1. Spirit Fanfics >
  2. Reencontro >
  3. Jantar surpresa

História Reencontro - Capítulo 3


Escrita por:


Capítulo 3 - Jantar surpresa


Fanfic / Fanfiction Reencontro - Capítulo 3 - Jantar surpresa

18:00


Fui tomar banho, não queria me atrasar. Lavei os cabelos, aproveitei e já fiz minha higiene bocal embaixo do chuveiro mesmo, pra economizar tempo.

Sai do banheiro com uma toalha no corpo e a outra no cabelo, fui direto escolher uma roupa. Estava indecisa do que usar, optei por um vestido azul escuro florido de alcinha e para os pés escolhi uma sapatilha preta.

Deixei já as roupa separada e ainda de toalha no corpo fui secar o cabelo e depois fiz uma maquiagem básica delineador, rímel e batom cor rosa queimado puxado pro nudes.

Antes de colocar minha roupa passei meu creme corporal com o cheiro bem leve de morango e passei meu perfume floral que uso desde os meus 14 anos. Eu amava esse perfume, já tentei mudalo de perfume, mas não me adaptei aos outros arrumas.

Coloquei minha roupa e vi que eu estava bonita e apresentável do jeito que o Sai queria.


Agora são 18:55. Peguei a chave de casa e o celular. Não peguei nenhuma bolsa porque a casa do Sai é como uma segunda casa pra mim, era só eu deixar minha chave no chaveiro que tinha próximo a porta e o celular ficaria comigo.

Apesar de termos a cópia da casa um do outro resolvi bater na porta vai que ele esteja fazendo algo indecente no meio da sala.

— Bem na hora. - ouvi assim que a porta foi aberta por Sai.

— Hum! - assim que entrei senti um cheirinho bom de comida. – O cheiro está bom, comprou a comida onde? - falei rindo, Sai não era muito bom em fazer comida, só o básico do básico.

Falei já entrando no apartamento.

— Foi eu que fiz, tá. - fez cara emburrada. Fechou a porta atrás de sí.



— Na verdade foi eu quem fiz, ele apenas me entregou os ingredientes. - ouvi uma terceira voz atrás de mim.

Eu conhecia aquela voz, mas não lembrava de onde então virei para o dono da onde veio o som da tal voz.


Paralisei.


Ele estava aqui. Sasuke estava aqui.

 Eu não sabia o que fazer, era um misto de emoção dentro de mim. Eu queria gritar, abraçar, chorar, pular em cima dele e chiga-lo por me fazer sentir essas emoções todas.

Então eu fiz tudo isso de uma vez.

Corri até ele e vi que ele abriu os braços pra me receber.

Chorei. Até tentei chinga-lo, mas não saia nada.

— Shiii, calma. - beijou o topo da minha cabeça.

Respirei fundo conseguindo controlar a emoção.

Afastei um pouco pra poder olha-lo, vi um sorriso tão lindo direcionado a mim, fazia tantos anos que não via foi inevitável não corresponder.

— Você está aqui. - falei baixo, quase um sussurro, mas sei que ele pode me ouvir pela aproximidade dos nossos corpos.

Ele assente.

— Eu estava com tanta saudade. - falei chorosa.

— Também estava com saudades minha pequena. - sorriu.


Que sorriso lindo. Ele estava tão alto, aparentando ter ganhado mais massa muscular, os cabelos já quase na altura dos ombros. 

Estava hipnotizada por aquele homem, mas diferente minha fúria voltou.


— Seu idiota, - dei um tapa. – você tem noção do quanto eu senti sua falta, - e mais tapas. – o quanto eu chorei de saudades. - cada palavra eu batia nele.


— Desculpa. Para de me bater. - falou andando pra trás. Então soquei seu braço. – Porra, sua mão tá mais pesada do que eu me lembrava.


— Você é um egoísta, não veio me ver nem se quer uma vez. - bati mais uma vez.


— Ai, Sakura. - segurou minhas mãos.— Você também não foi lá me ver.


— Aaaah! Então agora a culpa é toda minha. - me afastei dele e cruzei os braços.


— Não. - se aproximou e apoio uma de suas mãos na lateral de meu umbro. – Você não faz idéia de quantas vezes eu já pensei em vim te ver, mas eu tive que ajudar meu pai e o Itachi. Se eu vinhece só pra passar uns dias eu não sei se conseguiria te deixar novamente.

Baixei a cabeça. A mão dele que estava no meu ombro me puxou pra um abraço.


— Isso significa que você veio pra ficar? - levantei apenas o rosto para poder olha-lo, não queria sair daquele abraço.


— Sim, minha pequena. - beijou minha testa. – Pelo menos até eu terminar a faculdade, comecei a estudar lá hoje. 


— Eu não te vi, você nem me procurou. - acuso.


— Eu queria fazer surpresa. E não lá no meio de todos. - explicou. – E ontem tive que ir na universidade resolver umas coisas pendentes.


— A comida está esfriando, - tinha esquecido totalmente da presença de Sai no apartamento. - tô com fome. Depois vocês se comem.


Corri. Eu tenho certeza que eu cortei, estou sentindo meu rosto pegar fogo.

Faz tempo que eu não vejo o Sasuke, ele já não é o mesmo que eu conheci, não sei se é comprometido ou se gosta de alguém. 

Se passaram 6 anos, pra ele eu sou só a ex namorada/amiga de infância e ensino médio. Sei que ainda temos um laço pelos velhos tempos, mas não deve ser mais o mesmo.

Fomos pra jantar.

— Você vai ficar aqui com o Sai? - perguntei curiosa.

— Por enquanto sim, até eu achar uma apartamento pra eu ficar.

— Aquela louca dos gatos vai se mudar, o porteiro me falou. - Sai falou olhando pra mim.

É mesmo, a casa dela ficava no final do corredor, pelo que o porteiro nos disse ela se muda daqui um mês.

Comemos e conversamos sobre o que aconteceu com nós três nesses anos separados. Assim que terminamos de comer, recolhi os pratos para lavar.

— Quer ajuda? - Sasuke se ofereceu.

— Não pode deixar, você já fez a comida.

— Se fosse eu a perguntar você já iria responder que sim. - Sai dramatizou. – E ainda falaria que não era mais que a minha obrigação.

— Não sente ciúmes meu xuxu. - zombei. Fui pra abraça-lo.


Vi Sasuke virar o rosto na direção oposta da nossa, não entendi.


—  Vai pra lá, sua rosada falsificada.

— Albino desnutrido.

Rimos. Com esse clima terminei de lavar a louça, e, fomos deitar no sofá retrátil de Sai assistir um filme  como nos velhos tempos.



Ouço barulho de mensagem do meu celular, Sai pega o aparelho que estava ao seu lado na mesinha.

Desbloqueio a tela e vejo que tem mensagem da minha mãe, das meninas e outras quatro da mesma pessoa, a pessoa que não lembrei que existia nem uma vez nesta noite.

Sasori.


Sasori:     Oi amor.   

Está em casa?

Queria dormir aí hoje, estou com saudades.

Faz mais de um mês que não dormimos juntinhos.


Notas Finais


Será que a Sakura responde?
Se ela responder vai falar o que?
E se não responder o que Sasori fará?


Vestido da Sakura:
https://pin.it/1wWmyjI

Batom: https://pin.it/2kBdkaY


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...