo no fim, adoraria entrevistar seu pai um dia – ele me olhou surpreso e pela expressão eu estava certa que ele realmente não sabia que eu estava ali para trabalho.

- Então você é aquela jornalista famosa muito conhecida pelo mundo, nossa não sabia que estava diante de uma celebridade – botou a mão no queixo pensativo e devo dizer que o filha da puta está um homem muito bonito – Se bem que não me era estranho o nome Sakura, fui um tolo e não me liguei – então deu um sorriso de derreter corações, para com isso dona Sakura, foco no seu trabalho, não caia nos encantos desse Uchiha cafajeste, me repreendo mesmo. Desde que cheguei aqui só estou indo de mal a pior, af.

- Estranho você não ter me reconhecido, não que eu esteja me gabando, só que é difícil alguém não me conhecer, mas te entendo porque nunca fiz nenhuma entrevista aqui no Japão – virei para a recepção novamente entregando minha identificação – Bom eu vou fazer meu check-in, nos vemos por aí – disse querendo acabar com aquela conversa e sair daqui.

- Sakura – o Uchiha me chama ganhando minha atenção novamente – Eu sei que a gente não se fala desde aquele ocorrido e eu não tive tempo de me explicar e me desculpar, gostaria de saber se você aceita jantar comigo para que eu tenha essa chance, por favor – realmente eu não esperava isso vindo dele, mas sinceramente isso não importa mais, já passou e eu não quero me estressar com isso.

- Olha Sasuke você não precisa se explicar por nada, até porque isso já passou e eu já esqueci a muito tempo, então você pode ficar tranquilo

- Aqui moça suas chaves – a recepcionista resolve se pronunciar me entregando as chaves e eu pego.

- Bom eu vou indo, preciso de um banho, relaxar muito pois vou ter muito trabalho com o Sr Somerhalder – mostro minha mão para cumprimentar novamente o moreno, ele parece um pouco pensativo, mas isso não me importa – Foi bom revelo novamente.

Sasuke aperta minha mão firme e eu sinto suas mãos tão geladas feito a noite – Eu que estou feliz em poder te ver de novo, bom o convite ainda está de pé de qualquer forma, pensa bem e me avisa se quiser conversar – então ele solta minha mão e me entrega um cartão, deve ser o número pessoal dele.

- Okay eu vou pensar, boa noite – ele responde o mesmo e eu vou para meu quarto o mais rápido possível, devo está louca por ter pensando na proposta desse cara.

Chego no quarto – e que quarto hem, meu assistente tinha razão afinal de contas, aqui é maravilhoso, realmente e de novo eu falo, esse Uchiha sem vergonha está nadando na grana, mas enfim isso não importa – tiro minhas roupas, vou para o banheiro e agradeço a kami por ter uma banheira para que eu possa relaxar.

É, parece que esse final de semana em Tokyo vai me surpreender, estou tentada em sair desse lugar e ficar com meus pais, lá não vou ter o desprazer de me encontrar com esse Uchiha convencido e lindo, espera do que estou falando, eu não posso está elogiando esse canalha. Vou ter que fazer um yoga para relaxar ou devo ir atrás daqueles sites de acompanhantes masculinos, estou precisando de uma foda boa, okay não me julguem por fazer isso. Tenho vários homens ao meu dispor, propostas que mulheres que gostam de vida fácil iria aceitar na hora, mas simplesmente eu não ligo para dinheiro, eu só não quero me envolver com ninguém e para alívio eu pago. Vocês devem estar se perguntando se eu sou louca, devo ser.

Entro na banheira, apoio minha cabeça na beirada, fecho meus olhos tentando deixar minha mente em branco e durmo.


[...]

                    Autora

Sasuke estava inquieto por ter reencontrado a rosada, queria muito conversar com seu amigo Naruto e desabafar, não estava encontrando ele em lugar nenhum então resolveu ligar.

Alô Naruto?

Oi teme, espero que seja algo muito importante, pois estou bastante ocupado hoje.

Dobe a Sakura está hospedada aqui.

Ouve um momento de pausa até Naruto se pronunciar novamente.

E o que aconteceu?

Ela está muito diferente, me tratou normalmente como se eu fosse qualquer pessoa.

Ah e você queria o que?, Que ela te abraçasse e te beijasse, se liga que ela é uma mulher agora teme, com certeza ela já te superou faz tempo.

É, você tem razão, eu chamei ela pra jantar comigo.

O QUE? E o que ela respondeu? Com certeza um "não".

Naruto gritou perplexo pela coragem do moreno.

Ela me deu um fora como eu já esperava, mas eu insisti e ela disse que iria pensar.

Hum, se ela vai pensar então pode ser um ponto positivo para você. 

Sim mas eu não vou criar expectativas com isso, eu só espero que ela aceite para que eu possa falar tudo que venho guardando desde aquele dia.

Estou torcendo para que ela dê essa chance Sasuke, você merece ser feliz meu amigo, sei que foi uma burrada das grandes o que você fez, mas você nunca deixou de ser essa pessoa boa.

Agradeço dobe, obrigada por me ouvir, agora eu vou desligar. Tenho uns assuntos para tratar no escritório. Até.

Até teme.

E desligaram ao mesmo tempo, Sasuke foi fazer seus afazeres do dia a dia pensando na rosada e no plano de reconquistar a mesma.


Continua...


Notas Finais


O terceiro capítulo vai ser na visão de Sasuke e será escrito por minha irmã e parceira @Uzumakinat.

Obg para quem está lendo e acompanhando, bjs. 😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...