1. Spirit Fanfics >
  2. Reencontro Do Amor >
  3. O irmão misterioso

História Reencontro Do Amor - Capítulo 2


Escrita por:


Capítulo 2 - O irmão misterioso


Fanfic / Fanfiction Reencontro Do Amor - Capítulo 2 - O irmão misterioso

      Lawrence POV

Já havia feito um ano da morte da Lauren. Durante esse tempo eu observei todos de longe, meus amigos sentiam falta da Lauren, sempre faziam questão de lembrar de vários momentos passados juntos. Isso acontecia sempre quando todos estavam sentados na mesma mesa do refeitório da faculdade. E entre eles estava a Camila, é claro. Todos ali nunca acreditaram nessa história de que a Lauren era uma traficante de drogas. Como sei de tudo isso? Verônica, é claro, ela sempre estava me informando de tudo que acontecia naquela faculdade, nas saídas com os nossos amigos... Enfim.

Eu estava morando com os meus pais e meus irmãos. Afinal, eles e Vero, eram os únicos que sabiam da verdade.

Hoje, seria finalmente o dia que Lawrence Jauregui, iria para a faculdade e consequentemente conhecer os amigos de Lauren, e claro, Camila também. E ficar cara a cara com Austin Mahone, já que o desgraçado frequenta a mesma faculdade.

Se prepare Austin, porque a minha justiça misturada com vingança, está para começar.

Você deve estar se perguntando, como irei para a faculdade com uma identidade nova? É simples, não foi um problema para o meu pai resolver. pelo simples fato da nossa família ter muita influência, pelo fato de meus pais serem donos do melhor hospital de Miami, inclusive os pais de Camila são sócios do hospital. E sim, os quatro são excelentes médicos. Então, a família Jauregui e a família Cabello, são grandes amigos.

Eu, Vero, Dinah e Louis. Cursamos administração. Troy, Keana e Shawn. Cursam direito. Camila, Ally, Normani, Lucy e Harry. Cursam medicina.

Ah, esqueci de dizer que o infeliz do Austin, também cursa administração. Eu preciso me controlar muito para aguentar esse filho da puta.

O Chris por ser o mais velho, já é formado, é um dos melhores arquitetos de Miami e é noivo de uma bela advogada, a Alexa Ferrer, o casamento está próximo. A Taylor está no último ano do ensino médio.

Nesse momento estou a caminho da faculdade, no meu belíssimo carro (Ferrari na cor preta). Vero por morar a alguns quarteirões da minha casa, resolveu ir junto comigo para  a faculdade nesse "primeiro dia" até porque combinamos que vai ser ela a me apresentar para o pessoal. Então, estou estacionando agora mesmo em frente a casa dela, buzino uma vez e ela já sai na porta vindo em direção ao meu carro.

- E aí branquela, ops, agora é branquelo - Ela riu - Eu tenho que admitir, você se tornou um homem gostoso.

- Bom dia, para você também Verônica - Eu dei uma risadinha.

O trânsito essa manhã, estava meio movimentado, então demoramos uns 15 minutos para chegar na faculdade.

- Está preparado? - Vero pergunta assim que estaciono o carro ao lado do carro, que reconheci ser do Troy. Eu respirei fundo e assenti.

Eu saí do carro e abri a porta para Vero, fazendo a mesma apertar as minhas bochechas e dizer que sou fofo. Ao longe, observamos nossos amigos conversarem. E como se sentissem que estávamos nos aproximando, olharam em nossa direção.

- E aí pessoal - Vero cumprimentou e todos responderam, e olharam para mim curiosos.

- Vero, não vai apresentar essa maravilha de homem para nós? - Harry perguntou e Louis lhe deu uma leve cotovelada na barriga, fazendo todos rirem.

- Pessoal, esse é o Lawrence Jauregui - Vero me apresentou a todos e eu os cumprimentei.

- Então você é o irmão misterioso? - Dinah perguntou - Por que não conhecemos você antes?

- Eu morava com os meus tios em Londres, eu fui morar lá ainda quando era criança. Eu pedi para os meus pais para passar um tempo lá com os meus tios e gostei tanto de lá que pedi permissão para os meus pais para que eu terminasse o colégio lá, então resolvi começar a faculdade lá também. Mas então, aconteceu aquilo com a Lauren... Eu decidi voltar para Miami - Eu disse abaixando a cabeça e logo depois percebi o olhar triste de Camila, assim como todos ali.

- Lawrence, eu quero que saiba que nenhum de nós acreditamos nessa história que a Lauren era uma traficante de drogas - Louis disse tocando o meu ombro e todos concordaram.

- A Lauren, amava todos vocês - Digo dando um sorriso de lado e depois olhei para Camila. Ela retribuiu o sorriso, assim como todos.

Depois de mais alguns minutos, todos nós fomos para as nossas salas.

O babaca do Austin não parava de me encarar dentro da sala, provavelmente já sabia que eu era um Jauregui, eu o encarava de volta seriamente.

Deu a hora do intervalo. Eu, Vero, Louis e Dinah estávamos comprando algo para comer, já que o restante já estavam na   mesa. Nós tínhamos demorado um pouco para sair da sala porque o professor estava explicando algo sobre um trabalho. Eu já tinha colocado a bandeja na mesa e estava prestes a me sentar quando alguém esbarra no meu ombro propositalmente com uma certa força. Olhei para o lado e o vi, tinha que ser esse imbecil.

- Olha por onde anda, Jauregui - Austin diz debochado.

- Foi você que esbarrou em mim - Digo o encarando de frente.

- Austin, dá o fora daqui - Diz Troy se levantando e me afastando do babaca do Austin.

- Mahone, vai passar prancha nesse cabelo e deixa a gente em paz - Diz Dinah. Eu seguro o riso, mas Vero não, ela solta uma gargalhada alta chamando a atenção de alguns por ali por perto. Austin bufa e sai.

- Posso sentar aqui? - Perguntei a Camila, me referindo ao lugar ao seu lado direito, já que o esquerdo estava ocupado por Dinah .

- Mas é claro - Ela diz sorrindo.

Ficamos todos conversando, até dar o horário de voltarmos para as salas. O restante das aulas passaram um pouco mais rápido do que as primeiras aulas.

Estávamos todos no estacionamento, nos despedindo para irmos para casa.

- Palmito, será que você pode dar uma carona para Camila? É que eu não vou poder, preciso comprar umas coisas para a minha mãe agora - Dinah me perguntou.

- Não precisa, eu pego um táxi - Camila diz envergonhada. Eu sorri com seu jeito meigo.

- Não aceito não, como resposta. Eu te levo em casa - Digo abrindo a porta do carro para ela entrar. Ela sorri e entra no carro, dou a volta e entro em seguida dando partida no mesmo.

Durante todo o caminho, conversávamos tranquilamente sobre a faculdade, ela me fazia perguntas sobre Londres e eu respondia tranquilamente. Eu já sabia que iriam perguntar muitas coisas então já estava preparado para responder.

Depois de quase 20 minutos, eu estava estacionando na frente da casa dela.

- Bom, obrigada pela carona - Ela diz depois que eu abri a porta do carro para ela sair.

- Foi um prazer, te conhecer - Eu sorri de lado e olhei em seus olhos castanhos.

- Você tem os olhos dela - Ela sussurra mas eu consigo ouvir. Seus olhos brilham por algumas lágrimas que provavelmente querem sair - Me desculpe, eu...

- Está tudo bem, eu entendo você não precisa se explicar - Digo limpando uma lágrima que descia pelo seu rosto. Eu me aproximei dela e dei um beijo em sua testa.

- Tchau Lawrence, até amanhã - Ela sorriu e se afastou indo em direção à porta da sua casa entrando em seguida.

Eu sorri feliz, entrando em meu carro e dando partida para minha casa.

- Camz meu amor, como é bom estar perto de você novamente, sentir seu cheiro, ver esse sorriso que derrete meu coração - Penso alto.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...