História Reencontro - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Lgbt, Romance
Visualizações 1
Palavras 1.097
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 4 - Capítulo Quatro


Tasha esta dormindo nua na minha cama, momentos da noite passada vem em minha mente como um flashback enquanto observo-a, essa noite foi uma das melhores que tivemos, essa mulher consegui mexer comigo de um jeito que ninguém nunca conseguiu, ela esta sobre o meu peito, e ela é tão linda, se deixar fico o dia inteiro admirando sua beleza, seu pescoço esta com vários roxos que deixei ontem à noite, mas mesmo assim ela é perfeita.

- Para de fica me encarando.

- Não estou te encarando, estou te admirando.

- Mas eu não gosto, eu tenho vergonha e você sabe disso. - Disse cobrindo o rosto com o lençol que estávamos enroladas.

- Não precisa disso, e bom eu conheço esse corpo na palma da minha mão então você cobrir não vai mudar nada, pois o tenho gravado na mente.

Puxei o lençol do seu rosto e fui fazendo carinho em seu rosto, passei o dedo por seus lábios, fui me aproximando da sua boca, meus lábios chegando próximo dos seus...

Triiiiim! Triiiiim! Triiiiim! Triiiiim!

Droga de despertador, mais cinco minutos, só precisava de mais cinco minutos, droga. Estou completamente suada, e precisando de um banho gelado para pode tirar isso da cabeça. Fazia tempo que não tinha sonhos com ela, a um bom tempo, e todos sempre eram daquele dia.

Dormi na sala hoje, a Bah esta brava comigo, uma coisa que era rara de se acontece, mas preferi ceder o quarto pra ela pra não precisa fica no mesmo cômodo comigo, sei que exagerei e que se eu tivesse falado que era a Natasha ela teria pedido desculpa pelo que tinha falado, mas não, fui ignorante e quis manda nela, depois vou tentar fala com ela, mas agora preciso de um banho.

***

- O que aconteceu com você e a Bah? Não esta se falando? Nem vi vocês junto, com certeza aconteceu alguma coisa.

-Ela esta brava comigo.

- O que você fez pra ela?

- Eu agi como uma babaca.

- Diga uma novidade, não o que acontece todos os dias.

- Não, dessa vez foi diferente, eu quis mandar nela.

- O que, como assim, você não tem esse direito é apenas a amiga dela, bom a não ser que tenha sido aqui no hospital.

- Eu sei disso Julie, sei que não posso mandar nela, e não, não foi aqui, foi ontem na festa.

- Porque você fez isso?

- Ela, bem... Tinha uma mulher na festa e a Barbara queria fica com ela e...

- O que? Não, espera, brigou com a sua melhor amiga por causa de uma vadia?

- Ela não é uma vadia Julie. - Digo já me alterando - Por favor, você nem sabe de quem estou falando então, mas respeito.

- Ok, desculpa, mas você brigou com a Bah por causa de uma qualquer?

- Ai é que esta o problema, não é qualquer uma, é a Natasha.

- Uou, a Natasha.

- Agora você entende como foi pra mim ouvi que minha melhor amiga queria fica com a mulher que eu amo.

- Mas ela não conhece a Tasha, você sabe disso, aposto que se ela soubesse não ia fala isso.

- Eu sei, mas na hora não consegui me controlar, foi mais forte.

- Tudo bem, vocês tem que conversa e você falar pra ela quem era.

- É o que eu tenho tentado fazer, mas ela não deixa.

- Vai pra sala de reunião, vou levar ela lá, ai vocês tenta conversa.

- Ok.

***

A porta é aberta, primeiro eu vejo Julie entra e logo em seguida a Barbara entra resmungando o que elas estavam fazendo na sala de reunião, sendo que elas nem era do conselho.

- Você fica aqui. - Julie disse colocando a Bah sentada em uma das cadeiras que tinha na sala. - E vocês só vão sair daqui quando se resolverem estão me escutando.

Balancei a cabeça concordando com ela, Julie é um ano mais nova que eu, mas quando esta irritada não aparente ser, pelo ao contrario, aparenta ser mais velha, e principalmente se é por alguma coisa que eu ou a Bah fez. Barbara não respondeu nada, mas bastou um olha de Julie que ela concordou.

- Certo, agora se resolvam.

A porta se fechou do mesmo jeito que ela tinha sido aberta, rápida e silenciosa, e o silencio se reinou na sala, nenhuma fazia nem se quer um movimento.

- Bah... É, bem, me desculpa, sei que não mando em você, e não tinha o direito de te tirar da festa, mas você falou que queria transar com ela.

- E qual o problema? Você iria dormi com ela? Se você queria tanto ela era só ter falado, não é como se eu não pudesse ver uma garota gostosa que já quero ela na minha cama.

- Você não entende.

- Me explica então droga.

- Aquela garota gostosa é a Natasha.

- Espera aí, Natasha sua ex?

- Sim.

- Bea... Meu Deus do céu me desculpa, eu não sab...

- Eu sei, não se desculpa ok, vamos deixa isso pra lá, mas, por favor, para de usar as frases quero transar ou gostosa se você for se referi a ela.

- Pode deixar, prometo não falar, mas que a sua garota é gostosa. - Ela disse rindo. - Uau que beijo foi aquele, vocês se completavam, agora sei o porquê a Julie falava que vocês eram perfeita uma pra outra.

- Não começa, por favor, mas uma me atormentado não aguento, acredita que ate o Dylan quis saber.

- Ele quer saber o que você anda aprontando. Mas me diz uma coisa ela não tinha ido embora daqui?

- Bom, quando ainda estávamos juntas ela queria ir para a Universidade Yale fazer direito, mas não sei se ela realmente foi, mas bem provável que ela tenha ido, pelo que meu pai falou o ultimo ano em direito tem que fazer estágio em uma advocacia, ela pode ter escolhido fazer o estágio aqui.

- Uau, ela fez faculdade em Yale, porque não fez aqui mesmo em Massachusetts?

- Yale é muito bom então ela preferiu lá.

- Ok ne, vocês ricos.

- Você não é muito diferente.

- Minha família não tem um hospital e um escritório de advocacia.

- Mas do mesmo jeito Bah, você também tem dinheiro vai, e você sabe conquistei minhas coisas com o meu suor, não peguei de mão beijada.

- Eu sei, você batalhou e merece tudo que já conquistou e um pouco mais.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...